Israel parece ter parado com a tática militar do ‘roof knocking’. Eis o que significa e porque é importante

47

Apesar do objetivo final de salvar vidas, a técnica é controversa e tem sido criticada por grupos de defesa dos direitos humanos

As Forças Armadas lsraelitas (IDF) aparentemente pararam com o “roof knocking”.

O eufemismo descreve uma tática militar desenvolvida pela primeira vez em 2009 e utilizada em vários conflitos desde então.

Como funciona

As forças das IDF alertam os ocupantes de um edifício de que estão a visar a estrutura para um ataque aéreo, lançando uma pequena munição não explosiva no telhado antes de ser executado um ataque maior. O seu objetivo é minimizar as baixas civis, permitindo a evacuação de edifícios onde os grupos militantes mantêm foguetes ou munições escondidos.

Apesar do objetivo final de salvar vidas, a técnica é controversa e tem sido criticada por grupos de defesa dos direitos humanos, que argumentam que o lançamento de uma munição sobre um edifício não deve ser considerado um aviso.

Outros dizem que, mesmo com o aviso, há poucos lugares seguros para os civis irem numa faixa de terra bloqueada. A Faixa de Gaza é pequena, com apenas 140 quilômetros quadrados, e um dos locais mais densamente povoados do planeta. Os civis, incluindo crianças, são frequentemente mortos nos bombardeamentos.

O porta-voz da IDF, o tenente-coronel Richard Hecht, explicou que a distinção entre alvos militares e civis não é tão simples.

“Nos edifícios onde vivem pessoas pode haver um depósito de armas ou um chefe do Hamas vivendo lá”, disse.

FONTE: CNN

Subscribe
Notify of
guest

47 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nonato
Nonato
9 meses atrás

Offtopic.
Num canal concorrente, foi divulgado um vídeo do Hamas, que mostra como são fabricados os foguetes, usando tubos retirados do sistema de abastecimento de água.
https://www.instagram.com/reel/CyTEB_As_X3/?igshid=MzRlODBiNWFlZA==

Junior Souza
Junior Souza
Reply to  Nonato
9 meses atrás

Neste mesmo canal temos um video de um instrutor que “teoricamente” seria russo coordenando o assalto a uma posição israelense em gaza….
Se isto se confirmar só complica mais a situação…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Junior Souza
9 meses atrás

olha não duvido não, mas ele não seria do governo russo e sim um mercenário dando treinamento. ainda mais da Rússia, onde os salários são baixos, e eles tem bastante experiência de emprego real de armas.

RodrigoW
RodrigoW
Reply to  Nonato
9 meses atrás

Esse canal é um “puxadinho” da OTAN, segue um script bem escrito.

Guacamole
Guacamole
Reply to  RodrigoW
9 meses atrás

Mesmo se isso fosse verdade, você teria sido a acrescentar ou debater sobre o vídeo que ele postou?

Sabe como é, atacar a mensagem e não o mensageiro…?

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
9 meses atrás

Aprendendo com os russos.
Essa de ter uma instalação característica, com soldados fazendo a segurança e com uma plaquinha escrita “depósito de munições” é coisa dos filmes de Hollywood.
Se precisar estocar armamentos dentro de uma maternidade ou creche, assim o inimigo a fará(vide Ucrânia, Cabrine fazenda aquela reportagem dentro de uma escola abarrotada de combatentes que o diga).

Last edited 9 meses atrás by Vinicius Momesso
Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Vinicius Momesso
9 meses atrás

sim, eu lembro da reportagem, mais recentemente vi um ataque de Israel e explosões secundárias, daquela vez eles acertaram um depósito, mas acredito que o Hamas escondeu boa parte do armamento em túneis, pois saiam o que ia acontecer

Luciano
Luciano
9 meses atrás

“Nos edifícios onde vivem pessoas pode haver um depósito de armas ou um chefe do Hamas vivendo lá”

A certeza, segundo o ten-cel, é que vivem pessoas. A existência de armas é uma possibilidade. Israel é um Estado, que tem todo direito de defesa, porém, essa reação não pode se igualar moralmente aos atos dos terroristas do Hamas! Lamento por tantos inocentes, de ambos os lados, que morreram e morrerão em consequência desse conflito estúpido!

