Os primeiros tanques Leopard 1 transferidos pela Dinamarca, Alemanha e Holanda chegaram à Ucrânia, informou o Ministério da Defesa dinamarquês.

“Os primeiros 10 tanques já foram enviados para a Ucrânia. E mais estão a caminho”, disse o Ministério da Defesa em comunicado. Instrutores militares dinamarqueses estão treinando soldados ucranianos para operá-los na Alemanha, disse o comunicado.

Em Fevereiro, a Dinamarca, a Alemanha e os Países Baixos prometeram entregar mais de 100 tanques de fabrico alemão à Ucrânia nos “próximos meses”.

Subscribe
Notify of
guest

102 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RDX
RDX
10 meses atrás

Blindagem leve, canhão inútil contra os tanques inimigos e sensores obsoletos. Tenho pena dos bravos tripulantes ucranianos.

Godo
Godo
Reply to  RDX
10 meses atrás

O pior de tudo é que o Brasil tem esse treco ultrapassado e obsoleto

Bernardo
Bernardo
Reply to  Godo
10 meses atrás

É amigo se ainda tivermos pessoas sérias no alto comando do EB vão olhar bem pra esse teste de fogo ai, “mas” eu fico com um pé atras pois o deitado eternamente é para sempre mesmo.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Bernardo
10 meses atrás

Na esperança de abrirem os olhos e largarem de mão essa peça de museu…

Marcos
Marcos
Reply to  RPiletti
10 meses atrás

São bem melhores que os dos russos, não esqueçam que eles estão usando t54 e t55.

A Véia Quaker
A Véia Quaker
Reply to  Godo
10 meses atrás

No Brasil tudo é ultrapassado, inclusive Almirantes,Brigadeiros e Generais.

Bispo
Bispo
Reply to  A Véia Quaker
10 meses atrás

Se o planeta continuar na ebulição e a Amazonia surgir como interesse da OTAN e a ponta de lança for a Guiana Francesa…. serias duvidas da eficacia de nosso “estado maior”…. um PA americano “estacionado” a 200km da costa do RJ , já “trava” RJ/SP…

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Bispo
10 meses atrás

Vai brincar aos soldados e guerras para a playstation.
Ridiculo isso de querer encontrar inimigo.

Bispo
Bispo
Reply to  Rui Mendes
10 meses atrás

Ridículo é ser um “ Neville Chamberlain” achando que todos os países e seus líderes pensam igual a você … “a história sempre se repente só muda a roupagem.”

Fábio CDC
Fábio CDC
Reply to  Godo
10 meses atrás

Os Leopard 1A1′ desde muitos tempo não estão mais em operação no EB, apenas os 1A5.

Régis
Régis
Reply to  RDX
10 meses atrás

Ainda poderá ser útil contra a infantaria e blindados leves e médios, mas se for atingido por ATGMs como o Kornet já era. Nem o Challenger 2 aguentou o míssil russo.

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Régis
10 meses atrás

O challenger foi destruído por um kornet?

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Jefferson B
10 meses atrás

Tem até o vídeo do ocorrido, filmado por um drone.

Bernardo
Bernardo
Reply to  Jefferson B
10 meses atrás

Jefferson eu também fiquei com essa duvida pois o único vídeo que eu vi foi ele já destruído todo, queimado assim não da pra analisar nada.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Bernardo
10 meses atrás
Maurício.
Maurício.
Reply to  Jefferson B
10 meses atrás

Supostamente sim, ele seria o segundo Challenger destruído, não é o mesmo da matéria que saiu esses dias aqui no forte.

https://twitter.com/bazdarm1/status/1699901349163417868/mediaViewer?currentTweet=1699901349163417868&currentTweetUser=bazdarm1

Maurício.
Maurício.
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Só um detalhe, procurei mais sobre esse vídeo, uns dizem que na verdade se trata do mesmo Challenger que já tinha sido destruído esses dias, por outro lado, uns dizem que é outro Challenger, no caso destruído por um kornet. Fica a dúvida no ar.

Underground
Underground
Reply to  Régis
10 meses atrás

Challenger foi parado por mina.

Felipe
Felipe
Reply to  Underground
10 meses atrás

Isso é que a Inglaterra está dizendo pra diminuir sua derrota. 2 foram destruídos por misseis Kornet.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Felipe
10 meses atrás

A Inglaterra???
Filho, eles nem se pronunciaram.

Frederico Boumann
Frederico Boumann
Reply to  Régis
10 meses atrás

Rapaz, o Challenger 2 foi destruído por mina terrestre! Eu não entendo isso do prazer em mentir, em falar inverdades. Independente de ter sido por mina ou míssil, o fato foi uma vitória para os russos. Sinceramente…

deadeye
deadeye
Reply to  Frederico Boumann
10 meses atrás

uè, isso agora é uma vitória? o exercito Russo não era o master blaster com equipamentos infalíveis??

Dante
Dante
Reply to  Régis
10 meses atrás

O challenger foi destruído por uma mina anti-tank

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  RDX
10 meses atrás

Está falandondo t62 ?

Oplot
Oplot
Reply to  RDX
10 meses atrás

105mm é inútil aonde?
Pare de jogar videogame e estude, senão fique quieto.

RDX
RDX
Reply to  Oplot
10 meses atrás

O 105 mm penetra a blindagem frontal dos tanques russos, seu comédia? Já que você não tem QI suficiente para interpretar um texto quer que eu desenhe?

C G
C G
Reply to  RDX
10 meses atrás

Depende, existem munições especiais 105mm que podem perfurar a blindagem frontal mas duvido que a Ucrânia receba alguma, sword alguma coisa da Elbit!

MMerlin
MMerlin
Reply to  RDX
10 meses atrás

RDX
Acredito que nem um canhão 120mm consegue perfurar a blindagem frontal dos blindados russos a partir do T-72 (de repente até o T-64 entre na lista). É a parte com mais espessura e anulação da proteção desses veículos.

MMerlin
MMerlin
Reply to  MMerlin
10 meses atrás

Anulação = Angulação

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  MMerlin
10 meses atrás

Acho difícil o 120 não penetrar o T-72 frontalmente, considerando que as munições APFSDS mais modernas foram projetadas levando em consideração justamente esse cenário (e os países da OTAN tiveram acesso aos T-72 depois da queda da URSS).

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Bruno Vinícius
10 meses atrás

Exatamente caro Bruno, a análise não deve ser feita apenas sobre a espessura do canhão seja ele 90/105/120mm, mas sim sobre o cenário analisando sempre o resultado da energia de impacto sobre a blindagem do alvo….é pura engenharia e física…mas para entender temos que analisar a história para ligar os fatos. Os equipamentos soviéticos (principalmente os ex Alemanha Oriental) serviram de estudos e chegaram a conclusão que era necessário aumentar o calibre 105mm para 120mm E depois que os russos aperfeiçoaram as blindagens do T-72 e também criaram novos modelos mais recentes (T80 / T90) o ocidente se viu na… Read more »

RDX
RDX
Reply to  MMerlin
10 meses atrás

Depende da munição. As munições 120mm mais antigas não penetram a blindagem frontal dos atuais tanques russos, especialmente os T-72 e T-90 equipados com Konkakt-5 ou Relikt ERA.
A blindagem frontal do T-90, por exemplo, possui entre 800 e 1500 mm. As munições 120mm antigas penetram até 630mm; as munições 105mm do EB penetram entre 390 e 470mm, salvo engano; as munições 105mm mais avançadas penetram aproximadamente 550mm.

RDX
RDX
Reply to  RDX
10 meses atrás

O Leopard 1A5 do EB emprega 2 tipos de munição APFSDS-T (superflecha):

DM-33 com 380mm de penetração a 2 km.
DM-63 com 450mm de penetração a 2 km.

RPiletti
RPiletti
Reply to  MMerlin
10 meses atrás

Tem vídeo de um L2A6 atingindo um T-80 a 2,8km, infelizmente não dá para saber se atingiu a frontal, ocorre que já eras para este atingindo…

Heinz
Heinz
Reply to  RDX
10 meses atrás

Não precisa perfurar, só de causar dano já inválida o blindado do combate.

deadeye
deadeye
Reply to  RDX
10 meses atrás

O 105mm do Leopard, sim.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  RDX
10 meses atrás

Como se os Russos aparecessem, para bater de frente com os mbt’s dos Ucranianos.
Um Leopardo 1 A5, em grupo com Leopardos 2, Challenger 2 e M1A2 Abrams, é um meio ainda muito útil e capaz e o seu canhão de 105 mm, pode disparar em andamento, com uma estabilidade muito boa mesmo, sendo mais leve que os outros mbt’s ocidentais, terá também excelente mobilidade.
Se não fosse um meio ainda muito capaz, não seria mandado para a Ucrânia.

Groosp
Groosp
Reply to  RDX
10 meses atrás

Tanque vs tanque é uma coisa rara na guerra da Ucrânia. Os tanques estão sendo destruídos por minas terrestres + artilharia, ATGM e munição loitering. O principal uso dos tanques é apoio à infantaria e os Leopards 1, assim como os T-55 e T-62 do lado de lá, ainda são muito úteis. Vale lembrar que estes tanques possuem mais blindagem e poder de fogo que os IFV mais modernos.

dfa
dfa
Reply to  Groosp
10 meses atrás

Finalmente um comentário sensato.

RDX
RDX
Reply to  Groosp
10 meses atrás

Concordo plenamente. Mas lembrando que o prometido avanço dos blindados ucranianos ainda não começou.Os poucos blindados (geralmente IFVs e APCs) que conseguiram ultrapassar os campos minados foram caçados e destruídos pelos tanques e helicópteros inimigos. O Leopard 1 não tem poder de fogo e proteção blindada para encarar os tanques russos. Fato!

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  RDX
10 meses atrás

Que destruídos pelos tanques inimigos, os Leopardo 2 e agora os Challenger 2, já foram para a frente muitas vezes, acontece que os Russos não são estúpidos e não avançam para os confrontar com os seus mbt’s, mas os Ucranianos já perceberam isso.

RDX
RDX
Reply to  Groosp
10 meses atrás

A propósito: seria muito mais sensato e simples transferir uma centena de Abrams da reserva do US Army para cumprir esse papel.

wilhelm
wilhelm
Reply to  RDX
10 meses atrás

O Abrams é um pesadelo logístico, ainda mais para um exército que não está habituado a operar ele.

RDX
RDX
Reply to  wilhelm
10 meses atrás

O suporte logístico é da OTAN. Aliás, os ucranianos já operam o Abrams. Pesadelo logístico será manter o Leopard 1 com boa disponibilidade. Volto a repetir: quando acabar essa guerra esqueçam peças de reposição para os nossos Leopard 1.

Augusto José de Souza
Augusto José de Souza
Reply to  RDX
10 meses atrás

Em breve já serão substituídos por MBTs mais modernos,o EB já lançou o programa nova couraça. Acredito no Leopard 2 por ser sua sucessora natural e por já existir uma fábrica da KMW no Brasil o que favorece a transferência de tecnologia mais fácil.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  RDX
10 meses atrás

Então e já não estão a finalizar o treino aos Ucranianos, para os Abrams também entrar nesta guerra, não sei quantos serão, mas serão importantes, para se juntar aos Leopardo 2 e Challenger 2.
Depois os Leopardo 1A5 também vão ajudar bastante.
O que os Ucranianos agora mais desejam, são os F-16, os mísseis taurus e os Atacams, tudo junto, ajudará bastante, o trabalho a ser feito pelos mbt’s, vci’s e artilharia pesada.

Carlos
Carlos
Reply to  RDX
10 meses atrás

Lamento estar a ler isto, mas os Leopard1A5 estão bem capacitados para combater os T72 e os T80 e muito mais capacitados para combater os T54/55 que a Rússia foi buscar aos museus

deadeye
deadeye
Reply to  RDX
10 meses atrás

Sim, top de linha são os T-64 e T-55 em uso pelos Russos

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  RDX
10 meses atrás

Idem

Nuno Taboca
Nuno Taboca
10 meses atrás

Toda ajuda é válida.

Ravengar
Ravengar
10 meses atrás

Eu vi no twitter que a Itália vai enviar 56 destes tanques..
Imagina se os ucranianos pudessem contar com os cascavéis em emboscadas?

RDX
RDX
Reply to  Ravengar
10 meses atrás

Atualmente o fã-clube do Cascavel está inspirado. Rss.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  RDX
10 meses atrás

Cascavel, com aquele canhã e aquele sistema de mira de um tanque da WWII, não presta nem pra apoio de fogo pra infantaria, que dirá contra qualquer outro veículo moderno.
Qualquer veículo com mira minimamemte decente, com telemateo laser ou NVG, localizaria o Cascavel muito antes dele perceber que tem inimigo na área.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Ravengar
10 meses atrás

O cascavel ds um bom cavalo de troia

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Ravengar
10 meses atrás

Eu teria pena do pobre diabo que tivesse que tripular um Cascavel naquele conflito…
Imagina um Cascavel passando sobre uma mina, ou recebendo um RPG em cheio.
Não sobra nem a alma do coitado.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

É bom que o sujeito vai logo.Não fica sofrendo dentro de um blindado moderno destruído tentando dar um tiro na cabeça.

Magaren
Magaren
Reply to  Ravengar
10 meses atrás

Eu gosto da idéia dos Cascaveis na Ucrania.

Não porque são bons, apena paras nos livrar deles.

Gabriel BR
Gabriel BR
10 meses atrás

Com amigos desses que precisa de inimigo?!
Sem apoio americano os europeus não são nada…vergonhoso!

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Gabriel BR
10 meses atrás

A única vergonha és tu, Vergonha vir inventar, os MBT’S que até agora lá chegaram, são os Europeus, o que os Europeus já mandaram para a Ucrânia, dava para equipar umas forças armadas inteiras. Depois ainda as portas da UE estão e estiveram abertas para os Ucranianos. Ao contrário, quando os Venezuelanos precisaram, tiveram as portas dos vizinhos quase todas fechadas e ainda se lia que era bem feito, que morressem de fome. A Ucrânia existe hoje, graças aos seus valentes soldados e à ajuda dos EUA, sim e da Europa. Eu sei que sabes isto, queres é tentar levar… Read more »

Tuxedo
Tuxedo
10 meses atrás

Vão virar pó

Magaren
Magaren
10 meses atrás

Toda sucatas que os países da otan querem ver atualizadas mandam para a Ucrania para os EUA mandar novos.

Tuxedo
Tuxedo
Reply to  Magaren
10 meses atrás

Nem isso.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Magaren
10 meses atrás

Os melhores mbt’s que estão na Ucrânia, são os Leopardo 2A6 Alemães e Finlandeses, os Leopardo 2A5 Dinamarqueses, os Strv 122 Suecos, os Leopardo 2 A6 Portugueses, os Sam Patriot pac3 Alemães e Holandeses, os Sam Mamba (Aster30) dos Italianos e Franceses, os Caeser Franceses e os Caeser Dinamarqueses (doados novos a estrear) os Panzer 2000 Alemães e Holandeses, os Archer 155 mm Suecos, os Cv-90 Suecos, Dinamarqueses, Noruegueses e Finlandeses, os Íris-T Alemães, os Nasams Noruegueses , os Challenger 2 Britânicos, os Nlaw dos Britânicos e dos Suecos, os Harpoon Dinamarqueses, os Stinger Alemães e Holandeses, os Starstreak Britânicos,… Read more »

Tuacha
Tuacha
10 meses atrás

Quem, não tem cão, caça com gato. O maior exército do mundo, perdeu para homens de chinelo, montados em camionetes. Melhor blindagem fraca que blindagem nenhuma. Não existe equipamento indestrutível, se, estiver no alcance, das armas do inimigo, vai levar pau.

Welington S.
Welington S.
10 meses atrás

Idênticos ao lixão que usamos aqui. Brasil sem política de Defesa, sem nada. Sai ano, entra ano, e não vemos mudanças significativas. EE-11 Cascavel sendo ”modernizados”, Leopards recebendo ”modernizações de vida útil” e por ai vai, torrando dinheiro com lixo da década de mil novecentos e bolinha. O que nós temos de moderno no EB? Guarani e Guaicurus, só.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Welington S.
10 meses atrás

Mas lista.Qual vizinho do Brasil que pode entrar aqui no estilo blitzkrieg e botar o “lixão” prá correr?Fora a manutenção e Logística que temos que é tão ou mais importante. Recuperar os blindados com problemas e botar de novo para a ação.Agora se for a Otan chegando te dou razão e vamos correr.

Welington S.
Welington S.
Reply to  Renato de Mello Machado
10 meses atrás

Apesar dos pesares, nenhum país da região, sozinho, pode contra o Brasil. Mesmo se juntasse todos, seria difícil, pela dimensão territorial que temos, mão de obra e vários outros fatores. Inclusive, existe, sim, um blindado, em nossa região, que poderia botar o nosso lixão pra correr e ele se chama TAM 2C. Sim, com a modernização que os argentinos estão fazendo, o TAM 2C fica em primeiro lugar. Basta você pesquisar e ver o programa de modernização deles que você verá isso; só os ópticos sendo colocados, já faz o nosso lixão correr e evitar enfrentamento. Manutenção não é exigência,… Read more »

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Welington S.
10 meses atrás

Dinheiro é mal gasto.Infelizmente

Faver
Faver
Reply to  Renato de Mello Machado
10 meses atrás

Certamente não seria uma blitzkrieg de um vizinho. Talvez uma cabeça de ponte estabelecida por um desenbarque anfíbio em uma praia brasileira (nordeste e longe do Rio de Janeiro, onde estão acumulados o grosso das FAs…). Como seria a nossa defesa nestes casos?

Faver
Faver
Reply to  Faver
10 meses atrás

Não temos defesa aérea e nem mísseis antinavio a ser lançados por terra. Não temos drones. Como seria a defesa nestes casos?

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Faver
10 meses atrás

Oração e mandingas.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Faver
10 meses atrás

No caso nossas forças teriam de usar guerrilha.Tipo os homens de chinelo, montados em camionetes,Cascavel,Guarani e Guaicurus.  Franco-atirador seria bom e barato.Atrasa e mata muito adversário.Também alguém ficaria do nosso lado para fazer alianças.

Recruta zero
Recruta zero
10 meses atrás

Acho que o problema do leopard1 na Ucrânia não é nem o canhão,sensores ou blindagem mas sim a mecânica:são veículos que provavelmente não receberam suspensão,motores e caixa de transmissão novas ou remanufaturadas,por serem veículos antigos fora de produção e que tem poucos armazenados não tem peças em estoque suficiente para operar nos rigores e exaustão do campo de batalha,sem em treinamento um MBT anda no maximo 5km por dia em combate pode chegar até 50km por dia.acho que o principal desafio para as tripulações será manter uma disponibilidade razoável e saber manejar as situações de pane no campo e sem… Read more »

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Recruta zero
10 meses atrás

Estes Leopardo 1, foram todos modernizados, antes de ir para a Ucrânia.

Felipe
Felipe
10 meses atrás

Game-Changer

RPiletti
RPiletti
Reply to  Felipe
10 meses atrás

É essa a confiança que tu tens nos valentes presidiários russos?

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Felipe
10 meses atrás

Não, esse foi o T-55.
Junto com a coluna do exército vermelho (como diziam alguns blogs e fanzinhos) de 80 Km que ia a caminho de Kiev.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
10 meses atrás

E o que tem? Então tem de ir.Não tem jeito.

Orivaldo
Orivaldo
10 meses atrás

Gostaria de saber se estes que estão sendo enviados, são melhores que os nossos

Augusto José de Souza
Augusto José de Souza
Reply to  Orivaldo
10 meses atrás

Mesma versão ou um pouco inferior,os Leopards brasileiros são considerados os mais modernos da família Leopard 1 pelas suas atualizações e agora vai ficar melhores com a modernização podendo receber canhão de 120 mm e blindagem composta.

DanielJr
DanielJr
Reply to  Augusto José de Souza
10 meses atrás

Essa modernização não vai acontecer, se acontecer vão trocar os rádios, dar uma pintura nova e pronto. Nada de blindagem composta e canhão de 120mm. Essas modificações exigem uma nova torre, nova suspensão, modificação de todo o aparelho de pontaria e subsistemas. Tudo isso em um tanque que não possui mais estoque de longo prazo para peças do motor. O EB e a KMW estão procurando leopards parados em outros países para retirar peças mecânicas para servir aos nossos já, isso antes da guerra, agora nem esses terão. A substituição do powertrain todo seria uma loucura financeira e de engenharia.… Read more »

Augusto José de Souza
Augusto José de Souza
Reply to  DanielJr
10 meses atrás

O programa de modernização do Leopard 1a5 inclui blindagem composta e canhão de 120 mm e o EB já tem o programa para o novo MBT e VCI mas só devem ver isso depois de selecionar o obuseiro de 155 mm,a compra do sistema Akashi da Índia e dos helicópteros Black HAWK,mas as propostas das concorrentes já estão na mesa.

Heinz
Heinz
10 meses atrás

Será que o Canadá vai enviar seus Leopards C2Mexas? É uma versão do Leopard 1a5 modernizada com adição de blindagem

Mateus Klug
Mateus Klug
10 meses atrás

O mais impressionante de tudo é o tanto de “engenheiros” bélicos que temos no Brasil dotados de conhecimento sobre blindagem, calibre de canhões, estratégias de combate…essa é a razão pela qual o Brasil possui as melhores tecnologias bélicas e se destaca no mundo como potência militar…🎵terceiro mundo se for…piada do exterior 🎶

Felipe
Felipe
10 meses atrás

O desespero bateu na porta da Ucrânia. É agora ou nunca. No inverno, uma nova ofensiva Russa deve acontecer e será o fim.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Felipe
10 meses atrás

A Ucrânia desde fevereiro de 2022, que está a lutar pela sobrevivência, ou se quiseres (está no desespero), mas só um povo com grande coragem, sem pertencerem à NATO ou UE, enfrentava a 2 maior Potência militar do mundo, e aquela primeira semana, foi uma demonstração de coragem.

naval762
naval762
10 meses atrás

Veremos os leopard 1 dando uma demonstração de o quão adequados a realidade da guerra estão, aí quem sabe os sapientissímos generais do EB parem de enrolar e busquem um blindado que não esteja num ferro velho ou num museu.

Augusto José de Souza
Augusto José de Souza
Reply to  naval762
10 meses atrás

Já tem o programa só que agora a prioridade é artilharia com obuseiro de 155 mm e o sistema Akashi indiano que à imprensa indiana já da como certo a compra inicial de 15 unidades pelo EB em troca eles compram 80 aeronaves KC-390. O programa nova couraça busca um novo blindado de infantaria e o MBT vem junto da mesma fabricante como CV-90 ou KF-41 Lynx e Leopard 2.

Antunes 1989
Antunes 1989
10 meses atrás

Novo tanque do exército americano!

Serviria como uma luva por aqui .

comment image?crop=0.563xw:1.00xh;0.158xw,0&resize=640:*

RDX
RDX
Reply to  Antunes 1989
10 meses atrás

Perfeito para o CFN.

Augusto José de Souza
Augusto José de Souza
Reply to  RDX
10 meses atrás

Acho o AMX-30 F1 uma boa opção também pois é compacto e idêntico ao SK-105 mas moderno.

Ivan
Ivan
Reply to  Antunes 1989
10 meses atrás

https://www.forte.jor.br/2022/06/29/us-army-seleciona-projeto-da-gd-para-futuro-tanque-leve/ . Tanque “leve” M10 Booker, com mais de 38 toneladas (até 42 toneladas, motor diesel de 1.070 cv (800 kW) e canhão de 105mm. Nas palavras do Major General Glenn Dean, oficial executivo do programa de Sistemas de Combate Terrestre do Exército: “O M10 Booker é um veículo blindado que se destina a apoiar as nossas Brigadas de Combate de Infantaria, suprimindo e destruindo fortificações, sistemas de armas e rotas de trincheiras e, em seguida, fornecendo proteção secundária contra veículos blindados inimigos.” . Pelas especificações técnicas, inclusive armamento, o M10 Booker é, praticamente, um Leopard 1 mais moderno, com… Read more »

Mauricio Autorino Veiga
Mauricio Autorino Veiga
Reply to  Antunes 1989
10 meses atrás

Isso aí não é um MBT e não acrescenta nada ao EB, oque ‘fura” o LeoI também fura o “Baby Tank” Americano, precisamos de algo maior e melhor mas seria um bom plano B…

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Mauricio Autorino Veiga
10 meses atrás

Apesar de eu concordar com você que existem opções melhores para o exército brasileiro na função de MBT (Type 10 cof cof), acho difícil de acreditar que o M10 tenha um nível de proteção similar ao do Leo 1. Digo isso pois o Booker, apesar de ter um peso semelhante, usa blindagem composta, coisa que não está presente nos Leo 1s. Certamente não é o suficiente para parar um APFSDS de um MBT, mas ainda assim deve oferecer uma proteção melhor.

Mauricio Autorino Veiga
Mauricio Autorino Veiga
Reply to  Bruno Vinícius
10 meses atrás

Por isso eu disse que seria um bom “Plano B”, mas as limitações são evidentes…

Maurício.
Maurício.
Reply to  Antunes 1989
10 meses atrás

Os chineses também tem um tanque leve, poderia ser uma opção para substituir os SK-105, mas por ser chinês, provavelmente nunca vai ter chance, no quesito preço deve ser mais barato que o Booker.

https://www.forte.jor.br/2021/11/27/imagens-tanque-leve-chines-type-15-black-panther/

Bispo
Bispo
10 meses atrás

O campeonato “torres ao céu” já pode ter seu campeão…rs

Infantaria_leve_BiABR
Infantaria_leve_BiABR
Reply to  Bispo
10 meses atrás

Ja tem. t72 e t80.
Vide os videos anteriores. Lançamento de Zstorms em altura. Quem for mais alto, ganha uma leitoa do Putin.

Emmanuel
Emmanuel
10 meses atrás

Ain…o Leopard 1 é um lixo. Ain…o Leopard 1 é obsoleto. Ain…o Leopard 1 é peça de museu. Meu amigo, se a FAB comprou 36 Gripen E “com prestações a perder de vista”, você espera o que do Exército? A encomenda de 300 K2 Black Panther??? Nossa realidade, e a do Exército, é a do Leopard 1 e fique satisfeito com isso. Centauro II foi um ponto fora da curva. Fique feliz se, no futuro, vier algum blindado usado em bom estado de conservação. Brasil é isso desde 1889 quando virou República. Quem dava importância para o Exército era Dom… Read more »

Arthur
Arthur
10 meses atrás

Na linha do: “se sobrar algum eu quero”, vai ter muito militar brasileiro salivando só em pensar em ter mais alguns. É bem aquela concepção do Nelson Rodrigues: o tal “complexo de vira-lata”.

Mcruel
Mcruel
10 meses atrás

De fato, é o retorno da guerra fria… Leo1 de um lado e T55 do outro!!!

Carlos Crispim
Carlos Crispim
10 meses atrás

Ué, mas já postaram fotos do Leo1 destruído e até capturado pelos russos. Ashuahshuashuahsuahsua… E eu acreditei!