quinta-feira, junho 30, 2022

Saab RBS 70NG

Bielorrussos sabotam ferrovias em direção à Ucrânia

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Trabalhadores ferroviários bielorrussos cortaram todas as conexões ferroviárias entre seu país e a Ucrânia.

O chefe ferroviário ucraniano, Olexander Kamyshin, agradeceu aos trabalhadores ferroviários bielorrussos por este alegado ato de sabotagem no sábado.

“A partir de hoje, posso dizer que não há tráfego ferroviário entre a Bielorrússia e a Ucrânia”, disse Kamyshin à agência de notícias ucraniana Unian. Kamyshin disse que não daria mais detalhes.

Franak Viacorka, assessor da líder da oposição bielorrussa exilada Sviatlana Tsikhanouskaya, twittou sobre o incidente e disse que foi confirmado por trabalhadores ferroviários bielorrussos, mas se recusou a fornecer detalhes.

FONTE: DW

- Advertisement -

59 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
59 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Robocop Norris
Robocop Norris
3 meses atrás

Tomara que agora os ucranianos parem de lançar mísseis na direção da Bielorrússia. Semana passada um míssil Toshka-U foi abatido pelas defesas anti aéreas.

MARS
MARS
Reply to  Robocop Norris
3 meses atrás

Tenho uma melhor ideia: parar de sediar os inimigos em seu território!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  MARS
3 meses atrás

Vou pesquisar.
Pesquisando……. pesquisando……..
Confirmado.
Recebeu o selo Kings.
É fake.
Franak Viačorka é um ativista bielo-russo pró-ocidental e graduou-se com mestrado pela American University em Washington DC.
Todo o jeitão de ‘quinta coluna’.
Toma o carimbaço!

comment image

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Opa, finalmente foi criado uma premiação de reconhecimento de qualidade na trilogia.

Receber o selo Xings é mérito e reconhecimento da qualidade do comentário. Se você receber o selo Xings de qualidade, seu comentário provavelmente é desprovido de torcida e ilusões amorosas por país alheio.

Quero o meu também!!!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Felipe Morais
3 meses atrás

Não.
Receber o selo Kings de qualidade é bem mais difícil.
É para poucos.
Agora, receber o selo Kings de fake news (mais conhecido como ‘carimbaço’) é mais fácil, visto a quantidade de notícias falsas disseminadas.
E lembe-se: Fake news é crime!

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Nem os bielorrussos aguentam mais a guerra do Putin.

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Rússia perdeu mais um Kamov para o Stinger. 40 milhões destruídos por um objeto de 180 mil dólares. Até no front econômico a Rússia toma pau.

Gerson Carvalho
Gerson Carvalho
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Virou casa de mãe joana

Agnelo
Agnelo
3 meses atrás

É …
Agora, a retaguarda profunda russa em risco….
E nem foram o povo inimigo…. Foi o povo aliado….
Ixxxxxx

Hcosta
Hcosta
Reply to  Agnelo
3 meses atrás

Nem podemos saber se é o povo aliado da forma como são feitas as “eleições”, o governo do país sim…

Zeca
Zeca
Reply to  Hcosta
3 meses atrás

Num eleição livre o Lukachenko não se elege nem pra rainha do baile.

pangloss
pangloss
Reply to  Zeca
3 meses atrás

Nesse concurso, ele não tem a menor chance.
Eu não gostaria de ser convidado para um baile onde Lukaschenko concorreria ao posto de rainha.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Hcosta
3 meses atrás

Pior q é mesmo.

Palpiteiro
Palpiteiro
3 meses atrás

Antes o problema era enviar as quentinhas pro front. Agora a dificuldade vai ser a falta de quentinhas

Nicolas_SS
Nicolas_SS
3 meses atrás

Agora os bots russos vão dizer que o plano de dominar a Ucrânia vai ser de 90 a 365 dias.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Nicolas_SS
3 meses atrás

Quando chegar aos 365 vão falar em cinco anos.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Marcos10
3 meses atrás

Quando chegar nos 5 anos vão falar em 50 anos, um projeto de longa data para expurgar os Fascistas.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Wellington Jr
3 meses atrás

E está tudo a correr como planeado…

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Wellington Jr
3 meses atrás

O problema é a população russa ter que comer gafanhotos por tanto tempo

Marcos10
Marcos10
Reply to  Palpiteiro
3 meses atrás

Tem acordo com os chineses. Vão poder aprender a comer cachorro, rato e morcego.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Nicolas_SS
3 meses atrás

Na verdade essa batata quente é de você que alegaram que a rússia não ia aguentar duas semanas de guerra, que iam recuar.
Desde o inicio eu falava do melhor entendimento da importância da ucrânia e de quão longe os russos estavam dispostos a ir.
Uma guerra destas durar 365 dias, sabe o que vai sobrar de ucraniano? Você, na verdade, não se importa.
O objetivo da OTAN é claro, claramente irresponsável e estúpido.

Hcosta
Hcosta
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Deve ter-se enganado no país…
Pelo que eu li, era a Ucrânia que não aguentava uma semana de guerra convencional contra a Rússia.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Hcosta
3 meses atrás

Isso é sobre a seção de comentários ou sobre a realidade da guerra?

Hcosta
Hcosta
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Ambos…
A realidade demonstrou como alguns comentários foram e continuam a ser de uma outra “realidade”

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

O problema vai ser a falta de batatas

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Palpiteiro
3 meses atrás

O problema vai ser a falta de gás.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

Antes da guerra e mesmo depois, nunca vi ninguém aqui dizer que as forças russas não seriam páreo para as forças ucranianas.

Já o contrário, foi falado em “no máximo 48 horas”. Depois já falaram e “no máximo uma semana”. Depois foi revelado que “o plano era de 15 dias”. Depois falaram que foram encontrados documentos que falavam em algo “entre 15 e 30 dias”.

E por aí vai. Aguardemos o “plano plurianual de operação especial”.

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  carcara_br
3 meses atrás

OTAN? Vamos por os pingos nos is. Foi a Rússia que invadiu a Ucrânia e não o contrário. Sempre é bom lembrar.

Zeca
Zeca
3 meses atrás

Fico imaginando se o ocidente decide armar o povo bielorusso…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Zeca
3 meses atrás

E eu fico imaginando se a Rússia armar o povo sírio, iraquiano, libanês e iraniano.
Deixa quieto.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

E desde quando a Rússia deixou de fazer isso?

Marcos10
Marcos10
Reply to  Hcosta
3 meses atrás

Putz!
Assim o cara tem faniquito.
Não humilha.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Se armar qualquer um desses povos, os respectivos governos caem. Já falando em forças armadas e forças paramilitares dos países citados, todos estão devidamente armados, não só por russos, mas tbm pelo ocidente, a depender de qual deles você quer falar.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

É sempre bom te lembrar que eles já fizeram isso várias vezes.
VAMOS AOS FATOS!

Em 1967 Egito, Síria, Jordânia e Iraque todos com armas russas/ soviéticas.
Atacaram Israel.
O Resultado você já sabe. Só precisaram de 6 dias.

Em 1973 , uma coalizão de estados árabes, liderada por Egito e Síria, contra Israel , apoiados e armados por Cuba e a URSS.

Resultado você já sabe. Foi Humilhante.

E nem vou colocar aqui a guerra de 48/49 e a do canal de Suez….

SteelWing
SteelWing
Reply to  Heinz Guderian
3 meses atrás

Em 1949 na China as armas eram soviéticas e os comunistas venceram. Na invasão a Baía dos porcos em 1961, com armas e treinamentos dos USA os EUA perderam. No Vietnam nos anos 60 e 70 as armas era soviéticas e os USA perderam. MPLA venceram em Angola nos 70 e 80 com armas soviéticas frente a unita aopiada com armas pelos norte americanos. Moçambique venceu Portugal, que é da OTAN nos 70 com armas soviéticas, inclusive a bandeira tem uma ak-47 na bandeira. Em 2021 o Talibã expulsa os EUA, OTAN e seus aliados do Afeganistão usando também armas… Read more »

SteelWing
SteelWing
Reply to  Heinz Guderian
3 meses atrás

tão ruins as armas soviéticas, que estão até aí na bandeira de um país que venceu um dos membros da OTAN. As diversas vitorias, desde baía dos porcos, revolução chinesesa, Angola, Vietnã, Moçambique , e Afeganistão em 2021 contra os EUA e seus aliados usando armas soviéticas você deveria contar tbm!

moçambique.jpg
Last edited 3 meses atrás by SteelWing
Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Falta açúcar no mercado russo! Vão armar quem com o que? Isso é coisa de quem tem dinheiro.

Oráculo
Oráculo
3 meses atrás

Acho que essa notícia está equivocada. Isso é mérito do Exército Ucraniano. Nas páginas militares do Instagram tem vários vídeos de tropas especiais ucranianas destruindo essas ferrovias. Inclusive tem vídeo mostrando o passo a passo da instalação dos explosivos e depois um drone filmando a detonação e a explosão. É mais uma ação militar estratégica ucraniana contra a logística russa. Os ucranianos estão dando uma verdadeira aula para o resto do mundo sobre a importância disso. Estão atrasando, e até mesmo segurando, o segundo maior exército da terra na base da “falta de marmita” como o pessoal aqui gosta de… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Oráculo
Satyricon
Satyricon
Reply to  Oráculo
3 meses atrás

É uma bom notícia sem dúvidas. A Bielorrussia não pode continuar patrocinando esse espetáculo de horrores incólume.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Satyricon
3 meses atrás

Tenho a opinião que uma boa parte desta situação é devido à probabilidade de a Bielorrússia seguir o mesmo caminho da Ucrânia.
A Rússia não pode deixar a Bielorrússia ser uma democracia…

Ramon
Ramon
3 meses atrás

Jajá aparece os bots falando que isso é mentira, pois o sonho de todos no leste europeu é fazer parte da União soviética novamente, que todos amam os russos que os ucranianos são nazistas até aqueles que estão dentro da barriga das mães, que se a Rússia quisesse tomavam Washington em um dia que as fotos de tanques russos destruídos é cgi e que a verdade que as tropas russas já estão cercando Berlim pois descobriram que Hitler ainda está vivo,

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Ramon
3 meses atrás

Prezado.

Esse sujeito do post é uma espécie de Navalny.
Sem credibilidade.

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Toda a logística russa está baseada em trens. Explore a ferrovia e o exército russo morre de fome.

Canarinho
Canarinho
Reply to  Ramon
3 meses atrás

Irmao acho que vc nao entendeu, quem destruiu a ferrovia na verdade foram forcas especiais Ucraninas inseridas no terriotrio BieloRusso. A reportagem da a entender que foram os proprios BieloRussos que fizeram isso.

Satyricon
Satyricon
3 meses atrás

Pelo visto a Bielorrussia não quer se isolar do mundo, e pagar a conta do Putin. Sabem que o abismo econômico é “logo ali”.
Esse é o império que Putin construiu. Um gigante com pés de barro.
Percebe-se que o barco começa a afundar, quando seus ocupantes mais espertos começam a pular fora.

Andre
Andre
3 meses atrás

Está cada vez pior o isolamento do Putin. Foi querer mostrar força e apenas se isolou.

Abel
Abel
Reply to  Andre
3 meses atrás

Manda o kings sentar no colo do czar nazista!

ucrania.png
Marcos10
Marcos10
Reply to  Abel
3 meses atrás

Acho que ele já faz isso tem tempo.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
3 meses atrás

Bobagem, só consertar que resolve o problema em menos de uma semana.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Inimigo do Estado
3 meses atrás

Aí eles vão lá e sabotam de novo. Ou você acha que vão colocar uma guardinha a cada 500 metros de ferrovia pra evitar sabotagens?

Faver
Faver
Reply to  Felipe Morais
3 meses atrás

Isto me fez lembrar da história da ferrovia Madeira-Mamoré aqui no Brasil. A ferrovia fazia a estrada e no outro dia os índios destruiam ela. Isto acabou a partir da eletrificação da ferrovia, onde os índios encostavam nos trilhos e morriam. Vi um depoimento de um ferroviário que dizia ser comum o trem passar e ter uns 15 a 30 mortos por dia. Na Bielorrússia é fazer algo do tipo, tocaia via drones. Quando aparecerem os sabotadores o resultado será parecido.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Felipe Morais
3 meses atrás

Guardinha os russos podem colocar, o problema é levar a marmita.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

DW, DW…
Os ferroviários alemães e poloneses não levantaram um dedo pra evitar as deportações aos campos de extermínio…
Tudo se parece com um teaser trailer que mobiliza fragmentos de nostalgia nazi salpicada de boa consciência woke.
Warmongers can’t help what they are.
Their cruelty leaves a trail.

Last edited 3 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Abel
Abel
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

E tantas mulheres da Ucrânia e Polônia mandadas para a Sibéria. Já que os homens foram enterrados vivos pelos soviéticos. Isso nonpos guerra Muitas delas são avós aqui no Brasil.

Zé zinho
Zé zinho
3 meses atrás

Problema seria cortar as linhas entre a Polônia e a Ucrânia.

Marcelo
Marcelo
3 meses atrás

Sempre bati nessa tecla: se o povo eleger-se um candidato pró-ocidente(se não fosse as fraudes do ditador bielorusso) eles Bielorrussos entraria na OTAN e UE) e ( jaja os russos criaria instabilidade na belarus. (surgiria até república separatista patrocinadas pelos russos). os russos dizeria que os russos estão sendo perseguidos e está cheio de nazista lá. Aí Bots da Rússia replicaria. A tendência é que os povos da região se afaste cada vez mais da Rússia.

Contra fatos não há argumentos.

Last edited 3 meses atrás by Marcelo
Brazuca
Brazuca
Reply to  Marcelo
3 meses atrás

O desejo de liberdade sempre falará mais alto! A Putin ficou preso em seu labirinto.

Flanker
Flanker
Reply to  Brazuca
3 meses atrás

E putin ainda protagonizou aquele espetáculo pateticamente ridículo naquele estádio em moscou. Típico do líder alemão dos anos 1930-40. E teve o desplante de citar versos bíblicos….

Marcos10
Marcos10
Reply to  Flanker
3 meses atrás

Putin é o Maduro das Estepes. Segurando um país rico, mas falido.

Últimas Notícias

Apresentação sobre Estudos Estratégicos – Prof. Dr. Vitelio Brustolin

O Prof. Dr. Vitelio Brustolin, Professor de Direito Internacional, Organizações Internacionais e Estudos Estratégicos do INEST/UFF e pesquisador da...
- Advertisement -
- Advertisement -