Home Tráfico de Armas Cartel mexicano se articula com gangues centro-americanas

Cartel mexicano se articula com gangues centro-americanas

262
0

1. Foi revelado um pacto entre os líderes das “maras” (gangues da América Central), e “Los Zetas”, o brutal cartel paramilitar dos narcotraficantes mexicanos, que também vem tomando o controle de grandes áreas rurais do norte da Guatemala, em sua tentativa de dominar as rotas do tráfico de drogas entre a América do Sul e os Estados Unidos. Nos últimos meses começaram a aparecer os primeiros sinais de que os “Los Zetas” estão fornecendo treinamento e equipamento militar para as “maras”.
2. “Los Zetas” – um cartel formado há mais de uma década por desertores das forças especiais do exército do México – já havia unido suas forças com os barões locais da droga nas áreas rurais da Guatemala, e tem recrutado desertores das forças especiais do exército da Guatemala para realizar operações em ambos os países, segundo revelaram autoridades dos dois governos.

3. Uma parceria formal e duradoura com as “maras” proporcionaria aos “Los Zetas” uma fonte de milhares de novos soldados, o que estenderia o alcance do cartel a cidades como a capital da Guatemala e, potencialmente, a outros países da América Central, onde as “maras” controlam as favelas urbanas. Integrantes de “Los Zetas” falaram sobre o recrutamento de 5.000 homens.  Segundo as autoridades, há campos de treinamento do “Los Zetas” nos estados mexicanos de Vera cruz, Sonora, Chiapas e San Luis Potosi.

4. Por isso os membros das “maras” começaram a utilizar fuzis AR-15, M-16 e AK-47, bem como granadas militares de fragmentação. As “maras” também começaram a cortar um dedo de suas vítimas de sequestro para pressionar seus familiares a pagar o resgate, uma técnica já observada no México. Como resultado desta aliança com o “Los Zetas”, a Mara Salvatrucha tem mais capacidade de organização, estratégia e de manobra.

5. Agora, o objetivo final de “Los Zetas”, de acordo com analistas, autoridades guatemaltecas e funcionários internacionais, é integrar as chamadas “maras” a sua própria rede e se tornar o grupo mais poderoso da Guatemala, sejam criminosos ou legítimos. “Los Zetas” são uma organização paramilitar que quer controlar todas as atividades da Guatemala: as legítimas, as ilegítimas e as criminais, disse Antonio Mazzitelli, chefe regional do Escritório das Nações Unidas para as Drogas e o Crime Organizado.

FONTE: La Nacion, 09.04.12

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments