‘ESFORÇO FÚTIL’: O ex-vice-presidente da TSMC, Lin Burn-jeng, disse que Pequim tentaria alcançar o marco da tecnologia de 5 nanômetros e experimentar novos materiais

Os EUA podem não conseguir impedir que as empresas chinesas, incluindo a Semiconductor Manufacturing International Corp (SMIC) e a Huawei Technologies Co, façam progressos na tecnologia de chips, disse na semana passada uma das principais figuras da indústria de semicondutores.

SMIC e Huawei, que surpreenderam Washington ao revelar um processador de telefone fabricado na China, podem usar máquinas mais antigas existentes para fabricar silício ainda mais sofisticado, disse o ex-vice-presidente da Taiwan Semiconductor Manufacturing Co (TSMC), Lin Burn-jeng.

A SMIC deverá ser capaz de avançar para a tecnologia de 5 nanômetros com as máquinas ASML Holding NV que já opera, disse Lin, que na TSMC defendeu a tecnologia de litografia que transformou a fabricação de chips.

A Huawei eletrizou a indústria de chips ao lançar um processador de 7 nanômetros fabricado pela SMIC no Mate 60 Pro, gerando comemorações na China e acusações nos EUA de que uma campanha para conter a ascensão tecnológica do país havia fracassado.

A Yangtze Memory Technologies Co também está produzindo alguns dos chips de memória mais avançados do setor.

A administração do Presidente dos EUA, Joe Biden, reforçou este mês as restrições para colmatar lacunas através das quais a China possa aceder a equipamentos avançados dos EUA, marcando uma nova fase numa luta para influenciar tecnologias cruciais para o equilíbrio econômico e político.

No entanto, isso pode não impedir a ascensão tecnológica da China, disse Lin, que é altamente considerado na indústria por ser a primeira pessoa a propor a litografia de imersão, a tecnologia em que dependem os principais produtos da ASML.

A SMIC usou máquinas de litografia de imersão da ASML para fabricar o chip de 7 nanômetros para a Huawei, disse Lin.

Além de tentar atingir o marco de 5 nanômetros, é provável que a China experimente novos materiais ou embalagens avançadas de chips para fabricar semicondutores mais potentes, disse ele.

“Simplesmente não é possível para os EUA impedir completamente a China de melhorar a sua tecnologia de chips”, disse Lin numa entrevista na Universidade Nacional Tsing Hua, na cidade de Hsinchu, onde atua como reitor da faculdade de pesquisa de semicondutores.

Isso ecoou comentários do CEO da Arm Holdings PLC, Rene Haas, no início deste mês.

“O que os EUA realmente deveriam fazer é concentrar-se na manutenção da sua liderança no design de chips, em vez de tentar limitar o progresso da China, o que é inútil, uma vez que a China está adotando uma estratégia de nação inteira para impulsionar a sua indústria de chips e prejudicar a economia global”, Lin disse.

Os EUA podem ter inadvertidamente concedido à SMIC, com sede em Xangai, uma oportunidade de ouro, acrescentou.

Em 2020, Washington proibiu efetivamente a TSMC – fornecedora do silício mais avançado do mundo para a Apple Inc e Nvidia Corp – de fazer negócios com a Huawei.

Foi então que a SMIC avançou para herdar as encomendas massivas que a ajudaram a melhorar a sua técnica de produção, disse Lin.

Está agora decorrendo um debate nos EUA e não só sobre se Washington e os seus aliados deveriam intensificar a sua campanha de contenção chinesa.

A secretária de Comércio dos EUA, Gina Raimondo, disse que Washington não tem evidências de que a China possa fabricar chips avançados “em escala”.

O subsecretário de Comércio para Indústria e Segurança dos EUA, Alan Estevez, disse que é “absolutamente” uma preocupação para Washington que a China possa usar a tecnologia de 7 nanômetros – ou melhor – em aplicações militares.

FONTE: Bloomberg

Subscribe
Notify of
guest

58 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Zorann
Zorann
8 meses atrás

Os EUA não podem impedir nada que a China queira. Isto aí é apenas mais uma coisa.

Marcelo De Luca Penha
Marcelo De Luca Penha
Reply to  Zorann
8 meses atrás

Basta atrasar um pouco.

Gabriel BR
Gabriel BR
8 meses atrás

A China é imparável!

Marcelo De Luca Penha
Marcelo De Luca Penha
Reply to  Gabriel BR
8 meses atrás

Confia …

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Gabriel BR
8 meses atrás

A URSS também era

Ciclope
Ciclope
Reply to  Nelson Junior
8 meses atrás

A uniao soviética nunca foi tão integrada e dinâmica do comércio e indústria mundial como a China e hoje. Não se comparam.

Marcos
Marcos
Reply to  Ciclope
8 meses atrás

houve uma epoca em que 70% da população mundial vivia sobre regimes socialistas.

Machado
Machado
Reply to  Ciclope
8 meses atrás

A China aprendeu com os erros da URSS.

Heli
Heli
Reply to  Nelson Junior
8 meses atrás

A URSS não sabia fazer dinheiro e por isso caiu feio; já a atual China sabe, e muito bem.

Racionalista*
Reply to  Heli
8 meses atrás

Na verdade quem conhece a história sabe que eles sempre foram mercadores,sempre souberam negociar,eram a principal economia do mundo antes de ser eclipsada pelos eua por volta de 1800 e bunda
Só quer seu lugar de volta
Só não gosto da sua ideologia política,o comunismo,esse sim é um mal absoluto em todos os sentidos.

fewoz
fewoz
Reply to  Gabriel BR
8 meses atrás

É o curso natural, Gabriel. A China (e também a Índia) simplesmente está voltando à sua posição de destaque que ocupou por grande parte da História. Um país historicamente inventivo, criativo. Nada novo, na verdade. Tudo se repete.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  fewoz
8 meses atrás

Quem mandou as potências transferirem fábricas para a China, aproveitando a mão-de-obra escrava? Eles aprenderam, copiaram e melhoraram, falta pouco para o selo “Made in China” ser sinônimo de qualidade, antigamente todos queriam produtos made in Japan, Germany, EUA… Eu que no passado falava mal dos _______, queimei a língua!

EDITADO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Last edited 8 meses atrás by Carlos Crispim
JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
8 meses atrás

Pq as forças armadas não interessam nessa área? É estratégica pra tudo.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  JapaSp Jantador
8 meses atrás

até se interessam, mas nçao tem dinheiro

Mafix
Mafix
Reply to  JapaSp Jantador
8 meses atrás

Se inventar um robo que corta o mato e pinta o meio fio com GPS eles ficam sem emprego por isso a falta de interesse…

Creio que a demanda nacional de chips deve ser de baixa tecnologia ai é mais barato importar …

Macgaren
Macgaren
8 meses atrás

Eles estão bem avançados, em uma comparação a Apple lançou ontem o M3 que tem 3nm e que é considerado o menor feito até aqui.

sergio 02
sergio 02
Reply to  Macgaren
8 meses atrás

E um feito Enorme da China Realmente, visto que a nível de comparação, os Russos pretendem esta fabricando chips de 14nm ate 2030 como indica meteria aqui mesmo no site.

Ciclope
Ciclope
Reply to  sergio 02
8 meses atrás

Se para botar os mísseis e bombas deles para funcionar isso basta, estão certos eles. A Rússia não está numa competição comercial coln o Ocidente pelo celular mais rápido e pequeno do mercado. Para eles, um chip maior, menos sofisticados, mas que sejam 100% nacionais r sirvam para a sua industria de defesa esta de bom tamanho.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Macgaren
8 meses atrás

fico me perguntando até o onde o EUV pode ir, diziam que o limite era 5nm

SUTERMINATOR
SUTERMINATOR
Reply to  Macgaren
8 meses atrás

Os componentes dos Chips americanos maioria são de Taiwan e Holanda, então se esses 2 pararem de vender aos gringos, vão correr para china 🤡

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
8 meses atrás

Já disse antes, e falo novamente:
Qualquer tentativa dos EUA em boicotar alguma área na China só serve pra enxugar gelo. No máximo, atrapalha a curto prazo, mas não a médio e longo prazo.
Os EUA começaram a boicotar a China na área de chip’s. A China “simplesmente” injetou toda a grana possível em P&D nessa área, e agora eles começam a alcançar a paridade tecnológica nisso.
Em breve, essa será uma área a menos que os EUA poderão pressionar a China.

Marcelo De Luca Penha
Marcelo De Luca Penha
Reply to  Willber Rodrigues
8 meses atrás

Por enquanto a China continua sendo um ótimo copiador. Igual ao Japão nos anos 60 e 70, só que maior.

Last edited 8 meses atrás by Marcelo De Luca Penha
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Marcelo De Luca Penha
8 meses atrás

Já jogou fora tudo que você tem “made in China”, ou que tem UM parafuso fabricado lá, ou só tá conversando bobagem mesmo?

WSilva
WSilva
Reply to  Willber Rodrigues
8 meses atrás

Amigo, produzir uma coisa que outros inventaram é uma coisa, produzir algo que você mesmo inventou é outra. A China de fato ainda produz muito daquilo que outros inventaram. Os EUA mesmo copiaram muito da Europa para chegar até aqui e a China copia do Ocidente(aquilo que presta) para se desenvolver ao máximo já que não faz sentido reinventar a roda. O ponto positivo para a China é que a China avança mesmo com a maior potência do mundo tentanto impedir ou frear seu progresso, eu diria que qualquer outro país não teria sobrevivido… Copiar é bom e bobo é… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  WSilva
8 meses atrás

Tem uma matéria no ForTe mostrando a quantidade de patentes de novas tecnologias que a China fazem anualmente, mas tô com preguiça de procurar…
Aliás, se “copiar” é tão fácil, porque o Brasil não tem uma cópia de turbinas a jato de todos os caças que a FAB já teve?

WSilva
WSilva
Reply to  Willber Rodrigues
8 meses atrás

Estou ciente dessa lista, acontece que os EUA saíram muito na frente e a China agora tenta igualar jogo embora já esteja na frente lgumas áreas, porém o governo chinês entende que precisa avançar mais em pesquisa e tecnologias disruptivas.

E eu não disse que copiar é fácil, eu disse que todos tem que copiar mesmo, mas copiar aquilo que presta e não as porcarias que o Ocidente tenta empurrar para todo mundo.

Akivrx
Akivrx
Reply to  Willber Rodrigues
8 meses atrás

Oque nao se comenta e que a maioria das patentes sao criadas por Ocidentais contratados pelos chineses, um cientista japones que trabalhava para o governo chines disse que enquanto no Japao ele tinha verba limitada de US$100 mil por ano na China ele tinha US$1 milhao por ano disponivel para suas pesquisas, e diferente do Japao que ele tinha que apresentar resultados para manter suas pesquisas, Na China ele trabalhava sem nenhuma pressao, ele disse que onde trabalhava tinha cientistas de todo o mundo, onde ele trabalhava tinha mais de 40 japoneses trabalhando.

Machado
Machado
Reply to  Akivrx
8 meses atrás

Quem faz isso é o EUA. Contrata os gênios e cérebros de outros países. A maioria das conquistas deles são de outras nacionalidades (Alemães, Japoneses, Chineses, Brasileiros, Indianos etc.).

Akivrx
Akivrx
Reply to  Machado
8 meses atrás

Fuga de cérebros: vistos para China são os mais procurados por brasileiros, mostra levantamentohttps://www.cnnbrasil.com.br/economia/fuga-de-cerebros-vistos-para-china-sao-os-mais-procurados-por-brasileiros-mostra-levantamento/

L G1e
L G1e
Reply to  WSilva
8 meses atrás

Verdade. O Brasil Santos Dumont inventou o avião e os chineses copiaram. Segue o jogo.

Racionalista*
Reply to  L G1e
8 meses atrás

Sobre santos dumont,eua e europa copiaram o Brasil
Brasil também inventou o rádio,mas deram o crédito para um italiano.

Last edited 8 meses atrás by Racionalista*
Racionalista*
Reply to  WSilva
8 meses atrás

Na verdade,os europeus copiaram muitas coisas da China no passado,epoca da colonização,quem conhece a história sabe disso
À história sempre acaba voltando,pois tudo é um ciclo.

Marcelo De Luca Penha
Marcelo De Luca Penha
Reply to  Willber Rodrigues
8 meses atrás

Isso se chama cadeia de produção. A China é a fábrica do mundo porque o mundo transferiu as fábricas para a China … devido aos baixos custos de produção e de mão de obra … Isso já aconteceu no Japão nos anos 60 e 70, deoois na Coréia do Sul e em Taiwan. Eu não tenho preconceito contra os produtos chineses, mas só compro porque são baratos. Quando o custo de produção aumentar, comprarei produtos fabricados na Índia ou no Paquistão, que é para onde irão as fábricas. Não é bobagem … são os negócios capitalistas … o capital sempre… Read more »

L G1e
L G1e
Reply to  Marcelo De Luca Penha
8 meses atrás

Sabe de nada inocente 😇😇

Natan
Natan
Reply to  Marcelo De Luca Penha
8 meses atrás

Olha pras fabricantes de carro elétrico da China. Eles desenvolvem tecnologia própria, e de ponta.

Last edited 8 meses atrás by Natan
Racionalista*
Reply to  Natan
8 meses atrás

Em breve a maioria dos carros do mundo serão chineses,pois tem qualidade e são baratos,ninguém tem cacife pra competir com eles,a União europeia,principalmente a Alemanha (em recessão) estão querendo boicotar os carros elétricos chineses,mais não oferecem coisa melhor por um bom preço,esse tiro vai sair pela culatra,a tendência da Alemanha é a desindustrialização,corrobora com isso a energia caríssima,e um país rico com muitos problemas,principalmente energético

fewoz
fewoz
Reply to  Marcelo De Luca Penha
8 meses atrás

Eu achava que comentários que desdenhavam da China já eram passado na Trilogia, mas parece que não… Pelo jeito que você fala, até parece que é fácil copiar… Qualquer produto, mesmo o mais simples como um recipiente de plástico, já demanda considerável know-how e organização. Em larga escala e em áreas mais complexas, como fazem os chineses então, é ainda mais difícil. Automóveis elétricos de qualidade e baratos; trens de alta velocidade; rover em Marte; foguetes, satélites, sistema de posicionamento global e estação espacial próprios; porta aviões com catapulta eletromagnética; caças de quinta geração, lançamento de navios enormes em quantidade… Read more »

Marcelo De Luca Penha
Marcelo De Luca Penha
Reply to  fewoz
8 meses atrás

Qual é a marca do seu carro? Qual é a marca do seu computador? Qual é a marca do seu celular? Qual é a marca do seu relógio de pulso? Qual é a marca do seu liquidificador? Qual é a marca do papel da sua impressora? Qual é a marca da sua cueca? Aposto que nenhuma é chinesa … rsrsrs … produto pode ser fabricado em qualquer lugar, mas a marca é o que tem valor. Ahhh … lembrei … os chineses compraram a divisão de PCs e notebooks da IBM e colocaram a marca da Lenovo … marca chinesa… Read more »

Marcelo De Luca Penha
Marcelo De Luca Penha
8 meses atrás

Os EUA não precisam impedir a China de desenvolver tecnologias de chips … basta atrasar. Nesse ramo do conhecimento sempre o mais rápido e inovador estará na frente. E para o mundo … e para os EUA também … é ótimo que a China avance na área de semicondutores e chips de computador. A concorrência move o mundo.

Racionalista*
Reply to  Marcelo De Luca Penha
8 meses atrás

Advinha quem é o mais inovador e rápido nesse momento?,os chineses.
Enquanto isso nos EUA,a crise das drogas toma conta da nação,cada dia surge uma droga mais pesada que a outra,e os problrmas só aumentam,dias atrás um piloto impediu o copiloto de derrubar um avião com centenas de pessoas,ele tinha tomado chá de cogumelo alucinógeno
Esse tipo de coisa só vai aumenta nos EUA,além da guerra civil entre os democratas e republicanos (esquerda/direita)
A tendência é piorar.

Carlos Campos
Carlos Campos
8 meses atrás

Acho que desenvolver Chips com Silicio melhorado seria legal, já vi pesquisas de Silicio com Nitreto de Galio, ou só o GaN, a questão que ninguém fala é pq não pulam para o GaN de uma vez, visto que ele é melhor como semicondutor que o Silício.

Racionalista*
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

Chips com tecnologia uv é a nova tendência,rápido e mais eficiente,os chineses estão avançando nessa área a passos largos,em breve a tecnologias de chips de silício ficará para trás.

Alex Silva
Alex Silva
8 meses atrás

Igualzinho ao desenvolvimento do setor espacial: quando do desenvolvimento da Estação Espacial Internacional (ISS) durante os anos 90, os EUA vetaram a participação da China. Então, em 2003, a China se tornou o 3° país a enviar um astronauta para orbitar a Terra, por meios próprios. E ironia das ironias, se não surgir nenhuma novidade, daqui a alguns anos, a China será o único país a ter uma estação espacial circundando o planeta, visto que a ISS já tem data marcada para ser desativada. Qual será a próxima área que os EUA vão tentar “atrapalhar” o progresso chinês depois da… Read more »

fewoz
fewoz
Reply to  Alex Silva
8 meses atrás

Muito bem lembrado. Tudo que os EUA tentam fazer contra a China se transforma num verdadeiro tiro no pé… Os chineses deveriam é agradecer aos americanos por tantas sanções.

Emmanuel
Emmanuel
8 meses atrás

“(…) uma preocupação para Washington que a China possa usar a tecnologia de 7 nanômetros – ou melhor – em aplicações militares.

Nãooooooo….imagina se a China faria isso. Os estados Unidos não fazem, a China não vai fazer também.

naval762
naval762
8 meses atrás

Ah claro! Com a economia voando baixo no pós politica de covid zero a China vai ter chips de altíssima tecnologia em poucos anos. Desistam americanos, vocês já perderam.

Scudafax
Scudafax
8 meses atrás

Nenhuma novidade para quem viu o sistema educacional chinês. Tem um da BBC de 2009, acompanham uma aluna de escola rural, os alunos dormiam na escola e a luz era cortada às 22h para impedir que eles continuassem estudando. No final do documentário a aluna fica em excelente posição no Gaokau e também foi aceita no MIT. Detalhe: a casa dela tinha três cômodos e uma tv de 14“.
Aqui, enquanto tivermos a mentalidade da escola privada de qualidade para poucos o resultado será o que vemos: estagnação e decadência. Uma vez que a massa qualificada é insuficiente.

Scudafax
Scudafax
Reply to  Scudafax
8 meses atrás

Segue um episódio do mesmo:
https://youtu.be/ZxTCVGqP8-c?feature=shared

Ciclope
Ciclope
8 meses atrás

Se você possue o conhecimento e tem os materiais para produção, ter ou não uma determinada capacidade tecnológica e pura questão de vontade política de investir tempo e dinheiro para se ter tal capacidade.
Obs. O tempo e determinado pelo dinheiro investido.
A China mostra isso é o Brasil também, no caso do submarino nuclear que só não está navegando a décadas por falta de vontade política de botar grana no projeto.

Fagundes
Fagundes
8 meses atrás

Saudações a todos. Fazendo uma fria observação. A China em guerra eletrônica e eficiência de sistemas de controle chegará a ser rival dos EUA agora, principalmente depois que alcançar a litografia de 16nm para baixo em larga escala. Isso explica o poque em negociações para fábricas de produção e descentralização de Taiwan, a partir dessa dimensão, precisa-se da aprovação do congresso dos EUA. Como ocorre em negociações com o Brasil de uma fábrica de 14 nm. Não sei o estágio atual das conversas. O Brasil iria necessitar do mesmo tipo de aprovação caso tivesse escolhido o F-18 com transferência parcial… Read more »

Eromaster
Eromaster
8 meses atrás

È quase impossível impedir os avanços da Chinesa nessa área de chips. Eles tem dinheiro, vontade, investimentos pesados em educação e formam quase meio milhão de engenheiros por ano.
Quanto mais a China avançar nessa área, mais mercado que as empresas da UE e dos EUA vão perder no mercado chinês.
Os chineses são justamente os maiores clientes das empresas ocidentais na área de Chips.

Andromeda1016
Andromeda1016
8 meses atrás

Os gringos não podem impedir o avanço chinês, mas os chineses também não conseguem avançar ……

Eromaster
Eromaster
Reply to  Andromeda1016
8 meses atrás

a China já está fabricando Chips de 7nanômetros, que é bastante avançado para a tecnologia atual.Daqui 2 anos, podem chegar a 3 nanômetros.

Andromeda1016
Andromeda1016
Reply to  Eromaster
8 meses atrás

Tem como provar isso? Fiquei curioso pois acho isso impossível. Se você estiver falando do Kirin 9000S, a história de que ele foi fabricado pela SMIC ainda não foi confirmada, nem elos próprios chineses que teriam todos os motivos para propalar essa notícia ao mundo. Dizem que na verdade se trata de chip fabricado pela TSMC em 2020 mas que foi maquiado para disfarçar isso. Dizem que foi fornecido à Huawei antes do início do bloqueio ordenado pelos gringos. Tem outro chip de 7nm que teria sido fabricado pelos chineses além do Kirin 9000S?

Eromaster
Eromaster
Reply to  Andromeda1016
8 meses atrás

Como todo respeito, mas você tá viajando.

Andromeda1016
Andromeda1016
Reply to  Eromaster
8 meses atrás

Obrigado pelo respeito. Vamos dar tempo ao tempo para ver qual é a verdade real.

Maurízio Souza e Souza
Maurízio Souza e Souza
8 meses atrás

Os EUA agradeçam essa situação de que a China os está sobrepujando em absolutamente tudo, principalmente aos governos democratas do final da década de 1970 e início de 1980, notadamente Jimmy Carter e seu Secretário de Estado, Henry Kissinger, um globalista que foi um dos responsáveis pela arquitetura do mundo como o conhecemos atualmente. A China é o benchmarking da NOM…A ONU seu instrumento institucional… Ou alguém acredita em justiça no fato de Cuba e Irã fazerem parte da Comissão de Direitos Humanos da ONU?

max
max
Reply to  Maurízio Souza e Souza
8 meses atrás

Depois de ver o padrão duplo que os EUA e seus seguidores ocidentais colocaram na Palestina, acho que os países que você mencionou não são ruins.