sexta-feira, agosto 19, 2022

Saab RBS 70NG

Prefeitura de NY divulga vídeo de sobrevivência em caso de ataque nuclear

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O Departamento de Emergências da cidade de Nova York divulgou um vídeo na segunda-feira (11) com o passo a passo do que se deve fazer se a Grande Maçã estiver sob ataque nuclear.

O vídeo de 90 segundos modela a situação de ataque nuclear contra a cidade norte-americana. “Não me pergunte como ou por quê”, diz uma mulher vestida de preto que está andando por uma rua deserta da cidade.

Ela pede para os residentes lembrarem três ações-chave. Primeiro, é encontrar abrigo o mais rápido possível. É importante afastar-se das janelas, instrui a mulher

“Ficar no carro não é uma opção”, conta ela. As instruções obrigam ficar em um prédio, fechar todas as portas e janelas e ficar o mais longe possível destas no meio do edifício, ou, caso haja um porão, abrigar-se lá.

Os moradores da cidade que estiverem do lado de fora no momento da explosão são aconselhados a lavar-se o mais rapidamente possível, conta a mulher no segundo passo. Conforme suas instruções, é preciso remover toda a roupa e embalá-la em sacos plásticos para manter a poeira radioativa longe do corpo.

O passo final é seguir a mídia para atualizações e ficar dentro de casa até que as autoridades digam que é seguro, concluiu a mulher.

FONTE: Sputnik

- Advertisement -

79 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

79 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
sub urbano
sub urbano
1 mês atrás

Igual a comissaria ensinando a botar o cinto de segurança no avião. Quando a China atacar não haverá tempo para nenhum ianque se esconder. Será o fim do sonho americano rs

Heinz
Heinz
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Não sei qual a tara de vocês em um ataque nuclear russo ou Chinês contra os yankers.
Deixa eu te avisar um negócio, se isso ocorrer, a China vira pó na mesma hora, e não vai ter nada que possa impedir que isso ocorra.
Seriam milhões de mortes, se não chegar a bilhões..
Torcer para que isso ocorra é doentio.

Adunlucas
Adunlucas
Reply to  Heinz
1 mês atrás

Tudo na américa do norte, europa e boa parte da ásia vira pó. Efeitos negativos atingem o mundo todo. Possivelmente o sul da américa do sul e da áfrica sofrerão menos. Mas ninguém sairá ileso. Alguns países têm recursos para interceptar os nukes, mas nem todos serão interceptados, e alguns interceptados explodiriam na atmosfera. Não faz diferença quem começa. Mas como termina já se imagina.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Ola Su. Por que a China? Qual motivo ela teria para bombardear NY? Qual o contexto deste ataque, seria uma retaliação aos EUA por terem bombardeado Beijing?

Figueiredo
Figueiredo
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Simplesmente vai queimar.
Acho que os americanos devem ter isso em mente nas próximas eleições.
Seus mandatários andam muito assanhados.

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Único “assanhado” é o baixinho mafioso que está louco para levar 7 mil ogivas no rabo..talvez o povo russo tenha sorte e o câncer leve ele antes …câncer é uma benção nesses casos …leva um demônio que nunca deveria ter nascido .

ROBERT SMITH
ROBERT SMITH
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

… correção… será o fim do “sonho mundial” … ou você realmente acha que se atacarem os EUA com armas atômicas a resposta não será IMEDIATA e igualmente devastadora? será o FIM da humanidade como conhecemos….

dfa
dfa
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Não será só o fim do sonho americano não.
Vai ser o fim da humanidade se houver um despoletar de hostilidades entre as principais potências nucleares.
Quem não morrer no fogo nuclear, morrerá da radiação ou da fome, o planeta inteiro ficará sem ver o sol no mínimo durante dez anos com chuvas ácidas durante 15 anos ou mais e isto nas previsões mais positivas…
Sabe quem ganha? As baratas, porque a humanidade juntava-se aos dinossauros como espécie extinta.

Last edited 1 mês atrás by dfa
Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Vc ainda dá risadinha no final do comentário? Será o fim de qualquer sonho cara! Não vai restar nenhum sub urbano para rir no final. Só vão sobrar as baratas… e elas não gostam muito da ideia não.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Isso doentio! Independentemente de quem atacaria os EUA, a resposta seria de igual ou maior proporção. Seria o fim da sociedade civilizada como conhecemos hoje, pois a destruição mútua é assegurada! É doentio torcer que isso aconteça!

Oráculo
Oráculo
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Os caras começaram a fazer maconha transgênica, o resultado tá ai nesse comentário…

Nemo
Nemo
1 mês atrás

É isso, se tranque no banheiro e fique lá esperando. Provavelmente não haverá nem porta, nem banheiro, nem apartamento, nem Nova Iorque, nem mundo; mas fique esperando as autoridades.

ROBERT SMITH
ROBERT SMITH
Reply to  Nemo
1 mês atrás

é… num caso deste creio que as “autoridade” já terão virado “poeira” … será um mundo do “salvem-se quem puder” … dos que sobreviverem só terão alguma chance de sobreviver algum tempo a mais os que se prepararam antes… tipo já há alguns anos… com mantimentos estocados, armas e “safe houses” escondidas e em locais distantes…

Claudio Moreno
Claudio Moreno
1 mês atrás

Até que seja seguro…talvez uns 100 anos depois?
Se a primeira pipocar, o mundo já era, pois a retaliação será na mesma proporção até o ” tambor estar vazio”.

Sgt Moreno
(CM)

Nilo
Nilo
Reply to  Claudio Moreno
1 mês atrás

Rísivel, um vídeo desse em plena era da informação, da internet.
“,,ficar dentro de casa até que as autoridades digam que é seguro..”
melhor assistir o filme – O Dia Seguinte – Filme 1983 – é mais instrutivo

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Nilo
1 mês atrás

assisti este aí…..bom, triste e verdadeiro

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carvalho2008
1 mês atrás

Olá Carvalho. O filme está disponível no Youtube. Assisti (de novo) há cerca de um mês. Para nós que vivemos a Guerra Fria, continua dando um calafrio na espinha. Temo que o pessoal mais novo sinta falta de um superheroi da Marvel para salvar o mundo.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carvalho2008
1 mês atrás

Acho que qualquer um que assistir este filme irá entende porque defendo o total banimento das armas nucleares.

ROBERT SMITH
ROBERT SMITH
Reply to  Nilo
1 mês atrás

verdade!

Alex Prado
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Me recordo da menina….a cena do cabelo caindo, o pai mandando levar o leite pro porão e misturar água….e outra bem impactante é na cidade onde um cara tá desesperado num cano d’água e o cano está partido e queimado.

Teropode
Reply to  Claudio Moreno
1 mês atrás

🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Maurício.
Maurício.
1 mês atrás

Que vídeo estranho, e claro que ficar no carro não seria uma opção, afinal de contas, qual carro aguentaria um ataque nuclear? Mas, na propaganda tudo é bonito, e a radiação não entraria pelas frestas das portas e janelas, enfim, vídeo muito sem noção

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Caro Mauricio. A pergunta mais importante é o contexto deste vídeo. Por que agora? Qual a intenção? Informar ou atuar como propaganda dentro dos EUA visando, por exemplo, uma manipulação do eleitorado para as próximas eleições parlamentares nos EUA? Por que um vídeo sobre guerra nuclear ao invés de um protocolo decorrente de um ataque terrorista, muito mais provável?

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Segundo Lisa Haven do YT, esse vídeo veio logo em seguida de declarações beligerantes (Satan isso, Satan aquilo, etc, etc) de representantes russos (até o Medvedev). Saber-ratling respondido com duck-&-cover. Teatrinho.

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Entraria, mas um abrigo ameniza a onda inicial. O vídeo não é sem noção. Sem noção seria fazer nada. É um evento extremo e pessoas podem ser salvas ou confortadas com um mínimo de informação.

Last edited 1 mês atrás by Mensageiro
Alessandro
Alessandro
1 mês atrás

Se a pessoa sobreviver a primeira onde de ataque nuclear não se preocupe, a RADIOTIVIDADE faz o resto depois.

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Teve um japonês que sobreviveu aos 2 ataques nuclear que esteve presente.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Mensageiro
1 mês atrás

Olá M. Pois é. Considerando que nas duas cidades morreram instantaneamente 150 mil pessoas, então dá para estimar a chance de sobreviver a uma guerra nuclear. 0,0006%.

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Mensageiro
1 mês atrás

Caro Mensageiro. Óbvio que é uma ironia matemática, assim como também é uma piada dizer que tenho 50% de chances de ganhar o Nobel este ano (são duas possibilidades, SIM ou NÂO). Parece-me que calcular a probabilidade de sobreviver a um ataque nuclear só faz sentido se forem inseridos dados como potência, localização da pessoa em relação ao epicentro, etc.

Nick
Nick
1 mês atrás

Se alguem perceber que vai ter um ataque nuclear, as chances são se mudar para alguma país do 4º mundo ALou África por exemplo, mas longe das grandes cidades. O hemisfério norte não é uma opção. Mas é claro, as chances de uma hecatombe nuclear são muito pequenas.

ROBERT SMITH
ROBERT SMITH
Reply to  Nick
1 mês atrás

… pois é… em Julho de 1914 as chances de uma Guerra Mundial também era muito pequena… deu no que deu…

Pedro
Pedro
Reply to  ROBERT SMITH
1 mês atrás

Pelo contrário, em 1914, todas as potências estavam em corrida armamentista, igual como estamos vendo agora.

ROBERT SMITH
ROBERT SMITH
Reply to  Pedro
1 mês atrás

Sim Pedro… “em 1914, todas as potências estavam em corrida armamentista, igual como estamos vendo agora” é verdade e eu sei disso… mais todas essas potencias de então não esperavam, ou melhor não “planejavam” a guerra como a que ocorreu… estou discordando do que o Nick disse acima que “as chances de uma hecatombe nuclear são muito pequenas” …. estão todos com o “dedo” no gatilho…

Nemo
Nemo
1 mês atrás

Uma pergunta que faço é a seguinte…

Se uma guerra nuclear em grande escala devastar o hemisfério norte e se boa parte do hemisfério sul não for diretamente atingido pelas bombas; como o brasil e a africa iriam lidar com este mundo pós nuclear.
No nosso caso, haveria racionamento ou colapso do sistema de produção de alimentos, o governo seria civil ou militar, e quando as mudanças climáticas, receberiamos milhões de refugiados do norte?

Emfim, fica a sugestão para os comentaristas e a trilogia abordar o tema!

Professor
Professor
Reply to  Nemo
1 mês atrás

radiação viaja com os ventos e se espalha, isto se um dos lados não resolver obliterar São Paulo, Rio, Salvador, Recife, BH….As forças armadas deles que sobrarem vão nos invadir para ter comida, água e pelo menos sobreviver, como são muito mais fortes venceriam e nos retalhariam em vários protetorados. Talvez deixassem alguns brazucas vivos, para arar a terra….

André de Souza
André de Souza
Reply to  Professor
1 mês atrás

Acredito que não. O que restar das forças armadas deles iriam ser obrigados a se subordinar.

Pedro
Pedro
Reply to  Professor
1 mês atrás

Igual o livro “Brasil, coração do mundo, pátrio do evangelho”?

SGT MAX WOLF FILHO
SGT MAX WOLF FILHO
Reply to  Nemo
1 mês atrás

Cara tem uma base Aérea Americana com a Inglaterra bem aqui no Atlântico sul numa ilha entre o Brasil e a África,não me lembro o nome da ilha de cor, mas acha que vão deixar ela de fora! Tem Base da França na Guiana Francesa… Tem as Malvinhas…. de todo jeito levamos tocha!

ROBERT SMITH
ROBERT SMITH
Reply to  SGT MAX WOLF FILHO
1 mês atrás

Ascension Island
7°56′S 14°22′W / 7.933°S 14.367°W / -7.933; -14.367

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Nemo
1 mês atrás

Bem , existia a previsão do Chico Xavier que demarcada 2019 como grande início de mudanças se ficássemos sem a guerra nuclear por 50 anos desde o pouso na lua….veio o covid exatamente na data… e o marco destas mudanças….havia também uma que o Brasil tornaria-se como a nova capital do mundo, Receberia levas e levas de populações americanas ao norte, nipônicas e russas ao nordeste, europeias, chilenas e argentinas ao sul….não apenas o hemisfério norte ficaria inóspito, como extremo sul também….haveria uma mini era glacial…

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
1 mês atrás

complementando….o Brasil mesmos…ficaria somente sudeste e centro oeste….

Maximus
Maximus
Reply to  Carvalho2008
1 mês atrás

Isso não faz muito sentido.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nemo
1 mês atrás

Olá Nemo. Tudo depende da intensidade deste ataque nuclear. Tomando como exemplo as bombas sobre Hiroshima e Nagasaki, dos testes no Pacifico e a céu aberto nas décadas de 50/60 e a explosão de Chernobyl, os países do hemisfério sul seriam pouco afetados, mas a médio prazo seria identificada partículas radioatívas na atmosfera. Isso poderia causar uma elevação nos casos de câncer. Por outro lado, se fosse mais intenso que isso, a contaminação do ar e do mar seria mais intensa, o que causaria mais problemas de câncer nas populações. Haveria um colapso mundial da economia, atingindo fortemente os países… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Olá, mestre Camargoer. Penso que efeitos de longo prazo são sempre desprezados em função da gravidade da situação reinante nos anos seguintes de uma troca nuclear massiva. Veja, pra salvar da fome as crianças (sempre todas negras) da África, lhes fornecem um pasta de oleaginosas. Ok, mas e o efeito a longo prazo principalmente se esse alimento se tornar recorrente na dieta? Algum problema no fígado, por exemplo? Curiosamente, na China, dizem que os estrangeiros estão indo embora porque não aguentam o modo de vida laborioso do chinês preferindo, como os africanos, e ainda segundo os mesmos arrazoados oficiais chineses,… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Alex Barreto Cypriano
1 mês atrás

Olá Alex. Uma dos problemas mais difíceis é mensurar impactos a longo prazo, até porque existe tempo para remediá-los. O melhor exemplo são as previsões meteorológicas. Os modelos podem prever o tempo com segurança com até uma semana de antecedência. A partir disso, o que temos são tendências baseadas em valores médios compilados ao longo de décadas. As consequências a longo prazo de uma guerra nuclear são imprevisíveis e dependerão tanto da intensidade do conflito (quantidade de bombas usadas, potência empregada, quantidade de alvos, distribuição de alvos, regime de ventos e correntes), sem falar em quais ações seriam tomadas após… Read more »

Teropode
Reply to  Nemo
1 mês atrás

E dalhe mais PECs emergenciais , com direito a fundao topsecret !

L G
L G
Reply to  Nemo
1 mês atrás

Depois que a troca de bombas atômicas começar em torno de 13.000 bombas nucleares no total. O que deve demorar apenas alguns dias. Muito rápido. E o hemisfério norte estiver totalmente destruído. O Brasil se não for atacado diretamente será a nova sede da ONU. Será decretado no Brasil e no hemisfério Sul lei marcial. Ditadura total para evitar a barbárie e o que o medo pode desencadear. Será distribuído para a população brasileira uma caderneta por família com o que e a quantidade que poderão comprar de comida, combustível,etc. Por mês. Ninguém poderá mudar de local sem autorização militar.… Read more »

Kornet
Kornet
1 mês atrás

Vai vendo,os filmes já atacaram ou destruíram essa cidade de tantas formas,com exceção do WTC,que uma hora vai acontecer de verdade.

Jaime
Jaime
1 mês atrás

Medo, uma população toda controlada pelo cabresto do medo.. é sobre isso,só sobre isso

André de Souza
André de Souza
Reply to  Jaime
1 mês atrás

Medo ? Meu camarada, quem vive sobre o cabresto do medo somos nós que moramos em um país que você é assaltado diariamente, em lugares onde tiro de 7,62 atravessa sua parede igual papel, regiões onde quem dita as leis é o tráfico, nós sim vivemos sobre o cabresto do medo, eles não estão nem aí e sabem que se houver um dia uma guerra a probabilidade de ser no solo deles é quase nula.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  André de Souza
1 mês atrás

Sob o cabresto.

Jaime
Jaime
Reply to  André de Souza
1 mês atrás

“Eles não estão nem aí”?

Podem ainda não estar no nível de medo desejado, o vídeo faz parte justamente disso, mas assim como andaram com cueca na cara por meses e querem intervir pelas girafas da Amazonia pra salvar o mundo do aquecimento global, em breve estarão seguindo como cordeirinhos as ordens do sistema por medo, mais uma vez e de novo e de novo… rebanho que segue o berrante e se acha crítico, com opinião…

PS: Qual a relação dos teus medos com o comentário? Absolutamente nada.

Tutor
Tutor
1 mês atrás

Se a prefeitura de Moscou fizer o mesmo, eu vou começar a me preocupar.

Teropode
Reply to  Tutor
1 mês atrás

Não fazem porque não é de conhecimento da população russa que outras nações também possuem armas nucleares , aliás observando muitos firistas deste blogue percebemos que eles também desconhecem isto !

