segunda-feira, junho 27, 2022

Saab RBS 70NG

Yang Kyoungjong, o soldado coreano que combateu em três exércitos na Segunda Guerra Mundial

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Yang Kyoungjong (3 de março de 1920 – 7 de abril de 1992) era um soldado coreano que lutou no Exército Imperial Japonês, no Exército Vermelho Soviético e depois na Wehrmacht alemã durante a Segunda Guerra Mundial. Ele foi o único soldado que lutou em três lados de uma guerra, e esse status lendário lhe valeu muito reconhecimento.

Em 1938, aos 18 anos, Yang estava na Manchúria quando foi recrutado no Exército Kwantung do Exército Imperial Japonês para lutar contra a União Soviética. Na época, a Coreia era governada pelo Japão. Durante as Batalhas de Khalkhin Gol, ele foi capturado pelo Exército Vermelho Soviético e enviado para um campo de trabalho. Por causa da escassez de mão-de-obra enfrentada pelos soviéticos em sua luta contra a Alemanha nazista, em 1942 foi pressionado a entrar em combates pelo Exército Vermelho junto com milhares de outros prisioneiros e foi enviado para a frente oriental européia.

Em 1943, ele foi capturado por soldados da Wehrmacht no leste da Ucrânia durante a Terceira Batalha de Kharkov e foi pressionado para lutar pela Alemanha. Yang foi enviado para a França ocupada para servir em um batalhão de prisioneiros de guerra soviéticos, conhecido como “Batalhão do Leste”, localizado na península de Cotentin, na Normandia, perto da Praia de Utah. Após os desembarques do dia D no norte da França pelas forças aliadas, Yang foi capturado por paraquedistas do Exército dos Estados Unidos em junho de 1944.

Os americanos inicialmente acreditaram que ele era um japonês em uniforme alemão; na época, o Tenente Robert Brewer do 506º Regimento de Infantaria Paraquedista, da 101ª Divisão Aerotransportada, informou que seu regimento capturou quatro asiáticos em uniforme alemão após os desembarques de Utah Beach e que inicialmente ninguém conseguiu se comunicar com eles. Yang foi enviado para um campo de prisioneiros na Grã-Bretanha e mais tarde transferido para um acampamento nos Estados Unidos. Depois que ele foi libertado no final da guerra, ele estabeleceu-se em Illinois, onde morou até a morte em 1992.

Yang Kyoungjongn capturado na Normandia
Yang Kyoungjongn capturado na Normandia

FONTE: Antony Beevor, (2012). The Second World War. Weidenfeld and Nicholson; Wikipedia

- Advertisement -

5 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mictanos
1 mês atrás

Conheço essa estória, inclusive já vi um filme coreano sobre isso…
Pra quem tiver curiosidade, segue link abaixo do IMDB:
https://www.imdb.com/title/tt1606384/?ref_=nv_sr_srsg_0

Mas para assistir, só procurando nos sites de download, tanto com o título em coreano, quanto título em inglês

obs: filmes coreanos de guerra não devem nada a filmes americanos de guerra. Tenho experiência, já assisit muitos, incluisve medievais, navais, 2 GM ou Guerra da Coreia

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  Mictanos
1 mês atrás

Já assisti há muito tempo, tem no site listafilmessegundaguerra como My Way ( sinto falta do Frank Sinatra na trilha sonora, rs ) não vou botar o resto p/ não ficar retido.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Mictanos
1 mês atrás

Não devem mesmo. Gostei bastante desse filme.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
1 mês atrás

Esses alemães eram tão preconceituosos que tinham coreanos, árabes, judeus, hindus, africanos e até latinos em suas fileiras.

Last edited 1 mês atrás by Inimigo do Estado
Emmanuel
Emmanuel
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Claro…e todos estavam lá por escolha própria.
Se alistaram democraticamente.
Cada uma…

Últimas Notícias

Stoltenberg: Diálogo amplo entre Rússia e OTAN não é mais possível

BRUXELAS, 27 de junho. /TASS/. A Otan e a Rússia devem preservar as linhas de comunicação, mas um amplo...
- Advertisement -
- Advertisement -