Território hoje pertence à Guiana mas é reivindicado por venezuelanos

Os eleitores venezuelanos aprovaram, em referendo nesse domingo (3), a transformação do território de Essequibo em um estado da Venezuela. A região pertence oficialmente à Guiana desde 1899, mas é reivindicada pela nação vizinha.

Segundo o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) venezuelano, 10,5 milhões de eleitores participaram do referendo, dos quais 95,93% aceitaram incorporar oficialmente Essequibo ao mapa do país e conceder cidadania e documento de identidade aos mais de 120 mil guianenses que vivem no território. Apenas 4,07% discordaram da proposta.

Essa foi a última das cinco perguntas feitas pelo referendo nacional. Nenhuma delas, segundo o CNE, teve menos de 95% de aprovação, de acordo com o conselho.

A primeira pergunta, sobre rechaçar, por todos os meios legais, a atual fronteira entre os dois países, teve 97,83% de aprovação. A segunda, sobre reconhecer o Acordo de Genebra, de 1966, como único instrumento para resolver a controvérsia, recebeu apoio de 98,11%.

A terceira, sobre não reconhecer a jurisdição da Corte Internacional de Justiça, em Haia, como definido pela Organização das Nações Unidas (ONU), para resolver a questão, foi a que teve menos aprovação: 95,4%.

Na quarta pergunta, sobre opor-se, por todos os meios legais, ao uso dos recursos do mar pela Guiana enquanto a questão da fronteira não for definitivamente resolvida, recebeu o “sim” de 95,94%.

“Foi uma grande jornada eleitoral histórica de consulta, que coroa uma vitória esplendorosa com cinco respostas contundentes do povo nobre que reafirma que a Guiana Essequiba é da Venezuela. Sim pela paz, sim pelo respeito à soberania, sim ao diálogo, sim à nossa luta histórica e sim à pátria independente”, escreveu o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, em suas redes sociais.

A Guiana considera o referendo “provocativo, ilegal, inválido e sem efeito legal internacional” e afirma que não tem dúvidas sobre a validade do Laudo Arbitral de 1899, que estabeleceu a atual fronteira entre os dois países.

FONTE: Agência Brasil

Subscribe
Notify of
guest

199 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wagner Figueiredo
Wagner Figueiredo
2 meses atrás

Vai la..tenta a sorte com os EUA do ladinho..rsrsr..loucos por petróleo..e cheio de empresa Anglo americana na Guiana..kkkk

Rafa
Rafa
Reply to  Wagner Figueiredo
2 meses atrás

É só mais uma dos governos de esquerda.
Se o Nine governar de forma 100% soberana por mais uns 20 anos seguidos, com certeza vai nos meter em alguma guerra.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Vai destruir o país, sem precisar de guerra………
Abraços

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Saldanha da Gama
2 meses atrás

Primeiro que a Venezuela já está destruída economicamente. Pobre coitado do povo venezuelano.

Segundo fato é que, realmente a Inglaterra (sempre ela) passou a mão em um território em disputa (que era mais da Venezuela do que da Guiana) em um Laudo Arbitral sabidamente falso e tendencioso.

E por último, só pra lembrar aos leitores que essa não foi a primeira vez que a Inglaterra (olha aí ela de novo) surrupiou um território alheio. Ela já fez isso com o Brasil no caso de Pirara.

Coincidência ou não, parte desse território reivindicado pela Venezuela pertenceu ao Brasil.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Existe população venezuelana no território? Não que eu saiba….São de língua crioula e inglês….nunca foi colônia espanhola, nunca existiram espanhóis lá….foi colônia holandesa e que depois a Holanda passou a Inglaterra…sempre existiram apenas nativos indígenas….nenhum espanhol é na sequência, muitos menos venezuelanos…

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

Ótimo raciocínio!
Provavelmente vai ser um ótimo argumento pro Brasil ceder 1/3 do território (Amazônia) pra se criar uma nação Ianomâmi qualquer.

Afinal, é uma região despovoada (quase nenhum brasileiro mora na selva Amazônica) e os indígenas não falam português.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

por isto que reservas indigenas não deveriam existir em fronteiras….

Josmar
Josmar
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Precisa conhecer masi a região amazônica e nem você fala a deles, do que adianta questionar, sobre os povos originários, conheça e vai entender

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Alguém aqui já leu o livro “Manual do Perfeito Idiota Latino-Americano”? É uma crítica bem humorada da tendência esquerdista da América Latina. Voltando ao tópico, primeiro que é vc que está dizendo que o laudo arbitral é falso e tendencioso. O que houve foi que a Venezuela aceitou resolver a pendência diplomaticamente pela via arbitral escolheu os árbitros, pois são os países envolvidos que escolhem quais países serão os árbitros, e depois meteu o louco e negou a validade do mesmo. Na verdade, quem estava defendendo a Venezuela no século XIX era os Americanos malvados, como parte de sua política… Read more »

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Radagast, o Castanho
2 meses atrás

Não se pode falar mal da Inglaterra (nem citei os EUA diretamente) que já vem gente com o balde de água e o pano pra passar gratuitamente pra essa turma.

Depois, com um silogismo e raciocínio tacanho, já me taxou de esquerdista. E pra fechar com chave de ouro, usou da falácia e já botou outras questões fronteiriças de um tempo que nem existia as Américas como a conhecemos.

Vai aqui um link pra você dar uma olhada na sequência de eventos do caso da Venezuela:

https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/essequibo-entenda-a-historia-da-disputa-entre-reino-unido-guiana-e-venezuela/

Last edited 2 meses atrás by Sulamericano
Tiago
Tiago
Reply to  Radagast, o Castanho
2 meses atrás

Explicação brilhante!

Nativo
Nativo
Reply to  Rafa
2 meses atrás

16 anos no poder O “nine” nunca fez nada disso, pelo contrário, foi manso demais com Bolívia e Venezuela.
Em suma e mais um.pangarr brasuca tipo o bozo. Nossa sina.

Rafa
Rafa
Reply to  Nativo
2 meses atrás

Primeiro de tudo, desnecessário rotular as pessoas. Se vc não concorda, basta falar.

Segundo: o Nine sempre teve vida mansa na questão ideologia na America do Sul. O primeiro de peso é o Milei agora. Ele nem assumiu e já deu B.O.

Nilo
Nilo
Reply to  Nativo
2 meses atrás

A mansidão não é exclusiva da esquerda ou “nine”, historicamente tem gente da direita e das forças armadas que sofrem dessa mansidão rsrsrs

Last edited 2 meses atrás by Nilo
Rafa
Rafa
Reply to  Wagner Figueiredo
2 meses atrás

Eis que eu abro os sites de notícias hoje e me deparo com:
“Governo Lula quer doar seis blindados do Exército ao Paraguai”

Porque não doamos para a Guiana?

https://veja.abril.com.br/coluna/radar/governo-lula-quer-doar-seis-blindados-do-exercito-ao-paraguai

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Boa pergunta….no momento…seria o ideal….diplomático e materialmente falando….

Mig25
Mig25
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Você quer comparar a importância e as relações de Brasil – Paraguai com Brasil – Guiana? E outra, o Brasil não vai se meter militarmente se estourar esse conflito. Só se formos diretamente atacados…vai utilizar os canais diplomáticos, e mostrar pro Maduro que seria um suicídio essa ação.

BERNARDO DE ANDRADE
BERNARDO DE ANDRADE
Reply to  Wagner Figueiredo
2 meses atrás

Parece piada de tanta asneira que esse Maduro apronta, imagina se ele invadi mesmo kkkkk os primeiros mil venezuelanos mortos ele será enforcado.

Naldoleite
Naldoleite
Reply to  BERNARDO DE ANDRADE
2 meses atrás

O estado Unidos ta afim que o maduro cometa uma invasão pra fazer com ele o que fizeram aos finados osama e sadan.

ricardo
ricardo
Reply to  Wagner Figueiredo
2 meses atrás

Os satelites americanos ja estao a esquadrinhar cada centimetro quadrado do territorio da Venezuela… certamente Americanos, Britanicos e Franceses estao a conversar sobre essa sandice desse inutil ditador venezuelano. Ninguem mais do que os Americanos sabem “quando” e “se” esse ato de guerra sera efetivamente praticado. Os satelites americanos apontaram os preparativos de guerra por parte da Russia meses antes das tropas invadirem a Ucrania… achava naquele momente que os pateticos russos nunca fariam aquela maluquice… mas fizeram… vamos ficar atentos aos comunicados americanos, franceses e ingleses sobre esse idiota funcional que governa a venezuela.

André Sávio Craveiro Bueno
André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Uma nação pode, por si só, decidir em um plebiscito interno sobre o destino de outro país?

JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Se ela tiver poder econômico, político, e militar pra aguentar as sanções e o combate.

André Bueno
André Bueno
Reply to  JapaSp Jantador
2 meses atrás

Errado. Nessa situação não se daria ao trabalho de um “plebiscito”.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  André Bueno
2 meses atrás

Riso. Exato.
Neste caso, basta um relatório da “Inteligência” dizendo que tem armas de destruição de massa.

Alguém poderia avaliar que a floresta da Guiana esconde um poço para detonar uma bomba atômica… ou que por estar próximo á linha do Equador, a Guiana estaria se preparando a lançar satélites equipados com ogivas nucleares, igual ao filme “Cowboys do Espaço”

Last edited 2 meses atrás by Camargoer.
Nilo
Nilo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Ou muda o nome de Petroleo para Democracia rrsrsrsrsr

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nilo
2 meses atrás

Petrocratas.

Nilo
Nilo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

acabou criar um novo termo? rsrsrs

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nilo
2 meses atrás

Ficou bom, né?

Mercenário
Mercenário
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Ou bastaria alegar que o país vizinho tem neonazistas e russofobia.

Angelo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Fala que tem produção de armas químicas e precisa invadir ou que é uma operação especial.
Sitei dois , quem advinha quem são os dois.

Walsh
Walsh
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Claro que pode, eu mesmo sugiro um plebiscito para tornar a Riviera Francesa em parte do Brasil e por que não? É só votar, se der sim, é só ir lá tomar.

Bosco
Bosco
Reply to  Walsh
2 meses atrás

Eu como sou mineiro sou a favor de Minas integrar o Espírito Santo. É um absurdo Minas Gerais ser o lugar mais longe do mar de todo o planeta Terra.

BERNARDO DE ANDRADE
BERNARDO DE ANDRADE
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Se integrar o ES vai perder o pão de queijo heim! Rs

Alecs
Alecs
Reply to  BERNARDO DE ANDRADE
2 meses atrás

Eles sedem a praia e nós o pão de queijo.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  BERNARDO DE ANDRADE
2 meses atrás

Mas ganham a Muqueca

João Augusto
João Augusto
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Integrar SP seria mais jogo. A gente já deu um pau nos caras no passado. Estamos mais habituados. =P
Aproveitávamos e ensinávamos pra eles preço de pedágio à moda Fernão Dias e acabávamos com o absurdo que eles pagam a cada 3km.

Jorge Cardoso
Jorge Cardoso
Reply to  João Augusto
2 meses atrás

Cai pra dentro, minerim…ou seria baiano cansado?!?!

Bosco
Bosco
Reply to  João Augusto
2 meses atrás

O ruim de anexar SP é que o Datena e o “Calça Apertada” viriam de lambuja. Esquece!

Marcelo Soares
Marcelo Soares
Reply to  Bosco
2 meses atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Nativo
Nativo
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Aí concordo contigo. Mesmo porque, quem lembra do espírito santo kkkkkkkk

Nilo
Nilo
Reply to  Nativo
2 meses atrás

Sai um capixaba quentinho ai por favor rsrsrsrsrs

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Nativo
2 meses atrás

Lembra sim.Tem um monte de gente saindo de SP,MG e RJ para viver em paz por aqui.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Renato de Mello Machado
2 meses atrás

Do RJ não é referência. Para alguém sair do Rio para não viver em paz relativa teria que se mudar para Gaza ou para o Leste da Ucrânia. O resto todo é paz…

Alecs
Alecs
Reply to  Renato de Mello Machado
2 meses atrás

Tem razão. Meu irmão trocou BH por Vila Velha.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Em vez de pegar a BR e vim curtir o litoral aqui você fica alimentando ideia que gerou os maiores conflitos.Inclusive isso de integrar sempre foi a ideia do homem de bigodinho que foi dono da Europa por alguns anos.Bonito né?

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Renato de Mello Machado
2 meses atrás

Calma, relaxa, foi só uma piada do Bosco para mostrar o absurdo que é decidir o destino de outro povo por plebiscito, sem a participação desse.

Alecs
Alecs
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Como bom mineiro de BH também concordo, Mestre Bosco! Além das praias poderíamos ter a carga tributária do ES.

Nativo
Nativo
Reply to  Walsh
2 meses atrás

Exatchamenti kkkkkkkk

sergio 02
sergio 02
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Como a maioria aqui gosta de falar, segundo a autodeterminação dos povos, seria viável, agora eles tem poder econômico piloto e militar para uma empreitada dessas?

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  sergio 02
2 meses atrás

Autodeterminação dos povos nesse tipo de situação significa ouvir a opinião do povo que mora no território contestado, não do povo que mora no país vizinho…

Last edited 2 meses atrás by Bruno Vinícius
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Bruno Vinícius
2 meses atrás

Exato. Mas tem mais que isso. Autodeterminação dos povos significa que dois povos separados podem decidir se juntar e formar um novo país. Ou que um povo pode mudar seu regime político ou econômico como bem entender. Isso significa também que regiões colonizadas, como por exemplo a Guiana Francesa, pode declarar a sua própria independência. Situações extremas sempre servem para testar um conceito. Por exemplo, o Texas pode declarar a sua independência dos EUA. Não cabe ao Brasil condenar o Texas porque ele estaria violando a Constituição dos EUA. Isso é um problema deles. Ou Cuba pode decidir se unir… Read more »

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

O princípio da nāo-intervençāo nāo é absoluto, assim como qualquer outro ele deve ser analisado à luz dos demais implícitos e explícitos de acordo com o princípio da unidade constitutional.

Ao Brasil cabe também a defesa de toda a ordem jurídica(legalidade).

Se o Texas quisesse uma secessāo(unilateral), teríamos sim a obrigaçāo de opinar contra isso.

deadeye
deadeye
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Exato. Já é entendimento na Doutrina de Direito Constitucional, que o Brasil pode sim intervir, caso o país agressor não respeite por exemplo algum tratado que o Brasil, faça parte.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Não podemos interferir, mas podemos proibir a passagem pelo nosso território….
Se querem tomar essequibo, o façam por outro ponto geográfico…
Abraços

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Saldanha da Gama
2 meses atrás

Caro. Isso é óbvio. Nenhum país pode transportar ou estacionar tropas no território de outro país sem autorização.

Aliás, seria um erro da diplomacia brasileira permitir, neste caso, que tropas venezuelanas passem pelo território brasileiro para atacar outro país.

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Camargoer, eu também não entendi o motivo para o bigode levantar a lebre. Tudo isto leva ao desastre politico. Com a aprovação ele tem que fazer algo. Se atacar, vai se ferrar geologicamente (mais do que já está ferrado), correndo o risco de tomar um pau da Inglaterra ou dos EUA. Se não fizer nada, a oposição vai usar isto contra ele, chamando de froxo, etc. Ou seja, está fazendo tudo errado, politicamente falando. A Venezuela tinha que ter reclamado disto décadas atrás, já que existem indícios de que a arbitragem no século 19 favoreceu a GB ($$$), mas agora,… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Marcelo Baptista
2 meses atrás

Pois é. Ainda será preciso avaliar quais serão as decisões que serão tomadas pelos dois países, principalmente pela Venezuela, daqui pra frente.

A minha expectativa é que a montanha irá parir um rato.

sergio 02
sergio 02
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Primeiro: “Exato. Mas tem mais que isso. Autodeterminação dos povos significa que dois povos separados podem decidir se juntar e formar um novo país. Ou que um povo pode mudar seu regime político ou econômico como bem entender. Isso significa também que regiões colonizadas, como por exemplo a Guiana Francesa, pode declarar a sua própria independência.” onde esta escrito isso ?? segundo :”Situações extremas sempre servem para testar um conceito. Por exemplo, o Texas pode declarar a sua independência dos EUA. Não cabe ao Brasil condenar o Texas porque ele estaria violando a Constituição dos EUA. Isso é um problema… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  sergio 02
2 meses atrás

Caro. Sou a favor do total banimento de armas nucleares. Nem Irã, nem Brasil, nem Israel, EUA, China, Russia.. ninguém.

isso até o mundo mineral sabe.

nenhuma país deveria ter armas nucleares.

André Bueno
André Bueno
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Concordo.

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  sergio 02
2 meses atrás

O problema é que o pessoal está confundindo fazer um referendo, isto qualquer um pode fazer, sobre qualquer assunto, com efetivamente fazer algo. Agora, esta votação, para o bigode, gera riscos, ele fica obrigado a dar uma resposta para a população. Invadir Esseguibo, geopoliticamente está mexendo em um vespeiro, Guiana faz parte do Commonwealth e os blocos de petróleo já foram vendidos, ele vai quebrar contratos? Pode, mas é mais um motivo para ser segregado na comunidade internacional. Não invadir e ficar reclamando, a oposição vai usar isto como motivo politico, afirmando que ele não tem coragem, que o plebiscito… Read more »

sergio 02
sergio 02
Reply to  Bruno Vinícius
2 meses atrás

Mias o conceito de auto determinação serve para os dois lados, ou o povo venezuelano não tem direito a decidir sobre seu destino, e o direito a auto determinação deles ?????pal que da em chico da em francisco tb.

sergio 02
sergio 02
Reply to  Bruno Vinícius
2 meses atrás

Autodeterminação dos povos nesse tipo de situação significa ouvir a opinião do povo que mora no território contestado, não do povo que mora no país vizinho…”
Onde esta escrito isso ????
Não, a auto determinação dos povos diz que os dois povos tem direito a determinar seu futuro, sem interferências.
a opinião do povo venezuelano não serve pra vc ?, quem e vc para dizer que a opinião deles não tem valor ?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  sergio 02
2 meses atrás

Vocẽ parece estar confuso sobre o significado da expressão “auto determinação dos povos”, que inclusive é um dos pontos que orienta a polítca externa brasileira, segundo a CF88. Isso significa que cada povo tem a liberdade de escolher o seu próprio tipo de governo, tipo de organização cultural e organização econômica. Isso significa que o Brasil não pode apoiar ou condenar as decisões tomadas por outros povos em torno destes pontos. Então, se dois países quiserem se fundir e formar um novo país, isso é uma decisão soberana destes povos. Se um país decidir se dividir em dois, isso também… Read more »

Rafa
Rafa
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

A auto determinação dos povos votou num referendo, sob o mesmo governo (diga-se de passagem) em 2003, que não deveria ser proibido a comercialização de armas de fogo e munições.

Vai lá tentar comprar uma arma legalmente hoje pra vc ver o que acontece.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Caro. Pelo que sei, ainda existem lojas de armas no Brasil. Você inadvertidamente confunde proibição com venda controlada. Existem outras coisas que tem venda controlada, como por exemplo medicamentos psicotrópicos, aqueles com tarja preta. A venda é permitida, mas é controlada. Outro exemplo de produto cuja venda é permitida mas é controlada é tabaco e álcool. Existem outras coisas que a venda proibida, por exemplo cocaína. Espero ter contribuído para esclarecer este ponto. Imagino que você consiga pensar em outro produtos cuja venda é proibida e controlada. No setor de agrotóxicos existem produtos liberados, outros controlados e outros que são… Read more »

Rafa
Rafa
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Amigo, desde o dia 1º de janeiro, via decreto presidencial, estão Proibidos novos CRs e novos CRAFs (Certificado de Registro de Arma de Fogo). Só foram emitidos CRAFs de armas autorizadas antes do dia 01/01/2023. A loja está lá. A arma está na loja. Vc pode ir lá, ver, pagar. Mas não há emissão de documento e vc não pode levar a arma pra casa. Não sei se é isso que vc está falando. É igual ao porte de arma. Juridicamente ele é permitido, mas ninguém tem, pq todos são sempre negados. Somente os amigos do Rei podem. Basta ver… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Rafa
Rafa
Rafa
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Ok Carmargoer.
Vai lá comprar a arma e vê se eles vão emitir o CRAF pra vc.
Desde o decreto de 01/01/23, EB e PF não emitem CRAFs.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Prefiro comprar um violino novo. Cada um tem lá as suas expectativas e preferências na vida.

Rafa
Rafa
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

A questão não é essa. É que vc perdeu um direito. Mesma coisa do voto. De que adianta vc ter título de eleitor se não tem eleições?

E o pessoal fica achando graça disso.

Jose
Jose
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Rafa não se engane ele sabe exatamente do que você está falando, é que acabaram os argumentos do elemento aí ele tenta mudar o rumo da conversa, e isso ele faz em todos os comentários já que vive se contradizendo como no caso.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Caro. A autorização para comprar uma arma é condicionada. Era antes e continua sendo. Você menciona o direito ao voto, que é condicionado à idade. Apenas maiores de 16 (opcionalmente) e maiores de 18 podem votar. A compra de álcool e tabaco também é condicionada á idade. Apenas maiores de 18 anos podem comprar. Antibióticos é condicionado á uma prescrição médica. Antidepressivos também. Analgésicos baseados em opióides é condicionado á prescrição médica, enquanto que existem outros analgésicos que independem de prescrição médica. Há uma lista de drogas que são proibidas, enquanto que outras drogas (como álcool e tabaco) são permitidos… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Todo cidadão deveria ter o direito de se defender. A polícia não está em todo lugar ao mesmo tempo. A função da polícia , do sistema carcerário e do judiciário não é proteger cada cidadão e sim proteger a sociedade como um todo. A proteção de cada cidadão, seja preventivamente , seja reativamente, pertence ao cidadão e a ninguém mais. Você mora numa casa? Ela tem muro? Tem vigilância particular? Tem cerca elétrica? Mora num apartamento? Tem portaria? Interfone? Câmera de vigilância? Sua porta tem tranca? Você tranca ela quando chega em casa? Seu carro fica trancado quando você sai?… Read more »

Mig25
Mig25
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Sou a favor da posse, após rígida avaliação de antecedentes, psicológica, de capacidade de operar. (O que já ocorre, por sinal). Dentro de casa, da sua propriedade. O porte acho que tem que ser realmente bastante restrito e controlado, o país já é violento por si só, liberar porte vai transformar em Bang Bang, briga de trânsito e discussão de futebol vão ser resolvidos na bala.
Esse seu dado sobre porcentagem de homicídios por armas de fogo me parecem muito baixos, mas não tenho os dados e nem fui pesquisar…

Mig25
Mig25
Reply to  Mig25
2 meses atrás

Ah, entendo também que o crime de porte ilegal de armas deveria ter penas mais rígidas…

Bosco
Bosco
Reply to  Mig25
2 meses atrás

O porte eu acho que é passível de discussão tendo em vista as regras sociais atuais mas pra mim a posse para autoproteção é direito fundamental e que portanto, não devia sequer passar pela escrutínio do Estado já que não lhe diz respeito. Devia ser como há 30 anos quando arma era vendida em casa de artigos agropecuários , caça e pesca, etc. Um sujeito qualquer pode sair com uma katana da loja, ou um facão, mas precisa de autorização para comprar um 22. Isso é um absurdo, ainda mais tendo em vista que o campeão de homicídios no país… Read more »

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Eu consigo comprar uma arma legalmente, não tenho dinheiro, mas posso, heheh.

Rafa
Rafa
Reply to  Marcelo Baptista
2 meses atrás

Vc acha que pode. Vc pode pagar e olhar pra ela.
Na hora de emitir a documentação a PF ou o EB vão negar.

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Preciso chegar na primeira parte, ter dinheiro, para poder comprovar a segunda. eheh

Richard Stallman
Richard Stallman
Reply to  sergio 02
2 meses atrás

A autodeterminação dos povos, tem origem na justificação filosófica para a secessão e independência dos povos, não na anexação ou expansão territorial.

sergio 02
sergio 02
Reply to  Richard Stallman
2 meses atrás

Mais e exatamente isso que venezuelana esta propondo a secessão e ezequibo da guiana e a criação de uma nova entidade politicam com nova cultura, e novo território.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  sergio 02
2 meses atrás

Da matéria:

“Os eleitores venezuelanos aprovaram, em referendo nesse domingo (3), a transformação do território de Essequibo em um estado da Venezuela.”

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Olá André. Não. Um plebiscito serve para decidir questões internas. No Brasil, tivemos poucos plebiscitos. Lembro daquele sobre o tipo de governo, quando venceu o presidencialismo. Isso dá a orientação sobre qual direção o país deve tomar. Por exemplo, suponha que o Chile solicite integrar o Mercosul. O governo brasileiro poderia fazer um plebiscito para saber se apoiaria ou não o ingresso. Ou, suponha que a Colômbia resolva instalar uma base militar dos EUA, O governo brasileiro poderia convocar um plebiscito para saber qual direção tomar na polícia externa em torno deste assunto. O governo brasileiro poderia fazer um plebiscito… Read more »

eliton
eliton
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Se tiver “bala na agulha”, você pode tudo.

Jagder
Jagder
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Do ponto de vista de algumas pessoas sim, é o que eles chama de “autodeterminação”.

Bosco
Bosco
Reply to  Jagder
2 meses atrás

Vai ser bom para Essequibo. Eles não precisarão votar já que serão governados por líderes iluminados que só pensam no amor e quem não for a favor de tanto amor merece “el paredon”. Com muito amor e ternura, claro.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Se me permite?
Neste amor, tem também os bombons e buquê de flores……..
Abraços

Bryan
Bryan
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Juridicamente, o plebicito é uma consulta. Ou seja, não tem caráter vinculativo. A tomada de decisão sobre invadir um outro país é do presidente e ou do congresso nacional do respectivo país. É claro que isso depende da legislação, da cultura e da política em si. Em minha opinião, Maduro não tem nada a perder. Ele vai dar um jeito de invadir, porque ele precisa de uma desculpa para se manter no poder, considerando que ano que vem há eleições. Também Maduro ratificou, em tese, que permitirá eleições livres, a fim de obstar os embargos políticos e econômicos oriundos dos… Read more »

Um Simples Brasileiro
Um Simples Brasileiro
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Evidentemente, pelo Direito Internacional não, ou há acordo entre as partes ou reconhecimento/mediação internacional.

André Garcia
André Garcia
2 meses atrás

Ditadura, povo desesperado por emprego e comida, crise econômica, hiperinflação. O que indica o manual de ditadores de terceiro mundo? Crie um inimigo externo que a claque esquece dos problemas.

RDX
RDX
2 meses atrás

Espero que os EUA destruam logo essa ditadura bananense.

paulo
paulo
Reply to  RDX
2 meses atrás

Meus pêsames, acabou o dinheiro do Tio Sam.

Rafael
Rafael
Reply to  paulo
2 meses atrás

São mais de 10 bilhões de barris de petróleo em discussão…cerca de 800 bilhões de dólares na cotação de hoje.
Sem falar em todos os outros recursos naturais.

Jose
Jose
Reply to  paulo
2 meses atrás

É cada uma…

Gustavo
Gustavo
Reply to  RDX
2 meses atrás

Algumas ditaduras foram financiadas pela apoiadas pelo estados unidos, se entrar alguém pior que o maduro for favorável estados unidos ele vai manter, eu não sei essa submissão que alguns Brasileiros tem pelo estados unidos e os filme eróticos que afetaram mente.

Walsh
Walsh
2 meses atrás

Vai Maduro! Viva la revolution! Abaixo o imperialismo! É preciso libertar o povo guianense do capitalismo selvagem e traze-los para a liberdade do novo socialismo bolivarianista!

Pablo
Pablo
2 meses atrás

Bom que esta cavando (mais ainda) a própria cova

Fëanor
Fëanor
2 meses atrás

Como deveria ser:

  1. Pirara é do Brasil;
  2. Tigre é do Suriname;
  3. Essequibo (com o que sobrar) é dividido entre Guiana e Venezuela;
  4. Território marítimo onde localiza-se a exploração petrolífera continua sendo administrado por empresas estrangeiras, sejam elas americanas ou chinesas, mantendo-se o status quo.

Quase todo mundo sai ganhando.

Mercenário
Mercenário
Reply to  Fëanor
2 meses atrás

Se o Brasil começar a normalizar esse tipo de pretensão, daqui a pouco o Paraguai vai querer parte do que o Brasil levou na guerra, os castelhanos vão pedir de volta parte do sul e por aí vai…

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Mercenário
2 meses atrás

Exato, por essa lógica a Bolívia pode contestar o Acre. Se o governo venezuelano fizer essa loucura de invadir a Guiana, o Brasil seria obrigado a responder militarmente junto com os EUA pra barrar qualquer loucura futura como essa de se repetir na América do Sul, se não o fizer abre a porta pra outros conflitos no continente.

Bigliazzi
Bigliazzi
2 meses atrás

E agora, vamos apoia-los? Vamos ser hipócritas e dizer que não podemos interferir em decisões internas de outros países. Vamos ser neutros… Vamos ver qual é nosso real tamanho nessa crise envolvendo Venezuela e Franca. Cheirinho de Galtiere no ar.

Romão
Romão
Reply to  Bigliazzi
2 meses atrás

França ???

Bigliazzi
Bigliazzi
Reply to  Romão
2 meses atrás

Sim, França e Inglaterra comentam mais a ação idiota do Maduro do que o nosso inábil e inútil estadista de plantão na presidência da republica. Os 11 Bilhões de barris de Petróleo na Guiana e os outros 4 Bilhões de barris encontrados em Suriname são estratégicos para Americanos e Europeus. Nosso nanico estadista não percebeu isso. Ficaria muito atento a tudo isso, principalmente as riquezas que estão de nosso lado da fronteira, extremamente bem defendidas por um reforço de 130 almas… tem gente do outro lado do Atlântico muito mais preocupado com as doidices desse “Galtiere remixado”, agora na versão… Read more »

Francisco Vieira
Francisco Vieira
2 meses atrás

-Um exemplo de patriotismo do povo venezuelano: votaram “sim” para morrerem pela pátria, ante o inimigo, no campo de batalha!

Necton
Necton
Reply to  Francisco Vieira
2 meses atrás

talvez eles queiram ficar livre do Maduro

sergio 02
sergio 02
2 meses atrás

Eu vou propor um referendo tb ao povo brasileiro para que o brasil pegue novamente os territórios ganhos durante as guerras em que lutou em sua historia.
bom nos temos direito a :
Uruguai, mais da metade do paraguaí, a guiana, bue-nos aires, entra na conta, uma parte do norte da Itália, falto alguma ?????

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  sergio 02
2 meses atrás

Eu votaria contra.

eliton
eliton
Reply to  sergio 02
2 meses atrás

Província rebelde da Cisplatina que nos aguarde.

paulo
paulo
Reply to  sergio 02
2 meses atrás

Eu acho é que deveria alugar o Brasil para que talvez as pessoas tenham mais condições de igualdade e empregos.

Last edited 2 meses atrás by paulo
Dagor Dagorath
Dagor Dagorath
2 meses atrás

De certa forma, essa crise é resultado da inação brasileira em ser capaz de dissuadir essas aventuras na América do Sul.

Daniel
Daniel
Reply to  Dagor Dagorath
2 meses atrás

O mais irônico é que agora que chegou o momento do micróbio diplomático brilhar, ele se omite. 🤣

Mig25
Mig25
Reply to  Daniel
2 meses atrás

O “micróbio” diplomático tava lá na COP como um dos principais líderes presentes, buscando bilhões de dólares em doações e financiamentos pro Brasil. Diversos países se comprometeram a doar bilhões para os fundos de preservação ambiental. Conseguiu a promessa de US$ 10 bi em investimentos da Arábia. Foi recebido com todas as honras na Alemanha, e e está tentando destravar o acordo Mercosul UE. É claríssimo que essa história de anexação de Essequibo não passa de um grande blefe. Maduro pode ser tudo, mas idiota suicida não me parece ser. Os EUA só estão esperando esse pretexto. A Guiana possui… Read more »

Daniel
Daniel
Reply to  Mig25
2 meses atrás

Sim, o micróbio está fazendo turismo de novo. Corta verbas de áreas sociais, mas não corta das viagens. Para a sorte dele, a Amazônia abre portas.

Também acho que o Maduro está blefando para ganhar tempo para que as sanções não voltem, mas também não levava fé que a Rússia invadiria a Ucrânia. Uma pena que o micróbio está se omitindo . . . Mas claro, ele nunca escondeu de ninguém que apoia ditaduras e terroristas. Seria surpreendente se o fizesse agora.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Dagor Dagorath
2 meses atrás

Dissuasão custa e nossos políticos não parecem depostos em investir nos militares.

Daniel
Daniel
2 meses atrás

Espero que o EB esteja vigilante e preparado para defender as nossas fronteiras. Porque o histórico de alianças e alinhamento político que o atual governo tem não inspira muito confiança . . .

Rafael
Rafael
Reply to  Daniel
2 meses atrás

Se existir conflito a nossa situação é arriscada se a resposta não for firme.
Existe a possibilidade do Brasil ser desmoralizado no cenário internacional, da nossa diplomacia ser ridicularizada e das Forças Armadas entrarem em tensão institucional com o chefe do Poder Executivo, caso exista incursão terrestre ou aérea da Venezuela em nosso território sem contestação (ainda que eles possam afirmar que foi por engano…),e ainda expor as fragilidades estratégicas do Brasil.

Daniel
Daniel
Reply to  Rafael
2 meses atrás

Independente de qual seja a opinião dos brasileiros sobre o atual presidente (e as últimas eleições deixaram bem claro que metade do país não gosta dele), essa é a chance dele brilhar. Mas precisa tornar pública a sua opinião de forma bem clara . . . O Brasil é contra qualquer invasão de um país soberano na América do Sul e defenderemos a Guiana se for preciso. Claro que é um blefe, afinal as forças armadas brasileiras não estão em sua melhor forma, mas vai que cola?

paulo
paulo
Reply to  Daniel
2 meses atrás

Parece que no EB vai ocorrer uma chuva de LTS depois dessa.

Allan Lemos
Allan Lemos
2 meses atrás

A possibilidade de invasāo ao nosso território nem existiria se tivéssemos AA decente. Mas a prioridade do EB é jogar dinheiro no lixo com o Cascavel.

Caças e artilharia ficam só no Planalto e no Sul, o que é um erro de amador.

Da Venezuela a gente dá conta, mas no dia que formos ameaçados por uma potência vamos nos ferrar.

“Soberania da Amazônia” é só discurso mesmo, muito por conta dos errors dos próprios militares.

Talisson
Talisson
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Uma potência faria bloqueio naval.

Last edited 2 meses atrás by Talisson
Daniel
Daniel
Reply to  Talisson
2 meses atrás

E seria atacada por submarinos e mísseis antinavio de longo alcance, se tivéssemos em quantidade suficiente. Mas para variar, a incompetência impera no alto comando das forças armadas.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Talisson
2 meses atrás

Bloquear Cuba é uma coisa, bloquear todas nossas fronteiras é outra história..

FERNANDO
FERNANDO
2 meses atrás

“Uma nação pode, por si só, decidir em um plebiscito interno sobre o destino de outro país?”
Ué, este bando de políticos fazem isso o tempo todo no Brasil!!
E não dá, nada!!
Legislam de causa própria, não importando o meio ambiente, ou o que as pessoas pensam!
Usam de todos os meios para referendar sua opinião, youtube, facebook, instagram, rádio, TV, jornais, etc. Na realidade, eles dominam tudo isso!

Bigliazzi
Bigliazzi
Reply to  FERNANDO
2 meses atrás

Pergunta para os Argentinos… eles tem experiência comprovada no assunto, e pelo que vi vão mexer nesse vespeiro novamente.

Sergio
Sergio
2 meses atrás

Se isso se concretizar, o que ainda prefiro duvidar, depois do teatrinho mambembe de praxe, no conselho de segurança, esse monte de M…. será bombardeado em toda sua infraestrutura até a submissão total. Cairá. Certamente e de roldão todo o tal regime bolivariano. Ele sabe e bem, disso. Por isso não creio que passe do referendo. É para consumo interno. A não ser que algum ator de bem longe, que entenda tudo de caos e nada de estratégia esteja por trás, insuflando o bigodudo. Não é possível.

KKce
KKce
2 meses atrás

Vamos ver se o motorista de ônibus é brabo mesmo.

Rafael
Rafael
2 meses atrás

“Se quieren venir, que vengan…les presentaremos batalla!”
Legal, Maduro…Agora que o povo aprovou isso só falta ter a coragem de ir pra cima que o cara que disse a frase citada teve.
E estar preparado para ser humilhado, como o país desse mesmo cara foi!

João Moita Jr
João Moita Jr
2 meses atrás

Mais uma bomba de tempo plantada mundo afora pelo Reino Unido…

Last edited 2 meses atrás by João Moita Jr
Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  João Moita Jr
2 meses atrás

Verdade, pelo que li, os “acordos” deixavam para um futuro indeterminado a resolução do problema.
Bastou aparecer petróleo, o futuro chegou.
O pior, é que aparentemente há comprovação de favorecimento ($$$) a GB nas arbitragens do século 19.
Ou seja, da motivos jurídicos pro bigode reclamar.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
2 meses atrás

Muito bom.

Carvalho2008
Carvalho2008
2 meses atrás

Pessoal….está tudo bem com vocês? Que discussão mais absurda de auto determinação dos povos eh esta?? Usar um conceito bonito e libertário para instituir um eufemismo de invasão? Recuso-me a discutir isto, tamanho o absurdo…parem de eufemismos… Autodeterminação do povo alemão em anexar Bélgica, Polônia e França??? Autodeterminação do povo Venezuelano em invadir a Guiana? Vocês aprenderam assim?? Estamos reescrevendo a história e os ressignificados do dicionário Aurélio? Parem de imediato! E vergonhoso a tentativa de uso da expressão quando o sentido da autodeterminacao de uma nação significa diretamente à autosubmissão da nação vizinha. Isto eh frustrante e indigno a… Read more »

Bigliazzi
Bigliazzi
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

Essa questão de autodeterminação dos povo não sai da boca de nosso presidente em exercício quando é para apoiar o lado para quem ele torce. Não se iluda, ouviremos isso da boca dessa pessoa daqui a alguns meses… e dirá ainda que o pessoal da Guiana tem que entender que “quando um não quer, dois não brigam”… que nada como “uma cervejinha na mesa e uma boa conversa para que tudo se acerte”… resumindo… um INUTIL funcional em matéria de diplomacia, narrativa e democracia relativista.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Bigliazzi
2 meses atrás

Existe um movimento político há décadas dentro da Guiana que visa solicitar adesão ao commonwealth americano assim como Porto Rico e virar um território dos EUA. Acho que se essa crise que o Maduro está criando poderia levar num futuro, se a escalada aumentar, a maior parte da população a votar a favor dessa proposta caso houvesse um plebiscito. A população da Guiana viraria americana e ganharia proteção imediata da maior potência militar do planeta. Duvido que qualquer partido de esquerda no Brasil aceitaria esse tipo de auto determinação.

Bueno
Bueno
2 meses atrás

“Referendo na Venezuela aprova a tomada de Essequibo”

Last edited 2 meses atrás by Bueno
Comenteiro
Comenteiro
2 meses atrás

Eu li que até mesmo membros da oposição venezuelana gostaram da ideia. Aquele meme político da teoria da ferradura…

Ruas
Ruas
Reply to  Comenteiro
2 meses atrás

Gostaram pois se trata de um assunto centenário que envolve a nação venezuelana e não ideologia política barata. Só brasileiro analfabeto funcional que coloca tudo no bolo ideológico da “direita x esquerda” por cima do Nacionalismo.

E outra, a Venezuela só toma Essequibo através da força mesmo, a oposição sabe disso, não há chance de ganhar esse território pelo diálogo ou canais diplomáticos internacionais.

Last edited 2 meses atrás by Ruas
Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Ruas
2 meses atrás

O mestre Ruas consegue falar sobre colônias da Guiana? Qual sua história é população?

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Ruas
2 meses atrás

E o Acre já foi da Bolivia, que também perdeu acesso ao mar… fora o Uruguai que já foi brasileiro… coisas que aconteceram a mais de um século e já passou da hora de deixar pra trás na história. Tomar Esequibo não deixaria o venezuelano que está passando fome nem um pouco melhor. E não tomam Esequibo a força porque EUA e Reino Unido não deixam.
Aliás o resultado dessa crise ainda vai ser a adesão da Guiana ao Commonwealth Americano como território e o Brasil vai acabar com um Porto Rico na fronteira.

Jagder
Jagder
2 meses atrás

Só falta o nine convidar Guiana e Venezuela para aquela rodada de Brahma bem gelada.

paulo
paulo
Reply to  Jagder
2 meses atrás

Dói né.

RDX
RDX
Reply to  Jagder
2 meses atrás

É uma questão de tempo esse sujeito tecer algum comentário infeliz.

Jose
Jose
Reply to  RDX
2 meses atrás

Vai querer chamar pra uma conversa…tipo “sou da paz “. Não tem conversa com seres como Maduro e Putin. É simples.

João Moita Jr
João Moita Jr
Reply to  Jagder
2 meses atrás

E churrasquinho na lage…😁

JPonte
2 meses atrás

Ao Brasil caberia militarizar significativamente a região e defender a Guyana de invasão venezuelana . Ou o Brasil assume de vez o papel de potência militar regional onde sua vontade seja imposta a todos os demais ou teremos sérios problemas futuros de fronteiras com inúmeros países limítrofes que verão no Brasil um sinal de fraqueza , foi pela ameaça do uso de força que construímos uma nação deste tamanho … aí foi com papo furado ….. não tem auto determinação de povos , tem a determinação do Brasil ou não … se não for a do Brasil será a dos… Read more »

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  JPonte
2 meses atrás

Nunca irão defender a Guiana, mais fácil darem passagem para a invasão. O 9 dedos já tratou de pedir prudência para a Guiana também como se tivessem culpa de alguma coisa sendo que estavam quietos no canto deles. Mesma coisa que fez com a Ucrânia culpando eles de terem sido invadidos. Engraçado que na matéria do Estadão tem militar chorando com medo que os EUA instalem uma base militar na região falando que poderia causar desequilíbrio no continente, mas se o anão diplomático for incapaz de evitar a guerra do cumpanheiro e deixarem a Guiana a própria sorte é exatamente… Read more »

Marcelo De Luca Penha
Marcelo De Luca Penha
2 meses atrás

Falar, até papagaio fala. Quero ver se o projeto de ditador venezuelano tem coragem de invadir miliarmente a Guiana Essequiba. Para o Brasil, já passou da hora de adquirir os meios necessários para proteger suas fronteiras terrestres e marítimas bem como o espaço aéreo.

Camargoer.
Camargoer.
2 meses atrás

Olá Editores. Saiu agora há pouco uma notícia no Estadão sobre o envio de blindados do EB para Roraima. Infelizmente, a notícia é apenas para assinantes. Talvez possa ser replicado aqui trilogia, caso seja relevante.

https://www.estadao.com.br/politica/monica-gugliano/exercito-brasileiro-envia-20-blindados-para-roraima-em-meio-as-tensoes-entre-venezuela-e-guiana/

Heinz
Heinz
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

São Leopards ou M60?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Heinz
2 meses atrás

Não sei. Só para assinantes do Estadão.

Tutu
Tutu
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Olhei aqui, são 20 Lince, tempo estimado para chegarem é um mês.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Tutu
2 meses atrás

Obrigado Tutu.
Se fosse urgente, iriam de Kc390.

Ou o EB avaliou que o risco de problemas na região é baixou ou está sendo abastecido de informação pela Inteligência dos EUA.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Consigo ler, muito fácil de burlar esse bloqueio 😁

ricardo
ricardo
Reply to  Heinz
2 meses atrás

Acredito que sejam Guaranis ou mesmo Cascaveis. Mais leves, menores e provavelmente mais moveis no terreno em questao.

willhorv
willhorv
2 meses atrás

3, 2 ,1 …algo me diz que alguns navios de um certo país…ou de certos países…logo estarão abaixo do Golfo do México….espero que o nine não seja louco o suficiente pra fazer mais as neiras….

Maromba
Maromba
2 meses atrás

No hay comida 🙁 🇻🇪

paulo
paulo
Reply to  Maromba
2 meses atrás

Quem disse? O grupo do zap?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Maromba
2 meses atrás

Qui sy bieba cueca-cuela.

Nativo
Nativo
2 meses atrás

Latinos fazendo latinices.
E difícil a América Latina se tornar um lugar sério com essas palhaçadas.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Nativo
2 meses atrás

Ué… europeus fizem isso desde o ínicio da história deles, Putin está com a operação especial ainda em andamento, deixa o pejorativísmo de lado p/ comentar…

Orivaldo
Orivaldo
2 meses atrás

Já estão descarados igual os norte coreanos. 95 % sei

Heinz
Heinz
2 meses atrás

Maduro querendo ser um Putin da vida, parece que ele não está assistindo o desenrolar dos fatos..

Jose
Jose
Reply to  Heinz
2 meses atrás

Exato. E ainda vai ter apoio daquele ser russo hein. Pra mim os dois teriam que ser extintos desse universo.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Heinz
2 meses atrás

Um Putin sem o arsenal nuclear para garantir a não intervenção americana. O resultado será apenas um…

RDX
RDX
2 meses atrás

Saiu na Imprensa. O EB prepara 20 blindados para enviar ao município de Pacaraima.
Previsão de chegada? Cerca de 1 mês.
E eu ainda tenho de aturar militar dizendo que o EB consegue reforçar Roraima com várias brigadas, imediatamente, em caso de invasão.

Last edited 2 meses atrás by RDX
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  RDX
2 meses atrás

Segundo o colega Tutu, são veículos Lince.

Tutu
Tutu
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Resta saber algumas coisas, será que esses LMV já são para compor os grupos de exploradores do 18° RC Mec?

Se sim, acho que vão acabar recebendo Centauro II com prioridade tbm.

adriano Madureira
adriano Madureira
Reply to  RDX
2 meses atrás

Você ouviu falar da operação Surumu filhão?!

Se em 1993, onde nossos militares não eram lá uma Brastemp, conseguiram juntar em tempo recorde, um contingente significativo, que dirá agora…

https://www.notibras.com/site/historia-secreta-embora-real-da-invasao-militar-de-roraima/

RDX
RDX
Reply to  adriano Madureira
2 meses atrás

“Esse treinamento de transporte logístico foi realizado pelo 9º Grupamento Logístico, de Campo Grande-MS, no ano de 2015, e levou 15 (quinze) dias para chegar na capital roraimense. Se for levado em consideração o volume de meios blindados, mecanizados e motorizados a ser transportado simultaneamente pelas 03 (três) Brigadas para Roraima, é muito provável que as mesmas não estejam em Boa VistaRR em menos de um mês.”

https://bdex.eb.mil.br/jspui/bitstream/123456789/8522/1/MO%206300%20-%20ASAURI.pdf

RPiletti
RPiletti
Reply to  RDX
2 meses atrás

Não havia lido este comentário quando respondi o outro. Em se tratando de meios blindados, teríamos que deslocar ao menos metade da 3ª Div. para o norte. Vai um mês mesmo…

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  adriano Madureira
2 meses atrás

Muito bom, mestre Adriano, tambem postei sobre esta ocorrencia em 2003 no topico anterior.

este assunto pode trazer uma desestabilização na região que não interessa a ninguem na AL….mesmo nosso territorio pode começar a se arriscar….

RPiletti
RPiletti
Reply to  adriano Madureira
2 meses atrás

Adriano, o RDX se refere aos meios blindados, levar os Leopards até Roraima será demorado, todo o 4ºRCB não é algo simples de ser deslocado por mais de 4.500km…

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  RDX
2 meses atrás

Faz muita falta uma malha ferroviária conectando o Norte do país.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Bruno Vinícius
2 meses atrás

É a consequência da resistência que certas organizações e agentes (tanto públicos quanto privados) impõem para qualquer obra de infraestrutura da região somado a falta de comprometimento dos governos que passaram. Coloque nessa fórmula ainda a burocracia para conseguir licenças para qualquer tipo de projeto. Principalmente referente a reservas indígenas, que ocupam 26% de toda região amazônica.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Bruno Vinícius
2 meses atrás

Olá Bruno. Uma grande ferrovia só faz sentido se tiver viabilidade econômica. Senão vira outra Madeira-Mamoré.

Em termos ferroviários, faz mais sentido ampliar a rede de escoamento da safra do centro-oeste para os portos (porque toda aquela soja é para exportação) do que contruir uma ferrovia em Rondốnia.

Na verdade, faz mais sentido construir uma rede de trens de passageiros de alta velocidade ligando São Paulo ao Rio de Janeiro, à Campinas, Belo Horizonte e Curitiba do que construir uma ferrovia em Roraima

RPiletti
RPiletti
Reply to  RDX
2 meses atrás

Prezado, caso for realmente necessário, “a toque de caixa” um contingente equivalente a 1 brigada estaria lá em 3 dias. Mas, se chegarmos neste ponto é porque desandou de vez e a imprensa estaria divulgando CAP de Gripen a todo instante.

adriano Madureira
adriano Madureira
2 meses atrás

É, sempre tem alguém para querer ter uma Malvinas para dizer que é só dele…

Maduro pode estar cavando sua cova !

Eder
Eder
2 meses atrás

Iludido é pior que doido! Itamaraty já sabia, fato este confirmado desde a última reunião com ministro venezuelano. Se assim fizerem, transpor “tropas” pelo terreno brasileiro, não seria de maneira ostensiva.

Heinz
Heinz
2 meses atrás

Vai lá Maduro, invade a Guiana, não vai acontecer nada Hermano, tu sairás vitorioso! Rs

Capa Preta
Capa Preta
2 meses atrás

Ninguém tá vendo que isso tem as digitais do Putin e do Xiji ping pong incentivando aquele idiota e seu regime tosco nesta besteira imagina?! E que isso visa atrair a atenção da Otan para cá que ficaria está atenção fragmentada com as questões da Ucrânia e Taiwan,eles estão fazendo isto agora via Irã e seus cachorros loucos no oriente médio.

Angelo
2 meses atrás

Simples de resolver: Venezuela fez plebiscito para anexar Essequibo.
Agora a Guiana faz um plebiscito para anexar a Venezuela e toma tudo e mais um pouco de volta , check mate . Se fosse assim tão fácil Maduro perderia na jogada que ele mesmo iniciou.

vmax
vmax
2 meses atrás

O venezuelano está tão lascado que acredita que a anexação desse território o irá tirar da miséria.
Não verão um centavo.

Se a Guiana tivesse sequer uma dúzia de F-16, um punhado de AIM-120, e 8.000 militares das suas forças em terra treinados descentemente, com fuzis descentes, sinceramente duvido que o professor Girafales iria tentar a sorte sem medo algum.
Eu diria que essa será uma ótima oportunidade de por na chom esses Sukhoi. Alguém por favor doe alguns MANPADS pra Guiana, pois assim que essas baratas voadoras sobrevoarem o território, duvido que irão estar acima dos 6.000 pés.

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  vmax
2 meses atrás

O pior é que nem precisam da região, a Venezuela tem a maior reserva de petróleo do mundo, a PDVSA já foi uma das maiores empresas na área petrolífera.
Isto é uma bomba de fumaça, tem algo mais acontecendo lá.
Só os serviços de inteligência devem ter uma ideia.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Marcelo Baptista
2 meses atrás

Olá Marcelo. Eu também acho que existem outras coisas envolvidas. Por exemplo, este plebiscito pode ter sido um “esquenta” para as eleições de 2024. Talvez tenha sido usado para avaliar a mobilização dos eleitores governistas, os gargalos de campanha, e outras coisas assim. Talvez tenha sido convocado como uma vacina para uma decisão contrária da Corte antes das eleições, o que poderia impactar na campanha presidencial ano que vem. Talvez tenha sido usado para tomar uma temperatura da conjuntura internacional. Pode até ter sido usado como pressão para a Venezuela tirar alguma vantagem, por exemplo trocado a garantia que não… Read more »

Carvalho2008
Carvalho2008
2 meses atrás

Se o conflito ocorrer, a região inteira irá desestabilizar. Nosso próprio território irá correr risco de invasões numa escalada de interventores, numa sucessão de conflitos satélites, após EUA e OTAN, Rússia ou China lá. Devemos lembrar fortemente da operação SURUMU de 1993 que foi bem lá. Tivemos de deslocar 5 mil combatentes e operação de paraquedismo de mais de 250 homens quando descoberto que na divisa já haviam estacionado mais de 600 americanos e ingleses. Atenção, pois na primeira rodada muitos podem desejar o início do Conflito para assim darem andamento às antigas intenções. De um lado, Maduro quer com… Read more »

JPonte
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

Carvalho nesta época da operação SURUMU havia um outro governo , uma outra perspectiva do papel do Brasil na América do Sul e uma outra chefia nas FFAA ; eram outros tempos , esquece amigo ……

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  JPonte
2 meses atrás

Aquilo poderá ser o perigoso buraco Da fechadura na porta de entrada de interesses internacionais na região….

Eh absurdo co mesmo observado a ocorrência de Surumu, ninguém fala…

Don’t look up…don’t look up….impressionante…..

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

Eu acho que se o conflito ocorrer, acaba em 1 semana.

Carvalho2008
Carvalho2008
2 meses atrás

O Brasil é o único país viável para impedir que tropas estrangeiras enxameie a região. De um lado, a Venezuela não ameaçaria sua amizade e parceria com o Brasil, de outro, seria difícil acreditar que Rússia também queira ameaçar isto, principalmente neste momento . Do contrário, tropas estrangeiras podem chegar lá e isto sim seria um estopim… Se o Brasil tomasse a frente, não seria uma questão se equipamento brasileiro seria inferior ou destruído, mas sim que eles não poderiam sustentar isto. Os Russos os deixariam sozinhos pois não iriam desejar empurrar o Brasil em fazer o mesmo com equipamentos… Read more »

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

Carvalho2008, concordo, devemos evitar chegarem agentes externos.
O governo deve estar tentando, primeiro, diplomacia.
Em paralelo, mandando as viaturas, para observação e vigilância, provavelmente serviço de inteligência também.
Se escalar ai deve alocar mais equipamentos.
E fornecer nossos homens para a Guiana, só se ela pedir oficialmente, senão nós é que seremos tachados de imperialistas e invasores.

L G1e
L G1e
2 meses atrás

** editores** EB envia blindados e munição para Roraima***

ricardo
ricardo
2 meses atrás

Depois da Ucrania podemos ver acoes do Hamas, Hezbollah, Iran, Houthis ou Ansarullah e agora Maduro… nada como criar diversas fontes diversionistas usando fantoches de plantao.

RSmith
RSmith
2 meses atrás

Maduro esta tomando Chá do Santo Daime com o Chapeleiro Maluco e Alice no Pais da Maravilhas enquanto o povo venezuelano esta cada vez mais perto do buraco da arvore Magica! invadir a Guayana vai resolver todos os problemas deles….

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  RSmith
2 meses atrás

Invadir a Guiana poderia levar a decretação do estado de sítio na Venezuela o que possibilitaria ao Maduro anular as eleições presidenciais em 2024. Fora que com o Petro no poder na Colômbia e com o Lula em Brasília, ele talvez sinta que não tenha muita resistência na América do Sul. Como as Forças Armadas da Guiana são praticamente inexistentes, seria possível que uma invasão por paraquedistas e por desembarque anfíbio marítimo não teria muita resistência (e não envolveria o território brasileiro). Acho que nos cálculos do Maduro se ele conquistasse o Esequibo de maneira rápida, os EUA seriam obrigados… Read more »

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
2 meses atrás

Esqueceram de perguntar aos guianenses!! kkkk

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
2 meses atrás

96% kkkkk, TSE está fazendo escola!!!

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
2 meses atrás

Essa empreitada será o fim do governo Maduro,escrevam aí!

José Orlando Vilela Gomes
José Orlando Vilela Gomes
2 meses atrás

Loucuras de ditadores pois, a incompetência, a hipocrisia, a inveja e a insensatez desses canalhas e imbecis, conduzem sua nação à bancarrota, seu povo à escravidão e à miséria.