Nonato
Nonato
Reply to  Luciano
9 meses atrás

Diga isso para os terroristas.

Luciano
Luciano
Reply to  Nonato
9 meses atrás

Dezenas de CRIANÇAS israelense mortas!
Centenas de CRIANÇAS palestinas mortas!

Justifica isso, com sua simplicidade contumaz, para os pais daqueles que nao tinham relação nenhuma com as disputas dos envolvidos!

Nonato
Nonato
Reply to  Luciano
9 meses atrás

Você fala num mundo da fantasia
Parece ser contra mortes mas no fundo a ideia é condenar Israel e querer que deixe o hamas em paz para que depois voltem a praticar mais terror.
É muito bonito dizer não construa muros.
Não use armas.
E ficar alienado da realidade.

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Nonato
9 meses atrás

Blá blá blá

Nei
Nei
Reply to  Pragmatismo
9 meses atrás

EDITADO:
2 – Mantenha o respeito: não provoque e não ataque outros comentaristas.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Luciano
9 meses atrás

Colega, assista o vídeo da jovem que foi brutalizada e jogada nua na caçamba de uma caminhonete, poderia ser uma filha ou esposa sua.

Se tiver um pingo de consciência perceberá que qualquer tentativa de estabelecer uma suposta equivalência moral entre ambos os lados é vil.

Augusto
Augusto
Reply to  Luciano
9 meses atrás

Essa palhaçada aí de direitos humanos está acabando do Ocidente. O Hamas começou a briga, vai ter que arcar com as consequências. Não existe isso de combater o inimigo com moderação. O mesmo sobrevive para no futuro causar ainda mais mortes.

wilhelm
wilhelm
Reply to  Nonato
9 meses atrás

Qual deles?

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Nonato
9 meses atrás

Os judeus ou o Hamas?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Luciano
9 meses atrás

não existe nenhum tipo de igualdade nas duas atitudes, Hamas não tem quartel, base aérea, e etc, esses alvos são legítimos, sinto muito pelas pessoas que moram lá,

leonidas
leonidas
Reply to  Luciano
9 meses atrás

Lindas palavras ditas na segurança do Brasil. Se você for Israelense cercado por países hostis pois mesmo os governos da Região que se dizem amigos de Israel não são representantes da vontade popular destes países. Se vivesse nesta realidade já tendo enfrentando duas guerras que se tivesse perdido teria sido literalmente jogado no mar, e ainda com baixíssima margem de erro seja por ter população infinitamente menor e tamanho idem, teria que obrigatoriamente reconsiderar toda essa visão polida sobre a diferença entre um estado e um grupo terrorista que age com apoio de todos os seus vizinhos e tem em… Read more »

Jagder#44
Jagder#44
9 meses atrás

Hamas usou canos/dutos destinados à construção de infraestrutura de abastecimento de água para construir mísseis/foguetes.
Para o Hamas o próprio povo palestino não vale nada.

Nonato
Nonato
Reply to  Jagder#44
9 meses atrás

Sempre falei que fabricar misseis não é algo tão difícil.
Na essência não passa de um cano cheio de combustível…
E esses aí foguetes talvez nem o sistema de guiagem na ponta tenham.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Nonato
9 meses atrás

foguete é fácil, mas míssil é dificil, sistema de guiagem é complexo, por exemplo o Brasil tá desenvolvendo um sistema de guiagem inercial para mísseis

Nonato
Nonato
Reply to  Carlos Campos
9 meses atrás

Hoje em dia gps ate smartphone barato tem

MARS
MARS
9 meses atrás

Foram mexer em casa de vespas… Agora não adianta chorar pelas picadas!!!

