domingo, dezembro 4, 2022

Saab RBS 70NG

‘Estamos totalmente expostos!’: recrutas russos afirmam que perderam muitos colegas

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Horas depois que Aleksei Agafonov chegou à região de Luhansk em 1º de novembro como parte de um batalhão de novos recrutas, sua unidade recebeu pás e foi ordenada a cavar trincheiras durante a noite.

A escavação, que eles se revezavam por causa da falta de pás disponíveis, foi abruptamente interrompida nas primeiras horas do dia seguinte, quando a artilharia ucraniana iluminou o céu e os projéteis começaram a chover sobre Agafonov e sua unidade.

“Um drone ucraniano primeiro sobrevoou a gente e, depois disso, sua artilharia começou a nos atacar por horas e horas, sem parar”, disse Agafonov, que sobreviveu ao bombardeio, ao Guardian em entrevista por telefone na segunda-feira.

“Eu vi homens sendo dilacerados na minha frente, a maior parte de nossa unidade se foi, destruída. Foi um inferno”, disse ele, acrescentando que os comandantes de sua unidade os abandonaram pouco antes do início do bombardeio.

Agafonov foi convocado em 16 de outubro ao lado de outros 570 recrutas em Voronezh, uma cidade no sudoeste da Rússia, como parte do esforço de mobilização nacional de Vladimir Putin que viu mais de 300.000 homens convocados para lutar em uma guerra que o Kremlin chama de “operação militar especial”.

Depois que os ataques pararam, Agafonov, com cerca de uma dúzia de outros soldados, recuou da floresta nos arredores da cidade de Makiivka, em Luhansk, para a cidade vizinha de Svatove, controlada pelos russos. Em Svatove, Agafonov e seu grupo se mudaram para um prédio deserto, tentando entrar em contato com outros soldados mobilizados que estavam com ele naquela noite.

De acordo com as estimativas de Agafonov, apenas 130 recrutas dos 570 sobreviveram ao ataque ucraniano, o que o tornaria o incidente mais mortal conhecido envolvendo recrutas desde o início da campanha de mobilização no final de setembro.

“E muitos que sobreviveram estão perdendo a cabeça depois do que aconteceu. Ninguém quer voltar”, disse Agafonov.

O incidente aponta para a disposição da Rússia de enviar centenas de recrutas mal preparados para a linha de frente no leste da Ucrânia, onde alguns dos combates mais pesados ​​estão ocorrendo, em um esforço para conter os avanços de Kyiv.

Há uma raiva crescente na Rússia à medida que mais caixões retornam da Ucrânia, trazendo para casa os restos mortais de recrutas.

Alguns dos detalhes em torno do bombardeio da semana passada não puderam ser verificados de forma independente. Mas o Guardian falou com um segundo soldado, bem como dois familiares de soldados sobreviventes, que deram relatos semelhantes.

“Ficamos completamente expostos, não tínhamos ideia do que fazer. Centenas de nós morreram”, disse o segundo soldado, que pediu para permanecer anônimo. “Duas semanas de treinamento não o preparam para isso”, disse ele, referindo-se aos limitados recrutas de treinamento militar recebidos antes de serem enviados para a Ucrânia.

O veículo investigativo russo Verstka, que noticiou o incidente pela primeira vez no sábado, citou o relato de um terceiro soldado, Nikolai Voronin, que descreveu da mesma forma ter sido alvo de fogo ucraniano nas primeiras horas de 2 de novembro.

“Havia muitos mortos, eles estavam por toda parte… Seus braços e pernas foram arrancados”, disse Voronin a Verstka. “As pás que costumávamos cavar nossas trincheiras agora estavam sendo usadas para desenterrar os mortos.”

O bombardeio causou angústia em Voronezh, onde um grupo de esposas dos homens mobilizados gravou uma mensagem de vídeo irritada no sábado, dirigindo-se ao governador local.

“No primeiro dia, eles colocaram os convocados na linha de frente. O comando deixou o campo de batalha e fugiu”, disse Inna Voronina, esposa de um soldado convocado cujo destino é desconhecido, no vídeo.

A mãe de outro soldado pode ser ouvida dizendo: “Eles nos dizem pelo telefone que nossos filhos estão vivos e saudáveis ​​e até cumprindo seu dever militar. Como diabos eles estão vivos e saudáveis ​​quando todos foram mortos lá?”

Na sexta-feira passada, Putin se gabou de que a Rússia havia mobilizado 318.000 pessoas em suas forças armadas, citando um alto número de “voluntários”. Ele passou a invocar o ditado popular russo “nós não deixamos os nossos para trás”, alegando que a frase não era “palavras vazias”.

Mas a caótica campanha de mobilização e as baixas que se seguiram desde então atraíram críticas até mesmo entre os apoiadores mais entusiasmados da guerra.

Em uma declaração contundente no Telegram , Anastasia Kashevarova, uma jornalista pró-guerra bem relacionada, condenou os comandantes russos no terreno que ela disse estarem mobilizando homens não treinados.

“Grupos de [homens mobilizados] são abandonados sem comunicação, sem as armas necessárias, sem remédios, sem o apoio da artilharia”, disse ela. “Os caixões de zinco já estão chegando. Você nos disse que haveria treinamento, que eles não seriam enviados para a linha de frente em uma semana. Você mentiu de novo?”

Em um vídeo, supostamente filmado em um centro de treinamento em Kazan, capital da região do Tartaristão da Rússia, dezenas de homens recentemente mobilizados são vistos repreendendo sua liderança militar por falta de pagamento, água e comida. Um oficial identificado como major-general Kirill Kulakov é visto recuando enquanto a grande multidão de recrutas enfurecidos gritam insultos a ele.

Talvez sentindo o crescente descontentamento, Putin disse na segunda-feira que planejava “discutir pessoalmente com os russos” as questões relacionadas ao apoio aos mobilizados. Ele pediu às autoridades locais que “prestem atenção” aos soldados mobilizados e suas necessidades.

Apesar dos custos aparentemente altos, o esforço de mobilização até agora não resultou na conquista de novos terrenos pela Rússia, de acordo com um relatório recente do Instituto para o Estudo da Guerra, um think tank com sede em Washington.

O relatório disse que o exército russo estava “desperdiçando o novo suprimento de pessoal mobilizado em ganhos marginais” em vez de reunir soldados suficientes para garantir o sucesso.

“As forças russas provavelmente teriam mais sucesso em tais operações ofensivas se tivessem esperado até que chegasse pessoal mobilizado suficiente para reunir uma força grande o suficiente para superar as defesas ucranianas”, disse o instituto na quinta-feira passada.

Em outro sinal indicando falta de moral e comunicação na frente, vários jornalistas pró-Kremlin publicaram uma carta aberta supostamente de uma unidade de infantaria naval russa de elite que criticava a tomada de decisões de seus superiores após enormes perdas no que chamou de um ataque “incompreensível”. a aldeia de Pavlivka.

As forças russas lançaram uma ofensiva em Pavlivka, a sudoeste de Donetsk, em 2 de novembro, segundo militares ucranianos e oficiais pró-Rússia. Quatro dias depois, a 155ª Brigada de Infantaria Naval acusou seus líderes militares da perda de 300 homens em uma carta a Oleg Kozhemyako, governador de sua região natal no extremo leste da Rússia.

“Fomos lançados em uma ofensiva incompreensível”, a carta foi citada por vários blogueiros pró-guerra proeminentes.

Embora o Guardian não tenha sido capaz de verificar independentemente o conteúdo da carta, Kozhemyako pareceu reconhecer que era genuína, mas disse que exagerava a verdadeira escala das perdas.

“Entramos em contato com os comandantes. Sim, há perdas, há lutas pesadas, mas estão longe do que está escrito neste recurso”, disse ele em um comunicado em vídeo em seu canal Telegram. “Tenho certeza de que em qualquer caso a situação será analisada e as autoridades competentes darão sua avaliação.”

FONTE: The Guardian

- Advertisement -

91 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

91 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Raça Negra
Raça Negra
26 dias atrás

Ué? Mas não seriam esses os “300 mil” que iriam fazer a Rússia entrar triunfal em Kiev? Kkkk

Henrique C.O
Henrique C.O
Reply to  Raça Negra
26 dias atrás

O que eu não consigo entender é como a Ucrânia não conseguiu derrotar os rebeldes do leste todos esses anos antes da invasão russa?

Nilson
Nilson
Reply to  Henrique C.O
26 dias atrás

Havia um acordo de cessar fogo, mantendo as linhas de contato. Nem os ucranianos nem os separatistas tentaram grandes ofensivas antes da invasão russa.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Henrique C.O
26 dias atrás

Estavam muito limitados. O exército e o país num caos, a Rússia com um grande número de soldados na região e a perspetiva de se transformar numa nova Síria com grandes perdas civis.
Chegaram a um impasse e assim ficaram durante estes anos.
Mas, provavelmente, se a Ucrânia atacasse, com toda a força a região, perderia o apoio Ocidental e a Rússia teria a justificação para atacar diretamente.

Mas não chamaria esses senhores de rebeldes já que eram, na sua grande maioria, mercenários Russos e liderados por Russos.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Henrique C.O
25 dias atrás

Guerra de guerrilha é outra coisa.
A região é de maioria favorável a Rússia. Torna a contra guerrilha muito difícil de ter sucesso.

Antonio Kings com Rivotril
Antonio Kings com Rivotril
Reply to  Raça Negra
26 dias atrás

Sim, meu irmão disse até que era os 300 mil de Esparta

Realista
Realista
Reply to  Raça Negra
26 dias atrás

O engraçado é que só postam vídeos do lado ucraniano .

George
George
Reply to  Realista
26 dias atrás

Mentira. Você nem leu o texto. O último vídeo foi gravado por russos.

Satyricon
Satyricon
Reply to  Raça Negra
25 dias atrás

Exército regular acabando
Blindados acabando
Tanques acabando
Su-34 acabando
Ka-52 acabando
Su-25 acabando
Mísseis acabando
Anti-aéreos acabando
Navios acabando
Comida acabando
Pontes acabando
E agora
Conscritos acabando

Enquanto isso, no lado Ucraniano:
Mais mísseis
Mais artilharia
Mais blindados
Mais munição
Mais anti-carro
Mais anti-aéreos
Mais equipamentos
Mais soldados
Mais avanços

Precisa desenhar?

O enxadrista deve ser péssimo de matemática (deveriam avisá-lo que tem uma calculadora no celular)

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Satyricon
25 dias atrás

Pois é o “realista ” não entendeu que agora o principado de Moskovia está lutando contra o principado de Kiev e contra os Anglos Saxoes ao mesmo tempo , e o putinho esqueceu da “Arte da Guerra ” de Klauzewitz….enfim, game over .

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Satyricon
25 dias atrás

Resumindo , mais fácil o inferno congelar que a Rússia a 13 economia mundial vencer as 11 maiores economias mundias …a China sem as 11 passa fome e nem tem poder militar para enfrentar , ela é apenas a segunda segunda …matemática básica …guerra custa dinheiro como diria Sun Tzu.

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Alan Santos
25 dias atrás

Ahhh tem sarmat ,satan e um monte de misseis nucleares….e daí ? Será que a “inteligentísia” esqueceu que a Rússia pode ser apagada do mapa se começar usar essas armas super trunfo ? Acredito que não …mais fácil eliminar o problema antes que seja tarde . Nasdrovia !!

Marcelo
Marcelo
26 dias atrás

A sinergia de consciência de campo de batalha quase em tempo real com o fogo guiado dos Himars e dos obuses ocidentais é eficiente e legal. Quando as coordenadas do alvo são designadas e o alvo está ao alcance, a artilharia ucraniana é precisa para neutralizar o objeto. Esse texto é um triste relato da realidade dos combatentes russos no campo de batalha da Ucrânia.

Curiango
Curiango
Reply to  Marcelo
25 dias atrás

Artilharia do resto do mundo contra a Rússia

FERNANDO
FERNANDO
26 dias atrás

Well, a coisa está ficando FEIA!!
Estes drones são coisas perigosas e que mudaram a arte da guerra!
Hoje em dia, um regimento inteiro pode ser liquidado em virtude da espionagem de drone, e ele são pequenos, alguns da para colocar na palma da mão.

Matusa
Matusa
26 dias atrás

Nada que se compare às perdas ucranianas.
Zelensky propôs à RADA a extensão da lei marcial e mobilização geral.
E agora há pouco, foram divulgadas imagens de nova tentativa (a milésima) dos ucanianos em Kherson.
Muitas perdas de homens e material.
Inclusive prisioneiros.

IMG_20221108_123615_483.jpg
RPiletti
RPiletti
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Não se compara? Tá de sacanagem operador de teclado?
Mandaram o garçom, que serve vodka p/ teus superiores, cavar trincheira e nem deram pá p/ ele… acordou levando 155mm na cabeça…
Resolvam logo a situação na Ucrânia ou vai ter golpe no Kremlin.

George
George
Reply to  RPiletti
25 dias atrás

Engraçado. O russo responsável pela administração da região de Kherson disse no telegram que o exército ucraniano entrou no norte de Snihurivka e tomou a localidade depois de um dia de combate.

Daniel
Reply to  Matusa
26 dias atrás

vc de novo kings, com novo apelido

europeu
europeu
Reply to  Matusa
25 dias atrás

Delírio

Fg37yhJUcAEH3CP.jpg
Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Matusa
25 dias atrás

Não sei como o serviço secreto da Ucrânia não começou mapear os familiares do baixinho mafioso …Zelenski é um fraco mesmo , sim porque teu baixinho mafioso tá matando um monte de inocentes , e nada como sofrer na própria carne …Zelenski e um fraco mesmo …Duguin que o diga né?

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Matusa
25 dias atrás

Se a raposa é covarde e se esconde , pegue os filhotes …coisa básica .

Jagdv#44
Jagdv#44
26 dias atrás

Pobres jovens e suas famílias.
Mandados para a morte em vão.

Matusa
Matusa
26 dias atrás

O que se sabe é que as perdas ucranianas estão muito elevadas.
Zelensky propôs à RADA a extensão da lei marcial e da mobilização geral.

IMG_20221108_123615_483.jpg
Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Matusa
26 dias atrás

A matéria é sobre a Russia, fala sobre as perdas delas, esquece o “gospel ucraniano” que você fica recitando o dia todo dentro do quarto do seu hospício

Slow
Slow
Reply to  Victor Filipe
26 dias atrás

Vdd, até pq a Ucrânia não perdeu nada até agr …

Esses vídeos é pra levantar a moral do exército, mas nem eles acreditam nisso ..

A realidade é que a Ucrânia vai ter que mobilizar 4 milhões de pessoas por causa da falta de luz .

Raça Negra
Raça Negra
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Nada disso muda o fato de que os russos estão tomando fumo e perdendo terreno Xings😆😆

europeu
europeu
Reply to  Raça Negra
25 dias atrás

O Xings anda confuso, fuma coisas perigosas!!

Fg4F6kCXoAEroMH.jpg
Andre
Andre
Reply to  Matusa
26 dias atrás

É Da Lua, está cada vez mais difícil.

Ninguém duvida que as perdas ucranianas sejam altas, mas ninguém mais acredita que a Rússia tenha o segundo mais poderoso exército do planeta, nenhum pais mais tem medo medo das ameaças do Putin. Seus 300k recrutas foram treinados apenas para executar o Avanço Putin, e quando falham na execução, viram alvos.

Realista
Realista
Reply to  Andre
26 dias atrás

mas ninguém mais acredita que a Rússia tenha o segundo mais poderoso exército do planeta ”

Só falta avisar os 30 países da OTAN, pra que esse medo ? KKKKKKKKKKK

Andre
Andre
Reply to  Realista
25 dias atrás

Realista huahuahuahuahuahu

bom nick

Luciano
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Sério? vc leu o texto acima e chegou a conclusão que as perdas ucranianas estão muito elevadas?

PACRF
PACRF
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Não há dúvidas que a Ucrânia está tendo pesadas baixas, inclusive civis, sem contar os 5 milhões de refugiados. Não há notícia que a Rússia tenha tido baixas entre civis, muito menos que haja refugiados. O Zelensky deve estar dizendo para os pais/esposas/filhos dos soldados mortos, que os mesmos estavam defendendo a pátria, a liberdade e as propriedades de seus compatriotas. O que será que o Putin está dizendo para os pais/esposas/filhos dos soldados (recrutas) mortos?

Last edited 26 dias atrás by PACRF
pampapoker
pampapoker
Reply to  PACRF
26 dias atrás

Entregando uma cesta básica fuleira,

RPiletti
RPiletti
Reply to  Matusa
26 dias atrás

O que eu sei é que os barrigudos que convocaram não tem pá p/ cavar trincheira…

Daniel
Reply to  Matusa
26 dias atrás

quem sabe seria interessante vc se ater ao artigo que fala nas perdas russas e no fiasco do teu líder. Vc sempre tenta mudar o foco

George
George
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Xingss de apelido novo?

Matusa
Matusa
26 dias atrás

‘Embora o Guardian não tenha sido capaz de verificar independentemente o conteúdo da carta, Kozhemyako pareceu reconhecer que era genuína, mas disse que exagerava a verdadeira escala das perdas.’

A Ucrânia com sua eterna máquina de propaganda.
Uma situação localizada vira um cavalo de batalha.
Hoje, os ucanianos tentaram atacar em Kherson e perderam muito material e homens.
É assim.
Um dia perde, outro ganha.
Só que os ucranianos perdem muito mais que ganham.

t.me/intelslava/40759

Prisioneiros ucranianos em Kherson.

Raça Negra
Raça Negra
Reply to  Matusa
26 dias atrás

A única máquina de propaganda é a russa, famosa por sua produção industrial de fake news, mas diante dos seguidos insucessos e do crescente fiasco simplesmente não conseguem mais disseminar fake news como antes…rs!

Teropode
Reply to  Raça Negra
26 dias atrás

Tanto é verdade que até o pulha Cadirovi criticou as mentiras ditas pelos russos a respeito da situação real do front ….

PACRF
PACRF
Reply to  Raça Negra
26 dias atrás

Além da “famosa produção de fake news russa”, aliás a maior delas é a existência de nazistas na Ucrânia (devem estar lá desde o fim da II Guerra sem serem percebidos), a Rússia também produz em grande quantidade hackers, todos do “mal” e nenhum do “bem”, ou seja, só produz o que não presta. Excessões: vodka e caviar.

pampapoker
pampapoker
Reply to  Raça Negra
26 dias atrás

Me lembro o filme círculo de fogo, onde o atirador tinha um homen da imprensa para dar as notícias sobre Vassily

George
George
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Quero ver como é que o Putin vai explicar todas essas perdas humanas Para à população russa.

Não dá para esconder esse monte de mortes embaixo do tapete.

Teropode
Reply to  George
26 dias atrás

Não ha necessidade , a quase totalidade daquele povinho é gado !

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Teropode
26 dias atrás

Não é bem assim.
Boa parte da população não é favorável ao conflito.

Teropode
Reply to  Felipe Morais
25 dias atrás

Diziam isto dos alemães, não acredito nesta lorota !

PACRF
PACRF
Reply to  George
26 dias atrás

Entrega o “presunto” para os pais/esposas/filhos, vira as costas e vai embora. Você acha que o Putin vai se compadecer por essas mortes? Você acha que as famílias desses soldados vão receber alguma indenização? Se reclamarem, serão presos, julgados e condenados sumariamente, sem direito a um advogado. Será que existem advogados na Rússia exercendo plenamente suas prerrogativas? O velho comunista e ex-espião da KGB é desumano e gelado, que nem o inverno da Sibéria.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Claro que os Ucranianos perdem muito mais do que ganham.
Já perderam mais de 60 HIMARS’s e só ganharam 20…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Matusa
26 dias atrás

O Intel Slava é uma midia do Putin. Não dá para confiar na veracidade da informação.

Screenshot_20221108-145122_Chrome.jpg
PACRF
PACRF
Reply to  Marcelo
26 dias atrás

Muito pouco provável que haja na Rússia jornalistas exercendo plenamente suas profissões. Se existir algum, com certeza será preso ou morto em condições “estranhas”.

Daniel
Reply to  Matusa
26 dias atrás

xings tentando mudar o foco, por favor se atenha ao artigo

Carlos
Carlos
26 dias atrás

Será que o envio de poucas pás tem relação com a economia de material devido já estar prevista grande possibilidade da posição ser perdida?

Teropode
Reply to  Carlos
26 dias atrás

É porque perceberam que com ou sem trincheira o Himars e o Excalibur moe do mesmo jeito
.

Matusa
Matusa
26 dias atrás

Ontem, Rússia e RPD anunciaram a liberação de toda a área do aeroporto de Donetsk.
Era uma gigantesca área de trincheiras preparadas desde 2014 e que recebeu o apelido de Formigueiro.
Teve de tudo comentado acima.
Ucranianos expostos à artilharia, ataque de blindados, tomada das trincheiras pela infantaria russa e centenas de baixas de ucranianos.
Faltou só o Guardian noticiar.
Mas, nós fazemos isso por eles.
E com vídeo para mostrar que é verdade.

youtube.com/watch?v=GGNgTI4BtGs

Andre
Andre
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Donetsk?? Só agora?

O link não abre.

Matusa
Matusa
Reply to  Andre
26 dias atrás

Coloca https na frente ou coloca no Google.
Agora, independentemente da pessoa ser a favor ou contra, as imagens são impressionantes.
Os ucranianos se rendendo nas trincheiras, os soldados lá caídos e a longa fila de soldados fugindo sendo atacada pela artilharia russa são realmente incríveis.

Andre
Andre
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Mesmo com o https não abre. O youtube retorna que este vídeo não está mais disponível.

Após essa fuga dos soldados ucranianos, quanto os russos avançaram? Qual cidade tomaram?

RPiletti
RPiletti
Reply to  Andre
26 dias atrás

Um aeroporto que deveriam ter tomado ainda em 2014…

Raça Negra
Raça Negra
Reply to  Andre
25 dias atrás

O YouTube tem uma política muito rígida quanto à vídeos falsos e fake news! Por esse motivo o vídeo em questão foi provavelmente removido.

Raça Negra
Raça Negra
Reply to  Matusa
26 dias atrás

“Nós”??? Então trata-se de um coletivo de russos tupiniquins que vêm aqui emporcalh@r o espaço com fake news?

F0CBE22F-D43E-447D-9B0E-7E12145CD424.jpeg
Jagdv#44
Jagdv#44
Reply to  Raça Negra
26 dias atrás

uahuahuhahuahuhauhaahauhauhahauhauhauhauhuha

Teropode
Reply to  Raça Negra
26 dias atrás

Conte uma novidade 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣!

Andre
Andre
Reply to  Raça Negra
26 dias atrás

melhor foto. pelo chapéu de alumínio da para imaginar em quem foi inspirada.

huahuahuahuahu

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Raça Negra
26 dias atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Agressor's
Agressor's
Reply to  Raça Negra
25 dias atrás

Háháháhá…. 😀

Quem é aquele sujeito no quadro? É o Boris Casoy?

Last edited 25 dias atrás by Agressor's
Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Se as perdas ucraniaanas são reais é o exército mais poderoso do mundo já vi lista com mais de 200 aviões abatidos, fora os drones

Plínio Jr
Plínio Jr
Reply to  Matusa
26 dias atrás

Ué… Não era um passeio ?? Kiev não cairia em poucos dias e vc comentando que os russos estão segurando os Ucranianos em Donestk?

Vc cai em contradição sempre…

juggerbr
juggerbr
26 dias atrás

Os ucranianos terão outro pesado trabalho, enterrar os milhares de russos mortos nessa guerra de erros…

Sequim
Sequim
Reply to  juggerbr
26 dias atrás

Mais que erro: crimes de guerra de parte a parte.

PACRF
PACRF
Reply to  Sequim
26 dias atrás

Guerra, que guerra? Quem declarou guerra contra quem? Trata-se de uma “operação militar especial”, eufemismo para invasão. Pior, sem nenhuma justificativa.

Henrique A
Henrique A
26 dias atrás

Não dá pra achar que alguém que recebe meras 2 semanas de adestramento e é enviado pro campo de batalha sem um comando eficaz vá conseguir alguma coisa além de morrer ou ser ferido.
A situação está patética para os russos.

glasquis 7
26 dias atrás

É a grande diferença entre combater para tomar territórios e combater para proteger o teu território. A primeira, desprovida de qualquer motivação pessoal, a segunda, motiva até o sangue ferver nas veias.

Os russos poderão até vencer o conflito mas, nunca esquecerão o pesadelo que significou invadir Ucrânia.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  glasquis 7
26 dias atrás

Me conta: como os romanos construíram um império tão vasto e rico? Até onde eu sei boa parte das conquistas eram militares.

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Inimigo do Estado
25 dias atrás

Não existe comparação, os tempos mudaram e muito do 1 século para o 21 século.

Bem no passado, nem era preciso uma justificativa para invadir o território de outro.

737-800RJ
737-800RJ
26 dias atrás

Não se forma um combatente em 15 dias!
Não dá nem pra dizer que é piada porque não tem graça!
É certeza de chegar no campo de batalha, não saber como agir e morrer. Se tiver muita sorte, sobrevive e volta pra casa traumatizado com problemas psicológicos pro resto da vida por ver companheiros despedaçados.
O gênio jogador de xadrez 9D não cansa de nos surpreender!

pampapoker
pampapoker
Reply to  737-800RJ
26 dias atrás

Apenas os mortos verao o fim da guerra

Rodrigo
Rodrigo
26 dias atrás

Berlim em uma semana…

Oráculo
Oráculo
26 dias atrás

Apesar do visível exagero da matéria – como tudo o que é noticiado nessa guerra pela mídia ocidental – fica visível que o erro foi dos comandantes, que posicionaram o contingente de convocados numa área coberta pelo fogo de artilharia adversário. Esse é o calcanhar de Aquiles da Rússia. Mais do que a inexperiência dos novos soldados – como é que vê um drone ucraniano e ficam ali no mesmo local? – o que tem jogado contra os russos é a inexperiência em combate do Comando das FFAA Russas na Ucrãnia, que após perderem dezenas de generais e coronéis nos… Read more »

Teropode
Reply to  Oráculo
26 dias atrás

Então podemos esquecer os méritos dos ucranianos pois a Rússia luta contra ela mesma e seus mortos são vítimas do fogo amigo , quanta bobagem , os ucranianos simplesmente anaquilaram aquilo que a Rússia julgava ser o supra-sumo de suas tropas nos 2 primeiros meses de combate , agora vao com o que tem , só na te tática de conquistar Kiev eles perderam 5 mil tropas Spetnaz…..

H.Saito
H.Saito
26 dias atrás

Russos roubam trenzinho infantil para fugir de Kherson..

https://twitter.com/i/status/1589370767661113345

George
George
Reply to  H.Saito
26 dias atrás

Lamentável. Nem sei o que dizer.

Coronel James Braddock
Coronel James Braddock
26 dias atrás

O Brasil precisa de no minimo 3123 drones, inclusive os ” kamikaze”

Acrescento tambem a necessidade de Drones na plataforma MQ-9 Reaper neste quantitativo…por volta de 1003 drones MQ-9 Reaper seria de bom tamanho

Eromaster
Eromaster
26 dias atrás

Essas matérias fakes da Otan não retratam a realidade dos acontecimentos no campo de batalha.

Daniel
Reply to  Eromaster
26 dias atrás

até a foto dos soldados russos prisioneiros é fake, na verdade são atores de holywood com uniformes de soldados russos….cada louco que encontro nesses comentários….até pareço normal perto de alguns…

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Eromaster
26 dias atrás

verdade. Quem retrata é o Kings chapeu de alumínio

Raça Negra
Raça Negra
Reply to  Eromaster
25 dias atrás

Mais um russo tupiniquim na área?

A176F513-0DD2-4ABA-A06A-CEAC04B373DF.jpeg
Marcelo
Marcelo
26 dias atrás

No Leste da Ucrânia, a Rússia está sofrendo pesadas perdas. As forças ucranianas repeliram várias ataques no Donbas. As tropas russas continuaram atacando Bakhmut, Avdiyivka e Novopavlivka, os focos da ofensiva em Donetsk. No Sul da Ucrânia, batalha de Kherson se aproxima. A Ucrânia acusou a Rússia de saquear casas vazias em Kherson e ocupá-las com tropas à paisana na expectativa de uma ofensiva ucraniana. Volodymyr Zelenskiy chamou o intenso combate na região de Donetsk de “o epicentro da maior loucura dos ocupantes. Eles estão morrendo às centenas todos os dias. O chão em frente às posições ucranianas está literalmente… Read more »

Marcelo
Marcelo
25 dias atrás

A chegada da Rasputitsa na Ucrânia traz fortes chuvas na Ucrânia e a lama toma conta das trilhas não pavimentadas e as torna quase intransitáveis. Até mesmo os tanques de guerra podem ficar confinados às estradas. As rotas dos veículos tornam-se previsíveis e eles se tornam alvos de artilharia ou drones e de ataques aéreos. Depois virão a neve e o gelo, causando seus próprios problemas. A falta de folhagem em áreas arborizadas dificulta a ocultação contra a ação dos drones onipresentes, porém o aumento da cobertura de nuvens dificulta muito o reconhecimento aéreo. Nessas condições climáticas, os suprimentos e… Read more »

Marcelo
Marcelo
25 dias atrás

No inverno, tudo vai desacelerar. Os combatentes terão que se manter aquecidos. O estilo de guerra ucraniano, baseado na velocidade e na surpresa, perderá seu ritmo, e as tropas ucranianas provavelmente não serão capazes de executar as operações arrojadas dos últimos oito meses. Por outro lado, as tropas russas tentarão congelar as linhas e mantê-las. A Rússia agora está focada e na defensiva. Os russos também dever ficar parados porque as dezenas de milhares de recrutas mobilizados, mas não treinados, serão incapazes de participar de operações de “armas combinadas” (tanques, artilharia e infantaria). Então a infantaria mal treinada pode tentar… Read more »

Elintoor-_
Elintoor-_
25 dias atrás

Não sei porque todo esse pânico…
É só mandar o barbudo pra lá!
Ele disse que vai resolver tudo numa mesa de bar…

Grifon
Grifon
25 dias atrás

Quero ver a Ucrânia dilacerar a Rússia hahahaha

Últimas Notícias

Empresa alemã produzirá munição do Gepard na Espanha

A Rheinmetall, depois de adquirir o mundialmente famoso fabricante espanhol de munições Expal Systems SA, planeja estabelecer a produção...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -