terça-feira, abril 20, 2021

Saab RBS 70NG

Em solenidade, 43 oficiais-generais promovidos são apresentados ao Presidente

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, recebeu a apresentação formal de 43 oficiais-generais recém-promovidos das três Forças Armadas.

O evento, realizado no Palácio do Buriti, em Brasília, teve a presença do Vice-Presidente José Alencar, do Ministro da Defesa, Nelson Jobim, do Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, General-de-Exército Jorge Armando Felix, e dos comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Entre os promovidos, sete dos oficiais-generais são da Marinha, 22 do Exército e 14 da Aeronáutica. Em palavras dirigidas especialmente a eles, o Ministro da Defesa parabenizou pela elevação de patentes.

“O Presidente da República cumprimenta a todos e sabe o rigor das avaliações a que os senhores foram submetidos para chegar à promoção”, disse.

Além disso, o Ministro demonstrou gratidão pelo apoio dos Comandantes na implementação da Estratégia Nacional de Defesa. “Agradeço aos Comandantes das Três Forças, meus amigos e principais interlocutores para inclusão dos assuntos de defesa na agenda nacional”, considerou.

O Ministro acrescentou que, acompanhando o Presidente da República, esteve na LAAD (maior feira de defesa da América Latina, neste ano realizada no Rio de Janeiro) e que ficou bastante satisfeito com o que observou. “Voltei entusiasmado com os avanços tecnológicos das três Forças”, disse.

Veja abaixo os nomes dos Oficiais-Generais apresentados ao Presidente Lula

Marinha

Vice-Almirante Carlos Alfredo Vicente Leitão
Vice-Almirante Indalécio Catilho Villa Alvarez

Contra-Almirante Nélio de Almeida
Contra-Almirante Hélio Mourinho Garcia Junior
Contra-Almirante José Luiz Ribeiro Filho
Contra-Almirante Paulo Martino Zuccaro
Contra-Almirante Sérgio Pereira

Exército

General-de-Exército Rui Monarca da Silveira
General-de-Exército Renato Joaquim Ferrarezi

General-de-Divisão José Ricardo Kümmel
General-de-Divisão Carlos Henrique de Carvalho Primo
General-de-Divisão Carlos Alberto dos Santos Cruz
General-de-Divisão Ilídio Gaspar Filho
General-de-Divisão Sério Westphalen Etchegoyen
General-de-Divisão Antônio Sérgio Geromel
General-de-Divisão João Ricardo Maciel Monteiro Evangelho
General-de-Divisão Mário Matheus de Paula Madureira

General-de-Brigada Paulo César Souza de Miranda
General-de-Brigada Mario Antônio Ramos Antunes
General-de-Brigada Sérgio José Pereira
General-de-Brigada José Caixeta Ribeiro
General-de-Brigada Roberto Severo Ramos
General-de-Brigada Manoel Lopes de Lima Neto
General-de-Brigada Roberto Jungthon
General-de-Brigada José Eustáquio Nogueira Guimarães
General-de-Brigada Carmo Antônio Russo
General-de-Brigada Artur Costa Moura
General-de-Brigada Rodrigo Balloussier Ratton
General-de-Brigada Ubiratan de Salles

Aeronáutica

Tenente-Brigadeiro-do-Ar Aprígio Eduardo de Moura Azevedo
Tenente-Brigadeiro-do-Ar Antônio Gomes Leite Filho

Major-Brigadeiro-Médico José Antonio Monteiro
Major-Brigadeiro-do-Ar Dirceu Tondolo Nôro
Major-Brigadeiro-do-Ar Flávio dos Santos Chaves
Major-Brigadeiro-do-Ar José Roberto Machado e Silva

Brigadeiro-de-Infantaria Nielson Campos de Souza
Brigadeiro-do-Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira
Brigadeiro-do-Ar Oswaldo Machado Carlos de Souza
Brigadeiro-do-Ar Roverson William MIlker Figueiredo
Brigadeiro-do-Ar José Roberto de Mattos
Brigadeiro-do-Ar Jefferson Domingues de Freitas
Brigadeiro-do-Ar Paulo Érico Santos de Oliveira
Brigadeiro-Médico Álvaro Barde Bezerra

Fonte: CECOMSAER 16/04/09

- Advertisement -

6 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
joao terba
joao terba
11 anos atrás

Será que aposentadoria foi proporcional a promoção.
Está matéria já foi discutida neste blog,uns prós e outros contra,eu pessoalmente tenho minha dúvida sobre essas promoção.
um abraço.

Noel
Noel
11 anos atrás

joao terba, não precisa ter dúvidas, as promoções são feitas para preencher as vagas abertas com a ida prá reserva dos oficiais-generais que chagaram no limite da carreira, que é de 4 anos em cada posto do generalato, chegando ao máximo de 12 anos, se o cara não conseguir ser promovido, nesses 4 anos, bota o pijama; e não existe promoção quando vai prá reserva, essa lei foi derrubada a 40 anos + ou -, mas a lenda continua. Só prá concluir, o efetivo das Forças é fixado em Lei, do Soldado ao Almirante, não aumenta só pq alguém quer.… Read more »

joao terba
joao terba
11 anos atrás

Noel,obrigado pela explicação,o que eu não consigo entender porque nós temos mais generais que os EUA e ISRAEL,esses dois países estão em guerra constante,e olha a relação de soldado,eu acho que precisa
mudar a lei.
um abraço.

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Quanto cacique! só falta índio bem treinado, não aprendiz anual de índio, que passa mais tempo limpando a casa do cacique do que treinando para a função, e falta também arco e flecha, tacape e zarabatana um pouco mais moderna, pois vi, numa exposição recente, um “arco”modelo FAL que devia ter uns 30 anos, na mão de um índio “estagiário”…… seria cômico se não fosse verdade!

Marine
Marine
11 anos atrás

Joao Terba,

Nao se preocupe, os EUA tem muito mais generais e lamirantes do que o Brasil. O numero nao e tao exagerado assim nao.

sds!

luiz fernando horta o leary
luiz fernando horta o leary
11 anos atrás

Sou da familia do Genaral Ciro Pais Leme e do Almirante Luiz Fernando Pais Leme, pai e filho, ambos aposentados.
Perdemos o contato ja a alguns anos e gostaria de saber seu endereco e noticias.
Agradeco

Luiz Fernando Horta O Leary

Reportagens Especiais

Engesa EE-T1 Osório

Começo, meio e fim de um bom projeto e um mau negócio Guilherme Poggio poggio@fordefesa.com.br No início da década de 1980, o Brasil...
- Advertisement -
- Advertisement -