Fábrica de produção de chips da Samsung

Samsung, SK vão construir 16 novas fábricas e gerar 3 milhões de empregos até 2047

A Coreia do Sul construirá o maior polo de semicondutores do mundo na Província de Gyeonggi até 2047, já que a Samsung Electronics, a SK hynix e outras empresas de chips planejam investir um total de 622 trilhões de wones (US$471 bilhões) para construir 16 novas fábricas, criando mais de 3 milhões de empregos, de acordo com o Ministério do Comércio, Indústria e Energia, na segunda-feira (15/1).

Expandindo o mega polo existente com 19 fábricas de produção e duas fábricas de pesquisa em cidades adjacentes na província, o novo mega polo de chips, abrangendo 2.102 metros quadrados, produzirá 7,7 milhões de wafers por mês a partir de 2030.

O ministério revelou o plano para fortalecer a indústria de chips do país, fornecendo suporte para infraestrutura relevante e fomentando especialistas na área. Enfatizando que todo país com uma indústria de semicondutores sofisticada está ativamente buscando dominância global, o foco está em estabelecer polos de chips público-privados.

Dentro do novo polo, a Samsung Electronics planeja construir seis novas fábricas em um complexo industrial nacional em Yongin, investindo 360 trilhões de wones. Além disso, a empresa planeja estabelecer três fábricas em Pyeongtaek com um investimento de 120 trilhões de wones e três fábricas de pesquisa em um centro de P&D no Distrito de Giheung ao custo de 20 trilhões de wones. Enquanto isso, a SK hynix gastará 122 trilhões de wones para construir quatro fábricas em outro complexo industrial em Yongin.

Neste esforço conjunto do ministério da indústria, do Ministério da Ciência e TIC e dos gigantes privados de chips, o novo polo foi projetado para fornecer um ambiente propício para a produção de chips de memória de ponta, como memória de banda larga (HBM) e semicondutores de sistema medindo 2 nanômetros ou menos.

O ministério da indústria disse que, com o novo polo, o país pretende capturar 10% do mercado global de semicondutores de sistema e aumentar a autossuficiência na cadeia de suprimentos de materiais-chave para 50% até 2030, acima dos atuais 30%.

O ministério disse que garantirá que o novo mega polo seja abastecido com eletricidade e água suficientes para operação e se beneficie de novas isenções fiscais para certas tecnologias-chave de chips. Pangyo, onde as empresas fabless estão concentradas, será o centro de chips de IA de baixo consumo e alto desempenho. Suwon será um campo de testes central para semicondutores compostos, enquanto Pyeongtaek verá um novo centro de P&D de semicondutores abrir no novo campus do Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coreia, a ser concluído até 2029.

“As usinas nucleares do país fornecerão suprimentos de energia estáveis para o novo polo de chips”, disse o presidente Yoon Suk Yeol em uma reunião na Universidade Sungkyunkwan, Campus de Ciências Naturais em Suwon, anunciando os planos do governo. “Já estamos testemunhando empresas de investimento estrangeiro se reunindo para explorar oportunidades de negócios associadas ao emergente polo de chips. Esta tendência representa uma continuação do influxo recorde de investimentos estrangeiros no país no ano passado.”

Em conjunto com o estabelecimento do novo polo, o governo planeja racionalizar a infraestrutura de pesquisa de chips nacional atualmente dispersa entre Suwon, Daejeon e Pohang através de um serviço online chamado MoaFab. Além disso, as autoridades pretendem cultivar talentos locais dedicados à indústria e facilitar a entrada de especialistas estrangeiros no país, ajustando as regulamentações de vistos.

A construção de novas fábricas dentro do mega polo criará 70.000 empregos, bem como 40.000 novas posições em empresas fornecedoras de peças e materiais. Levando em conta os efeitos adicionais de criação de empregos do polo, o ministério disse que o projeto gerará oportunidades de emprego para 3,46 milhões de pessoas.

“Faremos esforços para que as exportações de semicondutores, o principal produto de exportação do país, atinjam $120 bilhões este ano”, disse o Ministro do Comércio, Indústria e Energia, Ahn Duk-geun. “O sucesso do novo mega polo se espalhará para outras partes do país e se tornará o principal polo de chips do mundo.”

Referindo-se aos semicondutores como a “espinha dorsal da economia do país” e reconhecendo seu papel fundamental em tecnologias-chave para as indústrias de IA, digital, comunicação, quântica e bio, o Ministro da Ciência e TIC, Lee Jong-ho, enfatizou que o novo polo “posicionará o país para superar outros na indústria onde a tecnologia de ultra-precisão é crucial.”

FONTE: The Korea Times

Subscribe
Notify of
guest

51 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Paulo Sollo
Paulo Sollo
1 mês atrás

A quantidade de dinheiro que vários países estão investindo nesta área e fenomenal. Em breve muitos alcançarão a auto suficiência na produção de chips diversos e ao que tudo indica o Brasil continuará a ser cliente. Pelo menos a sabotagem da dissolução da Ceitec pelo ex presidente “patriota” foi desfeita e o BNDES investiu 100 milhões na HT Micron para desenvolvimento de uma nova linha de chips de memória. Inclusive uma das pautas na visita à China feita pelo atual governo foi a de estabelecer parcerias para expandir o parque tecnológico brasileiro nesta área que hoje conta com apenas 11… Read more »

Nemo
Nemo
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

Por favor, a CEITEC não tinha equipamento, tecnologia, pessoas, dinheiro, nada. Era uma ficção, bem ao gosto tupiniquim. Essa corrida infelizmente o Brasil já perdeu. Não levem a discussão para ideologia.

JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
Reply to  Nemo
1 mês atrás

Lógico nao pingava dinheiro, custa na ordem de bilhões e era investido o mínimo do minimo

Paulo Sollo
Paulo Sollo
Reply to  Nemo
1 mês atrás

A justificativa foi de que a empresa consumia verbas e não apresentava resultados. Em qualquer país do mundo quando isto ocorre numa empresa que atua numa área tão tremendamente estratégica como esta é corrigir o que há de errado e não extinguir a empresa. Se livrar dos gestores incompetentes e corruptos e colocar gente realmente capaz para estabelecer um plano de desenvolvimento. O Brasil perdeu a corrida porque ela nunca acaba. O Brasil vai largar na última fila e vai ter que passar por todo um processo de aprendizado, e as parcerias na, área que foram estabelecer com a China… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

“O Brasil perdeu a corrida porque ela nunca acaba. O Brasil vai largar na última fila e vai ter que passar por todo um processo de aprendizado, e as parcerias na, área que foram estabelecer com a China visa alavancar isto e reduzir o tempo de aprendizado. A coisa se resume a vontade de realizar, contratar as pessoas certas e investir pesado.” KKKKKK sim cara.. e a Ceitec é quem vai fazer issokkk ja ta errado que é estatal então vai automaticamente perde sempre a corrida pq esse setor é altamente competitivo e tecnológico… o burocrata do estado é mais… Read more »

Underground
Underground
Reply to  Nemo
1 mês atrás

A Ceitec não tem pessoal, equipamento, estrutura, disponibilidade financeira, know how para desenvolver qualquer coisa. Se alguém propor a instalação de algo similar aqui, empaca em alguma legislação ambiental que irá emperrar o início do funcionamento da fabrica por anos.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Nemo
1 mês atrás

Se a ceitec era isso imagina o que é a engeprom ou imbel…mesma coisa.. e não adianta gritar é estratégia que não cola.

Last edited 1 mês atrás by Rodrigo
Elias E. Vargas
Elias E. Vargas
Reply to  Nemo
1 mês atrás

Para CEITEC funcionar precisamos investir muito dinheiro em educação e pesquisa, senão vamos continuar fabricando equipamento para rastreio de gado, praça de pedágios e cartão de crédito.
Talves possa se tentar uma joint-venture com alguma empresa de semicondutores estrangeira disposta a investir no Brasil.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

100 milhões de reais= 20 milhões de dólares= uma mansão na Califórnia
Isso que nós investimos são migalhas

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

uma fábrica decente é de 10bi de dolares para cima

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

CEITEC era uma m… deveríamos trazer a SAMSUNG ou TSMC, SAMSUNG já faz celular e laptop aqui, tem demanda, enquanto a CEITEC é lerda e não tem ajuda do governo, o governo não devia se meter a fabrivar CHIPS só ajudar com dinheiro

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Sim. Afinal a Samsung e a TSMC, já nasceram gigantes certo? Inclusive, por já nascerem gigantes, nunca precisaram de apoio estatal né?

O brasileiro está jogando toda a oportunidade de viver na era da informação no lixo. Preferiram o caminho da ideologia irracional extrema, seja de um lado ou outro. Ou você precisa ser favorável ao estado providenciando até a cueca que você usa ou você precisa ser um liberaloide de plantão. Não pode ter um meio termo.
Isso é completamente deplorável e medíocre.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Felipe M.
1 mês atrás

Não queria ser grosso, mas tu tem que aprender a ler

Henrique
Henrique
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

Pelo menos a sabotagem da dissolução da Ceitec

Ceitec kkkkkkkk
cabide emprego mais inútil que existe no Brasil.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Mesma coisa com engeprom, pior déficit entre os cabides de emprego, imbel outra nulidade em eficiência…se fossem privadas já teria ido para falência, mas como é cabides dos milicos tá tranquilo

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Rodrigo, já foi mais do que debatido que o “déficit” da Emgepron é devido aos pagamentos pela construção da classe Tamandaré, para os quais a empresa foi capitalizada (e teve por conta disso enormes “superávits” em 2018 e 2019). Se a empresa é ineficiente na sua visão, os motivos podem ser outros, mas não esse “déficit”.

Elias E. Vargas
Elias E. Vargas
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

A Sansung planejava montar uma Fábrica em Jaguariuna para fabricação de semicondutores automotivos e para uso em celulares. Com o novo governo eleito a coisa esfriou.

Rick
Rick
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

Quantas estatais criadas? Nenhuma!

Isto é uma PPP com aporte e infraestrutura do governo sem a criação de nenhuma estatal. É assim que se faz!

Wagner
Wagner
Reply to  Rick
1 mês atrás

Basicamente é uma estatal com roupagem de “setor privado”.

Jagder
Jagder
1 mês atrás

Milagre: notícia envolvendo chips/tecnologia que não tem a China envolvida.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 mês atrás

“O ministério revelou o plano para fortalecer a indústria de chips do país, fornecendo suporte para infraestrutura relevante e fomentando especialistas na área. Enfatizando que todo país com uma indústria de semicondutores sofisticada está ativamente buscando dominância global, o foco está em estabelecer polos de chips público-privados.” “Neste esforço conjunto do ministério da indústria, do Ministério da Ciência e TIC e dos gigantes privados de chips, o novo polo foi projetado para fornecer um ambiente propício para a produção de chips de memória de ponta, como memória de banda larga (HBM) e semicondutores de sistema medindo 2 nanômetros ou menos.”… Read more »

Underground
Underground
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Você pode ter seus siricoticos a vontade. A verdade é que o Brasil não reúne condições econômicas nem para ir na esquina. Arranje uma empresa privada séria, uns US$ 100 bi para investimento, dai você pode bravejar alguma coisa. O total de investimento para área de ferrovias no Brasil é da ordem de US$ 15 bi. Somente a cidade de Melbourne na Austrália pretende investir US$ 120 bilhões. Se o Brasil dobrar o investimento em infraestrutura, isso é tão somente o suficiente para manter o que há, insuficiente porém para recuperar os últimos quarenta anos, quanto mais expandir o que… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Underground
1 mês atrás

Engraçado que esse “troco de pinga” de 15b veio, em sua esmagadora maioria, da iniciativa pública, porque pra empresário BR tirar o escorpião do bolso pra investir em algo….

Daniel
Daniel
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

E por que tirariam? Eles pagam uma das maiores cargas tributárias do planeta, o sistema tributário é uma zona, o país tem instabilidade política, tem instabilidade jurídica e uma infraestrutura da época que o Brasil ainda era colônia de Portugal. Tem que ser muito louco para investir nesse país. 😁

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Daniel
1 mês atrás

Sim, deve ser por isso que grandes empresas como Carrefour, LG, Samsung e Mercado Livre passam longe desse país, certo?
Deve ser por isso que esse país jamais seria capaz de criar uma empresa como a Embraer, confere?

Daniel
Daniel
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Bom, você pode perguntar para a Ford, a Sony, a Roche, a Mercedes Benz automóveis e a NIKON o que elas acham sobre isso. Certamente, empresas que dominam o mercado como Mercado Livre, Samsung e Carrefour vão se sentir mais confortáveis. Mas essas são a exceção e não a regra. Interessante você tocar no assunto da EMBRAER . . . Ela apenas se tornou uma empresa lucrativa após deixar de ser estatal. Então a sua afirmação de que empresários brasileiros não tiram o “escorpião do bolso” já foi desmentida por você mesmo. E nem vou tocar no assunto de que… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Underground
1 mês atrás

Culpa de quem…estado gasta mal, investe mal, e sempre falta dinheiro…no Brasil BNDS poderia ajudar sim…temos empresa excelentes, olha weg, mas o governo se compromete e mantém ou faz uma parceria onde ele faz contenção, empurra despesa por ser ano eleitoral etc… nosso governo, todos são vergonhosos.

Jefferson B
Jefferson B
1 mês atrás

Enquanto isso o governo brasileiro vai dar dinheiro para os estudantes do ensino médio irem para o colégio estudar e com isso evitar a evasão escolar kkkkk
Algo que deveria ser Moral, vira algo econômico/financeiro.
Adolescente tem que estudar e acabou porra! Tem que ir dormir às 22:00 e acabou porra!
Rapaz, é vergonhoso a situação do Brasil kkkkk um abismo monumental.
Observação: é culpa de todos, da direita a esquerda, da sociedade inteira, inclusive essa elite nojenta que acha que ser rico é ter bens materiais.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Jefferson B
1 mês atrás

Tb o nível dos professores e escolas do Brasil é uma droga de uma maneira geral…

Rodrigo
Rodrigo
1 mês atrás

Off topic: ministério da defesa do reino unido, colocou brasil como possivel conflito. Em video divulgado pelo ministro da defesa aparece brasil,china, África e asia

Henrique
Henrique
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

zero erro. brasil já deixou claro a posição dele

Talisson
Talisson
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Os patriotas já devem estar comprando a bandeirinha do Reino Unido.

Daniel
Daniel
Reply to  Talisson
1 mês atrás

Está enganado. Patriotas não usam nenhuma outra bandeira que não seja do Brasil. Mas tem gente que é só ver uma corzinha vermelha e escutar algumas bobagens que embarcam na ideia de corpo e alma. 😁

Underground
Underground
1 mês atrás

Os equipamentos que a Ceitec possui foram recebidos por doação dos EUA.
Os investimentos da Ceitec foram basicamente em pessoal.
A Ceitec desenvolveu um único chip, o conhecido chip do boi.
As demandas da Casa da Moeda e dos Correios para desenvolvimento de chips fracassaram.
A proposta de reinvestimento na Ceitec é menor que US$ 20 milhões. Se comparado aos US$ 471 bi da CS, nosso investimento não pagariam nem a milésima parte da areia que vão utilizar na construção de em uma única unidade.

Orivaldo
Orivaldo
1 mês atrás

Rapaz os Coreanos estão com bala na agulha

Paulo Sollo
Paulo Sollo
1 mês atrás

Caro Nemo, a alegação para liquidar a Ceitec foi de que consumia verbas sem entregar resultados. Se havia tal problema o correto era mudar os responsáveis, ou irresponsáveis, que estavam a frente da gestão e não liquidar um centro de pesquisas que atua na mais estratégica área de tecnologia da atualidade. O Brasil não perdeu a corrida porque ela não tem fim, o desenvolvimento tecnológico não tem fim. É basicamente uma questão de interesse em investir. A China está aí demonstrando isto com seu veloz crescimento em diversas áreas. O Brasil está na última fila do grid e terá que… Read more »

Tutu
Tutu
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

Esse 1 bilhão vai sair de onde???

A indústria de chips tem um custo extremamente elevado, sem o investimento necessário essa empresa não tem futuro.

Outro ponto, quem vai usar esses chips?

Qual indústria nacional ainda fabrica PCBs e placas em solo nacional?

Vamos exportar?

Macgaren
Macgaren
1 mês atrás

Depois de ver o que a Coreia do Sul fez nos planos cinematografico e de alta tecnologia onde vivaram referencia mundial, não duvido de mais nada.
Já provaram a extrema competencia em planos de longa data e foco.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Macgaren
1 mês atrás

Eles inventaram a.modularizacao na indústria automotiva, o que revolucionou tudo é acendeu alerta na Toyota.

Carlos Campos
Carlos Campos
1 mês atrás

E tem gente que jura que ninguém consegue fazer o TSMC faz, agora existe essa guerra para ver quem faz mais e melhor, SAMSUNG vs TSMC, bom, mais um golpe no escudo de Silicio, que continua quebrando

Um Simples Brasileiro
Um Simples Brasileiro
1 mês atrás

E eu acredito plenamente, porque tudo que envolve tecnologia, a Coréia do Sul consegue seus objetivos e ainda por cima, é sempre material da mais alta qualidade.

EduardoSP
EduardoSP
1 mês atrás

Se vão criar 3,46 milhões de empregos nos próximos 23 anos é melhor começarem a ter filhos logo.

Henrique
Henrique
Reply to  EduardoSP
1 mês atrás

ou eles podem importar…

fuga de cérebro é patrocinada primariamente pelos países com sistema econômicos fracassados ou que insistem em usar ideias econômicas fracassadas.

ai como depois de formado ele não tem futuro, pq o pais dele ta uma zona, ele pica a mula

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  EduardoSP
1 mês atrás

problema sério esse, lá tem menos criança nascendo que no Japão

Carvalho2008
Carvalho2008
1 mês atrás

Ninguém vai perguntar quem está financiando este investimento de centenas de bilhões de dólares para produção de histórias na Coreia????

Como estão os investimentos em Taiwan?

Daniel
Daniel
1 mês atrás

Era disso que o Brasil precisava . . . Pólos de empresas de alta tecnologia planejando o futuro. Enquanto isso, continuamos investindo em bois e lavoura . . .

O país é e continuará sendo comandando por amadores, infelizmente.

Bigliazzi
Bigliazzi
1 mês atrás

Boa noticia. Oferta maior é sempre bom.

ChinEs
ChinEs
1 mês atrás

Os lideres de Taiwan foram visionários…

Rodrigo frac
Rodrigo frac
1 mês atrás

Que inveja

Andromeda1016
Andromeda1016
1 mês atrás

O Brasil poderia entrar nessa corrida se fizesse a lição de casa: os gringos encontraram no Japão, em Taiwan e na CS locais de confiança para transferir a produção de seus semicondutores, logo investiram e transferiram tecnologia para esses países. Agora parece que alguns países do sudoeste asiático como o Vietnam estão querendo seguir os passos destes países e vão receber investimentos nestas áreas também. Se o Brasil quer mesmo entrar neste mercado o que a impede de fazer o mesmo???? Se tem alguém aqui que leva muito a sério a ideia de fomentar esta indústria no Brasil, primeiro deveria… Read more »

Heli
Heli
1 mês atrás

Melhor plantar soja, café, laranja e também exportar minério de ferro.