Home Blindados Corpo de Fuzileiros Navais recebe novo modelo de Carros-Lagarta Anfíbios

Corpo de Fuzileiros Navais recebe novo modelo de Carros-Lagarta Anfíbios

5568
9
CLAnf rumo ao CTecCFN, onde receberá o padrão CFN

O Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) recebeu os dois primeiros Carros-Lagarta Anfíbios (CLAnf) do padrão Reliability, Availability, Maintainability/Rebuild to Standard (RAM/RS). Os carros, um na configuração Transporte de Pessoal (P) e outro na versão Comando e Controle (C), desembarcaram na madrugada de 31 de maio no Porto de Santos (SP) e seguiram para o Centro Tecnológico do Corpo de Fuzileiros Navais (CTecCFN).

A aquisição foi fruto de um contrato assinado entre a Marinha do Brasil (MB) e a Marinha dos Estados Unidos da América (EUA) para o fornecimento de 23 CLAnf. Após a chegada do lote final, prevista para ocorrer em 2018, a Força de Fuzileiros da Esquadra terá em seu acervo operacional 49 unidades de CLAnf, liderando o quantitativo no Hemisfério Sul, auferindo melhores condições de contribuir para a defesa da Amazônia Azul.

De acordo com o Comandante do Material de Fuzileiros Navais, Contra-Almirante, Fuzileiro Naval (FN), Renato Rangel Ferreira, os veículos do padrão RAM/RS trarão mais confiabilidade, disponibilidade e melhor logística de manutenção, proporcionando ao CFN e à MB um considerável incremento em seu caráter anfíbio.

“O CLAnf padrão RAM/RS supera, em todos os aspectos, as gerações anteriores, possui motor mais potente, nova transmissão e sistema de suspensão atualizado, oferecendo melhor mobilidade, maior velocidade, facilidade de operação e condições de conforto e segurança à tropa embarcada”, avaliou o Almirante.

O êxito alcançado em todo o processo, desde a assinatura do contrato até a chegada ao Brasil, deste primeiro lote, foi obtido, em primeiro lugar, por meio do apoio irrestrito do Almirantado. O profissionalismo e a coordenação entre o Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, a Adidância Naval nos EUA e no Canadá, o Comando do Material de Fuzileiros Navais, a Comissão Naval Brasileira em Washington (EUA) e a Diretoria de Abastecimento da Marinha também foram fundamentais para a concretização deste projeto.

Novos CLAnf desembarcaram na madrugada de 31 de maio, no Porto de Santos (SP)

FONTE: MB

9 COMMENTS

  1. Nossa, quanto trabalho para trazer apenas 2 Clanfs, mas, enfim, é uma ótima compra, parabéns aos fuzileiros, sempre na vanquarda!

  2. E os navios de desembarque para tantos CLANFs, mais Piranhas III, mais Kurasiers, mais EDVPs? E escoltas para esses navios? E apoio aéreo aproximado? Eu creio que o CFN, embora extremamente profissional e bem equipado, está grande demais para o tamanho a que a MB vem sido reduzida, e que todo investimento, hoje, deveria estar focado na Esquadra.

  3. Para os fuzileiros invadirem que país?
    Temos acesso terrestre a todos os países do continente…
    Que país poderia ser alvo de desembarque?
    Falo isso porque se há a ideia de otimizar despesas, por que não focar no que é essencial?
    À marinha, navios e submarinos. Ponto…
    E os fuzileiros poderiam fazer tanto a segurança das instalações quanto auxiliar o exercito, por exemplo, no combate ao tráfico na Amazônia, dando proteção a plataformas de petróleo…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here