Home Operações Especiais Todos erraram

Todos erraram

142
31

Ontem em entrevista ao Jornal Nacional, o comandante do GATE disse que seu Grupo não errou, que o erro foi do seqüestrador.
Mas se o objetivo da operação era preservar a vida das vítimas, a operação foi um grande fracasso.
Os erros foram muitos, dentre eles o do Governo do Estado, que teria proibido o uso de snipers, passando pelo Comandante do Batalhão responsável pelo GATE, que afirmou “Eu colocaria meu filho no lugar da Nayara”, a cobertura irresponsável da Mídia e a incursão desastrada, que não conseguiu impedir que o seqüestrador disparasse três vezes contra as vítimas.

31
Deixe um comentário

avatar
31 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
22 Comment authors
angeloBVRHornetMeirellesRodrigo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ary
Visitante
Ary

Bom, não sou vidente, mas desde o início eu vi que o caso ia terminar em tragédia. Primeiro que notei inúmeros erros por parte da polícia (e olha que não sou especialista na área), depois que esse rapaz parece ter sérios distúrbios mentais. A polícia de SP têm sido muito elogiada…mas pelos próprias autoridades e policias! O povo não confia nela. Quando você fala em [i]sniper[/i] se refere a franco-atiradores/atiradores de elite, correto? Antes que um franco-atirador tivesse atigido fatalmente ou não o rapaz do que a moça que era uma pessoa inocente. Nossas forças policais são medíocres. Há de… Read more »

Matheus Felipe
Visitante
Matheus Felipe

Muito bem colocado seu ponto de vista Mauro, porém ao meu ver você falhou ao usar a igreja como opção de lazer, vejo mais como uma busca espiritual com Deus, mas é claro que tem seus momentos de alegria, ainda mais se for em uma casa Salesiana 😀

Marine
Visitante
Marine

Mauro,

Vc esta absolutamente certo…e triste o que a falta de educacao, cidadania e cultura faz a um povo com tanto potencial…

Sds.

Sergio
Visitante
Sergio

Galante! Parabenz pelo “post”, perfeito seu comentário.

Walderson
Visitante
Walderson

Parabéns,
Mauro e Galante.

Um abraço.

Alte Makarov
Visitante
Alte Makarov

Muro e Galante:

Nem tudo está perdido! Quando sei que existem pessoas que têm esse ponto de vista, mantenho a fé em que as coisas podem melhorar.

edilson
Visitante
edilson

senhores gostaria de chamar a atenção apenas para uma coisa. sempre ouvi falar que o GATE é um dos mais bem treinados grupos de operações especiais. se isto é verdade, não vem ao mérito… sempre ouvi dizer que as operações táticas são planejadas pelos seus executores ou seja os comandantes dos Grupos de ops. esp. ou seja os comandantes os quais levam as autoridades superiores as informações e relatórios devidamente elaborados de forma a mostrar quais opções terão ou não ao seu dispor em caso crítico. a pergunta é porque o governador proibiu o uso dos snipers ?(caso isto seja… Read more »

sniper
Visitante
sniper

É muito fácil criticar depois do fato consumado e tendo só como base o que foi visto pela televisão e pelos comentários dos ditos “especialista em segurança”.
Só quem estava lá e vivenciou o episódio com todas as váriaveis possíveis para enfretar o problema e tendo que decidir numa situação crítica e de strees é quem pode dar verdadeiramente um veredicto se houve erro ou não.

Ozawa
Visitante
Ozawa

Não temos sequer o consolo de que os mesmos erros serão assimilados, analisados, revistos e corrigidos, não. Estaremos todos, lamentavelmente, aguardando a próxima tragédia espetacularizada numa sociedade midiática. A mídia parece querer “espremer a última gota de sangue”, reiterando comentários infundados, cogitando possibilidades infinitas, até a exaustão da atenção do espectador, até a próxima tragédia que lhe traga mais audiência.

Ozawa
Visitante
Ozawa

A opinião abaixo, de um promotor de Justiça, Sr. Marcelo Lessa, talvez traduza a impressão média das pessoas sensatas. Necessária leitura, conquanto extensa: O trágico fim do seqüestro de Santo André (SP) revela não um erro de conduta da polícia paulista no desenrolar da ocorrência, mas um erro de concepção na gestão deste tipo de crise. É que dentro da estratégia utilizada para a gestão da crise – a de tentar preservar a vida do tomador de reféns (do seqüestrador) – a ação foi perfeita, tanto que ele saiu ileso, eis que só foi atingido com balas de borracha, mesmo… Read more »

Ozawa
Visitante
Ozawa

A opinião abaixo, publicada em O GLOBO, da autoria de um promotor de Justiça, Sr. Marcelo Lessa, talvez traduza a impressão média das pessoas sensatas em meio a um amontoado de platitudes proferidas por ditas “autoridades”. Necessária leitura, conquanto extensa: O trágico fim do seqüestro de Santo André (SP) revela não um erro de conduta da polícia paulista no desenrolar da ocorrência, mas um erro de concepção na gestão deste tipo de crise. É que dentro da estratégia utilizada para a gestão da crise – a de tentar preservar a vida do tomador de reféns (do seqüestrador) – a ação… Read more »

Athos
Visitante
Athos

Minha opinião para diminuir a violência ( eu disse diminuir) Fechar os bares as 10 da noite.( tem cidades brasileiras que fizeram isso e o homicidio diminuiu. Proibir carro com som andando pelas ruas. Baile funk só aos sábados a tarde. Maioridade aos 16 anos. Reforma do Código penal com pena de morte para crimes hediondos. A TV parar com esse programas idiotas que mostram miséria, bem como os roteiristas de filmes nacionais escolherem outro tema que não seja violência, favela como os recentes filmes brasileiros. Voltar o ensino dos valores da Pátria , cantar o hino nacional nos eventos… Read more »

konner
Visitante
konner

Eu diría que é uma — ‘SUBVERÇÃO de VALORES’ [ IMORAL ], pautar as ações da outoridade policial nestas circunstâncias à preservação da vida do agressor em detrimento [ conseqüentemente ], da vida dos que estão sendo agredidos.

—PARABÉNS — Sr. Marcelo Lessa.

Parabéns Ozawa, por sua iniciativa.

ricardo
Visitante
ricardo

Rapaz, parece loucademia de polícia, uma refêm morta, a outra não morreu por sorte e o bandido sai sem sofrer um arranhão, seria comico se não fosse trajico!

Thanos
Visitante
Thanos

A polícia teve plena justificativa pra agir quando o sequestrador disparou dois (dois!!!) tiros pela janela, contra curiosos que se encontravam ali…a proibição do uso de snipers foi uma atitude burra e injustificada. A sorte é que mais pessoas não sairam feridas…e perdeu se a grande oprtunidade de acabar com o caso ali mesmo!!!

Ulisses
Visitante
Ulisses

Sou contra a pena de morte por motivos religiosos.Quem quiser me perguntar porque eu terei prazer em responder.

Abraços.

Luiz Marcelo
Visitante
Luiz Marcelo

Ontem fiz duras críticas ao GATE, peço desculpas, pois acredito sim que estes homens tentaram de todas as formas salvar as duas garotas. Temos que nos colocar no lugar destas tropas, mal treinadas, sem equipamentos adequados. Alguém pode imaginar como vive cada um daqueles que realizaram a invasão? Alguém percebeu a reação desesperada do policial quando viu que tudo deu errado? Foi dramático e triste. Sinceramente, deu um aperto no coração. Queria muito e comentei durante toda a semana que a Polícia terminasse aquilo com um tiro e só. Um dia de sequestro é tempo suficiente para um marginal pensar… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Alguns lances seriam cômicos se não tivessem sido trágicos: Devolverem uma refém ao seqüestrador; A refém devolvido ser menor de idade; Levarem 15 segundos para entrar no apartamento depois da explosão das cargas de arrombamento (o que permitiu ao sequestrador disparar 4 vezes contra as reféns); O primeiro policial a adentrar o cativeiro, portar uma espingarda de cano longo; Usarem munição não letal; Levarem, 30 segundos para derrubarem o seqüestrador; Entrarem pela janela 30 segundos depois do “assalto” pela porta; Usarem uma escada para entrar pela janela; A escada ser curta; Deixarem uma das reféns baleada no rosto se evadir… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Ulisses, sou “todo ouvidos” (e olhos) para saber o porque você é contra a pena de morte. Eu e os outros colegas do blog. Um abraço! Luís Marcelo, concordo em grau, gênero e número com seu comentário. Mas alguns dos erros cometidos foram básicos demais, não tendo nada a ver com treinamento especial, ordem do governador, baixo salário. Também nutro o maior respeito e sei da importância das forças policias na manutenção da lei e da ordem no país (apesar de constantes desvios de conduta de alguns de seus membros), mas não podemos ficar indiferentes frente a grosseiras e amadoras… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Correção:
“por que” e não “porque”

Bosco
Visitante
Bosco

Luiz Marcelo,
na sua vontade de poupar a polícia você ataca a classe dos motoboys que não tem nada a ver com o caso, menos ainda que o GATE.
“A linda Eloa não tem nada a ver com isso, pobre menina que foi se envolver com um motoboy”
Pelo seu texto coerente, sei que deve ter se equivocado e se expressado mal.
Um abraço!

AMX
Visitante
AMX

Rapaziada, não li nenhum dos comentários acima, pois já é tarde da noite (e apenas por isso). No entanto, independente dos motivos, creio que pelo menos um deles é o fato de que, infelizmente, a imprensa se tornou tão poderosa no nosso país que fez até mesmo a PMSP se “acuar”. Não digo por maldade. Mas, concordo com o cmte. do GATE qdo. ele disse pros messias…. qué dizê, pros jornalistas, algo como “os senhores estariam aqui me criticando se eu tivesse atirado nele e perguntando ‘mas por quê não houve negociação, por que não tentaram negociar, conversar?'”. E, creio… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Na realidade, tudo se resume apenas em uma operação desastrosa e mal sucedida, onde as vítimas foram alvejadas e o meliante saiu ileso.
Isto acontece todos os dias no mundo inteiro.
A única coisa realmente dantesca e indesculpável, e sem paralelo na história das operações policiais mundo afora, é a permissão do retorno de uma refém recém libertada (menor de idade, diga-se de passagem!) ao cativeiro e que, no final, foi baleada pelo sequestrador. Isto sim foi o cúmulo do absurdo.
Uma abraço a todos!

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Eu também sou contra a pena de morte por motivos religiosos (inquisição, fogueiras???), acho que só deve ser aplicadas a crimes hediondos.

Meirelles
Visitante
Meirelles

Foi simplesmente INACREDITÁVEL essa ação da polícia. Qualquer brasileiro decente sente-se envergonhado com a “melhor” policia do mais rico estado do país. Tá certo que não foram só culpa deles,mas com certeza faltou comando,táticas e estratégias(se é que eles sabem o que é isso).Talvez tentaram fazer bonito para as câmeras,salvar as duas reféns e prender o sequestrador sem disparar um único tiro,mas,deu no que deu,e serviu para desqualificar ainda mais a polícia e mostrar que no Brasil malandro safado leva vantagem e dificilmente será ‘apagado’ diante da midia.Sem contar aquela desculpa extremamente esfarrapada dos policiais,um tiro antes da invasão… dificil… Read more »

Hornet
Visitante
Hornet

Amigo Mauro, citação de Orwell no post da outra matéria, agora referência a Cervantes neste post…vc não tá fraco, não hein?!!!rs. Mas é bem isso que vc disse, o dia em que a maioria da população trocar a TV (e tudo o que deriva desta “caixinha SEM surpresas”, pois previsivelmente irritante) por um bom livro (notar o detalhe do BOM LIVRO, pois se for pra trocar a TV por porcaria travestida de literatura, fica na TV mesmo), 99% dos problemas brasileiros estarão resolvidos. Hoje em dia não sei quantos milhões de brasileiros têm em seus lares, pelo menos, um aparelho… Read more »

BVR
Visitante
BVR

Tô pasmo até agora com o acontecido.
Tudo tem que ser revisto. Absolutamente tudo.
Sds aos amigos do blog.

Hornet
Visitante
Hornet

Só pra descontrair um pouco…Já que “todos erraram”, seria o caso então de cantarmos aquela velha canção… A gente não sabemos Escolher presidente A gente não sabemos Tomar conta da gente A gente não sabemos Nem escovar os dente Tem gringo pensando Que nóis é indigente… Inútil! A gente somos inútil! A gente faz carro E não sabe guiar A gente faz trilho E não tem trem prá botar A gente faz filho E não consegue criar A gente pede grana E não consegue pagar… Inútil! A gente somos inútil! Inútil! A gente somos inútil! Inútil! A gente somos inútil!… Read more »

Hornet
Visitante
Hornet

O problema de quando “todos erram” é que “ninguém erra” e, logo, ninguém é punido e tudo fica como “dantes no país de abrantes”…estão vamos lá: Inútil, a gente somos inútil…rs.rs.rs. Apesar da brincadeira e do humor (sarcástico do Ultraje), não concordo com isso, não. Temos que aprender com nossos erros e para isso precisamos localizá-los e identificar os responsáveis por esses erros, sejam eles quem forem…não pra fazer “caça às bruxas” (quero crer que já passamos desta fase), mas para a sociedade ter uma resposta sobre a maneira que o seu rico dinheirinho está sendo empregado na segurança pública,… Read more »

angelo
Visitante
angelo

Os fatos ocorridos em Santo André, nada mais são que o resultado do pensamento dominante dos “iluminados” que nos governam atualmente. Sou policial a 23 anos. Quando entrei para a polícia, era o final do regime linha dura. Aí passamos a outra ideologia, quando houve um assombrozo aumento nos direitos e garantias individuais. Nada que eu seja contra, mas acho que exageramos quando vamos para uma ocorrência objetivando preservar a vida do meliante, em detrimento das vítimas. Estamos como policiais, extremamente preocupados em não algemar, não expor os presos as lentes da cameras da imprensa, não divulgar nomes, não usar… Read more »

Luiz Marcelo
Visitante
Luiz Marcelo

Desculpe os comentários sobre motoboy. Realmente sem sentido no texto. Acredito ainda que o principal culpado é a Mídia e o Governo do Estado mais rico da Nação. Eu lembro de um acontecimento ocorrido aqui no Paraná anos atrás. Acredito que o Grupo Tigre, não tenho certeza, na solução de caso de sequestro em uma casa. Eles construíram uma casa similar a do cativeiro e treinaram varias alternativas de invasão. O resultado foi um sucesso. Acredito que o treinamento do GATE seja igual aos da Polícia do Paraná. Deveriam ter colocado em prática tal treinamento e deixado bem longe a… Read more »