sexta-feira, dezembro 9, 2022

Saab RBS 70NG

Biden: EUA interviriam militarmente se a China invadisse Taiwan

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Presidente dos EUA compara eventual investida contra Taiwan à invasão da Ucrânia pela Rússia. Dissuadir a China de um ataque é uma das razões por que é importante que Putin “pague um preço caro por sua barbárie”, diz.

O presidente americano, Joe Biden, afirmou nesta segunda-feira (23), durante visita ao Japão, que os Estados Unidos interviriam militarmente se a China invadisse Taiwan.

“O senhor não quis se envolver militarmente no conflito na Ucrânia por razões óbvias”, disse um repórter a Biden, durante coletiva de imprensa ao lado do primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, em Tóquio. “Está disposto a se envolver militarmente para defender Taiwan?”

“Sim”, respondeu Biden. “Esse é o compromisso que fizemos.”

Biden disse que qualquer esforço por parte da China para usar força contra Taiwan se trataria de uma ação similar à invasão da Ucrânia pela Rússia.

O presidente americano descarta um conflito militar direito com Moscou, mas enviou bilhões de dólares em auxílio militar que ajudaram a Ucrânia a impor uma resistência mais forte do que a esperada à ofensiva russa.

O líder americano afirmou que dissuadir a China de atacar Taiwan é uma das razões por que é importante que o presidente russo, Vladimir Putin, “pague um preço caro por sua barbárie na Ucrânia”. Assim, seria transmitida à China e a outros países a mensagem de que uma ação do tipo é inaceitável.

Biden afirmou esperar que a China não tente tomar Taiwan à força, mas que isso depende de o “mundo deixar claro que esse tipo de ação resultará numa desaprovação de longo prazo pelo resto da comunidade [internacional]”.

Os EUA tradicionalmente evitam oferecer uma garantia assim explícita de segurança a Taiwan, mantendo uma política de “ambiguidade estratégica” sobre quão longe estariam dispostos a ir se a China invadisse a ilha.

A Lei de Relações com Taiwan de 1979, que regula as relações entre os EUA e a ilha, não requer que Washington aja militarmente para defender Taiwan de uma eventual invasão chinesa, mas garanta que o território tenha os recursos para se defender e evite qualquer mudança unilateral do status de Taiwan por Pequim.

Após as declarações de Biden, a Casa Branca logo afirmou que os comentários não refletem uma mudança na política dos EUA.

Em resposta, a China afirmou nesta segunda que está pronta para defender seus interesses em relação a Taiwan.

“Ninguém deve subestimar a firme determinação, firme disposição e forte capacidade do povo chinês de defender a soberania nacional e a integridade territorial”, disse a repórteres Wang Wenbin, porta-voz do Ministério do Exterior da China.

A questão taiwanesa

A China considera a ilha de Taiwan (ou Formosa) como parte do seu território, na forma de uma província dissidente, e considera a questão taiwanesa importante no âmbito das relações com os EUA. Se a ilha tentar sua independência, deve ser impedida à força, na interpretação chinesa.

Já o governo de Taiwan, ou oficialmente República da China, vê-se como um Estado soberano, com constituição, forças armadas, moeda e eleições democráticas.

Nos últimos anos, Pequim intensificou suas provocações militares contra Taiwan com o objetivo de fazer com que a ilha aceite se unificar à China comunista. “Eles já estão flertando com o perigo”, disse Biden.

Sob a política de uma China, os EUA reconhecem Pequim como o governo do país e não mantêm relações diplomáticas com Taiwan. No entanto, Washington mantém contatos não oficiais com a ilha, incluindo uma embaixada de facto em Taipei, a capital, e fornece equipamentos militares para a defesa do território.

“Concordamos com a política de uma China. Mas a ideia de que ela [Taiwan] pode ser tomada à força simplesmente não é apropriada”, disse o presidente americano.
Essa não foi a primeira vez que Biden prometeu defender Taiwan contra um ataque chinês. Assim como agora, quando o fez em outubro passado, representantes da Casa Branca logo afirmaram que a política americana para a ilha não havia mudado, e analistas classificaram os comentários de uma gafe.

FONTE: DW via G1

- Advertisement -

96 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

96 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Adriano madureira
Adriano madureira
6 meses atrás

Essa eu gostaria de ver…. Quem sabe se o velho da White Crypt ameaçar bastante a China não adianta seus planos quanto a ilha🤔⁉️

Agressor's
Agressor's
Reply to  Adriano madureira
6 meses atrás

Enquanto inocentes são exterminados ou usados como escudo humano por facções criminosas os
psicopatas depravados líderes de si mesmo, estão em suas belas mansões
rodeado de mulheres submissas. Dizendo assim, amor não é melhor parar
com isso. Os psicopatas
Depravados,
claro que não, agora da um fora daqui e vai lá gastar o dinheiro dos
otários que me veem como líder supremo. Tá bom amor, eu estou vendo cada
mansões lindas e mulheres também para casar com nosso filho o herdeiro
de tudo. O filho a cópia do pai depravados!

Maurício.
Maurício.
Reply to  Adriano madureira
6 meses atrás

Os americanos não tem coragem nem de reconhecer Taiwan como um país soberano! Esse Biden é um piadista, não está enfrentando nem a falida Rússia… EUA enfrentando a China? Confia!

Teropode
Reply to  Maurício.
6 meses atrás

Então por que a China não invade pra testar a coragem americana ? O que a caterva tem que entender é que os EUA é refém desta aliança com Taiwan , se. China invadir e eles não reagirem serão desmoralizados na região , a China sabe disto ,

Maurício.
Maurício.
Reply to  Teropode
6 meses atrás

Eu já estou vendo a “coragem” americana nessa guerra da Ucrânia…

Camillo Abinader
Camillo Abinader
Reply to  Teropode
6 meses atrás

A China não irá entrar em conflito militar com Taiwan, motivo em Taiwan vivem chineses, seria ruim para a liderança chinesa diante da população, a idéia é pressionar até o dia de um bloqueio naval e Taiwan aceite fazer parte novamente da China. Uma coisa que a China tem é paciência.

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Adriano madureira
6 meses atrás

Os EUA vão enviar armas a Taiwan que cairão nas mãos dos chineses.
Esse filme estamos assistindo.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Adriano madureira
6 meses atrás

China = Peão. EUA e Europa = Patrão. A China já viu o nível das sanções que poderá tomar, imagina manter o controle sobre 1bi e tantas almas sem ter comida demais necessidades, será o chinês tão submisso quanto o russo?

WSilva
WSilva
Reply to  Sagaz
6 meses atrás

O pib chinês é de 17 trilhões de dólares+3 trilhões de reserva internacional fora os milhões de dolares, se não bi de assets estrangeiros em solo chinês, se o ocidente sancionar a China como sancionou a Rússia, o mundo inteiro entra na era da pedra lascada, não somente a China.

Os EUA perderam a guerra comercial contra a China, isso já foi um belo aviso para os EUA, que agora até cogita tirar as tarifas de produtos chineses impostas na era Trump.

Last edited 6 meses atrás by WSilva
Mensageiro
Mensageiro
6 meses atrás
Mgtow
Mgtow
Reply to  Mensageiro
6 meses atrás

Noooofffffa
A Rússia perde agora por causa disso kkk

Agressor's
Agressor's
6 meses atrás

Como ganhar com a guerra…Aproveite e doe seus armamentos a uma nação em
guerra ou deixe em outra para grupos perigosos, depois imprima dinheiro
para se comprar mais armas para substituir o que foi doado e o que foi
esquecido…Sim, ganhe pessoalmente enquanto a indústria bélica sorri. E
grite ao mundo que luta pela paz..

Alessandro
Alessandro
Reply to  Agressor's
6 meses atrás

Sim é verdade, mas só lembrando quem começou tudo isso foi a Rússia ao invadir a Ucrânia, se tivessem ficado quietinho lá em Moscou a indústria bélica americana não estaria sorrindo, isso nos leva para uma reflexão, o Putin seria mais uma peça nesse xadrez 4D dos globalistas, ou um estrategista de meia tigela?

