sábado, outubro 16, 2021

Saab RBS 70NG

Segundo site, mortos no Afeganistão neste ano já passam de 280

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Um soldado britânico morreu numa explosão no sul do Afeganistão, o que eleva para 56 as baixas sofridas pelas tropas do Reno Unido nesse país no correr do ano, anunciou o ministério da Defesa.

Para as tropas britânicas, esta nova baixa eleva para 301 os soldados que morreram no Afeganistão desde o início da intervenção da coalizão liderada peos Estados Unidos no final de 2001.

Segundo um balanço da AFP a partir da página independente icasualties.org, ao menos 285 soldados estrangeiros morreram no Afeganistão nos seis primeiros meses deste ano – entre eles quase dois terços de americanos (179)-, contra 521 durante 2009.

FONTE: AFP

- Advertisement -

7 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
André Oliveira
André Oliveira
11 anos atrás

A OTAN e os EUA nunca vencerão esta Guerra. Podem preparar mais caixões. A única solução para este confltio está numa negociação política que envolva a saída os EUA das fontes energéticas dos países islâmicos…As finanças do Tio Sam estão sendo drenadas para este ralo sem fim…A única alternativa agora é gerar uma guerra total envolvendo o Irã e, com isso, tentar uma conclusão menos negativa para sua economia…Eu duvido que , se isso ocorrer, os EUA venham a ser vencedores..

Tito
Tito
11 anos atrás

Já que isto é uma guerra e normalmente morrem pessoas dos dois lados, quantos inimigos cada um desses 285 mortos levou junto?

Auriverde
Auriverde
11 anos atrás

O Afeganistão é o cemitério de impérios. Foi assim com Alexandre da Macedônia; com a Inglaterra, com a União Soviética e será com os istaduzunidu, por motivos muito simples: eles não tem nada mais a perder; a guerra para eles é um destino e uma distração, pois não tem praia, cinema, teatro, restaurantes, trabalho, escola, empresas, nada; e eles estão, sempre estiveram e sempre estarão lá.

M.M.Kaye, grande novelista britânica nascida e criada no Índia inglesa, que englobava a atual Índia, Paquistão e Bangladesh, assim descreveu os afegãos:
“eles são inconquistáveis, indomáveis e ingovernáveis…são os filhos de Caim”…

OTAVIO
OTAVIO
11 anos atrás

No Afeganistão tem duas simples soluções :
1) Saída de todas as forças armadas extrangeiras que atuam no país.
2) Acabar com todo o Afeganistão,fazendo de lá um local desabitado.

Porém os resultados serão :
1) Deixar a população se explodir,envolvendo em um conflito que vem desde de o ínicio da sociedada.
2) Teria alto custo,mas o resultado seria satisfatorio.

Isto é a minha opinião,o Oriente Médio não tem ”conserto”,melhor não perder tempo,apenas comprem o petroleo e com o lucro vende bastante RPC,AT-4,FAL,AK-74…..e relaxa!

Sedento por sangue
Sedento por sangue
11 anos atrás

Engraçado, toda vez que o blog posta alguma coisa relacionada a guerra do oriente medio quase sempre tem alguem que lembra do Alexandre o Grande rsrs. Mas o que essa galera não sebe eh q a Persia(atual Irã ) foi a primeira civilização q Alexandre conquistou visto q seu império se estendeu ate a India.

Andre_Oliveira
Andre_Oliveira
11 anos atrás

A Pérsia foi a primeira civilização conquistada por Alexandre da Macedonia porque naquela época ainda não tinham aviões para irem direto ao vale do Indu Kush..Foi o caminho lógico e ninguém disse que ele conquistou primeiro aquelas regiões. Aliás ele não conquistou, pois foi próximo a essa região que seus exércitos decidiram parar de lutar..

p2njr
p2njr
11 anos atrás

Heee, que falta faz alguns Super Tucanos, com certeza o Nº de baixas seriam bem menor, toma Tio Sam e compania…

Últimas Notícias

ESPECIAL: Apresentação das capacidades do Exército Francês

Por Jean François Auran* Colaborador especial do Forças Terrestres/Forças de Defesa Parece às autoridades militares francesas que o mundo está se...
- Advertisement -
- Advertisement -