sábado, outubro 1, 2022

Saab RBS 70NG

Exército divulga lista de militares feridos que desembarcaram em São Paulo

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Terremoto no Haiti – Complemento

O Comando do Exército informa que, no início da tarde de hoje desembarcaram no aeroporto de Cumbica-SP, dezesseis militares, a seguir nominados, feridos durante o terremoto ocorrido no Haiti:

– Ten Cel ALEXANDRE JOSÉ DOS SANTOS;

– Cap RENAN RODRIGUES DE OLIVEIRA;

– 1º Ten RAFAEL ARAÚJO DE SOUZA;

– 1º Sgt RÔMULO CESAR DE MIRANDA CARVALHO;

– 3º Sgt TARECK SOUZA DE PONTES;

– 3º Sgt GILBERTO EMÍLIO MARAFON;

– 3º Sgt WILLIANS MENDES PEREIRA;

– 3º Sgt CARLOS ALBERTO FONSECA;

– Cb ADRIANO DE BARROS CAVALCANTE;

– Cb EUGENIO PESARESI NETO;

– Cb LAUIS PAULO DAS CHAGAS LIMA;

– Cb CARLOS MICHAEL PIMENTEL DE ALMEIDA;

– Cb ALCIBIADES ORLANDO DOS SANTOS FERREIRA;

– Sd DANIEL COELHO DA SILVA;

– Sd DIOVANI DE SOUZA SILVA THOMAZ; e

– Sd WELINGTON SOARES MAGALHÃES.

Seis militares com ferimentos de menor gravidade permanecem no aquartelamento do BRABATT, um militar continua baixado no Hospital Argentino, em Porto Príncipe, e dois em hospital na República Dominicana.

As buscas aos quatro militares desaparecidos continuam.

Brasília, 15 de janeiro de 2010.

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO

EXÉRCITO BRASILEIRO – BRAÇO FORTE, MÃO AMIGA

FONTE: Exército Brasileiro

Estado geral dos feridos militares que regressaram é bom, diz médico do Exército

Dezesseis militares feridos no terremoto que atingiu o Haiti desembarcaram às 12h36 de hoje na Base Aérea de São Paulo, em Guarulhos. As vítimas foram encaminhadas para o Hospital de Área de São Paulo, no bairro do Cambuci, na capital psulista.

O médico do Exército que atendeu os feridos ainda a bordo da aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) fez uma primeira avaliação dos militares.

“O estado deles, no geral, é bom. Eles passarão por um rastreamento para verificar traumas cranianos e farão exames de sangue e tomografia”, disse o major Carlos Pama “Há vários casos de fraturas e escoriações, mas que já estão sendo atendidos por nossa equipe médica”, complementou o oficial do Exército.

FONTE: CECOMSAER

- Advertisement -

3 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Belisário
Belisário
12 anos atrás

Eu penso q o Brasil deveria parar de suplicar um lugar no CS e trabalhar mais. Verificou-se o nosso total despreparo quando a primeira crise surgiu. Deveríamos, como liderança local, ser mais frios e termos organizado os meios de receber ajuda internacional no haiti, em vez de ficarmos lamentando q os EUA fizeram isto. Em vez de nossos militares ficarem chorando em cima de defuntos deveriam ter agido rápido para não passarem a vergonha q estão passando agora. E agora? Vamos suplicar para ficarmos num comando mentiroso em q não mandamos nada. Melhor voltar pra casa!Nos submetermos, infelizmente, seria um… Read more »

Belisário
Belisário
12 anos atrás

O q é a MINUSTAH, agora, diante de 10.000 soldados norte americanos?

Ivan
Ivan
12 anos atrás

Ainda é a MINUSTAH, e terá ainda a missão de pacificar o Haiti, na ausência de um Estado que se sustente com suas próprias pernas (polícia e forças armadas).

São coisas diferentes o mandato da ONU e a emergência do desastre natural. Estam acontencendo no mesmo infeliz país.

Então o que fazer?

Coodenar esforços entre aqueles países dispostos a ajudar, independente do seu potencial (ou poder de fato) e do quanto quer doar, tendo em mente que agora a prioridade é SALVAR VIDAS.

Abç,
Ivan.

Últimas Notícias

O conflito fronteiriço entre a Quirguistão e Tadjiquistão

Rodolfo Queiroz Laterza Ricardo Cabral INTRODUÇÃO Quirguistão e Tadjiquistão são duas repúblicas oriundas da desintegração da União Soviética em 1991, com sociedades...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -