sábado, setembro 25, 2021

Saab RBS 70NG

Curso de Piloto de Combate na Aviação do Exército – AvEx

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Foto acima: Pátio das aeronaves do CAvEx.

Faltam dez minutos para as sete horas da manhã do sábado 28.06.08. Faz 6°C e uma névoa fina, típica do inverno no Vale do Paraíba, cobre o Vale do Itaim em Taubaté/SP, camuflando o Comando de Aviação do Exército (CAvEx), onde se preparam para partir as últimas 7 aeronaves (05 HA-1 Esquilo/Fennec e 02 HM-3 Cougar) de um total de 16, que participarão da conclusão do Curso de Piloto de Combate da Aviação do Exército (AvEx).

No interior do hangar do 2° BAvEx (Batalhão de Aviação do Exército) começam a se reunir oficiais-alunos, instrutores e os sargentos especialistas e mecânicos de vôo, para iniciar os preparativos das aeronaves e o  plano de vôo até o campo de instrução de Saicã, onde se localiza o 4° RCC (Regimento de Carros de Combate), em Rosário do Sul/RS, onde serão realizadas as últimas 150 horas do Curso de Piloto de Combate (CPC).

O CPC tem a duração de três semanas e fora escolhido o Teatro de Operações do Comando Militar do Sul (CMS), por esta região possuir uma instabilidade meteorológica bastante peculiar em relação as demais regiões do País.  Lembrando que no CPC participam alunos provenientes de todos os BAvEx’s, inclusive do 4° BAvEx, localizado em Manaus/AM e da Aviação Naval.

O CPC é um curso de extensão, destinado a Capitães não aperfeiçoados e a Tenentes de carreira, que já possuam o Curso de Piloto de Aeronaves. O Curso tem por objetivo habilitar à ocupação de cargos e ao desempenho de funções ligadas ao planejamento e à execução de missões de combate na AvEx e ao comando de frações de subunidade aérea.

Neste curso ministrado pelo CIAvEx (Centro de Instrução de Aviação do Exército), o piloto aprenderá as técnicas de progressão de vôo tático, manobras elementares de combate ar-ar,  tiro com armamento da aeronave, vôo tático visual noturno com e sem equipamento de visão noturna (OVN – Óculos de Visão Noturna – NVG).

Toda a instrução de vôo da AvEx está sob a responsabilidade do CIAvEx, e que tem como missão:

  • Ministrar cursos e estágios visando a formação, especialização, extensão e aperfeiçoamento de pessoal, habilitação para ocupação de cargos e o desempenho de cargos ligados à AvEx;
  • Realizar estudos que contribuam para o aperfeiçoamento e criação de novas doutrinas aplicáveis à AvEx;
  • Atualizar pessoal no conhecimento de assuntos técnicos-profissionais relativos à AvEx e
  • Atuar como “Braço Padronizador” do CAvEx, em relação as OM’s (Organizações Militares) da AvEx nos assuntos técnicos, táticos e doutrinários.

A conclusão do CPC foi em 05.07.08, no 3° RCG (Regimento de Cavalaria da Guarda) em Porto Alegre/RS, onde os oficiais-alunos receberam seus brevês do atual comandante do CIAvEx, TC Cav Fabio Bevenutti de CASTRO.

Em 11.07.08 ocorreu nas dependências do CAvEx a cerimônia formal de conclusão do curso.

Nota: Gostaríamos de agradecer aos amigos da EHI (Esquadrilha de Helicópteros de Instrução), pelo convite para registrar a partida das aeronaves no CAvEx e aos demais tripulantes que prestaram todos os esclarecimentos sobre o exercício.
Clicar nas imagens abaixao para ampliar:

CAvEx.

 

- Advertisement -

8 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alfredo_Araujo
Alfredo_Araujo
12 anos atrás

Daqui a pouco chega os Mi-35!!! =]

Sem contar q a FAB esta para encomendar mais 8 C-105 Amazonas!!
Boa noticia esta ultima!!

RL
RL
12 anos atrás

CAracas. Realmente somente em um pais como o Brasil para se ver tantas adversidades. Aparentemente não é somente no cenário civil e social que se vê disparates de grande magnitude. Na noticia anterior, vimos a dispensa de militares por falta de verbas. Já nesta, podemos contemplar o grau de eficiencia e total profissionalismo de nossos rapazes. É de pessoal assim que precisamos, para nos fazer sentir orgulho em sermos brasileiros, mesmo frente a tantas adversidades. PROFISSIONAIS – É o que são de forma pura e legitima. Alfredo. Assim como você, também torço para a chegada dos MI-35. Estive no CTA… Read more »

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Já li uma vez que os MI-35 vão atuar no combate ao narcotráfico nas nossas fronteiras,alguém por gentileza poderia confirmar isso?

Abraços.

konner
konner
12 anos atrás

Olha Ulisses,

nada impede, mas, arazão duvida !!

Nunão
Nunão
12 anos atrás

Belas fotos – a dos panteras na névoa está muito boa. Belo texto!

trackback
12 anos atrás

[…] estágio é parte integrante do Curso de Piloto de Combate da Aviação do Exército Brasileiro, que tem como propósito qualificar os pilotos militares a […]

milton
12 anos atrás

era bom se fosse f-16

trackback
12 anos atrás

[…] Curso de Piloto de Aeronave (CPA), Curso de Piloto de Combate (CPC), Curso Avançado de Aviação (AAv), Curso de Gerência de Manutenção de Aeronaves (GMN), Curso […]

Últimas Notícias

Exército Brasileiro testa variante de engenharia do Guarani

Capacidade deve ser implementada em todas as brigadas mecanizadas Os primeiros testes de campo foram iniciados no Arsenal de Guerra...
- Advertisement -
- Advertisement -