quarta-feira, julho 28, 2021

Saab RBS 70NG

Governo assina termo de compromisso para instalação da nova Escola de Sargentos do Exército em Pernambuco

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O governador Paulo Câmara (PSB) assinou, na manhã desta terça-feira (6), um termo de compromisso que prevê a instalação da nova Escola de Sargentos do Exército, em Abreu e Lima, na Região Metropolitana. O empreendimento tem valor previsto em R$ 323 milhões por parte do Governo de Pernambuco. Dos 16 municípios que se dispuseram a sediar a nova escola militar, somente três ainda estão na disputa: Ponta Grossa (Paraná), Santa Maria (Rio Grande do Sul) e Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife. A definição do local será anunciada até agosto.

“É motivo de muita satisfação ter Pernambuco como um dos finalistas nesse processo de escolha da nova Escola de Sargentos. Nosso Estado tem a tradição de ser um local que busca oportunidades, além de ser formador, integrador, com uma logística e localização privilegiadas, que sabe acolher e receber as pessoas”, afirmou o governador Paulo Câmara.

De acordo com o secretário estadual de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, o investimento deve gerar um impacto econômico positivo para o Estado, com a criação de novos empregos diretos e indiretos e o estímulo ao desenvolvimento da Região Metropolitana. “Estamos colocando todas as condições necessárias, no limite das nossas possibilidades, para trazer esse projeto para o nosso Estado”, disse.

“Trazer a escola geraria um impacto sobre aproximadamente 10 mil pessoas, que passariam a residir aqui, precisando de uma infraestrutura adequada de acesso, água, esgotamento sanitário, energia elétrica e toda a conjuntura necessária para se viver no cotidiano”, acrescentou a secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernadha Batista.

Segundo o general de divisão Joarez Pereira, coordenador do grupo de trabalho para instalação da escola, a definição do local será anunciada até agosto. “Analisamos uma série de aspectos técnicos que dependem da infraestrutura militar. Esse é um projeto que tem que ser desenvolvido em parceria com os governos estaduais e municipais”, informou o general.

De acordo com o Governo do Estado, entre os compromissos assumidos para garantir a implantação do empreendimento estão a mobilidade, transporte público, infraestruturas hídrica e viária, além de investimentos em outras áreas. Se instalada em Pernambuco, a nova Escola de Sargentos será construída dentro do Campo de Instrução Marechal Newton Cavalcanti. O novo projeto ocupará 75 km², situados entre os municípios de Abreu e Lima, Paudalho, Tracunhaém, Araçoiaba, Camaragibe, São Lourenço da Mata e Igarassu.

Pernambuco também vai doar um terreno de mais de 150 hectares, com valor estimado em R$ 79 milhões, na área da Cidade da Copa, em São Lourenço da Mata, para a construção de um complexo logístico pelo Exército Brasileiro. De acordo com o governo, será investido ainda R$ 3,2 milhões para aquisição e disponibilização de uma área de cinco hectares, destinada à construção do Centro de Convivência e Bem-Estar, que servirá à nova Escola de Sargentos.

A nova escola
A Escola de Sargentos de Carreira possui dois campos de instrução em Minas Gerais. É uma instituição de ensino de nível superior, responsável pela formação e graduação de sargentos combatentes de carreira das armas de Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações. A nova Escola também formará militares do quadro de Material Bélico, Serviço de Saúde, Música, Topografia e Aviação do Exército.

O curso de formação conta com cerca de 1.200 alunos/ano, além do corpo docente e o apoio de mais cerca de 5.800 militares. O efetivo total, mais as suas famílias, pode representar uma soma de aproximadamente 10 mil pessoas vivendo em torno da escola. Cerca de 140 mil candidatos se inscrevem para a seleção do curso todos os anos. O projeto conta ainda com uma folha de pagamento estimada em R$ 100 milhões por ano.

FONTE: Diário de Pernambuco

- Advertisement -

75 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
75 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
3 meses atrás

Financeiramente falando, vai ser importantíssimo para o estado. Imagina uma escola como essa em sua cidade o dinheiro que não rola?!

Ted
Ted
Reply to  DOUGLAS TARGINO
3 meses atrás

Até que em fim! Justiça com o Nordeste. Nada do ministério da defesa vai pra lá. E na II war. Era o local que seria invadido se não entrasse junto com os aliados contra o EIXO

Caio
Caio
Reply to  Ted
3 meses atrás

Mas uma escola militar não garante segurança em tempo de guerra, é só mais um belo alvo para bombardeio.

Flanker
Flanker
Reply to  Ted
3 meses atrás

Olha o que você mesmo escreveu no outro tópico: “Ted Reply to Francisco (2 dias atrás) PE e RS estão fora, muito extremo no país. Goiânia tem as melhores condições, e na última fase de instrução poderia ter estágio obrigatório na brigada de forças especiais. Com a mudança de comando é quase certo que vai pro Centro do país assim como uma unidade blindada para Cuiabá.” E tenha calma, é apenas uma assinatura de termo de compromisso. Se vc leu o texto, deve ter visto que a decisão final, entre as três cidades finalistas, vai ocorrer apenas em agosto. Esse… Read more »

Anthony
Anthony
Reply to  Ted
3 meses atrás

Eh uma grande verdade, POREM, continuo a “bater na tecla”, sobre o clima: a meu ver, tem q haver verso e inverno “bem definidos”, p uma formação mais “completa” do combatente

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  Ted
3 meses atrás

Por ser um Alvo prioritario ao inimigo , a Escola deveria estar no Centro do País , alias muitas outras coisas como as Indústrias de Defesa , pelo menos as direcionando para o Centro em suas Expansões; no entanto a prioridade No UM do Exercito deveria ser Defesa Antiaérea, e o Míssil de Cruzeiro ,e que essa transferência espere uma oportunidade melhor, adiante voltaríamos a pensar nela. Muitas coisas eu não entendo, prioridades enormes , e se coloca transferir uma Escola em funcionamento como prioritária, coisa estranha e incompreensível para mim , e creio para a maioria também !!

Last edited 3 meses atrás by jose luiz esposito
Allan Lemos
Allan Lemos
3 meses atrás

R$300M que poderiam ser investidos na aquisição de meios úteis. Mas a capacidade dos militares de identificar e estabelecer as reais prioridades das forças armadas é inexistente. Só querem saber das mamatas e das benesses.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

Imagina o retorno financeiro ao longo do anos com esse investimento? Imgina ter um quartel com milhares de pessoas morando, trabalhando a mais no seu Estado? Nesse ponto, esperto é quem quer esse quartel em seu estado!

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  DOUGLAS TARGINO
3 meses atrás

E você acredita mesmo nisso? O retorno será nulo, dado como os militares formados lá serão no máximo colocados atrás de uma escrivaninha, ao invés de usarem os conhecimentos adquiridos em prol do desenvolvimento de tecnologias para as forças armadas. Isso para não mencionar os custos.

Como eu disse, isso ai só vai servir de mamata(mais uma).

Agnelo
Agnelo
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

Já vi escreverem besteira por aqui, mas está conseguindo se superar bastante…..
3º Sgt atrás de escrivaninha??????? hahahahahahahahahahahahahaha Só quando tá no horário de permanência no Corpo da Guarda de madrugada…..

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Agnelo
3 meses atrás

Você pode substituir o “atrás de uma escrivaninha” por “pintar meio-fio”, se preferir.

Last edited 3 meses atrás by Allan Lemos
Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

kkkkkkkkkkkk

Muito bem Allan. Eu acho mais viável cortar efetivo, uns 30 mil, do que colocar mais gente para pintar meio fio.

E acabar com o alistamento obrigatório também. Se alista quem quer. Eu não tenho obrigação nem com a minha mãe, quem dirá com a pátria.

Cristiano GR
Cristiano GR
Reply to  Defensor da liberdade
3 meses atrás

Comentário com ar um tanto infantil ou irresponsável o seu. Então devemos ter uma turma de jovens que podem decidir nunca prestar um dever cívico, mas que na maturidade adorarão exigir operacionalidade, agilidade e ALTRUÍSMO de outros, sendo que esses outros poderão nem existir nas funções por pensarem como você?

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Cristiano GR
3 meses atrás

Sim, sem sombras de dúvidas. Dever cívico não existe. Você é livre para se associar com outras pessoas para o que quer que seja, mas obrigá-las a ter compromisso com você, sob ameaça de sanções, ou mesmo assinar um mísero contrato de trabalho, é de um autoritarismo perverso.

Kornet
Kornet
Reply to  Cristiano GR
3 meses atrás

Vc vai esperar o quê de esquerdista?
O compromisso deles é com a ideologia estúpida e o amor a bandeira vermelha.

Soldat
Soldat
Reply to  Cristiano GR
3 meses atrás

Da forma como ele se refere a mãe, não se esperava menos.

Flanker
Flanker
Reply to  Defensor da liberdade
3 meses atrás

Eu não tenho obrigação nem com a minha mãe, quem dirá com a pátria.”

Nada diferente do esperado para um lixo pseudo-rico como tu.

Nonato
Nonato
Reply to  Defensor da liberdade
3 meses atrás

não é defensor da liberdade nem da pátria.
Parece mais defensor do comunismo chinês ou soviético…
o discurso é padrão…

Cristiano GR
Cristiano GR
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

Penso que temos muitos militares, sim, mas penso que para um país do tamanho do nosso essa quantidade para o Exército não é muita. É o adequado. MB e FAB que tem muita gente e poucos meios, mas o Exército tem que ser numeroso e, quanto à ociosidade em boa parte do ano, eu noto que é igual a bombeiros, é muito importante tê-los, mas de preferência nunca precisar usá-los. Quem dera com a polícia, também, fosse assim. É o mesmo que uma arma, é bom tê-la, é importante saber usar e treinar, mas que nunca precise usar.

Anthony
Anthony
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

Sgt “pintando meio fio”…. Kkkkkk

Já vi tudo: ex-recrutinha frustrado!!!!

Sequer passou numa provinha me?

Cada “diarreia mental” q a gente lê p aqui…. Aff…..

Cristiano GR
Cristiano GR
Reply to  Agnelo
3 meses atrás

Esse Allan nunca serviu. kkkk

Last edited 3 meses atrás by Cristiano GR
Cinturão de Orion
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

Quanto desconhecimento da Vida Militar.

Canarinho
Canarinho
Reply to  DOUGLAS TARGINO
3 meses atrás

A PRIORIDADE sao meios, isso nao se discute.

Anthony
Anthony
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

Eh verdade…. São Oficiais militares formados “nas coxas”, não estudam e ficam a “brincar” de fazer escolhas p “achismos”….. Rsrs

Nossas, parece até q eu descrevi os políticos (q vc nunca crítica), mas enfim: vá pesq e estudar como funciona a inteligência militar e dpois venha aq postar algo de útil.

V se toma vergonha na cara e Se orienta rapa!

Oráculo
Oráculo
3 meses atrás

Termo de compromisso que, a rigor, não garante nada.
A decisão final ainda é um mistério.

Com certeza as outras cidades finalistas vão oferecer algo parecido, ou até mesmo melhor.

Soldat
Soldat
Reply to  Oráculo
3 meses atrás

A cidade proposta Abreu e Lima é uma cidade relativamente distante da capital, que o povo aqui costuma chamar de “cidade”, Recife. E esse estado atrasado, ainda não foi capaz de desenvolver consideravelmente uma cidade a meros 25, 30km de distância do centro. Tudo que há de novo, a ser instalado, o governo está priorizando essas cidades do “interior” na esperança do desenvolvimento.

Luiz
Luiz
3 meses atrás

Nada contra mudanças, mas será que neste momento
não há outras prioridades?

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
3 meses atrás

Por que mudar a ESA de lugar ? Não entendo o objetivo.

Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  Diego Tarses Cardoso
3 meses atrás

Pq a formação vai mudar. Vai unificar o período básico na ESA que hoje é explodido em diversas Organizações Militares. Depois do período básico ai sim, vai pro Rio na logística, permanece na ESA arma ooou pra aviação em Taubaté.

Unificando a formação no período básico fica bem melhor, homogênea e mais equilibrada. No Chile é assim tbm.

Em Três Corações não comporta 1100 alunos do período básico, mais pelo menos 700 do período de qualificação mais o efetivo da escola em si, tem que mudar de lugar pra poder comportar esse tanto de boneco.

Welington S.
Welington S.
Reply to  Eduardo Oliveira
3 meses atrás

Aaaaah. Agora eu entendi isso. Pô, legal.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Eduardo Oliveira
3 meses atrás

Valeu Eduardo, estava procurando a fundamentação para a mudança. Será que expandir a ESA não seria mais barato ou não há mais espaço? Não conheço pessoalmente esta OM.

Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  Marcelo Andrade
3 meses atrás

Não há mais espaço lá pra expandir.

ivan alves de barros
ivan alves de barros
3 meses atrás

Devemos lembrar que o governador (?) de Pernambuco além de desafeto do Presidente tem um Estado falido nas mãos, com milhares de pessoas desempregadas, um sistema de transporte público ineficiente e altíssimo índice de contaminação pelo vírus chinês. Eles vão desembolsar tanto dinheiro daonde?

José de Souza
José de Souza
Reply to  ivan alves de barros
3 meses atrás

Se bem que o Brasil todo agora é desafeto desse presidente incopetente, com 14% de desempregados, 50 milhões de miseráveis e 110 milhões de pessoas no mapa da fome. O vírus agora é brasileiro e ameaça o mundo, graças a “pensadores” como você.

Augusto
Augusto
Reply to  José de Souza
3 meses atrás

José de Souza, fale só por você.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  José de Souza
3 meses atrás

Cuba é lá pra cima.

Ted
Ted
Reply to  José de Souza
3 meses atrás

O José que tal você morar nas Bahamas, Cancún, Ilhas Maravilhosas na Tailândia. É só escolher.

Cinturão de Orion
Reply to  José de Souza
3 meses atrás

Mais um “que perdeu a Rouanet” tentando generalizar os “panelaços de caixa de som”.

Kornet
Kornet
Reply to  José de Souza
3 meses atrás

Como ė que é sumidade, o vírus agora é brasileiro,RS.
Vcs tão a cada dia se superando,esses canhotos.

C. Silva
C. Silva
Reply to  José de Souza
3 meses atrás

Perfeitas colocações, José. Tudo isto são fatos.
.
Se um governante tem má relação com mais da metade de seus “subordinados”, o problema é o próprio governante.
Só não enxergam isto os alienados.
.
E o vírus agora não só é chinês, como é brasileiro também…

Ted
Ted
Reply to  ivan alves de barros
3 meses atrás

O governador do Rio Grande do Sul é desafeto do Bolsonaro e o estado está falido também. Qual o problema?

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  ivan alves de barros
3 meses atrás

Pernambuco foi praticamente onde nasceu o exército brasileiro, na insurreição, quando pela primeira vez tivemos uma força militar composta somente de nativos. Embora eu deteste o atual governador, quem tem o mínimo de caráter tem por obrigação ser desafeto de Bolsonaro. Fale menos bobagem por favor, que o Brasil inteiro está no mesmo barco em falência e desemprego, e o índice de contaminação elevado é por causa da densidade demográfica, sendo o sexto estado do país com maior densidade. Mais gente por metro quadrado, mais chances do vírus circular. No mais, salve a terra dos altos coqueiros, salve Frei Caneca,… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Defensor da liberdade
3 meses atrás

Começa por ti…..levanta aí o movimento da tua separação do restante do Brasil. Eu, particularmente, gostaria muito de ver o Brasil livre de ti.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Flanker
3 meses atrás

Igualmente.

Flanker
Flanker
Reply to  Defensor da liberdade
3 meses atrás

Mas, ao contrário de ti, não quero me separar do Brasil, lazarento!

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Flanker
3 meses atrás

Cada um escolhe a cruz que quer carregar.

Flanker
Flanker
Reply to  Defensor da liberdade
3 meses atrás

blábláblá…..

Cabral01
Cabral01
Reply to  ivan alves de barros
3 meses atrás

Primeira vez que vejo alguém dizer que Pernambuco é um Estado falido, onde foi que vc encontrou essa informação? estou sentido um cheiro inveja, ou melhor, uma catinga.

ANDRE DE ALBUQUERQUE GARCIA
ANDRE DE ALBUQUERQUE GARCIA
Reply to  ivan alves de barros
3 meses atrás

Quem, em sã consciência, não é desafeto desse indivíduo? Por esse critério a ESA deve ficar fora do Brasil.

JClaudio
3 meses atrás

Qual a necessidade real de gastar tanto dinheiro com isso, meu Deus do Céu? As escolas de sargentos em Minas Gerais e Rio de Janeiro não está bom? Ficam nos locais mais acessíveis do país. Deve ser overdose de leite condensado e cervejas, só pode. Deve ter sido o Pazuelo o mentor dessa mudança. Quando teremos enfim forças armadas profissionais?

Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  JClaudio
3 meses atrás

A necessidade real eu respondi acima, a escola do Rio de Janeiro não vai mudar e a ESA vai mudar pelo motivo que coloquei acima. Não foi ideia do Pazuello (se você acha ele burro vai estudar um pouco sobre os feitos dele no exército, repito, NO EXÉRCITO). Essa mudança visa justamente um melhor profissionalismo dos sargentos, pois vc unificando o período básico vc tem uma tropa mais homogênea no quesito combate, fora os meios para instrução que será bem mais padrão.

Johnson
Johnson
Reply to  JClaudio
3 meses atrás

Criminalidade, impossibilidade de crescimento físico das instalações, ausência de terrenos disponíveis… Etc, etc, etc…

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  JClaudio
3 meses atrás

Todo dinheiro gasto em ensino não é dinheiro jogado fora, tanto é que temos uma das doutrinas mais madura do continente americano…parar de mimimi

Ainda digo mais, deveria montar mais colégios militares de exemplo para o resto do país

Isso não pode ser visto como gasto, é investimento a longo prazo

Last edited 3 meses atrás by Rafaelvbv
José de Souza
José de Souza
3 meses atrás

Deviam é concentrar tudo em Resende e otimizar instalações, currículos e docentes. Mais uma mamata…

Welington S.
Welington S.
Reply to  José de Souza
3 meses atrás

Você enche o saco com esse negócio de mamata, cara. Pelo amor de Deus. Tá reclamando? Simples, vai lá, despede quem realmente manda e tome o lugar dele e ADMINISTRE todo um corpo. Vamos ver se você vai continuar com esse papo de mamata que por sinal já encheu muito o saco aqui.

Antonio Abel
Antonio Abel
3 meses atrás

Que notícia surpreendente! A maioria dos aprovados e cursandos são de onde?

Flanker
Flanker
Reply to  Antonio Abel
3 meses atrás

Calma…..esse termo de compromisso é assinado por todos os interessados em sediar a ESA……..no caso, os governadores de PE, RS e PR e os prefeitos das cidades diretamente envolvidas. Nada está decidido ainda. A palavra final e definitiva da cidade escolhida será dada em agosto. Os candidatos e alunos são de todos os cantos do país.

Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  Antonio Abel
3 meses atrás

A maioria são do RJ e Sul, seguido do nordeste

Welington S.
Welington S.
3 meses atrás

Com a mudança definida, o que acontecerá com a atual escola? Será derrubada? Outra organização militar fará uso dela?

Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  Welington S.
3 meses atrás

Ela vai virar uma escola de especialização como a Esie, ou seja, vai possuir cursos de especialização como chaqao e até o cas.

Gabriel BR
Gabriel BR
3 meses atrás

Eu apenas acho que as forças armadas devem rever essa restrição de idade e seguir o modelo dos EUA. Tem muita gente aqui fora que poderia ser aproveitada ex: mecânicos experientes , técnicos de TI , cozinheiros e etc.

Cristiano GR
Cristiano GR
3 meses atrás

Qualquer uma das 3 finalistas é uma péssima escolha. Todas são cidades grandes e não agregaria nada ao EB nem ao país essa mudança. Uma escolha acertada, se bem estudada e avaliada, percebendo-se a necessidade de tal mudança para benefício do EB e dos contribuintes, seria uma cidade pequena da região Norte ou Centro-oeste, pois ajudaria no crescimento populacional e econômico de aluguma dessas regiões, sendo que são milhões de reais que ficarão por anos em salários e consumo na região que for estabelecida a escola. Escolher qualquer uma das 3 finalistas é descaso com o dinheiro do contribuinte, descaso… Read more »

Oráculo
Oráculo
Reply to  Cristiano GR
3 meses atrás

Obviamente você que sabe o que é melhor para o Exército.

Os oficiais envolvidos nos estudos, análises, planejamento, execução, etc. não tem o menor conhecimento e capacidade para escolher o local apropriado para a nova sede da ESA.

Como o EB pode cometer tamanho erro?

Deixar essa escolha nas mãos dos seus oficiais, sendo que era só perguntar para o “especialista” na internet?

É melhor ler isso do que ser cego…

Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  Cristiano GR
3 meses atrás

Ajudar na economia do local pra onde a escola vai mudar é consequência da mudança. O EB tá pensando nas prioridades dele para melhorar a formação do sgt e incentivar e tornar atrativa tanto para as pessoas de fora quanto para o efetivo permanente da escola. A formação vai melhorar bastante com essa mudança, vocês vão ver. Eu sou sgt, fui formado em uma dessas escolas e sei como é. E outra situação, Três Corações continua pequena, desde quando tem a ESA lá não mudou muita coisa, Formosa continua pequena mesmo com a mudança do cmt art ex e do… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Eduardo Oliveira
Flanker
Flanker
Reply to  Eduardo Oliveira
3 meses atrás

Exato! As pessoas falam de uma maneira imaginária, desapegada da realidade.

Mustafah
Mustafah
3 meses atrás

Parabéns aos Estados de PE, PR e RS pela seleção prévia para a escolha do sítio da nova Escola de Sargentos do EB, o investimento em Educação é o mais aproveitável e qualificado investimento que a força pode fazer na busca da sua modernização e profissionalização

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
3 meses atrás

Acho que Três Corações não vai entregar assim tão mole! A cidade vai perder muito! Tb acho que deveríam centralizar o ensino junto a outras instituições de instrução existentes. Mandar para o NE seria mais caro,se bem que tem o 72 BIMtz (Caatinga) e sua área de instrução. Santa Maria sai na frente pois já se consolidou como um grande polo de instrução , salvo melhor juízo!

Zorann
Zorann
3 meses atrás

A pergunta é bem simples: Quem vai pagar a conta da transferência? É o EB?

Eu não consigo entender esta transferência como prioridade. Pelos comentários, muitos estão preocupados é com seu estado pegar esta boquinha…. não com um gasto alto em plena pandemia, com algo que não precisava ser feito agora, em um período de queda de arrecadação.

Last edited 3 meses atrás by Zorann
Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  Zorann
3 meses atrás

Todo custeio da mudança é orçamento do EB. Mas essa mudança ainda vai demorar. Até construírem uma nova escola, em um novo local vai demorar demais, talvez nem estaremos mais em pandemia. O que estão fazendo agora é escolhendo o local, após essa escolha são várias etapas.

Last edited 3 meses atrás by Eduardo Oliveira
Soldat
Soldat
3 meses atrás

Este governador deve ter dito: “nem queria kkk”. Estrategicamente falando, para o Exército Brasileiro eu não sei, mas eu diria que é muito para o estado de Pernambuco. A cidade de Abreu e Lima fica um pouco distante da capital, onde o desenvolvimento ainda não chegou com força. Ao contrario do que o mentiroso Governador fala: “integrador”, “que sabe acolher e receber as pessoas”. Este povo qual ele fala não tem absolutamente nada de acolhedor. Lembro-me como se fosse hoje a 16 anos atrás quando cheguei nessa joça. O lugar e a cultura se comparado com minha cidade natal, estão… Read more »

Jorge
3 meses atrás

A matéria diz que a EsSA é uma instituição de ensino de nível “superior”…Que eu saiba, a formação de sargentos ainda é de nível MÉDIO, não…?

Fabio
Fabio
Reply to  Marcos Cooper
3 meses atrás

Ponta Grossa no Paraná parece ser a escolha mais coerente.

maretupi
maretupi
3 meses atrás

lugar é uma favela só! péssima opção para o exército vão ter seus jovens expostos a uma cidade perigosa. Essa escola tem de ficar em um cidade pequena em um local tranquilo.

Últimas Notícias

Taiwan testará mísseis Patriot III nos EUA

TAIPEI (Taiwan News) - Os militares de Taiwan em breve testarão mísseis Patriot III no White Sands Missile Range...
- Advertisement -
- Advertisement -