Last edited 6 meses atrás by Alessandro
Rogerio
Rogerio
Reply to  Alessandro
6 meses atrás

Cara botar o boi dorme esse história tua, ante de comentar estuda mais geopolítica

Rogério
Rogério
Reply to  Rogerio
6 meses atrás

e vc aprendeu geopolitica no canal do Fanfarinazzo?

Alessandro
Alessandro
Reply to  Rogerio
6 meses atrás

Aprende a escrever depois vc manda os outros estudar.

Charle
Reply to  Alessandro
6 meses atrás

Colega, é pouco comentado mas antes da invasão Rússia o exército ucraniano estava bombardeando separatistas pró-Moscou em uma daquelas províncias ucranianas de língua russa. E foi esse o estopim para a invasão. Isso a mídia não comenta.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Charle
6 meses atrás

“…o exército ucraniano estava bombardeando separatistas pró-Moscou em uma daquelas províncias ucranianas de língua russa….”

Pq será que bombardearam? Eu não faço a menor ideia é um grande “mistério”… vai ver os ucranianos estavam “desnazificando” o leste da Ucrânia já que essa desculpa virou moda rsrs…

Só uma observação Charle, comece a prestar mais atenção no que escreve, talvez as respostas para seus questionamentos já estejam lá.

Last edited 6 meses atrás by Alessandro
Charle
Reply to  Alessandro
6 meses atrás

Apenas uma observação, Alessandro. Para toda ação há uma reação. Portanto, leia com atenção o que escrevi. “O motivo” encontrado por Moscou, embora não tão discutido em Ocidente, foi a agressão imposta por ucranianos às pessoas que se consideravam ou se consideram mais cidadãos russos (as) do que ucranianos (as). E não há como negar que, de fato, isso estava ocorrendo. É só pesquisar. Reitero que havia agressões ocorrendo contra separatistas que se utilizam do idioma russo. Há pouco tempo, a inteligência suiça, na voz de um oficial, discorreu sobre essa questão. E sobre o tal ‘azov’, não, eles não… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Charle
Hcosta
Hcosta
Reply to  Charle
6 meses atrás

Esta é a 2ª invasão Russa. E anteriormente havia uma guerra entre os Ucranianos e os “separatistas” com bombardeamentos de ambos os lados.
Mas quem começou foi a Rússia ao enviar mercenários e equipamentos para atacarem o território Ucraniano usando os “separatistas” como justificação.

Francisco
Francisco
Reply to  Hcosta
6 meses atrás

Caro Hcosta podes me dizer quando e porque surgiram essas regiões separatistas?

Alessandro
Alessandro
Reply to  Charle
6 meses atrás

Deixa ver se eu entendi a sua linha de raciocínio, vc mesmo está admitindo que havia separatistas russos no leste da Ucrânia, mas malandramente OMITE que foram financiados pela Rússia, essa parte vc não quer discutir? Pois como é que pode do dia para noite aparecer um monte de “separatistas” falando russo, usando uniforme russo (sem a bandeira) com todo o tipo de blindado e armas russas? Foi mágica? E vc acha que esses separatistas ARMADOS fizeram o que? Ficaram batendo papo tomando vodka com os ucranianos locais pedindo pra eles se juntarem na causa deles? Esses separatistas que não… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Alessandro
Mgtow
Mgtow
Reply to  Agressor's
6 meses atrás

Texto perfeito
Vou até salvar

João da Lua
João da Lua
6 meses atrás

Esse caquético deve esquecer o próprio nome sem a medicação.

Last edited 6 meses atrás by João da Lua
Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  João da Lua
6 meses atrás

Kkkkkk

dfa
dfa
6 meses atrás

Uma declaração muito ousada e a meu ver desnecessária, que foi provavelmente motivada pelo fraco desempenho da Rússia na Ucrânia.
Os EUA perceberam que conseguem conter a Rússia a Ocidente com a atual estrutura de alianças (UK, França, Polónia, França e demais nações europeias) e dirigir a maior parte dos seus recursos bélicos para o pacífico com apoio do Japão, Coreia do Sul e Austrália.
U.S Army- Teatro Europeu.
U.S Navy e Marines- Teatro Pacífico.
U.S Air Force – Apoia ambos os teatros.

Last edited 6 meses atrás by dfa
Slow
Slow
Reply to  dfa
6 meses atrás

China e Rússia tem fogos nuclear não esquece ..

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Slow
6 meses atrás

E os americanos não ?

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Na cabeça desse pessoal, Trident II e Minuteman III são distribuidores de doce.

Mafix
Mafix
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

É uma marca tipo Okley e Nike pra eles…

Slow
Slow
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

Assim que cair um Pequim cai um em NY .. ou seja EUA vai proteger Taiwan igual protegeu Ucrânia você sabe muito bem disso ..

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

Êles nem sabem o que é isso.

Slow
Slow
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Exatamente por esse motivo não vão se envolver diretamente com outro país nuclear …

Nilo
Nilo
Reply to  Slow
6 meses atrás

Misseis nucleares:: Ucrânia não tem, o Brasil não tem ( jogou por terra com uma pá ) rsrsrsr

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Slow
6 meses atrás

Você tem certêza disso?

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Slow
6 meses atrás

O Ocidente tem muito mais Nukes e meios de emprego que Russia e China

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Slow
6 meses atrás

E a OTAN tem o quê? Fôgo de palito de fósforo?

Comentário patético o seu. Como sempre falando bobágens.

O arsenal nuclear da OTAN funciona, já os da Russia e China, tenho lá minhas dúvidas.

Last edited 6 meses atrás by Tadeu Mendes
Henrique
Henrique
Reply to  dfa
6 meses atrás

Ele só esqueceu que a China não é a Russia e esta tem 10.000.000 de soldados regulares em suas forças, portanto não vai faltar gente pra tomar a Ilha de Tawan, diferente da baixa quantidade de tropas russas para uma ação em um país do tamanho da Ucrania e com tantas fronteiras terrestres.
A doutrina, disciplina e foco dos chineses não é como os demais adversários e o gagá da Casa Branca deveria prestar atenção nisso.

dfa
dfa
Reply to  Henrique
6 meses atrás

O número de soldados que a China possui é irrelevante para invasão de Taiwan se a mesma não garantir a supremacia aérea e naval… Organizar paradas militares massivas, que apesar de impressionantes, de nada servem quando houver confrontação contra um adversário que teve décadas para se preparar como é o caso de Taiwan. E apesar de muitos não concordarem, escrevo isto: Doutrina e disciplina nesta nova era da guerra moderna, são secundários perante adaptação e inteligência. Mais, disciplina e doutrina “cega”, conseguem ser extremamente prejudiciais a uma força quando chefiadas por incompetentes que mascaram seus erros por trás de valores… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  dfa
6 meses atrás

Meu caro, vou ter que discordar profundamente de vc. Estamos falando de uma ilha de 36.000km² apenas, então a tomada de seu território por completo fará total diferença em contrapartida a qualquer apoio externo. Diferentemente da Ucrânia que tem quase 604.000km² e 150.000 ou 200.000 tropas jamais tomariam um território tão grande, precisariam no mínimo de um exército de 1 milhão em campo. E “doutrina cega” definitivamente não é o caso da China, os caras passam muito tempo estudando todo o contexto geopolítico-militar e sabem definir estratégias e isso não é um elogio e sim um alerta que estamos longe… Read more »

Rogério
Rogério
Reply to  Henrique
6 meses atrás

por isso Taiwan comprou misseis Harpoon, pra fazer chines atravessar a nado.

Andre
Andre
Reply to  Henrique
6 meses atrás

Não se esqueça que a Russia faz fronteira seca com a Ucrânia e mesmo assim não conseguiu avançar 100km. A China tem que cruzar 160km de oceano. Quantos caiaques seriam necessários para levar 10.000.000 de soldados?

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Henrique
6 meses atrás

Porque então a China não invadiu ate hoje?

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  dfa
6 meses atrás

Russia é guerra fácil, mal aguentam um monte de mendigos falidos do leste europeu.

China por outro lado é porrada para os EUA já que possuem tecnologia de ponta e grande capacidade industrial, algo que a russia não possue.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Pablo Maroka
6 meses atrás

Tecnologia de ponta? Me aponta uma sequer.

Francisco
Francisco
6 meses atrás

É inegável que esse senhor veio com o objetivo de causar sérios problemas globalmente acirrando os ânimos entre as nações, o que obviamente não tem sido e não será bom para o mundo, mas o pior é que somos um dos que pagam a conta por essas atitudes, e depois era o Trump que era o palhaço, esse cara deve ser o que então???

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Francisco
6 meses atrás

Comum em países decadentes que não se conformam com sua queda.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Francisco
6 meses atrás

Avisar para não invadir não é a mesma coisa do que invadir.

Francisco
Francisco
Reply to  Hcosta
6 meses atrás

Caro Hcosta depende de com quem esteja falando talvez o receptor possa não ter uma boa “compreensão” da mensagem ao melhor estilo xandão de moraes da vida, de qualquer forma me parece uma forma duvidosa de fazer diplomacia que pelo visto até o momento não tem funcionado, mas talvez esteja funcionando muito bem dependendo do real objetivo.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Francisco
6 meses atrás

Temos exemplos para tudo. Por exemplo quantos criticam Chamberlain? Por ser demasiado brando com os Alemães? E ninguém sabe se funciona ou não. E os “sess…” são sempre especulativos. No caso da Ucrânia, Putin reagiu a Biden ou já tinha isto planeado há muito tempo? Aproveitou a saída de Merkel e a fragilidade económica da pandemia? Houve alguma mudança significativa no terreno? Em relação à Formosa, acho que Biden não tem uma postura mais agressiva do que Trump. Só reforçou a ideia de ajuda militar em caso de ataque. Não me parece que tenha dito algo que seja novidade para… Read more »

Francisco
Francisco
Reply to  Hcosta
6 meses atrás

Amigo você leu as matérias nos EUA após as declarações desse senhor, viu o quanto as repercussões foram negativas em território americano, mesmo entre os apoiadores deste não teve apoio incondicional diante de suas palavras.

Oráculo
Oráculo
6 meses atrás

A Múmia da Casa Branca ataca outra vez.
O pior presidente da história dos Estados Unidos.
O que não é fácil de conseguir…

Last edited 6 meses atrás by Oráculo
Augusto
Augusto
Reply to  Oráculo
6 meses atrás

O pior e que até a própria casa branca tenta apaziguar as merdas que ele solta.
Esse senhor senil claramente não tem condições nenhumas de conduzir a Casa Branca.

Luis H
Luis H
Reply to  Oráculo
6 meses atrás

hussein foi ainda pior

Slow
Slow
6 meses atrás

Bem que o Trump falava que esse velho é doído ..,

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
Reply to  Slow
6 meses atrás

Um doido falando de outro.

Slow
Slow
Reply to  Andreo Tomaz
6 meses atrás

Trump poderia até ser doido mas não era burro ..

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
Reply to  Slow
6 meses atrás

Também mais…O cara simplesmente herdou a fortuna do pai. No governo saiu de acordos importantes do sudeste asiático dando espaço para a China tomar conta da região.

Wellington Kramer
Wellington Kramer
Reply to  Slow
6 meses atrás

Por que louco? Qual seria a loucura do Trump?

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Wellington Kramer
6 meses atrás

Chamar o Kim Jong Un de rocket man, hahahahah

Mafix
Mafix
6 meses atrás

Se fosse o Trump falando eu até acreditava , sera algum esquema desse velho louco na compra ou venda de armas?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

A questão é um pouco mais além de ele querer ou não defender Taiwan..

Não são nem acordos de defesa mútua.

Nos EUA existem leis que obrigam o país a defender Taiwan.

Se tem pena para o PR por descumprimento da lei eu não faço a menor ideia, precisaria pesquisar mais a fundo o tema.

Slow
Slow
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

a Ucrânia pensou que seria protegida também quando entregou suas armas nucleares ..

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Slow
6 meses atrás

Me descreve o acordo ou lei formal que exista sobre o Ocidente ir defender a Ucrânia..Pode ir no Google procurar.

O que estão fazendo é o simples papel de sangrar a Rússia e parar a sede de expansão do Putin..

Nascimento
Nascimento
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Existia. Se chamava memorando de Budapeste. O Reino Unido e os EUA diziam dar “garantias e assistências militares” à Ucrânia caso fosse atacada pela Rússia, o problema é O QUE os ucranianos entenderam como “garantias” pois isso não envolvia enviar homens americanos e britânicos à guerra pela Ucrânia. https://www.pircenter.org/media/content/files/12/13943175580.pdf Também não existe acordo americano dizendo que irá defender Taiwan, apenas “garantias militares”. Se o Biden diz isso, ele precisa fazer um tratado de aliança que não foi renovado pelos EUA há muito tempo com Taiwan… ”The Taiwan Relations Act does not guarantee the U.S. will intervene militarily if the PRC… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Nascimento
6 meses atrás

Memorando…não é acordo…é o início de um futuro acordo. Memorando de Defesa é o que o brasil mais assina…e nunca vão além disto. O Congresso Americano tem uma interpretação diferente do que você afirma ai no seu link.. https://www.congress.gov/bill/96th-congress/house-bill/2479#:~:text=States%20that%20the%20United%20States,of%20the%20people%20of%20Taiwan. “Directs the President to inform the Congress promptly of threats to the security or the social or economic system of the people on Taiwan, and any danger to the United States interests arising from such threats. Specifies that the President and the Congress shall determine the appropriate action in response to any such danger.” Se precisar renovar algo em Taiwan, você… Read more »

Nascimento
Nascimento
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Rodrigo o seu link diz o mesmo que o meu. Que os EUA dará armas pra Taiwan se defender em caso de ataque… Você leu o seu link TODO ou parou no Actions? O artigo diz que caso uma ação chinesa em Taiwan represente perigo ao Congresso e ao Presidente de Taiwan os EUA terão direito de agir em suporte de meios militares à Taiwan… Leia o artigo todo… Aonde diz que os EUA defenderá Taiwan com seus homens? Os “Appropriate actions” são os suportes ditos abaixo, e em nenhum deles fala em enviar as FAs americanas pro TO de… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Nascimento
Slow
Slow
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Já mandaram o acordo ai em baixo ..

Mas voltando, EUA nem reconhece Taiwan ….

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Slow
6 meses atrás

Isto tb foi resultado do acordo na época..

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

a Lei é de ajuda a Taiwan não de envolvimento direto na Defesa, tanto é que se fosse assim, os teriam bases lá e não tem. e montarem o bicho pega. por isso que não acredito em intervenção militar e sim uma ajuda a Taiwan igual a da Ucrania, acho que o velho não sabe mais do que tá falando.

Last edited 6 meses atrás by Carlos Campos
Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Carlos Campos
6 meses atrás

A retirada das bases foi feita no acordo com os chineses na época

WSilva
WSilva
6 meses atrás

O cara é tão ruim que conseguiu desapontar os dois lados do Estreito de Taiwan. Deixou bravo a China porque a China não admite interferência externa em Taiwan e deixou bravo Taiwan porque Biden assumiu que Taiwan faz parte da China ao respeitar a politica de Uma só China. O que eu acho mais engraçado é que essas perguntas são sempre nebulosas, alguém precisa ter aquilo roxo e fazer a seguinte pergunta para o Biden: Se a China atacar Taiwan, os EUA vão atacar a China e seus assets militares, vão defender a ilha enviando soldados americanos para guerra e… Read more »

Last edited 6 meses atrás by WSilva
Hcosta
Hcosta
Reply to  WSilva
6 meses atrás

A política de Uma China não significa que a Formosa se irá unir ao regime comunista Chinês…

E está certo. Se não respeitasse essa política e promovesse a separação da China, aí estaria a atacar. os Chineses.

WSilva
WSilva
Reply to  Hcosta
6 meses atrás

O regime comunista é passageiro assim como o atual governo da ilha, ambos vão passar, o que fica é o povo chinês no continente e na ilha, não há como dividir isso.

Taiwan pertence a China, e China aqui não é regime politico, mas sim o povo chinês, a história e cultura chinesa.

Hcosta
Hcosta
Reply to  WSilva
6 meses atrás

Quantos exemplos existem de países que foram divididos? A cultura, conceito difícil de definir, pode não estar relacionada com a nacionalidade.
Podem haver dois países e serem ambos de cultura Chinesa. Como existe uma cultura Sul Americana, Brasileira, São Paulo, etc…
Como sou um defensor da auto determinação dos povos, essa questão tem de ser abordada de uma forma democrática por eles próprios. Eles que decidam, neste caso, os habitantes da Formosa. Não os Chineses continentais nem os Americanos.

WSilva
WSilva
Reply to  Hcosta
6 meses atrás

Auto determinação dos povos é apenas uma ferramenta de divisão usada pelos ocidentais. Os ocidentais não respeitaram a auto determinação dos povos nos tempos coloniais, logo não há motivos para exigir que outros países respeitem agora. Tirando a questão histórica, geopoliticamente falando Taiwan não pode se tornar independente, isso seria o fim da China pois no dia seguinte lá estará uma base americana a 200km do continente. Somente um tremendo alienado não consegue enxergar isso. O jogo é muito maior. Por ora, o melhor para a China e Taiwan é manter o status quo, no futuro, se a China continuar… Read more »

Rogerio
Rogerio
Reply to  Hcosta
6 meses atrás

Se não for unir, oq era uma China??? Americano não tem cubpara enfrentar diretamente e nem vai adiantar tentar enviar armamento, lá só tem o mar aberto.. Kkk

Rodrigo - brasileiro
6 meses atrás

Zelensky acreditou nessa história tbm e deu no que deu.
Se quer a paz, se prepara pra guerra – simples assim.

País nenhum deveria confiar sua proteção a terceiros, isso é básico.

Gabriel ferraz
Gabriel ferraz
6 meses atrás

Por mais que por debaixo dos panos tenha lá seu interesse chinês em anexa Taiwan, esse velho devia ficar com a boca fechada ,perdeu e chance de ficar calado . Pq começa em uma frase mau dita que as coisas amadurecem pra desfeixos trágicos.

Rogério Loureiro Dhiério
Rogério Loureiro Dhiério
6 meses atrás

Desculpem quem não gostar da minha opinião.
Más hoje em dia essa intervenção seria exatamente nos mesmos moldes da Guerra Síria e Ucraniana.

Não seria uma intervenção de Estado contra Estado.

Se fosse a umas duas décadas atrás ou mais, eu até entenderia que fosse intervenção direta. Más hoje?

Não mesmo.

O que haveria seria um apoio e um suporte sem precedentes para Taiwan tal qual está sendo feito pela Ucrânia.

nereu
nereu
Reply to  Rogério Loureiro Dhiério
6 meses atrás

lembre que nenhum navio de ajuda atracou nos portos ucranianos

Maurício.
Maurício.
6 meses atrás

Taiwan tem que se armar até os dentes, se ela esperar a intervenção militar americana ela estará perdida.

20220523_161902.jpeg
Rogerio
Rogerio
6 meses atrás

Esse velhinho pensando mesmo estratégica do segundo Guerra mundial, deixam td mundo se mata, eles entrar no fim da guerra para terminar, e td mundo ficar divendendo com USA, assim volto a economia e novo xerife do mundo..
Só deste vez as coisas não ficam, a novas Bombas não vai sobrar ngm contar a nossa história

Carlos Campos
Carlos Campos
6 meses atrás

Só acredito vendo, pq com a Rússia a industria dos EUA se queixando de materiais caros, a inflação e a escassez de alimentos, então com a China multiplica por 3 isso.

Fernando Mattos
6 meses atrás

Mas nem que a vaca tussa… nem o RU entraria nessa. Só via AUKUS?

Charle
6 meses atrás

Será que o tom cruise irá pilotar um caça para dar ânimo à ofensiva ianque? Mas… e se o derrubarem?

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
6 meses atrás

Quando disse a algum tempo atrás aqui no Forte que Taiwan é bem diferente da Ucrânia para o EUA, e que, no caso de uma agressão contra Tawain a US Navy desceria o coro nas forças armadas chinesas e o Corpo de Fuzileiros Navais da US Navy ocuparia algumas ilhas entre no Estreito de Formosa, fui tachado de louco. Não liguei porque está claro para mim que a ignorância sobre o que é o EUA, sobreo que é Taiwan e, sobretudo, ignorância sobre história, é bunda. Uma agressão contra Taiwan é uma agressão direta a empresas do EUA, Inglaterra e… Read more »

Maurício.
Maurício.
Reply to  Reinaldo Deprera
6 meses atrás

Alguns diziam que com a Ucrânia seria diferente porque a Ucrânia não era a Síria…Tô esperando até agora os Tomahawks, aliás, estou esperando os Tomahawks na Venezuela, que segundo alguns já estavam vindo, estou esperando também a queda do Assad e do Maduro, que segundo alguns era questão de dias…

Adriano Madureira
Adriano Madureira
6 meses atrás

Creio que as eleições parlamentares de novembro serão um grande golpe para a administração Biden e para o partido democrata… A alta dos índices de inflação, problemas internos como criminalidade, mudanças climáticas, racismo ,a ascensão da pobreza e certamente esses empréstimos bilionários aos ucranianos enquanto a sociedade americana enfrentam seus problemas caseiros, pode influenciar na manutenção do controle do senado e da câmara dos deputados. As eleições 2022 poderá ser decisivo para o governo Biden, as eleições de meio de mandato,em 8 de novembro, podem colocar em xeque a hegemonia democrata no Congresso e dificultar a vida do Velhote…. Biden… Read more »

Andre
Andre
6 meses atrás

Se a China cometer o mesmo erro Russo e entrar sozinha nessa guerra, vai ter o mesmo destino.

Mas os chineses passaram os russos em muitas áreas já, seus aviões de 5 geração estão operacionais, seu grande porta aviões também. Devem ser muito mais competentes em estratégia também. Essa sim vai ser briga de gente grande.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Andre
6 meses atrás

“Essa sim vai ser briga de gente grande.”

Vai mesmo, confia!

Mgtow
Mgtow
6 meses atrás

O tigre de papel está desesperado. Não teriam a menor chance com os chineses naquele teatro do sudeste asiático.
Ao animatronic de Washington só restaram bravatas

Eromaster
Eromaster
Reply to  Mgtow
6 meses atrás

Verdade!

Luiz Trindade
Luiz Trindade
6 meses atrás

Muito blá, blá, blá e pouco ação!

Nelson Junior
Nelson Junior
6 meses atrás

Tudo que os EUA querem é que a China cometa o mesmo erro da Russia… Para os EUA se a China tentar invadir Taiwan, vai dispender de enorme recurso financeiro, bélico e humano… Só pra lembrar o Putin já gastou quase meio trilhão e a guerra tem apenas 3 meses incompletos… Taiwan é uma ilha, muito bem defendida, com militares muito bem preparados e uma população muito engajada em se defender… O que os EUA e alguns aliados farão é tornar a invasão muuuuuuito mais cara para CHINA, mandando armamento para lá… Isso manteria a industria bélica Americana bem contente,… Read more »

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
6 meses atrás

Os caras perderam para o minúsculo Vietnã, e querem encarar a China? Isso é lsd demais na veia… kkkkk

Last edited 6 meses atrás by Sincero Brasileiro da Silva

Últimas Notícias

Saab recebe pedido para armas antitanque NLAW do Reino Unido

A Saab chegou a um acordo e recebeu um pedido do Ministério da Defesa do Reino Unido para o...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -