Home Asas Rotativas Helicóptero T129 ATAK será apresentado no Brasil

Helicóptero T129 ATAK será apresentado no Brasil

10545
165
T129 ATAK
T129 ATAK

Os executivos da Turkish Aerospace estarão no Brasil na semana do dia 26 de março para a realização de um roadshow de demonstração de voo do helicóptero T129 ATAK.

As demonstrações acontecerão em Taubaté, Brasília e Rio de Janeiro.

O objetivo desse roadshow é mostrar o helicóptero T129 ATAK, apresentar as tecnologias desenvolvidas pela companhia e estreitar relacionamento com a Força Aérea Brasileira.

O T129 ATAK é um helicóptero bimotor de nova geração, com dois lugares em tandem, especificamente concebido para fins de ataque e reconhecimento, desenvolvido a partir da aeronave comprovada em combate A129CBT. Incorpora totalmente nova filosofia do sistema com novos motores (LHTEC CTS 800-4A), novos aviônicos, sensores e armas, fuselagem modificada, trem de acionamento reforçado e novo rotor de cauda.

A versão T129A é equipada com um canhão de 20mm montado numa torre no nariz, com capacidade de 500 projéteis e pode transportar até quatro lançadores de foguetes sob suportes externos, com um total de 76 foguetes não guiados.

A versão T129B também contará com foguetes Mizrak ® ATGMs e CIRIT ® (foguetes de 70mm guiados a laser) projetados para as forças armadas turcas e mísseis ar-ar STINGER®, garantindo capacidade multifunção eficaz de dia e noite.

O T129 ATAK tem a melhor relação potência/peso da classe, com um design de grande resistência MIL-STD-1290 e incorpora capacidade multi-arma de carregamento assimétrico.

Graças às suas excelentes características e capacidades de missão, o T129 ATAK está pronto para atender a uma gama de novas oportunidades de exportação e exigências do mercado mundial.

O T129 ATAK é o helicóptero selecionado pelo Governo da Turquia para as Forças Armadas Turcas.

T129 ATAK

165
Deixe um comentário

avatar
40 Comment threads
125 Thread replies
3 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
75 Comment authors
Francisco BrazRicardo N. BarbosaMauro Carvalho LemesSaMWPauloOsk Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
pangloss
Visitante
pangloss

Turquia? Erdoganster?
Não, obrigado. Já temos problemas suficientes.

Robsonmkt
Visitante

Ué, se pode heli do Putin, pode heli do Erdogan.

pampapoker
Visitante
pampapoker

A diferença que o Hind entrou para fab, por pura politicagem..brasileiro, compra helicóptero que eu volto a comprar carne de vocês…

José Luiz
Visitante
José Luiz

Entre países é dessa forma que funciona,nada demais, com outros seria
a esma coisa.

CESAR ANTONIO FERREIRA
Visitante
CESAR ANTONIO FERREIRA

A desgraça das colunas de comentários, percebe-se, é a presença dos fã-boys: não sabem nada e continuarão sem saber, por acreditarem, piamente, que tudo sabem… 1º) Contrapartidas comerciais fazem parte do jogo diplomático e geopolítico. Criticas emitidas apenas revelam a ingenuidade e o desconhecimento por parte do interlocutor… 2º) O Mi-24/35 é o helicóptero de ataque com a maior folha corrida em combate. Testado com louvor em inúmeras guerras. Não há o que dizer deste aparelho. Na FAB sempre exibiu disponibilidade em rampa superior a 68%, algo que provei aqui em uma discussão anterior com link que remetia a página… Read more »

aNonimo
Visitante
aNonimo

Brasil pode comprar mais Helicopteros Russos … isso se os USA não intervir e oferecer os Blackhawck – Apache…Bolsonaro esta indo Falar com Trump neste domingo

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

O freguês dos Mujahedeen…

Estes aí adoravam o Hind

Flanker
Visitante
Flanker

Ah….disponibilidade tendo como fonte página de Facebook?? Tá bom….. Os problemas desse aparelho na FAB são a dificuldade no pós-venda russo…..burocrático é demorado….o treinamento dado pelo fabricante foi pior que sofrível…os mecânicos da FAB tiveram que aprender muito do aparelho por conta própria….Pois os russos diziam que se esqueceram de endinar5ou porque achavam que aquilo não era importante para ser ensinado… O aparelho é ruim? Não, não é! É um tanque voador…forte, resistente e cumpre a missão. Mas, isso não é o suficiente, pois precisasse disponibilidade e retorno à linha de voo em tempo curto…coisa que não se consegue com… Read more »

Oliveira
Visitante
Oliveira

Tem um canal de um coronel da FAB , aviação militar ,onde ele só elogia o SABRE um pouquinho de racionalidade e menos ideologia faz muito bem.

Flanker
Visitante
Flanker

Pelo que sei, é ex-militar…..e gosta bastante de equipamentos russos. As infos que postei, partiram de um amigo, militar da ativa da FAB, que trabalhava com a manutenção desses helis qdo da sua implantação em Porto Velho.

Flanker
Visitante
Flanker

Esse ex-militar que administra esse canal, qdo era da ativa, trabalhou com o Mi-35?

pampapoker
Visitante
pampapoker

Flanker, Bosco e Ricardo obrigado por tudo, vcs tiraram as palavras da minha boca. Só a nível de esclarecimento: 1) não sou fanboy, você nem me conhece, como não conheço o senhor, para o senhor vim com tais afirmações, assim como não conheço o senhor, não posso tirar impressões de vossa pessoa. 2) Em nenhum momento depreciei a aeronave russa, conhecida como Mi-35 Hind Ou carruagem do diabo ,como vc escolher chama-la. 3) Tenho conhecimento aeronáuticos dando amador como profissional, amador por acompanhar deste 1986 os famosos livros da editora Cultural, com o seus guia de arma de guerra (força… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

“A desgraça das colunas de comentários, percebe-se, é a presença dos fã-boys”
Vindo de você só pode ser piada.
KKKKKKKKkkkkkkkkkrrrrrrrssssss,,,,,……..

Ricardo N. Barbosa
Visitante
Ricardo N. Barbosa

Mi-35 na FAB é mais do que subutilizado. Isso não tem a ver com a máquina. Esqueçam essa história do nosso Mi-35 utilizar mísseis Ataka ou qualquer coisa relacionada a um emprego antitanque ou CAS, não está sendo utilizado para este fim e nem vai, não possui doutrina e nem vai ter.

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

Errar uma vez, tudo bem, duas é ficar de quatro, gritar “Eureka!” e pastar.

Mauro Cambuquira
Visitante

Qual é o problema do Sabre? Só ouço alguém falar mal deles aqui nos comentários. Na América do Sul, qual outro é equivalente a ele? E por favor, a título de curiosidade, quais os prós e contra. Tecnicamente, sem sentimentos de amor ou ideologia. Sou curioso, porque tenho amigo da FAB naquela região, e nunca me falou nada contra.

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

Em três palavras: Peças de Reposição. É uma piada o pós venda dos russos. Nem francês é tão ruim.

Brunow Basillio
Visitante

O pós venda russo é uma droga principalmente para paises sem dinheiro como Brasil,Venezuela etc, agora não vejo Peru, Vietnam, Iraque,Argélia, Egito,Indonésia etc, reclamar de pós venda Russo ,todo problema que a FAB enfrentou com o Mi-35 à algum tempo atrás foi por falta de grana….
Fornecedor não da nada de graça….

Bosco
Visitante
Bosco

Mauro, Eu particularmente não entendo absolutamente nada de preço, pós venda, custo de manutenção, complexidade de manutenção, etc. Geralmente quando tem isso em algum texto eu pulo essa parte. Pra mim, arma é um negócio caro mesmo e de difícil e custosa manutenção. Em relação ao Mi-35 tenho 4 críticas que não tem nada a ver com pós venda, manutenção, custo, etc. Se referem a : 1- estar na FAB e não no EB; 2- não usar munição padrão OTAN e que é adotada pelo Brasil; 3- ser uma aeronave desenhada especificamente para contemplar um conceito operacional de assalto/ataque típico… Read more »

Mauro Carvalho Lemes
Visitante

É mais ou menos a minha visão. Acredito que o EB seria a Instituição correta para o uso desse aparelho. Agora, vai saber a verdade do porque ele foi para FAB! Só teremos especulações!
Alguém da FAB poderia sanar essa dúvida, o SABRE, estão todos totalmente operacional?

teropode
Visitante

Se a Turquia ameaçar não comprar nossas novelas e nossos valorosos jogadores de futebol , ai fica difícil recusar a oferta kkkkkkk

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Para vc ver como está ficando deplorável nossa pauta de exportações.
Se continuar, acabaremos só exportando comida kosher.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

No NE tem exportado muita carne de jumento e alguns vivos para a China..

Olha ai que oportunidade para você.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Prefiro carne de vaca.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Comuna além de comer criancinha também come a mãe.

Flanker
Visitante
Flanker

Kkkkkkkkkkkkk……excelente, Rodrigo!!!!

nereu
Visitante
nereu

concordo… se for de direitista melhor ainda !!!!

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

‘Quem vai a churrasco não leva sanduíche de casa’.

Bosco
Visitante
Bosco

Na verdade o governo Bolsonaro ampliou a pauta de exportação já que incluiu nela o item: “intelectuais” da esquerda caviar.
Já foram dois, Jean Wilis e Márcia Tiburi, ambos, especialistas em órgãos excretores do sistema digestivo.
Esperemos ansiosamente que esse produto bata record já que ainda há muitos “intelectuais” disponíveis para exportação.

Bosco
Visitante
Bosco

Ah! E antes que me esqueça. Esses produtos exportáveis já vão estragados mas não aceitamos devolução.

Mosczynski
Visitante
Mosczynski

Este é a versão turca para o A129 que é operado pela Itália.

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

E qual o problema amigo🤔⁉️
É um helicóptero de qualidade, poderoso, mais barato que o AH-64 APACHE ou do que o Airbus Tiger, e muito superior ao AW-129 mangusta, seu irmão italiano.

Se vierem para cá só viriam a somar, só porquê Erdogangster não é tão democrático não é problema algum, há governantes e países piores.

teropode
Visitante

Poderoso já fica por sua conta , este mangusta islâmico só voa sobre áreas já devidamente detetizadas kkkkkkkk

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

Os outros também….

teropode
Visitante

sua memória é de peixe.

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Seria melhor tentar parceria com a Itália no desenvolvimento do Leonardo AW-249 e quem esperou ate agora pode esperar mais alguns anos …

teropode
Visitante

Falando nisto , na Nova Zelândia começou a caça aos patos covardes .

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Vc está se referindo (ou comemorando) o assassinato de dezenas de islâmicos na Nova Zelândia? É isso?

teropode
Visitante

de maneira alguma .

Andre
Visitante
Andre

Onde está a moderação do site????? Olha o que esse rapaz escreveu

MGNVS
Visitante
MGNVS

teropode
Vc é muleke?
Deve estar de palhaçada nao?
Um atentado terrorista daquele nivel e vc tirando “onda”? Tanto radicais islamicos quanto supremacistas brancos representam o que ha de pior na raça humana. A palavra fanatismo por si só ja diz muito sem ter que explicar nada.
Imagine sua familia indo numa igreja ou cinema e chega um louco atirando pra todo lado e matando muita gente.

Onde estao os editores do site para banir esse tipo de comentarista daqui.

Flanker
Visitante
Flanker

Você, André, Antôniokings e outros, se sentiram melindrados e ofendidos pelo que ele escreveu…..é óbvio que foi uma atrocidade o que ocorreu na Nova Zelândia, pq atentados, em sua esmagadora maioria, ocorrem contra civis desarmados…..
Mas, quero ver vocês repudiarem com a mesma veemência os atentados que ocorreram na europa e em Israel, por exemplo. Quanto a Israel, Antoniokings fala por aqui pela Trilogia, da sua torcida pelo fim do estado de Israel…..portanto, o que é morte e atentando, o é para qualquer um….seja muçulmano, israelense, europeu, russo…..

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Perfeito.

Cavalo-do-Cão
Visitante
Cavalo-do-Cão

Não se compara ao que esta por vir para toda a gente por trás de todas estas atrocidades contra os muçulmanos e outros povos pelo o mundo…logo vc vera eles pagarem por tudo o que fazem…pois nada é para sempre na vida… 😉

SaMW
Visitante
SaMW

A Italia fabrica o mesmo helicoptero , quem sabe com eles não seria mais … digamos … apropriado .

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

É uma excelente opção.
É um aparelho bem capaz.

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

É melhor comprar o A129 direto da fonte (Itália), ainda mais com a Turquia defendendo esse regime da Venezuela, coisa que eles não tem nada a ver e querem ficar se metendo.

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Muito melhor comprar o turco que é superior ao italiano…

teropode
Visitante

Poste ai as respetivas superioridade.

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Pesquise na web Teropode,você achará facilmente…

André Macedo
Visitante
André Macedo

Com essa lógica vamos parar de comprar dos americanos que vendem bilhões em armas pros sauditas (notórios violadores de direitos humanos e causadores da maior crise humanitária do mundo no Iêmen) também?

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Os sauditas defendem “o governo legítimo Iêmen” exatamente como os russos fazem na Síria, e onde a carnificina foi maior é na Síria.

Brunow Basillio
Visitante

Só crianças foram mortas mais de 85 mil no Iémen…A guerra Iemenita só não e lembrada na mídia por que não interessa a ninguém lembra la, mas não se engane dizendo que na Síria foi pior…

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Estude melhor a origem do conflito iemenita.
Vc tem, no mínimo, uma questão religiosa que não tem na Venezuela.
No nosso vizinho temos a questão de um gangster apoiado pelos EUA que quer colocar a mão no butim.

teropode
Visitante

Geralmente os peixes possuem pouca memória, tipo assim , esquecer que o tal gângster foi eleito pelo povo juntamente com toda assembleia do país, aí o maduro percebeu que o povo acordou , então ele apareceu com o golpe da constituinte para neutralizar seis opositores legítimos kkkkk, mas sua memória seletiva falha toda vez que é confrontado com a verdade, pena que mudaram a forma dos comentários do PA , vc batia recordes sucessivos de deslikes por ser assim tão pisciano kkkkkkkk

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Logo será fisgado pela boca.

teropode
Visitante

prefiro esta: Pau que da em Chico também da em Francisco…. portanto Sr xings é melhor Jair se acostumando pois o Chico cansou de levar paulada do Francisco beduíno, agora vai ser troca de gentilezas . agora tem 2 times em campo. Não terá mais WO.

Flanker
Visitante
Flanker

Esse “gangster ” não vai colocar a mão no butim…..o verdadeiro bandido já está dando jeito de mandar tudo que pode pra fora do país…para que quando chegar a hora dele fugir, poder viver como um rei…

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Bem lembrado André 🤔‼️

nonato
Visitante
nonato

Ouvi você preocupado com direitos humanos?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

A diferença é que eu realmente não me importo nem um pouco com o que a Arábia Saudita faz dentro do seu território ou seu quintal, contanto que eles continuem à bombear petróleo. De fato, para anular as jogadas do Irã na área, está até valendo. É o quintal deles e eles estão sendo pró-ativos em olhar pelos melhores interesses deles. Vou me importar no momento em que quiserem impôr suas leis e costumes no meu país. Já a Venezuela está no NOSSO quintal, e seria bom a Turquia pensar direitinho em qual seria o melhor parceiro comercial. Nós ou… Read more »

jota
Visitante
jota

Só lembrando que vendemos Astros e blindados sobre rodas para o sadan Hussein , Irã e vários ditadores africanos….

Edison Castro Durval
Visitante
Edison Castro Durval

Se não me engano nessa mesma época os americanos vendiam armas ao Irã por baixo dos panos.
Caso Irã-Contras, só para lhe lembrar que não existem países bonzinhos ou malzinhos.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Se os EUA podem, por que a Turquia não? excepcionalismo?

Maus
Visitante
Maus

O EB tem quase 1,4 bilhão para comprar 12 HA, isso significa que cada HA custará 100 milhões.

elcimar marujo
Visitante
elcimar marujo

tem esse dinheiro todo ?. deixa o paulo guedes saber disso,de qual fonte soube dessa?

Mauro
Visitante
Mauro

minha pergunta é se esses helicópteros foram usados em combate na Síria e se foram abatidos por algum SAM por lá ou outra arma …

Marcos
Visitante
Marcos

Sim, foi derrubado pelos kurdos.

Bardini
Visitante
Bardini

AH-1Z via FMS… o resto é rasgar uma montanha de dinheiro.

Maus
Visitante
Maus

O que está disponível via FMS é o AH-1W

Bardini
Visitante
Bardini

Sim, claro que sim… Por isso que AH-1Z e UH-1Y foram avaliados pelo GEA da AVEx…

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

E advinha?!

Bardini
Visitante
Bardini

Vão rasgar dinheiro… Não tem o que adivinhar.

Junior
Visitante
Junior

hahahahahahahahaha…. nada de novo no ensolarado Brasil

Lucas Senna
Visitante
Lucas Senna

Qualquer helicóptero que o Brasil quiser está disponível pelo FMS, até mesmo o AH-64. Não confunda FMS com EDA.

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Mas o AH-64 apesar de bom, não tem a preferência dos militares…

Comprar armamento americano para eles ficarem dizendo que nós não poderemos usá-lo em combate caso precisemos e que ficarão limitados somente a paradas militares🤔⁉️

Não, nós não somos pakistaneses ou chileno, onde diz a lenda que compraram mísseis para os falcon mas os mesmos ficam sobre a guarda do tio Sam e teria que pedir autorização para usá-los…

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Seria uma grande aquisição 🤔‼️

O EB tem muito interesse no brinquedão turco, seria muito bom ter uns desses cheirando a novo ao invés de mercadoria usada…

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

Melhor um usado americano do que um novo turco. Pra falar a verdade, deveríamos usar a estrutura do Lynx inglês e desenvolver um nosso. Mas precisaríamos de visão de longo prazo e não tem sido uma característica dos brasileiros (todos eles, sejam militares ou civis).

Sandro
Visitante
Sandro

Temos que parar com essa analogia de fabricar coisas no Brasil. Aqui um politico começa o outro não termina, sera que ainda não se deram conta disso? Seria otimo se nossos corruptos governantes fossem patriotas mas infelizmente aqui oque vale é o que a propina leva, por isso se gasta Bilhões e não temos nada. Pior a capacidade intelectual que desenvolvemos acaba indo embora do pais.

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

Não… Não temos que parar de querer fabricar nosso equipamento bélico no Brasil. Temos que acabar com esta farra de políticos, sejam de direita, esquerda ou de centro, ou ficamos como a Argentina depois de 1982 que consegue estar pior que o Brasil.

Brunow Basillio
Visitante

A Turquia foi um dos países que mais aumentou as exportações de armas nos últimos anos, e cada vez mais aparece interessados em comprar seus equipamentos.. Acabaram de vender seu MBT ao Qatar..
Quando falo que o Brasil podia investir mais na indústria de defesa, criar empregos gerar divisas para o país etc… Tem uma turminha ai que sempre diz “vai vender pra quem” “não tem muito consumo internamente, melhor comprar de prateleira”, hoje estamos avaliando um helis turco….

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Asas rotativas é com o Tio Igor,

o restante é helicóptero.

Lyw
Visitante
Lyw

Se podemos vender foguetes e lançadores de foguetes à Arábia Saudita, país governado por uma ditadura tirana e ferrenha, podemos comprar helicópteros à Turquia.

PauloSollo
Visitante

Não lança mísseis anti tanks?

Bosco
Visitante
Bosco

Paulo,
Lança! O texto ficou confuso mas tá lá. É o Mizrak-U. Um míssil com quase 40 kg, 160 mm de diâmetro, guiado por IIR com data-link bidirecional e 8 km de alcance.

PauloSollo
Visitante

Valeu! No texto o descreveram como foguete. Isto o torna uma plataforma bem interessante.

Bosco
Visitante
Bosco

Vale salientar que o helicóptero é compatível com outros mísseis antitanques além do Mizrak-U (UMTAS). Ex: Hellfire, Spike ER, TOW.

Juarez
Visitante
Juarez

Vão gastar dinheiro a toa. A corrida já esta “corrida”. Ganhou uma “Cobra”

Chevalier
Visitante
Chevalier

Segundo um outro jornalista de defesa o Cobra viria pra criar doutrina por uns anos até que se escolha um zero bala, e parece que os milicos gostaram mto desse turco aí, que é bom e barato e dá pra manter, diferente do Tiger da Eurobambilândia, kkk.

Sidy
Visitante
Sidy

Se vierem, acredito que seja daquele lote oferecido tempos atrás. Aí já era pros brimos, não dá para competir com tais argumento$$$

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

E aí, cadê o Cobra?!

Fabio
Visitante
Fabio

Na Fab o F16 não servia, no EB o Leopard 2A4 não servia etc… Sempre no Brasil esse não serve aquele outro também , e acabou ficando sem e ficando para traz. Na realidade qualquer helicóptero e adequado para adquirir experiência e formar doutrina.

Maus
Visitante
Maus

Não é que os equipamentos não prestassem, o governo é que não dava dinheiro.

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

O F-16 tem limitações operacionais. Que o diga os chilenos que ainda operam F-5 por que no sul do país os ventos da Patagônia sopram detritos para as pistas e acabam sugados pela tomada de ar do caça. Além do mais, o apoio que demandam os impede de utilizar pistas improvisadas em rodovias. Já os Leo 2A4, acredito que seja o grau de complexidade do tanque que aumente o custo de manutenção e exija instalações mais complexas e caras. Isso também entra na conta.

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Em 2010,o Brasil assinou acordos na área de energia,ampliação do comércio, cooperação em ciência e tecnologia, e defesa com o governo de Erdogan…

Vamos ver se agora pode sair algo bom e que algum projeto de cooperação nasça.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Orcrim só se da com ditador

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

O momento é propício para adquirirmos equipamentos norte-americanos via FMS, como por exemplo os Super Cobras.
Qualquer coisa adquirida da Turquia, Rússia ou até mesmo a China, será mais complicado de administrar devido às sanções impostas pelos Estados Unidos.
Uma opção seria buscar estes helicópteros diretamente da empresa Leonardo da Itália.

Maus
Visitante
Maus

O ATAK é um Mangusta melhorado, nada impede de fazermos o mesmo com os italianos.

Juarez
Visitante
Juarez

Bom dia. O problema e que o Mangusta vai ser descontinuado e os Italianos pretendem desenvolver um heli de ataque mais pesado.
O problema deste helique se os Turcos aprontarem, os hélis vai ficar “na chon”.
O outro fator que e pesauito chama se escala de produção.

Henrique de Freitas
Visitante
Henrique de Freitas

Too Late … essa conta ja esta fechada. FMS

Davi
Visitante
Davi

Te que coprar para ganhareamos a gerra contra a venenzuela!! Avate!1′

Pavan
Visitante
Pavan

Mi 35 na FAB… Cobra pra MB… e T129atak pro EB… Fechou o pacote daí !!

737-800RJ
Visitante
737-800RJ

Sua ideia é até interessante, mas teríamos que estar imbuídos do “espírito salada de frutas” indiano. Isso atrapalha na logística e prejudica o baixo custo de manutenção que se pode obter com a unificação de meios.

Luiz Floriano Alves
Visitante

Temos que procurar Cobra ou Super Cobra. Material aeronáutico tem que ter tradição e histórico de combate. Equipamento aéreo americano tem tradição de ter boa assistência de fabricante e peças de reposição. Vejam os nosso F-5 e imaginem se na época tivéssemos comprado um vetor russo ou turco.

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Sua opinião parece a daquelas pessoas que defenderam o SH, falcon e o Rafale para a FAB, porque os mesmos já foram para combates e o Gripen C/D e E nunca foram para batismo de fogo, se for por essa ótica o raptor não presta para nada, já que nunca enfrentou um oponente capaz

Pafuncio
Visitante
Pafuncio

Para mim seria Mi 35 para FAB, MB e EB.

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

Não sei o pessoal da FAB e EB, mas a MB já tem lixo demais pra ficar comprando mais.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Creio ser bem difícil este helicóptero ser adquirido pelo EB, O AH 1W já está às portas e vai suprir tanto EB (criar doutrina pra depois pegar o Viper zero bala) como O CFN por se tratarem de células ex USMC então…..
Nada contra a máquina que parece cumprir a missão ,mas há o fator “governos” e nisso tio Trump está de mãos dadas fazendo cirandinha com tio Bolso!!!rs

JonasN
Visitante
JonasN

Seria legal ver a Embraer no mercado de helicópteros, já que agora vai ficar só no setor executivo e defesa. Uma parceria pra construir esse helicóptero de ataque poderia ser o pontapé inicial.

João Adaime
Visitante
João Adaime

JonasN
No início desta década já foi ensaiado parcerias da Embraer com a Agusta e a Sikorsky. Nunca mais se tocou no assunto.
Algum problema deve existir.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Eu considero um bom heli mas tem peças europeias de outros países, então não sei quanto aos ganhos de se comprar, além do mais a Turquia está para ser embargado pelos EUA, vai ficar sem F35, o Erdogan tá indo para um caminho ditatorial, o país pode ir para um caminho de derrocada igual da venezuela, pq o governo não para de gastar, a corrupção só vem aumentando, então não sei se seria bom nos ligarmos a Turquia.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

É sério que se o EB já tivesse selecionado o AH-1W a Turquia iria encaminhar o T129 para demonstração no Brasil?!?!

Deixa eu dar uma dica aos “entendidos”. As equipes do EB não as mesmas da FAB que foram avaliar os P-3A.

Não se discute com os fatos, busca-se entendê-los e trabalhar com eles. O resto não passa torcida apaixonada. Se não for o T129 (preferido no EB), será o AW129, simples assim. #Ficaadica

Até mais!!! 😉

Flanker
Visitante
Flanker

Isso é informação ou sua opinião?

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Com o tempo tu vai saber. Aliás, já procurou ler o planejamento estratégico do EB no tocante à aviação?!

Juarez
Visitante
Juarez

Na,o quantos deles foram cumpridos a risca?
Zero.
Wellington o teu ódio pelo “usamericanu malvadu” beira o irracional, mas como tu não sabe que não sabe.ninguem leva em conta os teus devaneios.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

É né?! Então tá, como de costume, vou te relembrar disso. 😉

Rsrsrs

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Ah, lembrar dos BHs que viriam?! Como é que é mesmo?!?!

rsrsrs

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

Então será o AW129 e produzido aqui, com alterações, claro. Os italianos estão bem colocados para as corvetas da MB, seria um bom bônus alguns AW129 anabolizados (ao menos um canhão de 25mm) para o Bahia e Atlântico.

ALEX ROCHA
Visitante
ALEX ROCHA

Falem o que quiser, mas que esse bicho é top é. Independente de onde venha se tivesses pelos menos dois esquadrões com estes bichos já ficaria feliz. Vejo assim, se o equipamento atende a necessidade e temos condições de operar e comprar, por que não comprá-lo?

teropode
Visitante

Se for apenas pra chamar de SEU, o AH -1 da de dez a zero neste ai, mas se querem um helicóptero de verdade , no mercado só tem um disponível, o Apache , a batedeira de bolo russa não passa de uma piadinha barulhenta e beberrona, o mi28 é tão pífio que até o criador o receitou kkkk , Mas como tudo aqui gira em torno de negociatas eu não descarto a compra de alguns mangustas turcos , para serem usados na escolta de trios elétricos em Salvador.

Jefferson B.
Visitante
Jefferson B.

Se for para pegar esse helicóptero da Turquia é melhor pegar os Agusta A129 Mangusta usados da Itália, os italianos estão desenvolvendo o MANGUSTA 2 e vão por os atuais 60 helicópteros MANGUSTA a venda. Acho que eles fariam um preço interessante para o Brasil…
Outra alternativa seria os super cobra dos EUA, outro helicóptero que seria vendido a preço interessante.

paulo gusmao
Visitante
paulo gusmao

Acho que deve ser um excelente aparelho, mas o “fator erdogan” pesa demais. A Turquia tem uma excelente indústria militar, contudo as restrições cada vez maiores dos americanos vão inviabilizar seu negócio.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Olhando o cockpit da criança, eu me pergunto: e o Maduro, já caiu? nem com sabotagem no sistema elétrico?

Flanker
Visitante
Flanker

A “sabotagem” no sistema elétrico vem da incompetência e da falta de manutenção nas usinas por parte do governo venezuelano…..você, como qualquer outro da sua espécie, coloca sempre a culpa, por sua incompetência e inépcia, nos outros….típico e sintomático!

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Está me dizendo que o governo venezuelano é incompetente para fazer manutenção no sistema elétrico, mas ao mesmo tempo competente para sobreviver ao ataque dos EUA? quem revela incompetência, nesse caso, é só você.

Bosco
Visitante
Bosco

Está me dizendo que o governo venezuelano, ou melhor, o “governo” do déspota Maduro, é competente para sobreviver ao ataque americano mas não consegue impedir que esses mesmos americanos sabotem seu sistema elétrico que de acordo com você , faz parte desse suposto “ataque” americano?
Tem aí um duplipensar típico do raciocínio patológico que a esquerda embuti em seus militantes, você não acha?

Flanker
Visitante
Flanker

Qual ataque dos EUA? Sabotagem? Não…não precisa disso….leia um pouco mais …mas fora dos sites “isentos” tipo 247…..leia infos de fora do Brasil…de fora do continente americano…..
Falar em competência e goverbo venezuelano, na mesma frase, é impossível. ….o goverbo venexuelano só é bom em roubar, se beneficiar do Estado, apaelhar todas as esferas do Estado e latir em palanques, falando de um país que só existe nas cabeças doentes e corruptas de Maduro e sua quadrilha….

Celso
Visitante
Celso

Nem a pau.
Se os Turcos querem vender isso no Brasil, devem fazer uma parceria com a Odebrecht….kkkkk
Agora falando sério, será super cobra e tá bom pra kct.

CESAR ANTONIO FERREIRA
Visitante
CESAR ANTONIO FERREIRA

Dado que o Brasil está para ser declarado como “Aliado Extra-OTAN”, torna-se evidente que material russo não será sequer avaliado… Motivo para produtores de material bélico da Aliança Atlântica promoverem com maior ênfase os seus produtos.

Particularmente acredito que o T-129 ATAK mantém os equívocos do seu genitor, o Mangusta… Não gosto, por exemplo, da fita de munição correndo por uma canaleta lateral, para mim uma solução porca…
Mas, se os comandantes do Exército Brasileiro se derretem pelo Mangusta, porque não se encantariam com a versão turca?

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Material russo tem um imã que atrai Stinger…

Não serve..

CESAR ANTONIO FERREIRA
Visitante
CESAR ANTONIO FERREIRA

Material dos EUA e da EU possuem imã para 9K38 Igla…
Aliás, a primeira vítima de um MANPAD foi um FIAT G-91 da FAP, abatido por um 9K32…

Pois é…
Nada sabe além da verborragia vazia de cunho ideológico.
Volta para baixada, pirata.

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

Material russo, americano ou europeu tem imã tanto para Igla como para Stinger. Eu, pessoalmente, prefiro o Igla polonês (Grow). Muito usado pela Geórgia contra a Rússia e extremamente eficaz.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Bom…

Pelo tanto de aparelhos que os russos perderam no Afeganistão e agora na Síria, verborrágico é você.

Na Síria, não tem desculpa das máquinas serem operadas por árabes incompetentes e serem versões degradadas de exportação.

São russos operando o melhor( kkkkk) da indústria russa…

E o trinômio Hind-Hip-Frogfoot continuou sendo freguês do fogo antiáreo..

São contramedidas ruins, acrecentadas de pilotos ruins e táticas ruins para tantas baixas assim ?

CESAR ANTONIO FERREIRA
Visitante
CESAR ANTONIO FERREIRA

Você só tem verve ideológica, Rodrigo Martins Ferreira.

Quer discutir?

A USNAVY e a USAF perderam mais 300 vetores no Viet-nam…
Está satisfeito?

Você não sabe nada e fala besteira, contam-se nos dedos os vetores russos que foram abatidos na Síria em mais de três anos de operações…

Você nada sabe e exibe a sua ignorância sempre que pode, isto me alegra muito de certa maneira.

Brunow Basillio
Visitante

Da uma verificada quantos helis os americanos/aliados já perderam no Iraque/Afeganistão , se não me engano fogo inimigo e acidente já ultrapassou as 400 unidades, os Kiowas e Apaches lideram a lista….
Então sem esta de equipamento russo atrai Stinger….

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

Primeiro… Há uma disputa política com a Turquia desde que eles bancaram o patrocinador do acordo com o Irã por conta do urânio. Segundo… Não demora para a Turquia sofrer embargo pela aproximação com a Rússia e seu posicionamento na Síria. Terceiro… Uma aproximação com Israel colide diretamente com qualquer coisa que traga os turcos para a mesa de negociação. Quarto… Que pós venda pode esperar-se dos turcos, cujos principais sistemas do T-129 depende de terceiros com os quais eles estão arrumando briga??

Pedro
Visitante
Pedro

O que é aquela “haste” que fica entre o cockpit do piloto e do atirador? Tem tipo de um “pêndulo” na ponta…

Mauro
Visitante
Mauro

Lançador de torpedos fotônicos.

Bosco
Visitante
Bosco

Pedro,
É um sensor de dados do ar.

Michel
Visitante

Uau! Eu tento ser pacifista, mas tem horas que alguns equipamentos militares simplesmente hipnotizam.
Que máquina linda!

Hawk
Visitante
Hawk

Gente, quanto mimimi!
Estaria ótimo se fosse T129, AH-1Z, AH-64, MI28, Ka52 ou Tiger.
Um helicóptero puro de ataque é algo inédito, e ultimamente até necessário.
Eu adoro o MI24/MI35 mas cá entre nós, os Russos fizeram questão de vender a versão mais “standard” que podiam. Que decepção aqueles trens não erguerem (parecem um Mi8 tunado) e a falta dos mísseis anti-tanque/AA nas pontas das asas, que nem no poster que tinha no meu quarto.

filipe
Visitante
filipe

Apesar de tudo sou fan do Super Cobra, é o mais capaz de todos… Como o Presidente vai aos EUA, talvez venham já os 24 Super Cobras para a EB e MB… Esse Heli é novissimo em folha, mas eu acho mais vantajoso trabalhar directamente com a Leonardo no desenvolvimento do AW-249 ( sucessor do AW-129, que é o pai do T-129) , fariamos a mesma parceria igual ao Gripen-NG, aprender a desenvolver do principio…

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Agora pense no preço do novo mangusta 2🤔…

O Apache e o Tiger já não são visto com bons olhos devido ao preço, aí correr atrás de mangusta ao invés de T-129 ATAK seria estupidez

Maus
Visitante
Maus

Como eu disse em um comentário acima: o EB tem 1,4 bilhão para comprar 12 ou 24 helicópteros de ataque, dá pra compra 12 AW249 com transferência de tecnologia por 100 milhões a unidade.

Doug385
Visitante
Doug385

Sinceramente, com o EB precisando de alguma coisa pra substituir os Cascavéis e num futuro próximo os Leopards, não creio que seja prudente jogar algumas centenas de milhões de dólares num helicóptero novo de ataque. A solução mais econômica já existe, que são os AH-1W EDA. Acredito que os recursos para compra de helicópteros de ataque poderiam ser melhor investidos em outras necessidades, como a força blindada, melhorar o equipamento individual da tropa, embarcações mais modernas para a Amazônia (complicado depender das “voadeiras” em pleno século 21), artilharia, etc…

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado Quanto aos Cascavéis. Por enquanto, acredito q vão modernizar alguns. Quanto ao Leo, parece q será prioridade sua substituição, mas ele vive até 2027. Não estamos mal de EPI. O investimento nisso tem sido constante. Só não se gasta esse material em alguns triemos, pois são caros. As voadeiras tem seu papel, mas a Phantom (se não me falha a memória) é a lancha para emprego com risco q tem sido adquirida. A Arr tá cada vez melhor. A de Def AAAe é q esta em andamento pra Med Altura. Quanto aos He Atq, realmente não sei. O “artilhamento”… Read more »

Doug385
Visitante
Doug385

Grato pelos esclarecimentos, Agnelo. De fato houve uma grande melhora no equipamento individual, e acredito que foi fruto da missão no Haiti.
O que sai no Janes sobre os Esquilos foi que 12 seriam compatibilizados para o disparo de foguetes guiados, bem como 8 Panteras. Já é um avanço significativo e com custos aceitáveis.
Quanto ao helicóptero da matéria, os próprios turcos já planejam o seu substituto, o qual será mais pesado.

willhorv
Visitante
willhorv

Hoje existem vários recursos de boa ou até de ótima qualidade. Acredito que qualquer um deles, seria muito bem implementado e aproveitado pelo excelente profissionalismo de nossas FAAs. Todos eles demandam aquisição, manutenção e operação, recursos que se criam e se disponibilizam com um ingrediente fundamental, o político. Se estamos sendo elevados a parceiros estratégicos da OTAN, entendam que o Brasil sai de um namorico para um relacionamento mais sério com o tio SAM. Então podemos bater o martelo nos cobras via FMS. O que se feito corretamente, pois isso é um negócio, estaremos muito bem servidos também! Penso que… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Só de curiosidade, uma lista com “todos” os mísseis antitanques pesados lançados de helicóptero, operacionais:
EUA:
Hellfire: LSA
Hellfire Longbow: MMW
JAGM Block I: MMW + LSA

Rússia:
Spiral: SACLOS-RF
Vikhr: LBR

Alemanha:
PARS-3: IIR

Turquia:
UMTOS (Misrak-U): IIR + data link RF

Israel:
Spike ER: IIR + data link fibra ótica

África do Sul:
Mokopa: LSA

China
HJ10: IIR + data link fibra ótica (???)

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

O Spike ER tem sido instalado em patrulhas israelenses para ataque à navios com contrabando e lanchas rápidas. Outros países o tem utilizado da mesma forma.

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

O melhor helicóptero de ataque para o EB com certeza seria o KA-52 Russo, mas como isso é impossível talvez seja melhor o EB comprar os Super-cobra mesmo e ta otimo, porque é muito melhor do que ter so Fennec.

Maus
Visitante
Maus

O melhor é o AW249.

Juarez
Visitante
Juarez

Eu tenho dor de barriga de ler estes comentários. O vetor nem voou e já tem inxxcccpecialista dizendo que o melhor.
Este o Brasil…
.

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Sim mas ainda ta em desenvolvimento, dizem quem o próprio A129 Mangusta italiano quando EB testou achou muito bom …
E agora é esperar pra ver como sera isso e qual sera no futuro o escolhido pelo Eb, afinal serão 24 helicópteros de ataque.

A MB com as CCt e o EB com esses H.A é muita expectativa kkk

PauloOsk
Visitante
PauloOsk

Desculpem minha ignorancia, mas porque ninguem no Brasil se interessa pelo Apache? Muito caro? Eh realmente tao caro assim?
Obg.

Sidy
Visitante
Sidy

Em uma única palavra: sim.

Lucas Senna
Visitante
Lucas Senna

Sim, os custos de aquisição hoje devem estar lá pros US$ 50 milhões por unidade mais um custo de hora de voo passando dos US$ 3 mil, ele é bem mais caro de adquirir e operar até que um Super Tucano. É o melhor que há disponível mas cobra o seu preço para isso.

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Mas nesse caso o super tucano não é relevante, pois não é uma aquisição da FAB e sim do EB…

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

Não é só os custos de obtenção e operação. Sobrecarregaram o aparelho de blindagem e equipamentos e a velocidade deles caíram para algo abaixo, até, que os Chinuks, helicóptero de transporte que eles deveriam escoltar. Resultado é que os Chinuks tinham que ir mais devagar, e tornar-se alvos por mais tempo, para poder ter escolta. Basicamente eram os transportes que escoltavam os de ataque. Isso ocorreu na guerra do Iraque e Afeganistão.

Andre
Visitante
Andre

Para que vcs entram e comentam no site???? Por ideologia?????

Ninguém debateu com dados se uma suposta compra seria boa ou não.
Até foristas antigos embarcaram nessa onda.
Duas pessoas tentaram puxar uma discussão mais técnica e as torcidas ideológicas as ignoraram. Falo de torcida teen pq comentários começaram a ser avaliados por número de likes….ideológicos.

Que baixo nível virou a TRILOGIA

Juarez
Visitante
Juarez

Andre, eu até tentei, mas vamos lá: O EB não tem grana hoje e não terá nós próximos cinco a sete anos para uma compra deste porte Este helicóptero que é basicamente uma cópia do Mangusta A 129, com sistemas de combate , não pode ser adquirido, porque: Tem vários aspectos, mas dois se salientam 1 Escala de produção, que trás como consequência, facilidade na aquisição e na manutenção, bem como preços mais acessíveis de compra e de manter. 2 – Questão Política, pois a Turquia nunca foi um país confiável, e com a quantidade de sistemas americanos e europeus,… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

+ FMS.

G abraço

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

E o Cobra ainda é capacitado a ações embarcadas (por ser o heli de atq do USMC) e pode ser usado pelo EB no Atlântico ou ,melhor ainda, ser adquirido tbm para o CFN .

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Antes dos de sempre babando ovo porque é Made In USA, pensem com a cabeça. O AH-1W são helicópteros pra lá de surrados. Quem opta por este modelo ou é desinformado, ou está de maucaratisse.

São helicópteros refutados pelos USMarines para elevá-los ao padrão Z, ou seja, estão com as células moídas até o osso, sem contar todos os seus sistemas e motores. Quem diz que seria barato, ou porque “teria escala de produção” não sabe do que fala ou, como eu coloquei, está sendo mau caráter.