sábado, maio 21, 2022

Saab RBS 70NG

Tropas do Exército Brasileiro e do U.S. Army realizam assalto aeromóvel no segundo dia da Operação CORE

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Cachoeira Paulista (SP) – Um assalto aeromóvel foi realizado no segundo dia da Operação CORE (Combined Operation and Rotation Exercises), exercício que reúne tropas brasileira e norte-americana na região do Vale do Paraíba, em São Paulo, até 16 de dezembro.

Nesta terça-feira (7), 22 aeronaves do Comando de Aviação do Exército (CAvEx) foram empregadas na atividade. Na manobra integrada, a força-tarefa aeromóvel decolou com tropas dos dois Exércitos a bordo. Os militares norte-americanos são da 101ª Divisão de Assalto Aéreo.

Sob o comando da força de superfície, os militares simularam a conquista e manutenção de um local estratégico, dentro de território inimigo, além da destruição de forças oponentes.

“O final de todo esse exercício é um ganho grande e mostrou que o Exército Brasileiro não tem nada a dever. Nosso método de emprego militar é muito próximo do Exército dos EUA”, disse o Comandante da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), General de Brigada Rodrigo Ferraz Silva.

As aeronaves empregadas no adestramento são de quatro modelos usados pelo Exército Brasileiro: Cougar, Jaguar, Pantera e Fennec.

Após o voo, que partiu do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE), em Cachoeira Paulista, os helicópteros desembarcaram as tropas dentro do Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ).

Visita

Como parte das atividades do dia 7 de dezembro, as autoridades militares dos EUA e do Brasil visitaram as instalações do CPTEC, onde assistiram a uma palestra sobre as atividades do Centro.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

- Advertisement -

33 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
33 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
5 meses atrás

Tropas, forças ou operações especiais não ganham guerra, guerras são ganhas com tropas regulares ou guerrilhas.

Matheus S
Matheus S
Reply to  Red Pill - 红色药丸
5 meses atrás

Eu te aconselharia a ler um livro, mas a carga de leitura deve ser bem pesada para sua limitada compreensão textual. Uma matéria sobre a atuação da 101ª Airborne que não deve tomar mais de uma e meia do seu tempo: https://history.army.mil/documents/swa/dsit/peay.htm Este não deve tomar mais de 10 minutos do seu tempo: https://www.theleafchronicle.com/story/news/local/fort-campbell/2016/02/19/gulf-war-25-desert-storm-milestone-101st/80403596/ Obs: O elemento da 101ª que está nesse exercício é o 1st Battalion, 187th Infantry Regiment, 3rd BCT, “Leader Rakkasans”. Só para contextualizar, em setembro de 1990, os Rakkasans foram enviados à Arábia Saudita durante a Operação Escudo do Deserto. Em fevereiro de 1991, duas companhias do… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Matheus S
FERNANDO
FERNANDO
Reply to  Matheus S
5 meses atrás

Fala a droga do livrooooooooo

Matheus S
Matheus S
Reply to  FERNANDO
5 meses atrás

a droga do livrooooooooo

Flanker
Flanker
Reply to  Matheus S
5 meses atrás

Kkkkkkkkkkkkkkk….Boa!!

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Matheus S
5 meses atrás

Sequer me dei ao trabalho de ler mais de uma frase, visto que vc quer impor um ponto de vista – enlatado, diga-se de passagem – e desdenhar de outro que se baseia simplesmente na história. Cada um acredita no que quiser, seja feliz com seus Moinhos de vento.

Talisson
Talisson
Reply to  Red Pill - 红色药丸
5 meses atrás

De fato Op Esp não vencem guerras sozinhas. Mas vencem importantes batalhas. Se elas apoiarem uma força convencional robusta e motivada, com os “fatores civis” soprando a seu favor (o oposto do Vietna e Afeganistão), a vitória (talvez) virá.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Red Pill - 红色药丸
5 meses atrás

A 12 Bda Inf L (Amv) e a 101 Airborne Div são tropas “regulares”.

Rodrigo LD
Rodrigo LD
5 meses atrás

Sempre interessante notar como os uniformes MULTICAM adaptam-se bem em qualquer tipo de terreno e vegetação. Não por acaso, as Forças Armadas de países desenvolvidos e até algumas da América Latina, como Argentina e Bolívia, estão adorando esse padrão sob licença ou com pequenas modificações.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Rodrigo LD
5 meses atrás

Ambiente muito verde o multicam tradicional não funciona muito bem…

MATHEUS AUGUSTO
MATHEUS AUGUSTO
5 meses atrás

Moro em Lorena SP, e vi o enxame de helicópteros (pequeno exame) se deslocando para o local do treinamento. Parabéns EB, treinamento de alto nível com forças de alto nível, é assim que tem que ser.

Tomcat4,3
Reply to  MATHEUS AUGUSTO
5 meses atrás

Como gostaria de ter visto este “pequeno enxame”.

Salim
Salim
Reply to  MATHEUS AUGUSTO
5 meses atrás

22 helis empregados, nr de respeito para exercicio. Parabéns Aos Envolvidos. EB poderia soltar um vídeo legal sobre esta operação.

Tomcat4,3
5 meses atrás

Exercício top este viu, creio que deve ter sido de grande aprendizagem para ambos os exércitos.

Oráculo
Oráculo
5 meses atrás

A página do Facebook da 101st Airborne Division tem postado várias fotos por dia sobre o treinamento.

Tá bem interessante acompanhar a divulgação feita por eles.

Rodrigo LD
Rodrigo LD
Reply to  Oráculo
5 meses atrás

Mande o link

Welington S.
Welington S.
Reply to  Rodrigo LD
5 meses atrás
Foragido da KGB
Foragido da KGB
Reply to  Rodrigo LD
5 meses atrás
Talisson
Talisson
Reply to  Oráculo
5 meses atrás

No instagram me chamou a atenção que brasileiros tem mania de postar figurinhas com as bandeiras dos 2 países juntos, coisa que o americano não faz. Acho de bom tom quando as tropas tiram fotos com as bandeiras (diplomacia, boa vizinhança, ok). Mas os comentaristas brasileiros fazendo aquilo, sendo que “o outro lado” não faz…. Não sei… Perdoem-me se me impliquei com bobagem.

Last edited 5 meses atrás by Talisson
Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Talisson
5 meses atrás

Americano muy amigo.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Talisson
5 meses atrás

Procure os sites do comando sul e da 101, vai ver várias bandeira s nossas e deles.
Sds

Pablo
Pablo
Reply to  Oráculo
5 meses atrás

No instagran do comando militar do sudeste também tem varias imagens e vídeos.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
5 meses atrás

Off-Topic:
 
“Senador dos EUA insta Biden a não excluir possibilidade de ‘ataque nuclear preventivo’ contra Rússia”. 
[Presidente dos EUA Joe Biden não deve “descartar primeiro uso de ação nuclear”, ou seja, um ataque nuclear preventivo contra a Rússia no caso de uma incursão potencial na Ucrânia, disse senador dos EUA Roger Wicker, alto representante do Partido Republicano no Comitê do Senado para as Forças Armadas].

 
 comment image
 
 
 
 
 
O senador caipira do estado norte-americano de Mississippi fez estes comentários em uma entrevista ao canal Fox News a partir do Capitólio, avaliando a recente videoconferência realizada entre o presidente russo Vladimir Putin e o líder dos EUA Joe Biden.
A conversa girou em torno de questões como as tensões relacionadas com a Ucrânia em meio a alegações de uma suposta “invasão russa” do país vizinho.
Biden expressou “profundas preocupações” de seu país sobre o suposto acumulo de tropas e “deixou claro” a Putin que os EUA e seus aliados responderiam com fortes sanções econômicas e outras medidas em caso de qualquer escalada militar na Ucrânia.
 
Senador Wicker, por sua vez, expressou a esperança de que Joe Biden adotasse uma postura mais dura e mantivesse todas as opções em aberto.
 
“Eu não descartaria ação militar […] Ação militar pode significar que nós estaríamos com nossos navios no mar Negro e espalharíamos destruição na capacidade militar russa […] Poderia significar tropas americanas no terreno”, comentou senador.
 
A retórica agressiva de Wicker não parou por aí, e ele acrescentou: “Não descartamos o primeiro uso de ação nuclear […] Não achamos que isso vá acontecer, mas há certas coisas em negociação, se vai ser duro não tire [esta opção] da mesa”, concluiu o político dos EUA.
A embaixada russa em Washington respondeu às declarações “irresponsáveis” feitas pelo senador Roger Wicker em uma mensagem divulgada na página da entidade diplomática no Facebook.

Na nota, a embaixada sugeriu ao político reler cuidadosamente a declaração conjunta dos presidentes da Rússia e dos EUA datada de 16 de junho de 2021. Este documento confirma a adesão dos dois países ao princípio de que não pode haver vencedores em uma guerra nuclear e que essa guerra nunca deve ser desencadeada.
 
 
 
 Só poderia ser um caipira republicano para ter brilhante ideia…

 

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Adriano Madureira
5 meses atrás

Tão caipira quanto Putin com o conceito de escalar pra desescalar em cenário de conflito nuclear limitado? Então ser caipira é crer ser possível usar armas nucleares em cenários que não envolvam o M.A.D.? Putin agachado picando seu fumo e pensando: “eeeita nóis, sô!”

Last edited 5 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Alex Barreto Cypriano
5 meses atrás

Por quê a América iria à guerra com a Rússia sobre a Ucrânia? Pelo gás Russo que a Alemanha quer e que passa pelo NordStream, Bielorússia e Ucrânia. Depois dizem que Trump foi um desastre e Biden é o retorno da América. Retorno, sim, à posição de pata de gato (embora acredite fazê-lo por seus próprios interesses comerciais) da União Européia (entenda-se, Alemanha, principalmente). Não aparece nenhum dos antiamericanos habituais pra dizer que se ameaça uma nova guerra pelo gás…

MajorRussianGasPipelinesToEurope.png
Teixeira
Teixeira
5 meses atrás

Será q tb empregamos a inovadora granada de bocal?

Agnelo
Agnelo
Reply to  Teixeira
5 meses atrás

Qual?
A q Rússia, China, França e Inglaterra ainda usam?
Não.
Pelo q sei, utilizamos o LGr 40 mm no IA2, como esses países também tem e os EUA.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Agnelo
5 meses atrás

O Exército Brasileiro não adquiriu lança-granadas 40 mm pro IA2. Ainda está em processo de seleção para aquisição dentro do programa CoBra.

O pessoal envolvido no CORE 21 está utilizando um modelo de L Gr desconhecido aparentemente em caráter experimental. A norma ainda é granada de bocal nos FAL/PARAFAL e o IA2 não usa nada.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Alfa BR
5 meses atrás

Se informe melhor.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Agnelo
5 meses atrás

Eu já vi uma foto de um IA2 com um M203…

Mas vale a pena usar o M203 ainda hoje ? Com lançadores mais modernos ?

O M203 pela posição do carregamento da granada tem limitação do comprimento dela, coisa que os mais modernos por fazerem carregamento lateral não tem.

fabio
fabio
5 meses atrás

A russada aqui pira

Carlos Crispim
Carlos Crispim
5 meses atrás

Pra ficar melhor do que isso só se a gente tivesse uns Chinook pra levar a tropa, imaginem as fotos maneiras que iam ficar. Campanha pelo Chinook no EB JÁ!!!!!!

Salim
Salim
Reply to  Carlos Crispim
5 meses atrás

Por nosso tamanho mais que se justificaria este vetor. Apoiadissimo

Últimas Notícias

‘A janela para expulsar a Rússia da Ucrânia é agora’

Por Nataliya Bugayova* O Ocidente deve ajudar os ucranianos a expulsar as forças russas do sudeste da Ucrânia, pelo menos...
- Advertisement -
- Advertisement -