L G
L G
Reply to  Tutor
1 mês atrás

Os russos fazem treinamento para em caso de guerra nuclear todos os anos. Ensinando o povo a ir para o metrô, etc com os alertas de ataque nuclear que eles tem. O último treinamento teve a participação de 40.000.000 de pessoas na Rússia. Vamos estudar pessoal e aguardar.

Luciano
Luciano
1 mês atrás

Russia possue centenas de s-400 espalhados pelo país além do sistema a235 em Moscou, provavelmente interceptaria maior das ogivas da otan, sem contar que possue maior arsenal

Last edited 1 mês atrás by Luciano
Ivo
Ivo
Reply to  Luciano
1 mês atrás

Eles estâo dando conta nem de ataques fronteiriços rapaz. Deixa de conversar besteira.

André de Souza
André de Souza
Reply to  Luciano
1 mês atrás

Meu caro, a Russia vive sofrendo ataques em sua fronteira durante esse conflito, você acha que sistema antiaéreo faz milagre ?
E outra todos ali tem telhado de vidro inclusive a Rússia, se eles despararem uma bomba nuclear em qualquer país da OTAN você pode ter certeza que você verá um cogumelo de fumaça em Moscou, isso é um fato.

Mambas
Mambas
Reply to  Luciano
1 mês atrás

Que comentário triste e sem nexo!

André de Souza
André de Souza
1 mês atrás

Levando em consideração uma guerra mundial com uso de armas nucleares por ambos os lados, podemos considerar um êxodo de povos de países do hemisfério Norte e de parte da Ásia indo em direção aos países subdesenvolvidos do hemisfério Sul, como aqui no Cone Sul ou África, já que a probabilidade de um ataque nuclear nessas áreas são quase nulas ?

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  André de Souza
1 mês atrás

é o que sobra……os caras destroem o hemisfério norte e o que sobra, sob os auspícios da ONU, promovem a realização das populações restantes para o hemisfério sul…

Thiago
Thiago
1 mês atrás

23 de Outubro de 2077. O ataque virá da China após os combates em território Canadense durante a guerra dos recursos…..para quem conhece a história do Jogo Fallout…..o mundo está ficando bem assustador…

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
1 mês atrás

“Ex-conselheiro de segurança dos EUA diz que ajudou a planejar golpes em outros países – Ex-assessor do governo de Donald Trump nos Estados Unidos, John Bolton admitiu ter ajudado a planejar golpes em outros países, durante entrevista exibida pela emissora americana CNN nesta terça-feira 12 – O representante atuou como conselheiro durante o governo do ex-presidente Donald Trump (2017-2021), mas está no topo da política norte-americana desde a década de 1980, com passagens pelo Departamento de Justiça e de Estado e presença em todos os governos republicanos desde então. Ele deixou o governo do ex-mandatário em 2019.” https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2022/07/ex-conselheiro-de-seguranca-dos-eua-diz-que-ajudou-a-planejar-golpes-em-outros-paises.shtml Novidade absolutamente nenhuma.… Read more »

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
1 mês atrás

Esse Biden vai acabar igual ou pior que a dupla belicista Kennedy + Nixon.
Até ficam vendendo a ideia de “resistir a um ataque nuclear”.
Que incompetência.

ROBERT SMITH
ROBERT SMITH
1 mês atrás

“Como sobreviver a uma ataque nuclear?” … Papo furado para gerar “esperança” … o fato é que se houver uma guerra nuclear “You can Kiss your Holy ass goodbye!”

Andromeda1016
Andromeda1016
1 mês atrás

Os democratas continuam semeando instabilidade social naquele país. Tudo que eles fazem desestabiliza a sociedade, e tudo isso parece ser proposital para um fim determinado. De seu lado os republicanos reagem às investidas dos democratas entrando nessa onda do “Nós contra eles”, fazendo a sua parte para acentuar a polarização política e a fragmentação social. Algo muito grande está por vir para o establishment gringo apelar de forma tão incisiva contra o status quo, afinal a estabilidade é empecilho à mudança logo quanto maior a instabilidade maior será a mudança que ela proporciona.

rafa
rafa
1 mês atrás

Muito estranho esse vídeo hein?

Mas vamos lá para minhas observações de leigo. O vídeo deveria ter sido assim:
-Se vc está no raio de 10km do centro da explosão, nem precisa ver esse vídeo;
-Se vc está acima de 10km do centro da explosão e se vc ainda sim tiver sobrevivido de alguma forma, eu iria sugerir é: pegue o que vc puder, sua família, água, comida, armas e fuja para as montanhas.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
1 mês atrás

No site NuclearSecrecy do Alex Wellerstein tem um artigo sobre simulação de ataque massivo nuclear dos EUA sobre a Eurásia visando URSS e China, segundo listas de alvos de 1956. Aqui: http://blog.nuclearsecrecy.com/2016/05/09/mapping-us-nuclear-war-plan-1956/ O autor reconhece que é muito difícil prever efeitos do fallout (que dependem da direção dos ventos, que dependem, por sua vez, da época do ano e da situação geográfica) e ainda mais o mítico e luxurioso número de vítimas (você curtiria saber quantos milhões teriam morrido, né? Confesse!), simplesmente porque os algoritmos contam a mesma pessoa morta várias vezes se várias detonações próximas ocorrerem (vai vendo como… Read more »

EdwardTeller-Spooky.jpg
carlos andreis
carlos andreis
1 mês atrás

O melhor lugar para se estar durante um ataque nuclear é bem no centro do impacto , é melhor ser reduzido a atmos do que que morrer pela radiação agonizando em algum buraco escuro

Last edited 1 mês atrás by carlos andreis
Camrgoer.
Camrgoer.
Reply to  carlos andreis
1 mês atrás

Olá Carlos. Discordo…riso. o melhor lugar seria muuuuito longe da explosão.

João Adaime
João Adaime
1 mês atrás

O vídeo não visa ajudar a população a “sobreviver”, mas sim a aceitar os “sacrifícios” que a “ajuda” a Ucrânia fatalmente acarretará.
Traduzindo: pague e não bufe.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
1 mês atrás

Perae… Os EUA estão esperando uma guerra nuclear em breve?!? Vindo de onde?!? Quem atacaria?!? Só alarmismo da Prefeitura ou uma ameaça real?!? Sinceramente, eu não estou gostando disso!!!

Walter Moraes
Walter Moraes
1 mês atrás

De quem viveu o contexto da guerra fria. Os programas de defesa civil referentes a ataques nucleares eram parte da rotina das populações dos EUA e Europa, visando a sobrevivência fora das áreas de obliteração imediata. A história se repete, o cenário está novamente presente, com velhos e novos atores. Dai, natural que os programas de defesa civil sejam retomados. Um dos manuais mais interessantes daquela época, e que ainda está disponível online, é o do governo britânico, chamado “Protect and Survive” (http://www.atomica.co.uk/main.htm) . O filme “O Dia Seguinte” (https://www.adorocinema.com/filmes/filme-59911/) já citado aqui em comentário anterior, fez parte deste contexto,… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Walter Moraes
Alex Prado
1 mês atrás

Esqueceram de incluir: torça para morrer instantaneamente. olha cada uma…uma explosão atômica não dá tempo de espirrar.

Last edited 1 mês atrás by Alex Prado
Cicero
Cicero
1 mês atrás

Aqui estão dois relatórios interessantes sobre planos de ataque em caso de guerra nuclear.

https://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.2968/057004008

https://www.nrdc.org/sites/default/files/us-nuclear-war-plan-report.pdf

Last edited 1 mês atrás by Cicero
glasquis 7
1 mês atrás

Conclusões sobre os resultados de uma guerra nuclear:

Ásia, Europa e América do Norte seriam arrasados… América do Sul, e Oceania Morreriam de fome… África continua como está.

Que draga.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
1 mês atrás

Os comentários acima parecem esquecer duas coisas: 1) Uma explosão nuclear pode ser um ataque terrorista ao invés de uma guerra nuclear (e nesse cenário essa instrução é extremamente importante, especialmente porque provavelmente seria uma arma de fissão pura, ou seja, os efeitos do fallout são mais relevantes, proporcionalmente ao yield da bomba do que no caso de ogivas termonucleares); 2) Com a redução nos arsenais nucleares, a menos que um país esteja tentando causar o maior número de baixas possível do outro lado (ao invés do maior dano à capacidade econômica e militar, por exemplo), NYC não seria completamente… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Bruno Vinícius

Últimas Notícias

Brasil e Coreia do Sul fecham acordo para produção de semicondutores da Samsung no país

O Brasil e a Coreia do Sul estão fechando acordos para a construção de uma fábrica de chips semicondutores...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -