terça-feira, março 9, 2021

Saab RBS 70NG

Depois de Band of Brothers: Generation Kill

Destaques

Saab recebe pedido de Carl-Gustaf M4 e munições da Estônia

A Saab recebeu um pedido de entregas de armas e munições Carl-Gustaf® M4 para as Forças Armadas da Estônia....

Exército Brasileiro lança programa de modernização de veículos blindados EE-9 Cascavel 6×6

De acordo com informações publicadas pelo site InfoDefensa em 7 de março de 2021, o Exército brasileiro lançou um...

FOTOS: Light Armed Helicopter (LAH) da Coreia do Sul

O helicóptero armado leve (LAH) é baseado no Airbus H155B1 (EC155), que é uma versão modernizada do antigo AS365...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Generation Kill

Tem pouco em comum com Band of Brothers, ambientado em volta da Companhia Easy (Echo), do 2º Batalhão do 503º Regimento da 101º Divisão Aerotransportada durante a II Guerra Mundial, baseado no livro de Stephen E. Ambrose.

A II GM é encarada sob um ponto de vista de uma luta do bem contra o mal, contra o expansionismo das potências do eixo. Nós gostamos de acreditar que foi desse modo tão simples, tão claro.

Generation Kill, gira em torno do 2º Pelotão da Companhia B, do 1º Batalhão de Reconhecimento do USMC, na corrida para Bagdá. O filme é baseado no livro de mesmo nome, escrito pelo repórter Evan Wright, que acompanhou o pelotão em sua marcha para o norte.

Muito bem feito, desde que ao assistir a pessoa esteja despida de preconceito e compreenda que são homens em operação, e estar em combate não é bem um passeio no parque.

Entre várias curiosidades está a presença de um Marine brasileiro na unidade: Sargento Leandro “Shady B” Batista, motorista do 5º Humvee.

Band of BrothersHumvee Evan Wright

Marine 503º Regimento


- Advertisement -

58 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
58 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jorge Lee
Jorge Lee
12 anos atrás

Obrigado mais uma vez Marine, concordo contigo em gênero número e grau…

e não é só nos EUA que a classe alta não quer pegar no pesado..
tanto é que na Estratégia de Defesa Nacional publicada ano passado prevê a ampliação do serviço militar obrigatório para abranger também as classes mais abastadas em prol de um princípio mais “republicano”, incluindo-se, ainda, as mulheres…

quem viver verá…

Alfredo_Araujo
Alfredo_Araujo
12 anos atrás

É lançamento?

Jorge Lee
Jorge Lee
12 anos atrás

Passa como mini-série na HBO, para quem tem TV à cabo.

Ainda não vi nas lojas, mas disponínel no Amazon (só em inglês, sorry)

Mas deve vir para o Brasil algum dia…

Rodrigo
Rodrigo
12 anos atrás

Opá!

Vi que tem um brasileiro ali…

Como que se faz para ingressar nos Marines sendo estrangeiro?

Alguém sabe?

Marine
Marine
12 anos atrás

Rodrigo,

Primeiro de tudo a pessoa tem que ser residente legal no pais (possuidor de “Green Card”) e ter bom conhecimento de ingles pois os testes sao todos nesse idioma, ai depois vem o exames fisicos e medicos que tambem requerem a saude perfeita do candidato.

Sendo aceito, logo depois vem as famosas 13 semanas para formar o Marine basico na Parris Island, tbm conhecida como “Ilha Paraiso”…hehehehe

Semper Fidelis!

Marine
Marine
12 anos atrás

JSilva,

Agora danou-se! O pessoal aqui vai achar que Eu sou o “Shady B”…hehe

Mineiro
Mineiro
12 anos atrás

Rodrigo,

Já que vc quer servir em uma unidade estrangeira, porque vc não tenta a legião estrangeira.

Acho que é mais fácil se inscrever.

Cordialmente.

Dalton
Dalton
12 anos atrás

Marine…

Talvez vc possa esclarecer uma duvida. Nao é possivel estar ilegal nos EUA, e apresentar-se para o serviço, recebendo por isso a cidadania americana ?

abraços

Thomas D. Weiss
12 anos atrás

“Nós gostamos de acreditar que foi desse modo tão simples, tão claro.”

Nao entendo esta frase, tao simples, tao claro … Alguma duvida quanto ao caráter do Nazismo ? Duvida quanto aos motivos dos Aliados ?
Talvez haja alguma duvida quanto as intenções dos Aliados no Dia D ?

Quem sabe o revisionismo histórico ira re-escrever a Historia e os Aliados saim desta como vilões.

Marine
Marine
12 anos atrás

Dalton,

Nao. Isso e lenda, conversa pra boi dormir. Quando vc vai ao escritorio do recrutador ele manda toda sua informacao a Imigracao que confere se vc esta aqui legal ou nao.

Sds!

Alfredo_Araujo
Alfredo_Araujo
12 anos atrás

“Dalton em 10 fev, 2009 às 15:12
Marine…

Talvez vc possa esclarecer uma duvida. Nao é possivel estar ilegal nos EUA, e apresentar-se para o serviço, recebendo por isso a cidadania americana ?”

Ja ouvi essa história!!
Só nao sei se é verdade…

Dalton
Dalton
12 anos atrás

Thank You very much ,Marine !!

Marine
Marine
12 anos atrás

Alfredo e Dalton,

You’re welcome!

Mas serio, isso e lenda que acabou sendo promulgada por ai na internet especialmente pelo pessoal que queria dizer que “americano nao se alista mais e que estrangeiros tem que servir aqui agora” e esses papos de que as forcas aqui estao virando forcas mercenarias e tal…

Sao coisas/boatos da “net” que se espalham e acabam virando verdade para alguns…

Sds!

Coralsea
Coralsea
12 anos atrás

Uma pergunta para o amigo Marine (ou Leandro Batista)!

O curso básico só tem em Parris Island/SC?? Não é feito também em San Diego/CA??

Jorge Lee
Jorge Lee
12 anos atrás

Ouvi essa lenda tb. era mais ou menos assim: “O governo americano para reverter um quadro de esvaziamento das FA ‘relaxou’ os padrões de recrutamento, inclusive, oferecendo cidadania para ‘irregulares’, além de aumentar os bônus de reenlistamento.” Lembrando que nas FA norte-americanas o recrutamento não ocorre como no Brasil, os soldados são profissionais que se alistam por livre e espontânea “vontade”. Esse sistema aumenta a capacitação do soldado, mas é mais custoso e restringe apenas uma parcela da população, normalmente, mais pobre a tentar a vida nas FA. Em tempos de guerra o problema só se agrava. O alistado sabe… Read more »

Jorge Lee
Jorge Lee
12 anos atrás

Aliás, tem um documentário, “O recrutador” se não me engano que retrata a dificuldade do recrutamento na sociedade americana durante a guerra.

Marine
Marine
12 anos atrás

Coralsea,

Sim, San Diego tambem forma Marines mas nao e legendario como Parris Island.

Jorge,

Realmente ha dificuldades maiores em recrutamento durante tempos de guerra ao inves de tempos de paz por razoes obvias, o boato comecou penso eu porq

Marine
Marine
12 anos atrás

….desculpem o erro…

…porque os possuidores de green card que sao residentes legais, podem agora requerir a cidadania por causa de seu servico militar em tempo de guerra o que nao e nada mais do justo e o minimo que merecem.

Sds!

Coralsea
Coralsea
12 anos atrás

Jorge Lee

O que eu sei que existe; é que os soldados estrangeiros, mas com a situação regular nos EUA, quando dão entrada nos papéis de pedido de naturalização, o processo anda mais rápido…o que afinal é justo.

Jorge Lee
Jorge Lee
12 anos atrás

Obrigado Marine e Coralsea.

Eu estava comtendo um equívoco nos conceitos.
Green Card e Nacionalidade são coisas diferentes…

mas só para colocar mais intriga. Será que não aumentou no número de “waivers” no recrutamento?

Roger
Roger
12 anos atrás

Estou baixando o primeiro episodio.. 😛
sao apenas 7 episodios a miniserie completa.

obs – nao eh crime o download pra uso domestico de series segundo a HBO.

😛

quem quiser os links – rogerogert@hotmail.com

Marine
Marine
12 anos atrás

Coralsea, O processo anda mais rapido para eles e nao tem que pagar por nenhuma das taxas. Jorge Lee, Os numeros de waivers aumentaram em alguns servicos e em outros nao. Por exemplo no USMC aumentou o numero pelo fato de que as normas para entrada ficaram mais restritas. Por exemplo se um jovem fumou um baseado quando tinha 15 anos e esse foi o unico crime que cometeu por mais bobo que seja ele agora precisa de um waiver e sera contado na tabela final de waivers para o servico. A mesma coisa acontece agora com tatuagens e muitas… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Jorge Lee,

Na minha opiniao esse fato de atrair pessoa de classe media a baixa nao e por razoes de vamos dizer “preconceito social”, basta a classe alta rever o servico militar como digno como faziam ha algumas decadas atras.

O problema e que vivendo no bem bom, essa camada social nao quer pegar pesado, “bear the brunt” dos sacrifcios que a vida militar possui e nao enxergam tambem os valores e a dignidade que poderiam adquirir nesse servico…O tempo em que atores de Hollywood e atletas de Baseball e Football serviam ja era ha muito tempo…

Sds!

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
12 anos atrás

Fala sério Marine, é tu mesmo.

Está tentando esconder o queijo.

Acho, que quem vive ilegalmente nos EUA e se apresenta como voluntário, recebe como resposta um belo tempo de cadeia como consolação, por viver ilegalmente. De sobra, como brinde, é extraditado.

José "Petrovich" da Silva
José "Petrovich" da Silva
12 anos atrás

Dei uma mancada, mas o Jorge Lee já deu a dica: passa aqui no Brasil na HBO.

“Porque todo mundo atira nos mexicanos?”

“Até os mexicanos atiram nos mexicanos”

Essa foi #$@#%#%

José "Petrovich" da Silva
José "Petrovich" da Silva
12 anos atrás

Marine,

Não quero nem saber 😉

Tem bastante brasileiro no USMC. Em 1991 só daqui de Santos tinha um rapaz piloto de AH-1 e uma mina de UH-46.

Infelizmente a besta aqui não anotou direitinho, nem recortou do jornal 🙁 Tinha tambem um cara piloto de AH-64 no U.S.Army.

Acho que o Ostra não lembra disso.

PS: Tambem vi no jornal uma materia em jornal aqui da cidade de um santista com dupla cidadania que estava na Brigada Folgore (Italia).

Felipe Cps
Felipe Cps
12 anos atrás

Caras, essa série é muito legal, pena que acabou, só tá passando capítulo repetido na HBO Plus. O último capítulo acaba com os caras entrando em Bagdá. Mas vai ter 2a temporada. Um comentário: pra quem acha que a infantaria americana é imbatível, mostra bem o que é um campo de batalha, digo, tudo pode acontecer camarada, até com os melhores dos melhores, rsrsrs… Lembrei-me de uma fala da série sobre o tal “Batista”: “Mer.da Batista, fale inglês no rádio, o que você acharia se eu fosse um Fuzileiro Brasileiro e começasse a falar inglês no rádio, p.orra?”, rsrsrsrs Recomendo,… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Ze,

Pois e nao sabia desses casos desses pilotos, mas com certeza estamos representados pelo mundo afora principalmente aqui nos States e na “Legion Etrangere”…hehe

Vassily,

Nao sou Eu nao, juro….

Sds!

Marine
Marine
12 anos atrás

Minha opiniao pessoal e que a serie e razoavel, jamais chegara aos pes de Band of Brothers, Saving Private Ryan, BlackHawk Down e espero aos The Pacific…

Certos aspectos na serie sao um pouco sensacionalizados, mas no de mais e uma visao nova para os civis terem uma pequena ideia de como era servir naquela epoca nesse conflito…

Semper Fi!

Madness
Madness
12 anos atrás

Essa série teve 7 capitulos de 1h cada, é muito boa mesmo. Na verdade, das séries q eu vi foi a melhor de 2008…

Só um detalhe, TODAS as histórias são reais, nenhuma foi inventada. Isso dá pra gente ver o quanto é dificil combater… mesmo sendo soldado de uma das forças dos USA… muitas das vezes os caras tendo q encomendar equipamento com a propria grana…

Marine
Marine
12 anos atrás

Madness,

Encomendar equipamento com a propria grana tem hora que e indispensavel pois o governo simplismente nao consegue acompanhar a velocidade da industria privada com tantas licitacoes e burocracia para adquirir equipamentos.

Sds!

Rodrigo
Rodrigo
12 anos atrás

Marine,

Como são essas 13 semanas de treinamento?

Existe companherismo ou é um ambiente individualista?

Marine
Marine
12 anos atrás

Rodrigo,

Tudo e trabalho de equipe, se alguem faz algo errado todos pagam por isso, voce nao pode nem se referir a si mesmo usando a palvra “Eu”, tem que se referir na terceira pessoa: “Esse recruta…” so pra vc ter uma ideia na enfase em retirar o individualismo da pessoa…

Com relacao a como sao as 13 semanas, levaria muito tempo pra te explicar entao se me responder algo em particular te respondo sem problema ok?

Semper Fi!

Rodrigo
Rodrigo
12 anos atrás

Marine,

Gostaria de saber quanto a rigidez do treinamento. É realmente o que monstram ser…

Aquele negócio de que o pessoal vai desistindo no caminho e tal…

Desde já obrigado pelas informações.

José "Petrovich" da Silva
José "Petrovich" da Silva
12 anos atrás

Uma boa dica para o pessoal é ler os varios livros e relatorios pós Desert Storm e pós OIF no que diz respeito ao sistema logistico e a velocidade nas operacoes.

A velocidade da chegada a Bagda da 1MARDIV e da 3ID levou isso em conta e ao ver os pros e contras decidiu-se aproveitar a oportunidade e cair sobre a cidade, mesmo com a linha de apoio logistico nao podendo a principio acompanhar com eficiencia o ataque.

Marine
Marine
12 anos atrás

Ze, Otimo livro sobre o que vc falou e “The March Up” de Bing West… Rodrigo, O treinamento e considerado o treinamento basico mais duro dos EUA, oficialmente voce nao pode desistir durante as 13 semanas pois vc “pertence” ao governo agora mas ha sempre aqueles que acham jeitos de sair, quer fingindo males fisicos ou mentais e outras coisas. O que realmente faz o treinamento ser mais dificil e a dureza dos famosos DIs (Drill Instructors) e o alto nivel que se espera do recruta desde fisico ate tiro e educativo. Agora essas 13 semanas nao produzem um Rambo… Read more »

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
12 anos atrás

Oh o cara

é sog eu me afastar um pouco e ele é transferido de Boston para Hollywood

Vai ter base agora em Beverlee Hils ?

O Zeh tentaria, mas seria o Jacahead ao inves de Jarhead

A proposito, aquela foto do Humvee com marcação de CPL é pq o Comte do carro é CPL ? Se for é comum ?, pois foi a primeira vez que vi

Ahhh, vc não narra gols do Ameriquinha (RJ) pelo radio do humvee em brasileiro naum neh

🙂

Semper Fi !
MO

Marine
Marine
12 anos atrás

MO,

Obrigado e tambem sinto sua falta aqui (Abracos ao Ostrinha), Nao posso servir em Beverly Hills, acho que haveria assassinatos cometidos em serie la contra os “hippies” de plantao….Rsrsrss (Brincadeira, nao ligue pro FBI agora nao hein…)

A marca de Cpl que vc pergunta e a do show ne? Se for nao sei te dizer porque, deve ser um Standard Operating Procedure do batalhao que so eles pra te dizer. Mas nao acho que seria o fator que vc falou pois identificaria os humvees com patentes mais altas ao inimigo.

Semper Fidelis amigo!!

José "Petrovich" da Silva
José "Petrovich" da Silva
12 anos atrás

Entendi essas marcas como 2º Pel da Cia Bravo.

🙂

Outra coisa que notei a muito tempo atrás e que o Marine poderia mes responder, se puder confirmar ou não, é uma marcação alfanumerica pintada a mão no armamento pessoal.

Creio que seja uma marcaçao individual de cada elemento dentro de sua unidade especifica, para identificar de que é a arma e tambem o proprio elemento em termos de C2. Será? 😉

Marine
Marine
12 anos atrás

JSilva,

Pode ate ser isso que vc falou, sendo cada “stripe” representando 1st, 2nd ou 3rd Platoon. O “B” com certeza deve ser “Bravo Co.” ja o quadrado com uma listra pela OTAN nao me lembro se representa tropas de reconhecimento ja que tropas de infantaria teria um “X” dentro do quadrado.

Com relacao a marcacao alfanumerica e isso mesmo que vc falou por exemplo eu carregava uma M4 com marcacao C20. Quer dizer que era a M4 numero 20 da Companhia “Charlie”…

Semper Fi!

Marine
Marine
12 anos atrás

Ze,

E isso mesmo, uma listra quer dizer tropas de reconhecimento.

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
12 anos atrás

Marine, Aproveitando um pouco mais de sua expertise, me permito abusar um pouco de sua atenção, pergunto: O treinamento básico do U.S. Marines (13 semanas) é igual ao que já pude assistir no filme Born to Kill (Nascidos Para Matar)???????? Já que vc falou que, se um errar, todos pagam o pato, a cena do filme em que aquele recruta gordo leva uma coça com os sabonetes enrolados nas toalhas de banho seria verdadeiro ou apenas cena de cinema??????? O cara era um atirador nato, ao que parece o melhor do pelotão. A cena em que ele pira, no banheiro… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Vassily, Pra te ser sincero o treinamento e pior do que o filme, a gritaria em si e muito pior, a cena no “Tropa de Elite” em que eles chegam gritando e dizendo pedindo pra sair tambem nao chega perto…E uma coisa que ate o dia que Eu cheguei la nunca havia ouvido seres humanos gritando daquele jeito….rsrsrsrs Com relacao a cena da surra tambem acontece mas aquele recruta do filme tambem e ruim de mais, lembre-se que na epoca do filme havia o “draft”, hoje sao todos voluntarios e nao existe cara gordo igual aquele ou que nao consegue… Read more »

José "Petrovich" da Silva
José "Petrovich" da Silva
12 anos atrás

Agora vamos ver o que diz o Ostra and Jacahead Warfighing Manual:

1.13 – A marcação individual no armamento serve para o lider de Esquadra pegar o @#%@#%@ da ##%@#%% que deixou cair a arma e……(fica por conta de cada um).

1.14 – A marcação individual no armamento serve para o lider de Esquadra saber quem foi o @#%@#%@ da ##%@#%% que deixou cair a arma e cortar a mão desse @#%@#%@#5 fora.

Marine
Marine
12 anos atrás

Ze,

Pelo menos o Ostra nao esqueca da bandolera ne?! Rsrsrsrs…porque se nao vai enfiar ela aonde ne?

SF!

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Marine,

é que vc nunca viu minha mãe diante de uma barata…acho que supera a gritaria que vc presenciou…hehehe

abração

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
12 anos atrás

Vassili

o fime Nascido para matar chama-se Full Metal Jacket

Born to Kill estava escrito no capacet do “Joker”, que é o cartas do filme

MO tambem é cultura (hehehehehe)

No Nosso manual o capitulo 1, inciso 4 do versiculo 3, psgina 13.478, dos pontos que o Ze constatou é o ” How a Mother fuckwer should handle an automatic rifle”

hehehe
MO

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
12 anos atrás

Marcelo Ostra,

Valeu pela correção. Como a besta do Vassili aqui só pensou em assistir o filme, nem sequer leu direito o título do filme. Mas eu conheço por Nascidos para Matar.

Vivendo e aprendendo.

abraços.

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
12 anos atrás

Marine, dia 12/02 21:29hs,

Não sei pq, mas derrepente desisti de tentar ingressar no U.S. Marines, não sei pq.

Só de ver aquele sargento instrutor gritando daquele jeito, já dava vontade de mandá-lo ir para a casa do chapéu…………., imagina aumentar aquilo mais ainda. Eu não pulava do 3º andar; pulava do 20º.

Já vi que minha vida militar se resumirá aos Blog do Galante, e tá bom demais, rs,rs,rs.

abraços.

José "Petrovich" da Silva
José "Petrovich" da Silva
12 anos atrás

Vassili, a parte mais divertida de tudo isso é que todos aqueles v$!#@$!$ que entram para aviação do USMC e da USNavy passam pela mãos de um Drill Sargeant dos Marines para receber as boas vindas.

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -