Home Noticiário Internacional Dinamarca compra 309 veículos blindados Piranha V

Dinamarca compra 309 veículos blindados Piranha V

13880
70

Piranha V

O Ministério da Defesa e o Comando de Defesa concordaram em adquirir 309 novos veículos blindados para as Forças Armadas. No início deste ano, foi decidido que os novos blindados devem ser o Piranha 5.

“Estou muito satisfeito pelo fato de as partes no acordo têm apoiado a minha opção de adquirir 309 novos veículos blindados por um preço total de 4,5 bilhões de coroas (€ 603 milhões). Este é historicamente um grande investimento em equipamentos modernos para o nosso exército, e uma expressão concreta de que colocamos em ação nossas palavras, quando falamos sobre a necessidade de uma defesa moderna e eficaz”, disse o ministro da Defesa, Peter Christensen.

Antes da decisão sobre a aquisição, o Ministério da Agência de Material e Compras da Defesa, em colaboração com o Comando de Defesa, realizou um processo de seleção exaustiva que levou à uma recomendação para o tipo e o número de veículos blindados necessários pelo Comando de Defesa . A compra é financiada no âmbito do orçamento de defesa.

“É importante nós investirmos no Exército. O Piranha V é mais protegido do que os veículos blindados envelhecidos que o exército tem hoje. Com a compra estamos preparando o exército para melhor desempenhar as suas funções no futuro”, diz Peter Christensen.

Piranha V - 2

FONTE: Denmark Ministry of Defence

70
Deixe um comentário

avatar
69 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
27 Comment authors
rui mendesmendesMarcosColombelliCarlos CamposOganza Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Celso
Visitante
Celso

Enquanto isso num pais na linha do equador vao caminhando a passos de cascavel a tal da repotencializacao q nunca termina, a meia boca da tbm idem repo dos M113 e para contar nos dedos as entregas ufanistas do Guarani e seus sistemas e armas q tbm nao chega a assustar. ufa…..Sds

João Augusto
Visitante
João Augusto

Que comece o 8×8 VS 6×6. haueheauhaeuhaeu

Iväny Junior
Visitante

Muito interessante. Dá pra ter uma noção de preço em relação ao Boxer. O modelo MOWAG é maior e mais pesado, usa um motor MTU menos potente que o do Boxer (quase 200 hp a menos), porém, é um bom blindado. A diferença de preço é absurda: o contrato da Lituânia é de 400 milhões de euros por 88 Boxer (4,54 milhões a unidade) e na Dinamarca são 600 milhões de euros por 309 Piranha V (1,94 milhão de euro a unidade). Mais que o dobro. Outra coisa interessante sobre estas compras é que em tese, a Dinamarca tem mais… Read more »

Iväny Junior
Visitante

Correção, são 1,95 milhão de euro por unidade do Piranha V.

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

Ivany…
Não sei se a Mowag é da General Dynamics… ou se a empresa americana faz parte de uma join venture com a Mowag… Mas o fato é que quem vendeu esses blindados a Dinamarca, foram os americanos da General Dynamics.

Iväny Junior
Visitante

Alfredo

A MOWAG foi incorporada pela General Dynamics em 2004. Interessante é que eles tenham conseguido baixar o preço do Piranha, que ficou mais barato que um Stryker apesar de ser mais pesado e mais potente.
Aliás, a GD tá nebulosa nesse mercado: vende e mantêm Stryker pros EUA e Piranha V pro resto do mundo?

Jorge
Visitante
Jorge

Isso sim é blindado de transporte de tropas, não aquela coisa alta e desengoçada que é o guarani.

groosp
Visitante

Ninguém quer o Stryker.

dieter91360
Visitante
dieter91360

Mais de 300 para um pais do tamanho da Dinamarca!!!
E o gigantesco Brasil??? Sequer comprou 30???

Jr
Visitante
Jr

Eu particularmente achei um erro do exército ter optado pelo guarani, se a Iveco foi a única que aceitou fazer uma parceria com o EB, este deveria ter escolhido o Iveco Super AV 8×8 adaptado as necessidades do EB. Tenho certeza que o Super AV ficaria muito mais em conta financeiramente, até porque o Guarani partiu praticamente do zero( é um carro novo que usa algumas coisas do super av) e entraria em operação no EB de forma mais rapida, pois fazer adaptações seria muito mais fácil do que construir um carro praticamente novo, mas enfim agora Inês é morta

Delfim
Visitante
Delfim

Eu queria o Guarani… pras polícias do RJ.

Infelizmente com a quantidade de fuzis nas mãos dos bandidos, um VBTP tem seu lugar aqui.

João Augusto
Visitante
João Augusto

Jorge, o Guarani é mais baixo que o Piranha… talvez a impressão seja por conta do comprimento…

Renato de Mello Machado
Visitante
Renato de Mello Machado

É aquele negócio,tirando nós quê comentamos,e os militares, quê tem de aturar, a tesoura,pois tenho certeza, quê se dependesse deles, os materiais quê eles queriam não são esses;M113 reformado e o Guarani,É o quê tem para hoje .O resto do povo é alienado nem liga,tá nem aí.Qualquer coisa melhor quê temos ,é botar anel de ouro em focinho de porco.

groosp
Visitante

Existe alguma vantagem de um blindado sobre rodas sobre um blindado sobre lagartas além da velocidade em estradas?

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

http://www.forte.jor.br/2009/08/03/bae-system-sep-8×8-thor/
“Bosco 3 de agosto de 2009 at 9:00
Característica stealth, blindagem modular que pode incluir ‘reativa e ativa’, resistência a minas e IEDs, possibilidade de agregar uma série de sistemas de armas modulares incluído as montadas externamente e de controle remoto, motorização híbrida Diesel/elétrica, sensores multiespectrais proporcionando uma visão sintética aos tripulantes em 360º, conexão à rede, proteção NQB, climatização, aerotranportabilidade, condutor e comandante em cabine com assentos dispostos lado a lado, etc.
Esses são alguns dos requisitos essenciais para os veículos de combate do Século XXI.
Esse Thor tem todos.
Um abraço.”

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Caro Iväny Junior 14 de dezembro de 2015 at 19:09,
Stryker ? Leia Amigo.

https://en.wikipedia.org/wiki/B1_Centauro
G Abraço

Nonato
Visitante
Nonato

Piranha? Nome brasileiro. Espanhol não é porque eles não usam palavras com NH…
Qual a utilidade desses veículos? Só transportar tropas? Servem para combate?

Iväny Junior
Visitante

Carlos Alberto

O Thor parecia ser bom mas é de outra categoria (menos de 15 ton), a Suécia terminou fazendo uma parceria com a Finlândia e terminando o Patria AMV (https://en.wikipedia.org/wiki/Patria_AMV), que foi vendido como Havoc AMV pela Lockheed Martin aos Marines! (Eu bem desconfiei que o Stryker seria insuficiente pra eles…), outra dica fornecida pelo Centauro, interessante blindado também.
Quanto ao Piranha não tem muita informação sobre ele no datasheet da GD, mas que ele é compatível com várias armas controladas remotamente. Essa na foto parece ser um 30mm.

Saudações.

Iväny Junior
Visitante

SEP programme cancellation

In February 2008, the Swedish Armed Forces announced the cancellation of the SEP programme. The reasons stated were a ‘lack of an international collaborative partner’ which did not allow the armed forces to continue the project alone. Contracts will therefore not be placed for the next stage of SEP development. BAE Systems is completing the build of four pre-production vehicles (two tracked, two wheeled).

http://www.army-technology.com/projects/sep/

Mauricio R.
Visitante

“…que foi vendido como Havoc AMV pela Lockheed Martin aos Marines!”

Os veículos que disputam a encomenda ACV dos Marines, são o Super AV e um veículo de Cingapura.

Mauricio R.
Visitante

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

RWS made in Lituânia:

(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2015/12/valhalla-remote-controlled-weapon.html)

Mauricio R.
Visitante

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

O down select do ACV: BAe X SAIC!!!

(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2015/11/bae-wins-acv-downselect.html)

Seguido do protesto da GD:

(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2015/12/general-dynamics-protests-acv-award.html)

Sorry LM, não foi desta vez. E aliás já chega o F-35.

Iväny Junior
Visitante

Mauricio R. É verdade. Li as primeiras linhas da publicação wiki (referenciada). Em junho de 2015 a Lockheed e a Patria (finlandesa) desfizeram a sociedade no projeto e o AMV Havoc morreu junto (e o favoritismo da Lockheed também). “The Amphibious Combat Vehicle (ACV) is a program initiated by Marine Corps Systems Command to procure an amphibious assault vehicle for the United States Marine Corps to replace the Assault Amphibious Vehicle. The program replaces the Expeditionary Fighting Vehicle program canceled in 2011. There are four contenders for the ACV program: » BAE Systems/Iveco with the SuperAV. » General Dynamics with… Read more »

gengisduEduardo Pereira
Visitante

A grama do vizinho,o carro e tudo mais é sempre melhor né?! O Guarani foi ,e continua sendo, projetado segundo o interesse e diretrizes do EB, e com a modernização do M113 o pessoal do EB está adquirindo experiência e qualificação.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

“gengisduEduardo Pereira 15 de dezembro de 2015 at 7:55”
Creio que o Senhor não entendeu o debate entre os Foristas. Ademas o tópico não é sobre 6 x 6 Guarani.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

“Iväny Junior 15 de dezembro de 2015 at 3:17”
Valeu, vi uma demostração ao vivo e em cores do Centauro na Epaña, lógico que não artilhado! Impressionante, creia-me !
Mas não tenho expertise se ele concorre como veículo de tropa, ao que sei ele é um anti-tanque etc …..
G Abraço Amigo, valeu por vossos comentários e dos demais colegas.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares
carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares
Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Carlos Alberto,

O Centauro é veículo de reconhecimento e caça-tanques.

A partir do seu chassi, a Iveco desenvolveu o Freccia, esse sim um IFV para a infantaria.

Já o SuperAV é um desenvolvimento posterior, um APC, da mesma “geração” do Guarani, mais alto, para protegê-lo de IEDs, e anfíbio.

Nonato, piranha também se chama piranha em inglês. Não “inglesaram” o nome do peixe.

gengisduEduardo Pereira
Visitante

carlos alberto soares 15 de dezembro de 2015 at 9:02
Entendi sim o debate, mas me referi,com meu comentário, aos que desprezam o Guarani em detrimento de outros meios o desmerecendo e desmerecendo o belo trabalho que está sendo feito no M113,sendo direto me dirigi ao Celso e ao JR com seus respectivos comentários.

Vader
Membro
Trusted Member

groosp 14 de dezembro de 2015 at 23:43

“Existe alguma vantagem de um blindado sobre rodas sobre um blindado sobre lagartas além da velocidade em estradas?”

Custos (manutenção mais fácil e barata).

Aliás, a principal vantagem, já que hoje em dia a diferença em termos de velocidade nem é tanta.

Vader
Membro
Trusted Member

Nada não, mas 309 blindados 8X8 pra um paiseco (em extensão territorial e população) como a Dinamarca, que ainda por cima só faz fronteira com um único país e que é aliado de longa data (Alemanha) é coisa pra caramba.

A menos que eles pretendam enviar tais blindados pra Groenlândia…

rui mendesmendes
Visitante
rui mendesmendes

É que guerra é com vcs, já entraram em tantas, o paíseco pelo menos têm mais experiência em guerras que vcs.

Mauricio R.
Visitante

“O Guarani foi ,e continua sendo, projetado segundo o interesse e diretrizes do EB, e…”

O “Guaraní” é a versão tupiniquim do IVECO PUMA 6 X 6, a distribuição dos eixos é igual.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Maurício R. Igual? Distâncias: Guarani: Frente do veículo – 1810mm – Primeiro eixo – 1700mm – Segundo eixo – 2000mm – Terceiro Eixo – 1400mm – Fim do veículo. * Puma Frente do veículo – 918mm – Primeiro eixo – 1450mm – Segundo eixo – 1950mm – Terceiro Eixo – 757mm – Fim do veículo. * A única medida mais parecida é a distância entre o 2° e 3° eixos. Ou a menos que você esteja considerando igual só porque os eixos dianteiros são mais próximos que os traseiros em relação ao eixo do meio. Mas isso é muito pouco… Read more »

Iväny Junior
Visitante

Carlos Alberto

Deve ser compatível com o Reinmenthal L/44 ou 55 (pelo tamanho que aparece o morteiro do video). Aí da pra usar munição OTAN. Pesado mesmo esse blindado da Finlandia.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Rafael Oliveira 15 de dezembro de 2015 at 9:50
Caro Rafael, verdade …. é o Freccia !
Mas a presentação de assisti foi do Centauro, baita máquina !
Caro Iväny Junior
Amigo na sequência vem apresentações do AMOS !
Nesse seguimento só tem “cachorro grande”.
Na minha pesquisa o que mais me impressionou foi a variação de preços:
Vai de entorno de US$ 2 Mi até + de US$ 5 Mi.
Tem para todos gostos ! (rs)

groosp
Visitante

Obrigado Vader.

Bardini
Visitante

carlos alberto soares, O AMOS é a versão de dois “canos” deste sistema de morteiros, e a mais cara. Este, do vídeo que você postou é o sistema NEMO 120, que tem até versão naval, cujo qual acredito que seria extremamente interessante para dotar uma embarcação fluvial para a Amazônia, com o intuito de prover apoio de fogo. É “coisa de patrão”, e que dificilmente equiparia um Guarani, infelizmente… NEMO 120mm Mortar: Main gun: 120mm Maximum firing range: 10+ km Maximum rate of fire: 10 rpm Susteined rate of fire: 6 rpm Elevation range: – 3 to + 85 degrees… Read more »

Melky Cavalcante
Visitante
Melky Cavalcante

Alguém se lembra do piranha do CFN que ficou preso em uma armadilha em um morro carioca ?

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Off topic
Este deveria ser o Huno do Estado de São Paulo, ó Glorioso !
Polícia Militar hoje em festejos, merecidos ….. heróis !
https://www.facebook.com/admiradoresrota/videos/897560923697381/?theater

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Caro Bardini 15 de dezembro de 2015 at 21:42
Obrigado, muito bom. Apoiado e endossado.

Mysthogan
Visitante

Não foram 30 dieter91360, a encomenda é de 2.044, já temos pouco mais de 200 entregues.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Carlos,

O Centauro é lindão! Uma máquina formidável!

Mas hoje ele pode ser considerado “ultrapassado”, com a “popularização” dos IEDs.

Tanto que estão desenvolvendo o Centauro 2, com protótipo lançado esse ano.

Tomara que o Guarani 8×8 com canhão 105mm fique parecido com ele.

Abraço!

Mauricio R.
Visitante

“Mas isso é muito pouco para chamar de igual, dado que as diferenças são muitas.”

É assim uma versão simplificada do Puma, devido a nossa capacidade industrial atual, no mais é o mesmo design e mesma tecnologia, a mesma distribuição de massas.
Não tem nada de Super AV, Freccia ou Centauro.

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

O que mais me chama a atenção é que nos dois casos aqui comentados, ambos 8×8….tem de haver um porque????

G abraço

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Caro Amigo juarezmartinez 16 de dezembro de 2015 at 16:55
Perdoe-me mas estou assistindo o voto do Fachin,
Não entendi vosso comentário ????

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Recente Japão e Índia se alinhando, agora vem mais esta, devagarzinho vão respondendo a China:
http://www.wsj.com/articles/u-s-clears-weapons-sale-to-taiwan-1450291541?mod=e2fb

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Recentemente Japão e Índia se alinharam, agora vem mais esta, devagarzinho vão respondendo a China: Melhor assim !

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Maurício, ainda acho que dá para dizer que o Guarani tem certas peculiaridades no desenho do projeto que o tornam distinto de todos os outros blindados da Iveco, inclusive o Puma.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Caro Rafael Oliveira 17 de dezembro de 2015 at 9:42
Concordo, creio que quando e se sair o 8 x 8 conheceremos o verdadeiro DNA.