Home Conflitos em andamento Turquia planeja estabelecer 2 bases militares permanentes na Líbia

Turquia planeja estabelecer 2 bases militares permanentes na Líbia

5067
88

BEIRUTE, LÍBANO — O jornal Yeni Safak, ligado ao governo turco, revelou que a Turquia pretende estabelecer duas bases militares permanentes na Líbia.

Na sexta-feira, o jornal citou “fontes regionais”, dizendo que “a cooperação militar entre a Líbia e a Turquia aumentará para níveis mais altos”, após a visita do líder do Conselho Presidencial do Governo Líbio de Acordo Nacional, Fayez al-Sarraj, a Ancara, em 4 de junho.

Elas explicaram que “está sendo considerada a reconstrução da Base Aérea de Al-Watiyah, na qual a infraestrutura está sendo reparada, bem como os esforços para limpar as minas”.

O Yeni Safak afirmou que esses esforços visam estar disponíveis para construir uma base aérea da Turquia, pois espera-se o lançamento de drones e sistemas de defesa aérea turcos que contribuíram para o sucesso das operações militares no início deste ano.

“Além disso, medidas semelhantes serão tomadas na cidade portuária de Misrata, com vista para o Mediterrâneo”, na qual uma “base naval será construída, enquanto fortalece a base com drones e sistemas de defesa aérea”, disse o jornal.

O jornal continuou: “Em conjunto com as provocações gregas no Mediterrâneo oriental e a crescente tensão no país, exige a presença de forças navais turcas nas águas territoriais da Líbia, e acredita-se que isso converte o porto de Misrata em uma base naval turca permanente.”

As fontes acrescentaram, no entanto, que a Turquia terá a “maior participação na extração de petróleo lá”, observando neste contexto que “a presença de navios de guerra turcos é necessária para manter a segurança das atividades de exploração contra possíveis ameaças”.

A Turquia é o maior apoiador militar externo das forças do Governo da Líbia de Acordo Nacional.

Atualmente, elas estão tentando expulsar o Exército Nacional da Líbia (LNA), liderado pelo marechal-de-campo Khalifa Haftar, de várias áreas do país, incluindo a cidade portuária de Sirte.

FONTE: almasdarnews.com

Subscribe
Notify of
guest
88 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
5 meses atrás

A Turquia apoia o GNA que é econhhecido pela ONU mas não pela OTAN e Rússia, enquanto o LNA comandada pelo Marechal Haftar, considerada uma Milícia, é de apoio destes, ou seja: até que se prove o contrário, o único país legalizado(ONU) a operar na Líbia é a Turquia.

Síria é coisa do passado. Agora o “bicho vai pegar” mesmo é na Líbia: dois lados com SAMs, caças, Drones, helicópteros, tanques… isso sim pode ser considerado uma guerra.

Jonny BR
Jonny BR
Reply to  Vinicius Momesso
5 meses atrás

É Chegada a hora dos Suzhou e dia amiga lá presentes mostrarem o seu valor.
E veremos se o Exército Egípcio com todo o seu aparato está devidamente adestrado.

nonato
nonato
Reply to  Jonny BR
5 meses atrás

É hora de quê? Parece que o corretor ortográfico deixou ininteligível.
Valeu.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  Vinicius Momesso
5 meses atrás

“Vinicius”, será que a História sempre se repete?
Rússia e Turquia (Império Otomano), velhos inimigos séculos atrás nos Bálcãs, agora nos século XXI ele estão “reatando a sua velha inimizade” na Síria e na Líbia, isso tudo depois de uma breve aproximação. Será que o sangue dos antepassados falou mais alto? Vai entender esse mundo!

GILBERT
GILBERT
Reply to  Karl Bonfim
4 meses atrás

Não, o Presidente turco assistiu a série da Netfix ” O ultimo guerreiro otomano” e isso subiu na cabeça dele e ele quer reconquistar antigos territórios do império otomano.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
5 meses atrás

” Cooperação militar entre a Libia e a Turquia”.
Em primeiro lugar: Qual líbia? Depois tem que combinar com os Russos e Egípcios.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antonio Palhares
5 meses atrás

Os Egipcios são mais ocidente do que nunca…
 

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Isso mostra a ‘amizade’ entre o Egito e EUA, Israel e afins.
Na hora certa, voltarão à velha amizade com os russos.
 

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

A compra dos Sukhois e dos Alligator mostra algo diferente disso.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

Tem um pessoal que se engana e que gosta de se enganar.
O Egito atura os EUA e Israel por enquanto e por conveniência.
Percebe-se que essa situação está se esgotando, visto o rumo que a economia e a política mundiais estão tomando.
 

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

E parece que serão anunciados exercícios militares conjuntos Rússia-Egito já para 2021.
As coisas vão se acertando.

Fred
Fred
5 meses atrás

A respeito da política externa de Erdogan, é incontestável o avanço turco nas tecnologias de defesa. A Turquia fabrica quase tudo que suas forças necessitam, mísseis, drones, munições, sistemas eletrônicos, blindados. O que não fabrica, compra tanto da Otan quanto da Rússia, e não hesita em desafiar os dois lados. O Brasil não consegue pois não tem planejamento de políticas de Estado. Em nenhuma área, nem na defesa. Nesse atoleiro que vivemos ultimamente isso ficou impossível. Ainda vamos atolar mais nós próximos anos. Espero que depois fique a lição, por mais que governos tenham orientações ideológicas distintas, projetos de Estado… Read more »

Fred
Fred
Reply to  Fred
5 meses atrás

Leia-se “a DESPEITO”

Carlos Ravara
Carlos Ravara
Reply to  Fred
5 meses atrás

Deixe “A respeito”.

Lu Feliphe
Reply to  Fred
5 meses atrás

A Turquia tem uma indústria de defesa interresante, produz Helicópteros de ataque, mísseis de cruzeiro e até estão buscando desenvolver navios. Falta planejamento de Estado, tivemos grandes oportunidades perdidas.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Fred
5 meses atrás

Fred, o Brasil não tem a vizinhança da Turquia. O nosso “maior inimigo” não tem nem papel higiênico para se limpar com dignidade.

Fred
Fred
Reply to  Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Nao concordo contigo. Ao meu ver o Brasil não tem inimigos e nem nações rivais entre seus vizinhos. . O que temos de sobra é uma política externa que devia se chamar capachismo. Nunca imaginei que podia chegar no ponto em que está. O país é auto declaradamente capacho dos EUA. Nem na ditadura militar isso aconteceu, bem ou mal, os militares tinham um projeto nacional desenvolvimentista. Atualmente falta altivez, soberania, pragmatismo e racionalidade na política externa brasileira. É de dar vergonha… . A Turquia está numa “hot zone” histórica, fato. Já foi um dos maiores impérios do mundo duas… Read more »

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Nosso “maior inimigo” não são os pobre coitados e falidos da Venezuela. Nosso “maior inimigo”, saiu de trás da cortina no ano passado, sob uma pseudo bandeira de defesa do meio ambiente. Não se engane meu amigo, nosso maior inimigo está separado de nós pelo oceano Atlântico mas, ao mesmo tempo, faz fronteira conosco. E tem submarino nuclear, porta aviões, caça moderno, navios modernos e bomba nuclear. Tanto é que tempo atrás houve um “furo” com a divulgação de um estudo de projeções de ameças futuras, feita pelo Exército brasileiro, e só um país figurava em todas as projeções. Aqueles… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Felipe Morais
5 meses atrás

A situação no Brasil está tão ruim, mas tão ruim que milhares de venezuelanos estão querendo voltar para casa e são impedidos por poderem estar contaminados pela COVID.
Que fase!
 

Welington S.
Welington S.
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

fontes: Tiradas do meu cy

nonato
nonato
Reply to  Antoniokings
5 meses atrás

O inimigo do Brasil são os comunas infiltrados fazendo a divulgação da causa.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  nonato
5 meses atrás

Ass. Sara Winter.
kkkkkk

mendonça
mendonça
Reply to  Felipe Morais
5 meses atrás

quero parabeniza-lo,você foi e excelente no seu comentário ,isso mesmo FRANÇA nosso maior inimigo … foi um erro gritante trocarmos IKL’s por scorpenes ,outro erro gritante: caças ” suecos”
que está muito mais para caça multinacional ,com todos esses países sendo da OTAN ,do qual nosso vizinho tambem faz parte ,e que qualquer enrosco que tivermos com ele ou com outro da europa ,os caças ficam sem peças ,sobressalentes,sem manutenção e tudo mais

Lu Feliphe
Reply to  mendonça
5 meses atrás

Mendonça, 90% do submarino classe Riachuelo é feita por empresas Brasileiras, a tecnologia em boa parte. A parte realmente importante é a parte sensível como aviônica, motores e mísseis, a transferência de tecnologia do projeto do caça sueco nos permitiu desenvolvimento de certas partes da aviônica e sistemas operacionais, como as telas e o sistema IFF, além do livre acesso aos códigos fontes que nos dará capacidade de integrar qualquer armamento na aeronave, teremos um conhecimento enorme da aeronave.

Lu Feliphe
Reply to  Felipe Morais
5 meses atrás

As Forças Armadas utilizam muitos equipamentos em parceria com os Franceses, principalmente os sistemas de comunicação, helicópteros e outras coisas. Análises são possíveis estudos de cenários do que pode acontecer ou não, os Americanos por exemplo estudam muitos cenários nas quais muitos são totalmente difíceis de acontecer, a análise do Exército Brasileiro foi nesse tipo, embora historicamente os Franceses nunca tiveram boas intenções com o Brasil, nenhuma nação tem boas intenções apenas interreses. De qualquer forma vejo que o nosso maior inimigo esteja dentro do território nacional, nunca tivemos políticos que desenvolveram o Estado Nacional para o Brasil crescer como… Read more »

Salim
Salim
5 meses atrás

OTAN e ONU tem que tomar atitude pois este conflito arrastaria líbia, Turquia, Rússia, Egito, Grécia e talvez Itália pois e sua fronteira. A omissão destes orgãos internacionais seria grave, alem do risco do fechamento canal Suez se estes paises chegarem ao conflito.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Salim
5 meses atrás

Foi a infeliz interferência da OTAN que criou e estabeleceu este atual estado de coisas.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Antonio Palhares
5 meses atrás

Ao contrário do foi na Síria onde havia exércitos vs terroristas, na Líbia vai ser FA vs FA, ou seja, guerra total!

nonato
nonato
Reply to  Antonio Palhares
5 meses atrás

E nesse caso, sem necessidade.
Muamar Kadhafi (ou qualquer uma das outras 20 grafias) já estava bem tranquilo quando atacaram a Libia.
Pior é que os “comunistas” europeus usarão a desculpa para a invasão de mais uns milhões de arabes islâmicos.

Satyricon
Satyricon
5 meses atrás

Rufam os tambores.
É muita loucura para um tirano só

Leitor da Trilogia
Leitor da Trilogia
Reply to  Satyricon
5 meses atrás

Em terra de carneirinhos subserventes , os leões que defendem os interesses de suas nações são considerados tiranos.
(independente de suas ideologias).

Last edited 5 meses atrás by Leitor da Trilogia
Doug385
Doug385
Reply to  Leitor da Trilogia
5 meses atrás

Esse dito leão fez verdadeiros expurgos nas Forças Armadas Turcas.

Lucas
Lucas
Reply to  Leitor da Trilogia
5 meses atrás

Que mania de ficar pagando pau pra líderes autoritários.
Esse não é o caminho e já faz uns 100 anos que a humanidade aprendeu isso.
Mas tem uns que fazem questão de esquecer.

Satyricon
Satyricon
Reply to  Leitor da Trilogia
5 meses atrás

Carneirinhos vs Leões?
Como vc que não entendeu bulufas, vai a dica: o tirano maluco é Erdogan
Que coisa…

Fabio Araujo
Fabio Araujo
5 meses atrás

Edrogan vai acabar com a Turquia! Ele esta arrumando confusão com Grécia, Egito, Israel, Rússia, Síria, Emirados Árabes é muita confusão para um país que apesar de ser uma potência militar não é uma superpotência.

pangloss
pangloss
Reply to  Fabio Araujo
5 meses atrás

Essa vocação do Erdogan para o papel que já coube ao Saddam Hussein tem um final bastante previsível.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Fabio Araujo
5 meses atrás

Eles não seriam amiguinhos da Russia e dos S-400… esses Turcos são danados.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

O Governo da Líbia de Acordo Nacional é o governo legítimo reconhecido pela ONU, mas tem uns países europeus, como a França, que está cinicamente apoiando esse golpe que só beneficiaria a Rússia. Já passou da hora dos EUA colocar ordem na casa e chegar com força na Líbia antes que a trapalhada dos outros membros da OTAN vá longe demais.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

” Já passou da hora dos EUA colocar ordem na casa “.De preferência igual chegou no Iraque, no Afeganistão e na propria Libia.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Antonio Palhares
5 meses atrás

Sim, vê se tem Rússia mandando no Iraque e Afeganistão

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

Tentaram mandar na Síria, mas havia russos lá, né?

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Vinicius Momesso
5 meses atrás

Na Síria não tinha nenhuma outra liderança para fazer frente ao Assad mas na Líbia a história é diferente, outros países vão poder entrar com tudo para expulsar esses russos.

nonato
nonato
Reply to  Antonio Palhares
5 meses atrás

Isso é papo dos defendidas da Rússia.
Na Líbia, já há uma bagunça.
Essas guerras existem faz tempo.
Pior que Trump não gosta de intervir, aí abre espaço para a Rússia, o que é o interesse dos que chamam os Estados Unidos de intervencionistas.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  nonato
5 meses atrás

No time dos intervencionistas, Rússia, EUA e França são ‘titulares absolutos’.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  nonato
5 meses atrás

Caro Nonato.
O detalhe sempre é o contexto da ação.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

Se você aprender a ter menos ódio pela Rússia, vai aprender o que é melhor para proteção do ocidente como conhecemos, Rússia não é flor que se cheire,nem EUA, FRA, UK

nonato
nonato
Reply to  Carlos Campos
5 meses atrás

Você compara Rússia com Estados Unidos…
Basta ver o destino dos que foram derrotados, invadidos ou são aliados de ambos.
Alemanha e Japão derrotados e ocupados pelos Estados Unidos.
Hoje são dois dos países mais desenvolvidos do mundo.
Já se olhar o antigo leste europeu, Coreia do Norte, Cuba…
Não precisa fazer muito esforço.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  nonato
5 meses atrás

A questão não é essa Nonato, a questão é pela coerência, se colocarmos na balança a m.. dos dois a URSS/RUSSIA pesa mais que a dos EUA, melhor é ser aliado dos EUA, fato, mas nem tudo que os Russos fazem tem que ser demonizado, como a operação na Libia e Síria

Adriano Madureira
Adriano Madureira
5 meses atrás

Marechal Haftar é o líder da Líbia, ele tem o apoio de todos os clãs e tribos do país, conta com o apoio de vários países e tem as reservas de água e petróleo em seu poder.

Ainda controla boa parte do país apesar das últimas derrotas.

De uma forma ou de outra, ele foi escolhido democraticamente.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Adriano Madureira
5 meses atrás

Tem tanto apoio que falhou em tomar o poder várias vezes, mesmo tendo o suporte militar de vários países enquanto o outro lado só tinha o suporte de discursos… Foi só um único país (Turquia) entrar com suporte militar que esse Marechal Haftar tem sofrido várias derrotas importantes.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

Mas o conflito não acabou ainda… A guerra não é só apenas por um país fragmentado, o Mediterrâneo é rico e muitos países tem interesse.
 
Haftar é Apoiado por:
 
 
 

 
Cada um desses devem ter seus interesses,e outros porque simplesmente não apreciam Erdogangster e seu papel na líbia e suas ambições no mar mediterrâneo.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Last edited 5 meses atrás by ADRIANO MADUREIRA
Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  SmokingSnake 🐍
5 meses atrás

Foi por isso que a Rússia entrou, para “equilibrar um pouco as coisas” que estavam realmente feias para o Haftar.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Vinicius Momesso
5 meses atrás

 
Bem, na verdade, a Rússia está presente na Líbia há algum tempo.
E os problemas de Haftar, e especificamente o colapso da frente de maio, foram causados ​​pelo comportamento inadequado do próprio Haftar em Moscou. Isso levou a um recall parcial de conselheiros russos servindo Pantsir e contribuiu para a ofensiva turca. Além disso, os turcos importaram para os combatentes da Líbia do Idlib sírio.

Junior
Junior
5 meses atrás

Todo mundo falando das bases militares chinesas pelo mundo, mas a Turquia quietinha esta abrindo bases militares no exterior como nenhum outro país. Nos últimos anos ela abriu uma base militar no Qatar e outra na Somália, fechou um tratado com o Sudão para construir uma base em uma ilha no mar vermelho e agora essas duas bases na Líbia, fora a base que eles pretendiam fazer no norte da Síria

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Junior
5 meses atrás

A do Qatar foi pq a AS e o EAU queriam intervir no país, para tirar os monarcas de lá que ficam atrapalhando seus planos, financiam a Irmandade Muçulmana e outros grupos terroristas que não convém a Casa de Saud e os Emires , então eles tem que proteger seu Sugar Daddy

carvalho2008
carvalho2008
5 meses atrás

Off Topic
https://www.youtube.com/watch?v=Jdn-UtGPC2I
Graficos dinamicos evolutivos do corona.
Muito interessante

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
5 meses atrás

Muitos se perguntam aonde a Turquia,um pais considerado de terceiro mundo consegue dinheiro para estas aventuras militares?
É só perguntar aos soyboys Europeus com a suposta “ajuda” de U$$ 3 bilhões de Euros para a Turquia “ajudar” os Refugiados em seu território.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Alexandre ziviani
5 meses atrás

Gasta USD1BI com refugiados e o resto abocanha…

Welington S.
Welington S.
Reply to  Alexandre ziviani
5 meses atrás

É sério que a Turquia é considerado um país de terceiro mundo? Caramba, confesso que fiquei surpreso. Por essa, eu não espera, sério. Eu já vi algumas imagens da Turquia e tal; tem locais ali que é idêntico as favelas do Rio de Janeiro. Minha namorada é Polonesa e ela é doida pela Turquia. Ela quer por que quer morar na Turquia. Na atual situação que se encontra ali, não dá, não tem como. E engana-se quem acha que corrupção só existe no Brasil né…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Welington S.
5 meses atrás

melhor morar na Polônia mesmo, ali na Turquia pode virar palco de guerra e fora que país tá indo rumo a uma ditadura.

O Chato
O Chato
Reply to  Carlos Campos
5 meses atrás

Indo rumo a uma ditadura? Eu diria que essa já é a realidade. Erdogan dificilmente sairá do poder por vias democráticas. Os expurgos que ele conduziu nas forças armadas e no governo não foram só para evitar novas tentativas de golpe.
 

Last edited 5 meses atrás by O Chato
Fabio Araujo
Fabio Araujo
5 meses atrás
Last edited 5 meses atrás by Fabio Araujo
Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Fabio Araujo
5 meses atrás

Outra doidivana, seria melhor se preocupar em desenvolver a Coreia do Norte, se trabalhassem pesado daqui a uns 300 anos poderiam chegar perto do que é a Coreia do Sul hoje em dia.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

O Japão foi de “mendigo” a “bilionário” em menos de 30 anos. Nunca duvide do povo asiático.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Vinicius Momesso
5 meses atrás

Temos asiáticos dos dois lados que estão sendo comparados. Hoje a Coreia do Norte é um pais na Idade da Pedra quando comparada a Coreia do Sul.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

os sul coreanos fizeram sua transformação em 50 anos, o Japão tava f…. e rápido se tornou em país desenvolvido e uma das moires economias do mundo em mais ou menos 40 anos

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Carlos Campos
5 meses atrás

Estou falando Coreia comparado a Coreia. Veja um mapa da Coreia do Norte a noite fotografado da Estação espacial, acho que a nossa Floresta Amazonica tem mais luzinhas do que na pobre Coreia do Norte.

nonato
nonato
Reply to  Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Colega não gaste fôlego para comprovado a miséria da Coreia do Norte, que todos sabemos e o colega acima.
Quanto as luzes, é preocupação com o meio ambiente…

O Chato
O Chato
Reply to  Carlos Campos
5 meses atrás

O Japão eu classificaria como um caso à parte, apontando como realmente notável a Coreia do Sul. Por que? O “Vinícius Momesso”, por examplo, fala que o “o Japão foi de ‘mendigo’ a ‘bilionário’ em menos de 30 anos”, mas eu diria que isso não é a verdade. Ao meu ver, uma melhor definição seria que foram de ‘falidos’ a ‘bilionários’, pois, antes da Segunda Guerra Mundial, já eram altamente industrializados e possuiam capital humano altamente capacitado. Quando perderam a guerra, amargaram uma “falência”, mas seu capital humano permaneceu no país. Além disso, apesar das restrições, muitas das grandes empresas… Read more »

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Na hora que vi a manchete pensei que a Turquia iria invadir, pelo que entendi é com aval do Governo. Pergunta do Milhão: China, Russia e EUA não tem bases assim na região do oriente médio?

Mgtow
Mgtow
5 meses atrás

Vamos ver até aonde vai esse beligerantismo da Turquia. Por quase não ter uma ZEE , os turcos vão para o tudo ou nada para defender os seus interesses, por questão de sobrevivência mesmo. Situação, guardada as devidas proporções, se parece com a Alemanha nas duas grandes guerras, tinham um grande parque industrial militar mas, não tinham recursos naturais suficientes para alimentar aquela poderosa maquina. O bicho vai pegar no mediterraneo nos proximos meses
 

Last edited 5 meses atrás by Mgtow
Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Mgtow
5 meses atrás

Se alguém com MUITO interesse e riquíssimo resolver essa questão para a Turquia…

Welington S.
Welington S.
Reply to  Mgtow
5 meses atrás

O que significa ”ZEE”?

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Welington S.
5 meses atrás

Peguei no site da MB: “A Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar (CNUDM) tem origem em sua 3ª Conferência, encerrada em 10 de dezembro de 1982, em Montego Bay, na Jamaica. O Brasil assinou a convenção naquela mesma data, juntamente com outros 118 países, mas só a ratificou em 1993; a CNUDM só entrou em vigor em 16 de novembro de 1994. Nela foram definidos os espaços marítimos:   – Mar Territorial: não deve ultrapassar o limite de 12 milhas náuticas (MN); – Zona Contígua: adjacente ao mar territorial, cujo limite máximo é de 24 MN e… Read more »

Welington S.
Welington S.
Reply to  Fabio Araujo
5 meses atrás

Obrigado amigo.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Fabio Araujo
5 meses atrás

É isso mesmo, se aplica a todos os Países, inclusive ao Brasil. Por isso que sempre digo que a China faltou as aulas de geografia e não consegue entender que o Mar denominado Mar da China não é propriamente da China, mas sim em sua absoluta dimensão do MUNDO. Digo mais, o Mediterrâneo é um pouquinho mais largo do que 24 milhas naúticas. Sendo assim, tem um bocado de água que pode ser utilizada para treinamento de quem quer que seja. Inclusive da Marinha Brasileira. Segue o jogo, ficamos aqui a milhares de milhas torcendo por uma briguinha que não… Read more »

Gabriel BR
Gabriel BR
5 meses atrás

Entendem porque a Politica Externa da atual Turquia é chamada de Neo-otomanismo?! O destino da Turquia é ser um Império.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

o destino da Turquia é ser Jantada, Pela Russia, EUA, França, Egito, EAU, AS, Israel e Itália se continuar se comportando desse jeito.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Carlos Campos
5 meses atrás
Itália na questão da Líbia, do lado da Turquia. E, de fato, é um aliado tácito dos turcos.

 

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

Prezado Gabriel, nada sobre isso esta sendo publicado nos principais jornais da Europa e dos EUA. Tenho duvida se esses movimentos são tão relevantes.

nonato
nonato
Reply to  Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Relevantes são. Tanto quanto na Síria.
Mas realmente a mídia não fala, nem mesmo a especializada.
Basta ver na trilogia que mal trata do assunto.
Nem a especializada estrangeira.
Não sei por quê…

Henrique
Henrique
5 meses atrás

Esse Marechal parece adorar um golpe. Agora, o que fizeram com a Libia que tinha o melhor IDH e investimentos de infraestrutura do norte da Africa, transformando-a numa terra de espólios…. foi um grande pecado. Esses países onde é sempre fácil cooptar traidores e mercenários nunca terão condições mínimas de democracia.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Henrique
5 meses atrás

A Turquia vai pacificar e reconstruir a Líbia

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Gabriel BR
5 meses atrás

pode até ser verdade, mas não acredito

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Henrique
5 meses atrás

Foi um pecado mesmo, Principalmente dos EUA (Obosta e CretinaClinton) e França

mendonça
mendonça
5 meses atrás

esses turcos estão procurando sarna pra se coça, até hoje eles não aceitam o desmantelamento e destruição do imperio otomano .
e na minha opinião ,se houver algum conflito militar de fato envolvendo a turquia ,tem que morrer pelo menos 1 milhão de turcos ,pra pagarem pelos pouco mais de 1 milhão de armênios que assassinaram .

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Off Toppic: Vocês poderiam abordar a ação Francesa&Americana para anular o argelino Abdelmalek Droukdel que “era” considerado o 3o. homem na liderança do Al Quaeda? Pelo que sei os Americanos forneceram a localização e os franceses executaram a ação.
 
Obs.: Acho que realmente os alvos estão marcados com “nome e RG”.

Tomcat4,2
5 meses atrás

O nível da guerra que se aproxima a passos largos na Líbia vai fazer a Síria parecer um passeio no parque(guardadas as diferenças de tipo de conflito e seus players é claro).