quinta-feira, junho 30, 2022

Saab RBS 70NG

T-80BV da Rússia sendo retirados do armazenamento

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

A conta do Telegram do canal russo “InformNapalm“, citando a conta do Telegram do canal “Nós podemos explicar” afirmou que a Rússia está colocando em operação carros de combate T-80BV que estavam estocados na região de Naro-Fominsk, próximo de Moscou.

Este modelo do tanque foi desenvolvido nos anos 80 e participou da primeira campanha da Guerra Chechena na década de 1990. Os T-80BV, como os demais T-80, são variações dos carros de combate T-64 (adotam o mesmo chassi) com componentes do T-72. Eles são movidos por uma turbina a gás de alto consumo de combustível.

A julgar pela reativação dos tanques, eles serão usados ​​em combate, mas dificilmente dificilmente participarão de ofensivas. Possivelmente serão empregados em posições defensivas para que o motor fique desligado por mais tempo.

A remoção do T-80 ocorreu no final de abril, e sabe-se que cerca de 100 desses carros de combate foram removidos da 225ª base de armazenamento e reparo de equipamentos militares do Distrito Militar Central do Exército Russo.

Eles serão enviados para a Ucrânia no estado em que se encontram, ou seja, sem nenhuma atualização, como miras termográficas, nova proteção reativa e novos meios de comunicação. Em outras palavras, permanecem no nível tecnológico dos anos 80.

Da versão mais nova, conhecida como T-80BVM, a Rússia já perdeu cerca de duas dezenas deste carro de combate na Ucrânia. Muitos deles tiveram suas torres arremessadas para longe do chassi pelo efeito da explosão da munição interna.

FONTE: Defense Express

- Advertisement -

112 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
112 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 mês atrás

Poggio sabe dizer se os veículos que foram incapacitados podem ter algum aproveitamento seja de peça ou seja para ser reparado ou simplesmente vira sucata.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Depende do que foi incapacitado e o local. Dependendo do local, abandona-se o veículo. Outra coisa é pessoal e ferramental para isso.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Marcos10
1 mês atrás

Ou seja nem tudo vira panela

Maurício.
Maurício.
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Nilton, os veículos russos perdidos na Ucrânia até podem ter algum tipo de aproveitamento, mas esse possível aproveitamento não será feito pelos russos, acho que eles não resgatam esses veículos perdidos, vão ficar abandonados na Ucrânia.

Mafix
Mafix
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Russia como sempre é o maior fornecedor de armas para Ucrania e depois reclama quando outros paises enviam armas para Ucrania…

Maurício.
Maurício.
Reply to  Mafix
1 mês atrás

O certo seria a Ucrânia não depender de ninguém para defender seu território, mas lá na Ucrânia a defesa não era valorizada por seus políticos e militares, nada muito diferente do nosso Brasil…

LUIZ
LUIZ
Reply to  Mafix
1 mês atrás

A Rússia tá sendo abastecida com armas vindas da OTAN.

NELSON JUNIOR
NELSON JUNIOR
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

A torre geralmente vira disco voador

Homero
Homero
Reply to  NELSON JUNIOR
1 mês atrás

“Em uma galáxia muito, muito distante…

Será que veremos os rebeldes com Kalashnikovs contra aeronaves de ataque imperial com rifles laser E-11?”

Cena da nova série Star Wars

kalahinikov.jpg
Last edited 1 mês atrás by Homero
Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Homero
1 mês atrás

E está arriscado às naves imperiais terem falhas nos motores e caírem dos decks dos espaço-portos.

kkkkkk

Homero
Homero
Reply to  Erick Barros
30 dias atrás

hehehe

Luis Carlos
Luis Carlos
1 mês atrás

E a Rússia nem precisa colocar seus blindados novos em luta.
Começam a surgir rumores de retirada de Severodonestsk e Lisichiansk.
Só que o local de fuga já está muito estreito e calcula-se cerca de 12 mil ucranianos naquela região.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Luis Carlos
1 mês atrás

Sim, eles são burros, enviaram o T-90 só pra ver como explode!

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Carlos Gallani
1 mês atrás

E precisa gastar T-90?
Pra Ucrânia é suficiente o T-72.
Severodonestsk hoje pela manhã.
Repare na bandeirinha tricolor.
A Rússia não quer gastar vela boa com defunto ruim.

photo_2022-05-28_19-05-34.jpg
Luis H
Luis H
Reply to  Luis Carlos
29 dias atrás

ainda bem q vc avisou sobre a bandeirinha senão ninguém iria conseguir ver, ao contrário dos vários tanques pula-pirata russos nesta guerra, além de vela, a rússia não quer gastar com tinta também. “conquistar o mundo a cavalo é fácil, difícil é desmontar e governar” provérbio mongol adequado as regiões que os russos estão tentando anexar à força.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Luis Carlos
1 mês atrás

Quais novos?

Andre
Andre
Reply to  Luis Carlos
1 mês atrás

A última vez que blindados novos russos foram vistos, estavam se dirigindo à Kiev em uma quilométrica coluna. Depois disso, a Russia não precisou mais deles e os escondeu, longe da vista de todo mundo.

Agora estão indo de t62, t64, t80, t72 com canhão de 40m. Os sites da imprensa livre russa já começaram a engraxar as torres dos t-34-85. Os próximos serão os t-34-57 e os Kv-1. Os alemães que se cuidem, em duas semanas estarão às portas de Berlim. Deixa só os russos conseguirem sair de Donbass que eles vão ver…

Arthur
Arthur
Reply to  Andre
1 mês atrás

Sim, da mesma maneira que os ucranianos usarão M1A1, Leopard 2, Lecrerc e Challenger 2. E não será um ou dois, mas milhares deles. Só coisa fina. Promessa do Zelensky.

Andre
Andre
Reply to  Arthur
1 mês atrás

As fotos e vídeos da retirada de veículos antigos indo para a batalha mostram que os russos estão sem opções além das antiguidades.

Como eles não têm aliados que podem ajudar fornecendo equipamentos, precisam apelar para veiculos do milênio passado.

Arthur
Arthur
Reply to  Andre
1 mês atrás

Tendo a América como aliada, quem precisa de inimigos? Cadê as muitas dezenas de obuseiros ameircanos? Pelo visto não fizeram a diferença! Me lembro que na segunda guerra, os alemães precisavam ter milhares de peças para dobrarem os russos. Mas Biden provou que bastam apenas 90! Mas podem acreditar que agora, com os MRLS finalmente os ucranianos irão virar a guerra.

Andre
Andre
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Virar? Já ganharam as batalhas de Kiev, Sumy e kharkiv.

Sobre a segunda guerra, olha que bela foto do poderoso is2 em Berlim, rodeado de Sherman’s e caminhões americanos.

0f414f9f6d956567f9b12a18ea3c5f8b.jpg
Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Andre
1 mês atrás

Kiev, Sumy blá, blá, blá.
Troca o disco.
Kiev e Sumy só vão interessar à Rússia se Zelensky se assanhar muito.
Ele que se cuide.

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Erick Barros
1 mês atrás

Esse povo não cansa dessa Lereia!
Disco furado.

Andre
Andre
Reply to  Erick Barros
30 dias atrás

Eu troco o disco quando a realidade mudar. O meu disco, ao contrário do seu, reflete o que acontece, não uma fantasia.

Você acha isso ruim porque a verdade tem sido dura com vcs putinzetes.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Andre
1 mês atrás

O objetivo russo na primeira fase não foi dominar essas cidades. Apenas manter boa parte do efetivo ucraniano ocupada esperando se os russos iam avançar pra dentro dessas cidades. O objetivo é dominar todo o leste e o sul como ta sendo feito. E eles podem retomar o ataque a essas cidades quando as forças da Ucrânia estiverem muito enfraquecidas.

Andre
Andre
Reply to  LUIZ
30 dias atrás

Enviou milhares de tropas e veículos e não era objetivo…hahahaha

só rindo do esforço que vocês putinzetes fazem para dobrar a realidade às suas fantasias.

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Andre
1 mês atrás

Que mané sem opção!
Acorda, rapaz!

Até o Trump já sabe.
A Rússia já ganhou e o Ocidente não poderá fazer nada.

“Ocidente vai acabar com nada”, diz Trump sobre guerra na UcrâniaEx-presidente dos EUA ofereceu sua solução para acabar com a guerra na Ucrânia: forçar o preço da energia a cair, enfraquecendo as receitas da Rússia

Andre
Andre
Reply to  Erick Barros
30 dias atrás

desde quando você virou fã do trump? Além de putinzete você virou trumpete?

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Andre
1 mês atrás

Que mané sem opção!
Acorda, rapaz!

Até o Trump já sabe.
A Rússia já ganhou e o Ocidente não poderá fazer nada.

“Ocidente vai acabar com nada”, diz Trump sobre guerra na UcrâniaEx-presidente dos EUA ofereceu sua solução para acabar com a guerra na Ucrânia: forçar o preço da energia a cair, enfraquecendo as receitas da Rússia

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Andre
1 mês atrás

Quem disse que os Russos vão sair do Donbass, estão ali pra ficar, já era pra Ucrânia.
Acho que vc deveria se informar melhor

Andre
Andre
Reply to  Fabio Jeffer
1 mês atrás

Como as coisas estão caminhando, vão permanecer ali porque não conseguem sair….

Tentaram em Kiev, Sumy e kharkiv e foram chutados.

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Andre
1 mês atrás

Ainda bem que as coisas estão indo bem no Donbass, né?

Andre
Andre
Reply to  Maurício Oliveira
30 dias atrás

pois é, porque fora de lá foram bem mal…

Hank Voight
Reply to  Luis Carlos
1 mês atrás

Daqui a pouco estão colocando os T-55 e os T-34 na luta e você ainda se enganando ne Xings!?

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

HMS.
No seu auge, foram suficientes para derrotar os M-60 israelenses no Sinai.
Aí veio a ajuda do Tio Sam e o ‘faz me rir’ aos egípcios.
O resto é História.

Andre
Andre
Reply to  Erick Barros
1 mês atrás

Derrotaros israelenses no Sinai?

Inventou essa hoje de manhã né?

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

Quando isso acontecer não haverá mais Ucrânia

mac
mac
Reply to  Fabio Jeffer
1 mês atrás

Talvez não haja mais nem o Putin…

Mcruel
Mcruel
Reply to  Luis Carlos
29 dias atrás

Esse vídeo mostra que se continuarem nesse ritmo, logo terminarão os estoques russos…. https://youtu.be/gfaJUio-T_0

Claudio Moreno
Claudio Moreno
1 mês atrás

Uma excelente tarde de sábado a todos os senhores camaradas do Forte! Dou pouco “pitaco” neste conflito pois já disse e repetirei sempre: é problema que não é nosso, mas que devemos aprender dele”. Quanto ao noticiado, isso me faz crer cada vez mais que a questão NATO-Ucraniana está mais que definida (sim, NATO pois este é o cerne da questão). Fatos incontestáveis do conflito: em termos estratégicos desde o primeiro dia de guerra na Criméia, Moscou já tinha alcançado seu maior objetivo: impedir a entrada da Ucrânia na NATO (nações em conflito não podem pertencer a organização). em termos… Read more »

Material arquivo
Material arquivo
Reply to  Claudio Moreno
1 mês atrás

“Problema que não é nosso”. Cada discurso assustador, não por sorte que temos Bolsonaro e Lula para presidente hahahaha Jesus, com esse pensamento o Hitler já teria matador todos os gays, negros, judeus, ciganos etc…do mundo. Estamos em 2022, tem gente pensando com cabeça dos século 10. Estamos no mundo globalizado não em vilas com 100 moradores ilhados. Os avanços sociais, científico, políticos, culturais, informacionais etc estão interligados e devem ser distribuídos a todos para melhorar a vida humana. Assim como a parte boa é diluída, a ruim idem. Guerras, crimes de guerra, invasões, anexação etc…são problema de TODOS, é… Read more »

Jefferson
Jefferson
Reply to  Material arquivo
1 mês atrás

Material, excelente! O ser humano. especialmente nos dias atuais, espera tudo com grande passividade. há uma tendência a não agir! Passividade imensa…o futuro se constrói, se não agir, não há nada. Guerra na Ucrânia até a Guerra no Mali são assuntos de interesse internacional e o Brasil como uma das grandes economias, grande população e importância deve ter posições fortes. A estrutura de Estado brasileiro com foco internacional não existem apenas para serem preenchidos por servidores públicos (a sociedade espera resultados, atividade fim). O Brasil tem relação com todos os conflitos e DEVE estar presente em todos. Isso é estratégico… Read more »

Fernando
Fernando
Reply to  Material arquivo
1 mês atrás

Vai se tratar rapaz. Esse assunto não é problema nosso. Essa história de globalização é só pra algum país lucrar na pobreza do outro. Ou vc acha que devemos entrar nessa guerra. Ou apoiar deliberadamente algum lado.

Jefferson
Jefferson
Reply to  Material arquivo
1 mês atrás

2 – Complementando: notícia vinculada “Jornalista da Lituânia arrecada dinheiro para fornecer drone TB2 para Ucrânia”.Pelo jeito há mais homens nos jornais e revistas da Lituânia do que no Itamaraty e no núcleo pensante do comando brasileiro.
Não existe grande protagonismo nacional sem vínculos fortes com uma rede de nações. O Brasil, se realmente espera algo para o futuro, precisa correr riscos de tomar decisões.
“Ninguém respeito MARIA que fica em cima do muro chorando e fingindo ter pega da casa do vizinho que pega fogo. É preciso emprestar uma mangueira e trabalhar junto.”

Arthur
Arthur
Reply to  Jefferson
1 mês atrás

Se for para ficar do lado da OTAN, do Biden, e da Victoria ‘bolinhos’ Nuland, o mínimo de se fazer é ficar em cima do muro. Olha o que fizeram do povo ucraniano. Bando de sádicos! Provocaram os russos e oferecem 4×4, algumas dezenas de obuseiros e Switchblades… faz-me-rir!

Material Arquivo
Material Arquivo
Reply to  Arthur
1 mês atrás

É incrível a quantidade de comentário tolo, o analfabetismo e a cegueira brasileira. Acordem|: o Brasil já tomou lado desde o 1 dia de guerra: lado da Rússia. Inclusive o Bolsonaro disse para o R7: apoia as ações da Rússia na Ucrânia. Lavrov disse que o apoio brasileiro foi e continua sendo importante para o BRICS e a Rússia. Você acha mesmo que o Brasil é neutro? Eu não disse que deveríamos APOIAR x ou y, eu estou dizendo exatamente o oposto. Deveríamos ser ATIVOS em relação a guerras. É assunto nacional SIM, não existe países fortes NÃO globalizado em… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Material Arquivo
Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  Material arquivo
1 mês atrás

Sei…

Henrique
Henrique
1 mês atrás

Vai faltar Javelins daqui a pouco….
A Rússia tem mais “tanque velho” que qualquer quantidade de ATMs no mundo…

Luis
Luis
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Javelins neles!

javelin.jpg
Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
1 mês atrás

E tem maluco que acha que a Rússia – se quisesse – conseguiria tomar de assalto a Europa.

Ercik Barros
Ercik Barros
Reply to  Bruno Vinícius
1 mês atrás

Exatamente isso.
Está guardando sei melhor material para enfrentar a OTAN.
Para a Ucrânia, isso é o suficiente.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Ercik Barros
1 mês atrás

Não conseguem enfrentar um país vizinho que não tem quase que defesa aérea feita por caças ou aviões de ataque, que não possui uma marinha e estão há 03 meses no mesmo atoleiro e vc achar que enfrenta a OTAN… só nos seus devaneios mesmo.

Fábio De Souza
Fábio De Souza
Reply to  Plinio Jr
1 mês atrás

Porém é importante ressaltar , que esse País Vizinho , como você mesmo mencionou , já perdeu uma grande parte do seu território , inclusive o seu porto que lhe dava acesso ao Mar . Ou seja , quem realmente está perdendo é a Ucrânia.

NELSON JUNIOR
NELSON JUNIOR
Reply to  Ercik Barros
1 mês atrás

O Moskova por exemplo em caso de guerra com a OTAN se transforma em submarino

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  NELSON JUNIOR
1 mês atrás

Não se preocupe com isso.
Do jeito que as coisas estão indo, Kiev será obrigado a ressarcir a Rússia como reparação de guerra.
Se é que vc me entende.

sub urbano
sub urbano
Reply to  Bruno Vinícius
1 mês atrás

Os tempos que a Russia era uma superpotência já acabaram. Porém faça uma conta de padaria, a Ucrania sozinha tinha mais tanques que a França, Inglaterra e Italia juntas e foi dobrada com 120 mil homens e a força aerea russa nem entrou em campo. A Russia em mobilização total, convocando seus 2 milhões de reservistas treinados chegaria a Berlim com certa facilidade.

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

O efetivo das forças terrestres da OTAN (descontando os EUA) é de 1,04 milhão de homens. Somando com os reservistas, são quase 2,5 milhões (um número que a Rússia poderia apenas igualar, no melhor dos cenários). Quando entramos na Força Aérea, os países da OTAN (de novo, excluindo os EUA), tem uma força de combate ativa que é o dobro da Russa (e isso para nem entrar no mérito da diferença tecnológica, que favorece os europeus). Se colocarmos os EUA na conta, o risco é da OTAN chegar em Moscou com facilidade. Para termos de comparação, a Força Aérea da… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Bruno Vinicius
Fernando
Fernando
Reply to  Bruno Vinicius
1 mês atrás

Vc só esqueceu as 10 mil ogivas russas que supera todos os outros

Boitatá
Boitatá
Reply to  Fernando
1 mês atrás

E qual a diferença entre ter 10 mil ogivas e 2 mil?
Faz alguém ser mais poderoso ou temido?

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Boitatá
1 mês atrás

Faz.

Ivan
Ivan
Reply to  Fernando
30 dias atrás

“10 mil ogivas russas…” . Não. Menos! . Segundo o SIPRI – Instituto Internacional de Pesquisa da Paz de Estocolmo, em janeiro de 2021 eram 6.255 ogivas nucleares russas, frente cerca de 5.550 norte-americanas. Claro que também teria algo como: 350 da China, 290 da França e 225 do Reino Unido. . Segundo a Federation of American Scietists os russos teriam “apenas” 5.977 ogivas nucleares contra “apenas” 5.428 dos ianques, mantendo a mesma avaliação para franceses e britânicos. . Claro que ninguém sabe qual o real estado de conservação e apronto das milhares de ogivas nucleares russas, tendo em vista… Read more »

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Exatamente.
E tanto é verdade que a OTAN não quer saber de enfrentar a Rússia.
E alguns países já estão tirando o carro fora.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Números não querem dizer qualidade… os tanques ucranianos são ultrapassados se comparados aos dos países que vc citou, estes países citados podem montar uma ameaça séria aos russos no que refere-se uma Força Aérea, sem contar com os EUA,

2 milhões de homens mal equipados , treinados … os tempos de suporte da Segunda Guerra não existem mais

Os russos só conseguem se segurar com a OTAN no contexto nuclear, no convencional , nem sonhando ….

RPiletti
RPiletti
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Claro… T-64 e Challenger 2 são praticamente iguais… ambos tem esteiras, canhões e tripulações… também é super fácil mobilizar e suprir 2 milhões de combatentes sem justificativa que eleve a moral destes. URSS acabou na década de 90, estes sim, eram problema no campo convencional…

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  RPiletti
1 mês atrás

Os tanques britânicos eram superiores aos alemães e todos sabem o que aconteceu. Se não fosse os EUA, hoje o Reino Unido era um país decente.

gari
gari
Reply to  RPiletti
1 mês atrás

Provável que os T-64 e Challenger 2 virem sucata para os mesmos misseis AC, Drones e IEDs.

Last edited 1 mês atrás by gari
NELSON JUNIOR
NELSON JUNIOR
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

A Rússia já era, ela só não sabe disso ainda

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  NELSON JUNIOR
1 mês atrás

Vai lá e avisa pra eles …

Andre
Andre
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

De acordo com o ditadoe russo, eles chegariam em Kiev em duas semanas…

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Bruno Vinícius
1 mês atrás

Sabe o que é engraçado? A maioria aqui defende o atual estado das nossas forças pois é suficiente para enfrentar nossos vizinhos, maltrapilhos como nós. Mas o fato da Rússia usar coisa velha para atacar um país com velharias também eles tratam com deboche.

É coisa de fanfic mesmo.

sub urbano
sub urbano
1 mês atrás

A Russia tem 20.000 tanques armazenados em paióis, fora da ativa. O mais antigo deles o T-64 é da mesma geração do Leopard1 operados pelo Brasil.

Andre
Andre
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

O t62 e o t55/54 são mais antigos que o t64.

Zé bombinha
Zé bombinha
1 mês atrás

Como disse hoje mais cedo um dos leitores do blog…..”Só agora depois de 3 meses após o início da operação especial, a Rússia começa a usar um de seus equipamentos top”. Pois bem, estamos a ver….. SQN

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Zé bombinha
1 mês atrás

Do ponto de vista dos ucranianos que estão sendo cercados em Donbass, isso não faz a mínima diferença.

Andre
Andre
Reply to  Luis Carlos
1 mês atrás

Do ponto de vista dos milhares de sildados russos mortos, faz bastante.

Arthur
Arthur
Reply to  Andre
1 mês atrás

Sem falar nas dezenas de milhares de ucranianos mortos, prisioneiros e feridos…

Andre
Andre
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Que morreram defendendo sua pátria e não a sandice de um ditador.

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Andre
1 mês atrás

Faz um filme sobre os heroicos ucranianos.
O chato vai ser ler as duas horas de nomes de soldados mortos que passam na tela como homenagem póstuma.

Andre
Andre
Reply to  Erick Barros
30 dias atrás

Imagine se lerem também as dezenas de milhares de russos mortos pela loucura de um ditador russo.

Bem, não seria a primeira vez…

Jefferson
Jefferson
1 mês atrás

A Rússia deve ter perdido uma quantidade absurda de blindados.
Na ativa eles costumam ter muitos, imagina ter perdido tudo isso.
A real é que a Rússia militarmente é fraca, a mais pura verdade. É um país que dependerá muito do arsenal nuclear, se não tivesse isso estaria em uma situação terrível.

André Luís
André Luís
Reply to  Jefferson
1 mês atrás

Exatamente! E isso explica o porquê da OTAN ter entrado na Ucrânia com tudo e acabado com a farra Russa sobre os pobres civis ucranianos. Tão simples quanto 2 + 2 = 5 … não… pera… ah… 2 + 2 = 3…. não não não… 2 + 2 = 6 …. puts… a conta não tá batendo… oh patrões anglo-saxões: como eu fecho essa conta aqui? rs!

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  André Luís
1 mês atrás

Essa foi a melhor

kkkkkkk

Andre
Andre
Reply to  André Luís
1 mês atrás

Que tal em posição fetal, chorando copiosamente lembrando que o Putin disse que chegaria em Kiev em duas semanas e agora, três meses depois do início da invasão, teve suas tropas chutadas de Kiev Sumy e kharkiv e seguem presos dentro de Donbass, a poucos kms das próprias fronteiras.

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Andre
1 mês atrás

Ele disse?
Mostra o print!

Andre
Andre
Reply to  Maurício Oliveira
29 dias atrás
André Luís
André Luís
Reply to  Andre
1 mês atrás

Falando da sua experiência (posição fetal) ? Reserve bastante choro pois vai precisar para as próximas semanas. Enquanto isso, feche essa conta aí, pra nós: 2 + 2 = 6 … 2 + 2 = 5 …. ou seria 2 + 2 = 7 ? Ajude aí, cara… a conta não tá fechando e o seu patrão anglo-saxão tá nervoso, pois precisa de resultados efetivos…rs!

No mais, é sempre bom lembrar: Por muito M-E-N-O-S a Sérvia foi bombardeada pela OTANZINHA na década de 90!! Repito: por muito MENOS.

Força na posição fetal…rs! #SlaviaCatervina

Andre
Andre
Reply to  André Luís
29 dias atrás

É putinzete, sempre na torcida por um futuro melhor, sempre “nas próximas semanas” porque o presente tem sido muito duro.

Satyricon
Satyricon
1 mês atrás

Mais churrasqueiras sendo preparadas.
Coitadas das mães russas, que não vão sequer receber os restos mortais incinerados de seus filhos que embarcarem nessas arapucas.
Não que Adolf Putin ligue pra isso.
Mas a opinião pública russa, quem sabe, talvez algum dia, ligue…

Neural
Neural
Reply to  Satyricon
1 mês atrás

Bond-ão já estraçalhou um dos brinquedos enviados pela Austrália

IMG_20220528_191956_691.jpg
Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Neural
1 mês atrás

Já havia sido explicado aqui que esse blindado não seria apropriado para esse campo de batalha.
Pode ter sido eficiente no Afeganistão contra IEDs ou coisas do gênero.
Na Ucrânia é alvo fácil.

Arthur
Arthur
Reply to  Neural
1 mês atrás

Que legal! A super-arma australiana realmente fez a diferença na guerra! Até um BTR-82 dá cabo! Isso é produto da mídia ocidental, que não pára de inventar: “os russos só tem munição para mais dez dias (dito há dois meses atrás), “tanques russos usando ‘microchips’ de geladeira ucraniana”, “os mísseis russos eram o alvo em 70% dos disparos”, e por aí vai… Mentiram tanto, que resulta nessa merda aí! O QUE ESSA MERDA DE 4X4 faz na Ucrânia??? Isso tem cara de Leopard 2? Quem sabe mentindo de novo…

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Não é?
O bicho tem ‘3 metros de altura’ e é visível desde Marte.
Além de uma simples blindagem relativamente fraca.
Alvo fácil

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
1 mês atrás

O T-80 está tendo um bom desempenho na Ucrânia. Ao que parece ele resiste a vários dos sistemas ATGM que estão sendo utilizados. Ao que parece até o NLAW tem dificuldade em abater ele no primeiro tiro.
Se o o exército russo não esticar demais o avanço e acompanhar os carros com a infantaria em todas as frentes, fica mais difícil utilizar o Javelin, que é mortal para o T-80.

Save Ferris 🙁

Ivan
Ivan
Reply to  Reinaldo Deprera
30 dias atrás

Sim, Reinaldo. . Pelo que lembro, o T-80 (uma versão mais moderna e turbinada do T-64) possuem blindagem composta – e dizem que mais grossa -, o que lhe daria alguma vantagem. Entretanto, como não estão sendo equipados com defesas ativas e seus sistemas NÃO estão sendo atualizados, seu valor fica comprometido. . Consumo da turbina também pode ser um problema. . Desconfio – é apenas isso, uma desconfiança – que os russos vão colocar estes monstros beberrões em unidades blindadas em apoio às posições defensivas, onde podem fazer um estrago contra os atacantes, sem se deslocar muito pelo terreno.… Read more »

Arthur
Arthur
1 mês atrás

Pensando bem, pra que tanque ‘top’?Usar T-90 para abater ucraniano em fuga no Donbas?

Andre
Andre
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Se tivessem a opção de usar os t90…

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Essa versão sem atualização sofreu muito na Chechênia, mas por atacar dentro das cidades com pouca ou nenhuma infantaria de apoio. Pegou má fama, mas é um tanque bom e não é tão desatualizado!

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Alguém lembra a festa que os Curdos fizeram com os tanques da Turquia?
Ah, a mídia não deu ênfase no assunto, né?

Ivan
Ivan
Reply to  Maurício Oliveira
30 dias atrás

Claro que lembro.
E sim, a mídia deu ênfase sim.
.
Assim como também deu destaque aos Leos 2
da Arábia Saudita destruídos.
.
É simples.
Se NÃO usar as armas combinadas,
qualquer carro de combate vira panela.
.
Cordialmente,
Ivan, o antigo.

Antunes 1980
Antunes 1980
1 mês atrás

Caso realmente a Rússia conquiste toda a parte leste, está se desenhando uma nova ofensiva para Odessa.

Quanto a estes T-80, logo veremos vídeos das suas torres voando a mais de 10 metros de altura.

A única ressalva é que a Ucrânia precisa logo lançar uma contra ofensiva, ou não restará muito para defender. Visto que a Rússia não para de reforçar suas linhas.

Elisandro
Elisandro
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

A Ucrânia não consegue lançar uma contra ofensiva em larga escala neste momento. Carecem de forças blindadas e apoio aéreo, além de terem uma logística pior do que a russa. Se tentarem, serão alvos fáceis para a Força Aérea Russa, principalmente no leste, pois localmente a mesma consegue ter a supremacia. Isso sem falar do fato de que defender suas posições é uma coisa, mas partir para a ofensiva, tomando a inciativa dos russos é outra.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

A Ucrânia anunciou um ‘contra-ataque’ a Kherson há uns dois dias.
E disse que foi um sucesso.
Como tudo na Ucrânia ultimamente, é apenas peça de propaganda.
Foi mais um desastre.

https://southfront.org/successful-attack-of-kyivs-forces-in-kherson-appears-to-be-total-disaster-photos/

Rodes
Rodes
1 mês atrás

Duvida rápida:

A Russia ainda consegue usar os T34 e KV1 estocados? Eles tem Is-2 e Is-3 estocados também?

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Rodes
1 mês atrás

Resposta rápida.
Para usar contra os tradicionalmente frágeis equipamentos ocidentais, ainda ‘dá um caldo’.

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Rodes
1 mês atrás

É sério isso?

Elisandro
Elisandro
1 mês atrás

Uma informação que está circulando afirma que estes tanques mais antigos serão usados por reservistas russos, principalmente para patrulha em áreas ocupadas, de modo a liberar as tropas com capacidade ofensiva.

Isso muito provavelmente significa que a Rússia planeja retomar a ofensiva em larga escala, dado que novos grupos táticos estão sendo montados com estas armas mais antigas.

Alguns falam até mesmo de uma retomada da ofensiva ao norte, agora com soldados de Belarus.

Em todo caso, isso deve se confirmar, ou não, já no próximo mês. Aguardemos.

Antunes 1980
Antunes 1980
1 mês atrás

Na minha opinião, em uma guerra convencional, apenas os Estados Unidos venceriam a Rússia.
Demais países não tem quantidade suficiente de aeronaves, tanques e tropas para suportar um confronto direto com Rússia.
A Rússia possui um estoque de equipamentos obsoletos gigantesco. De MBT são mais de 20,000, fora os caças SU-27/30/35 e todos os tipos de bombardeiros.
Alemanha, França e Inglaterra não chegam nem perto desta quantidade.
Hoje a Alemanha tem um déficit de MBT e aviões de caça.

Last edited 1 mês atrás by Antunes 1980
Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

Não há chance dos EUA derrotarem a Rússia.
Talvez, apenas a China, pelo seu evidente potencial militar.
Os americanos não aguentariam a rudeza de uma batalha contra russos e chechenos e o grande número de baixas advindas dela.

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

A coisa tá feia no Donbass?

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Maurício Oliveira
1 mês atrás

O Zé não apita bem dentro do apartamento dele, ele tem vários chefes!
“Quem aluga a bunda, não escolhe a hora de cag**!”

Fábio De Souza
Fábio De Souza
1 mês atrás

Eu não vejo nenhum problema em a Rússia ,usar os seus T-80 nesta guerra .

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Fábio De Souza
1 mês atrás

Segundo os especialistas, ele gasta muito querosene.
É cada uma,viu!

Últimas Notícias

Apresentação sobre Estudos Estratégicos – Prof. Dr. Vitelio Brustolin

O Prof. Dr. Vitelio Brustolin, Professor de Direito Internacional, Organizações Internacionais e Estudos Estratégicos do INEST/UFF e pesquisador da...
- Advertisement -
- Advertisement -