É como uma frase que ouvi de comentarista: “O Hamas libertou o demônio da garrafa, e ninguém nesse mundo será capaz de colocá-lo de volta”.

RDX
RDX
9 meses atrás

Defendo o bloqueio até o retorno dos sequestrados. Após o retorno aí sim os israelenses deveriam liberar a saída dos não terroristas. Os terroristas deveriam ser completamentamente aniquilados e Gaza varrida do mapa.

Gilmar Leal
Gilmar Leal
Reply to  RDX
9 meses atrás

E como identificar quem é e quem não é terrorista?

RDX
RDX
Reply to  Gilmar Leal
9 meses atrás

Um bom começo é separar as mulheres, crianças e idosos dos homens adultos.

Mig25
Mig25
Reply to  RDX
9 meses atrás

Gaza varrida do mapa? Você está defendendo genocídio e extermínio publicamente?

Zenótico
Zenótico
Reply to  Mig25
9 meses atrás

É impressionante como gente que não tem nada a ver com o assunto foi convencida a ignorar completamente o ponto de vista palestino (pelo contrário, a falar como o mais fanático dos sionistas) a ponto de rebaixarem a desdenhar os conceitos mais simples de ética e humanidade. Deixam de demandar uma solução : querem sangue, palestino, e pronto. 

Aos propagandistas pró-Israel : parabens. Voces são craques. 

Nei
Nei
Reply to  Zenótico
9 meses atrás

Não faço idéia de quem seja você, nunca observei esse nickname aqui, deve ser outro trocador do nome, mas aqui estamos falando de terroristas.

O povo palestino de Gaza não merece sofrer, mas ao mesmo tempo não existe um mecanismo para se dividir terrorista de pessoas normais.

Se você sabe uma forma de fazer isso, nos conte!

No mais, não vejo você condenar os ataques realizados pelo HAMAS.

Caerthal
Caerthal
9 meses atrás

Na 2da GM os EUA e os Aliados julgaram que era válido bombardear cidades causando muitas baixas entre civis pelo objetivo de abreviar uma guerra provocada por criminosos genocidas.

De forma semelhante Israel não deve procurar um cessar-fogo. O objetivo deve ser a Rendição Incondicional de Gaza, recuperação dos reféns (vivos ou mortos) e prisão dos criminosos de guerra para julgamento sumário. Sem justiça nunca haverá paz.

Israel deve ser metódico, paciente e implacável. Uma grande lição será dada.

Faver
Faver
Reply to  Caerthal
9 meses atrás

Os órfãos de agora vão dar continuidade a guerra no futuro. Tem de negociarem entre si.

wilhelm
wilhelm
Reply to  Faver
9 meses atrás

Admirável ver que existem pessoas negativando um comentário que prega que a negociação é o melhor caminho.

Imagina o nível de putridez moral de alguém assim.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  wilhelm
9 meses atrás

A máxima “nāo se negocia com terroristas” existem por um motivo. Nāo é uma guerra entre estados.

Caerthal
Caerthal
Reply to  wilhelm
9 meses atrás

A hora da negociação já passou. Em 1942 os EUA não estavam dispostos a negociar nem com a Alemanha e muito menos com o Japão.

A Civilização agradeceu à intransigência.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Faver
9 meses atrás

ou acabar de vez com o Hamas e educar essas crianças de que Lutar contra Israel é errado, que eles vivem em uma condição ruim, pq os lideres de Gaza no caso o Hamas, rouba eles, seus pais foram mortos pelas atitudes do Hamas

wilhelm
wilhelm
Reply to  Caerthal
9 meses atrás

Já fazem décadas que Israel adota essa postura. Não apenas não adiantou para resolver o conflito como também abriu precedentes para o outro lado se radicalizar ainda mais, gerando um ciclo de ódio interminável que se retroalimenta com o passar do tempo. Isso, claro, analisando a situação do ponto de vista puramente utilitário, pois do ponto de vista humanitário pautado na moral essa lógica que vc propõe é ainda pior.

Não existe solução militar para a esse conflito que não esbarre no completo genocídio de um dos lados.

Mig25
Mig25
Reply to  wilhelm
9 meses atrás

Errado. Israel é uma força ocupante na Cisjordânia, terra Palestina, construindo muros, cercas e assentamentos. Força ocupante em Jerusalém Oriental. Força ocupante nas Colinas de Golã (admito que há valor militar nessa ocupação, mas são terras Sírias), e mantém Gaza cercada e inviável como Estado. A negociação é a única solução. Israel deve terminar esses ataques ao Hamas, e sentar numa mesa de negociação junto com os palestinos. Com apoio e incentivo internacional. Se retirar da Cisjordânia, cessar qualquer tipo de assentamento em terras palestinas, e permitir a viabilidade de Gaza. Jerusalém deve ser controlada pela ONU (infelizmente é a… Read more »

Caerthal
Caerthal
Reply to  Mig25
9 meses atrás

Então o problema é a ocupação? Desde que Israel desocupou Gaza há quase 20 anos aquilo só degringolou. Abra a janela e observe os resultados. Essa gente radical fica mais virulenta quanto mais recebem o que pediram.

Nei
Nei
Reply to  Mig25
9 meses atrás

Coitado do HAMAS, eles não tem oportunidade!

Faz um textão escrevendo besteiras!

O único acordo válido é retirar os inocentes (civis) de GAZA, fora isso, não existe negociação com terrorista ou você não viu os vídeos do que o HAMAS fez e continua fazendo?

Se não viu, por favor, vai assistir e depois volta aqui e me explica o que aquilo tem haver com a causa territorial deles!

Para com essa torcida do lado errado, acorda pra vida.

Caerthal
Caerthal
Reply to  wilhelm
9 meses atrás

O mesmo a gente pode falar da posição pró-terrorismo dos palestinos. Israel se transformou em um pais desenvolvido e admirado, a despeito de todas as pressões. Gaza continua sendo a mesma porcaria, agora mais superpovoada.

Fazer filhos e empreender o terrorismo é muito pouco como conquista de um povo.

lucena
9 meses atrás

penso que essa guerra secular entre palestino e israelense, está colocando em teste o soft Power de Israel perante a opinião pública internacional em especial… a opinião ocidental.
.
Depois dessa intifada palestina a imagem de Israel como é sempre vista perante o mundo terá outra perspectiva…. o pequeno Davi de hoje ( Israel ), com sua maquina de guerra poderosa ….. é bem diferente daquele Davi bíblico… cantado em versos e prosa …. um menino raquítico que enfrenta o gigante Golias com uma simples tira de couro e uma insignificante pequenina pedra

Zenótico
Zenótico
Reply to  lucena
9 meses atrás

Concordo com você. A hecatombe que resultará de um ataque por terra a Gaza, tanto quanto os efeitos de um bloqueio completo à Faixa que provoque fome e mortes, vão marcar muito, e negativamente, a imagem de Israel, de uma forma diferente do que vimos até hoje.

Netanyahu, cuja postura no tocante ao conflito com os palestinos é radical, talvez não se dê conta disso. 

Caerthal
Caerthal
Reply to  Zenótico
9 meses atrás

Se Gaza tivesse estocado água e comida todos estariam melhor. Preferiam estocar armas e reféns. Fazer o quê?

Caerthal
Caerthal
Reply to  lucena
9 meses atrás

Conversa para boi dormir. Terrorismo não pode ter espaço político, simples assim.

Caerthal
Caerthal
Reply to  lucena
9 meses atrás

Não confunda vida real com novelinha das 6.

Jorge Carvalho
Jorge Carvalho
9 meses atrás

Putin tentando dividir os recursos ocidentais.