Home Artilharia Inauguração do Comando de Artilharia do Exército em Formosa – GO

Inauguração do Comando de Artilharia do Exército em Formosa – GO

6863
179
Astros 2020
Astros 2020

Formosa (GO) – Quem compareceu ao Forte de Santa Bárbara, em Formosa (GO), para inauguração do Comando de Artilharia do Exército, conferiu de perto como a tecnologia pode ser usada na defesa da nossa pátria. A inauguração do comando faz parte de um programa de transformação e modernização da Força Terrestre, que objetiva a ampliação da capacidade operacional e do poder de dissuasão do Exército.

Segundo o Comandante de Artilharia do Exército, General de Brigada Valério Luiz Lange, o local foi escolhido por diversos motivos. O principal deles foi prover a unidade de esforços para o Exército e para as Forças Armadas.“Aqui nós podemos coordenar melhor a doutrina, as operações e a logística que envolvem os mísseis e foguetes”, afirmou.

Para o Comandante Militar do Planalto, General de Divisão Sérgio da Costa Negraes, essa inauguração é um marco muito importante, pois o Comando Militar de Área recebe uma tropa com um alto poder dissuasório.

O comando é a unidade do Exército Brasileiro responsável pela artilharia de mísseis e foguetes. Nessa área, o destaque é para o sistema de lançamento de mísseis e foguetes Astros 2020, com tecnologia totalmente brasileira. Segundo o Comandante do Exército, General de Exército Edson Leal Pujol, com a inauguração do comando em Formosa, o Exército deu um salto quantitativo e qualitativo no sistema de apoio de fogo. “Estamos saindo do campo tático operacional e entrando na área estratégica, o que proporciona uma maior capacidade de dissuasão para a Força Terrestre e para a defesa das nossas fronteiras e do nosso território”, enfatizou.

O Programa Astros 2020, do Exército Brasileiro, prevê ainda o desenvolvimento do primeiro míssil tático de cruzeiro, uma arma teleguiada que poderá levar até 200 kg de carga bélica e alcançar uma distância de até 300 km.

“Hoje o Exército concretiza mais um projeto significativo: o Astros 2020. É um orgulho ver o poder dissuasório das Forças Armadas aumentado com essa centralização dos meios de foguetes e possíveis mísseis ”, comemorou o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

Para o Vice-Presidente Antônio Hamilton Martins Mourão, a inauguração do Comando de Artilharia contribui muito com o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação. “A pesquisa e o desenvolvimento que vêm sendo feitos, principalmente do nosso míssil guiado, é uma tecnologia que vai servir em outros campos”, explicou.
O final da cerimônia de inauguração foi marcado pelo lançamento de foguetes, como demonstração do poder dissuasório da Força Terrestre.

Comando de Artilharia do Exército

Inicialmente sediado em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, o Comando de Artilharia do Exército, composto por dois Grupos de Mísseis e Foguetes e outras três organizações militares de apoio, fixa sua sede no Forte Santa Bárbara, Formosa, no estado de Goiás.

O Comando de Artilharia do Exército, estabelecido em sua nova sede, será o responsável pela artilharia de mísseis e foguetes do Exército Brasileiro, empregando os mais modernos sistemas de defesa existentes no mundo.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest
179 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Camargoer
4 meses atrás

Olá Colegas…. Foi até reportagem ontem na Voz do Brasil.

Camargoer
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Pergunto aos negativadores, vocês ouviram a voz do Brasil ontem para discordar do que escrevi? Então tá.

Caio
Caio
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Acho que o pessoal discorda do fato da Voz do Brasil existir hahaha

Camargoer
Reply to  Caio
4 meses atrás

Olá Caio. Caso o colega não ouça a voz do Brasil, nao seria possível emitir uma opinião. Caso tenha ouvido e discorde da notícia, seria muito bom ouvir a opinião porque eu só informei o que foi divulgado lá. Se foi certo, errado, se a voz deveria ser retirada do ar… tem que explicar. Acho que a maioria dos colegas não dispõe de uma zona morta.

Guilherme
Guilherme
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Não ia negativar, mas pelo segundo comentário merece negativo em todos. Tá carente guerreiro?

Camargoer
Reply to  Guilherme
4 meses atrás

Olá Guilherme. Eu imagino que seja mais divertido ficar caçando comentários para ficar negativando que ouvir a voz do Brasil no rádio quando em Brasília for 19 h.

Camargoer
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Olá Caio. Notei que o texto ficou ambíguo sobre quem seria o “colega”, Falo sobre uma terceira pessoa. Esse colega que porventura não ouça a voz do ,Brasil e outra pessoa. Peço desculpas pelo texto se pareceu que eu me referia a voce. As vezes e um problema não conseguir revisar o texto. Peço desculpas pelo erro modo que escrevi.

Caio
Caio
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Sem problemas, Camargoer. Eu já tinha entendido que não se referia a mim.

Camargoer
Reply to  Caio
4 meses atrás

Olá Caio. Legal. Eu fiquei preocupado. Teria ficado melhor usar “os colegas” ao invés de “o colega”. Obrigado pela compreensão. Valeus.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Se eu fosse dar bola pros deslikes kkkk, minhas rugas de preocupação.

Camargoer
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Olá Space. Uma vez escrevi que se eu ganhasse um real por cada “like” eu estaria devendo milhoes aqui na trilogia. Contudo tem um pessoal que gosta de negativar pergunta e dados estatísticos. Eu só estava testando meus 2 “negativadores” de estimação com um comentário tão neutro que era para ser ignorado. Mas eles são fiéis, bem treinadinhos. Melhor que aqueles dobermans dos filmes do SBT quando era TVS. Um abração e muito bom humor.

IgorLima
IgorLima
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Bwahahaha!! Sensacional!!! OBS: essa molecada nova não conhece esse filme, muito menos a TVS. Grande abraço!

Camargoer
Reply to  IgorLima
4 meses atrás

Acho que o pessoal mais novo gosta mesmo do “Mr Nice Guy”

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Eles gostan do novo ‘Magaiver’…

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Mestre Camargoer, Liga não Mestre, estamos na geração da pobreza intelectual….e moral… O sujeito vota por vontades, acho e desachos…pobres e pobrezinhos… “especialistas de duas linhas de informação”…extrema preguiça de imergir em conteúdo profundo….acha que conteudo é ler as primeiras duas linhas de 100 materias ao contrário de ler 10 profundamente…passou de 5 linhas…desistem… Para eles, é o suprassumo o like e dislike, faz parecer importantes ou relevantes sua opinião…que inclusive nem é opinião verdadeira, pois repare que não argumentam….argumentar não é concordar ou discordar, é apresentar elementos pros e contras ao contexto exposto…mas ai…o sujeito precisa de conteudo…e como… Read more »

Camargoer
Reply to  carvalho2008
4 meses atrás

Olá Carvalho. Verdade. Sugiro fundarmos uma confraria “Dislikes, Skull & Bones” (sei lá, tipo “de olhos bem fechados”)

Luciano
Luciano
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Olá, Camargoer. Acredito que a razão n esteja no programa de rádio ou na postagem. Estamos no tempo onde basta nao gostar da pessoa, mesmo q ela diga uma coisa super certa e/ou útil que os outros vão negativar mesmo assim. Já comentei isso aqui. Reparo sempre q, nao importa quem diga, vão lá e negativam. Mesmo qdo fazem comentários técnicos. Rola isso com Bosco, Ozawa, XO, Dalto e outros. Então, amigo, deixa pra lá e segue com seus comentários sempre produtivos! Abraço!

Camargoer
Reply to  Luciano
4 meses atrás

Olá Luciano. De fato. Bobagem ficar preocupado com isso. Contudo uma coisa e verdade. A reportagem saiu mesmo na voz do Brasil de quarta feira. Coincidiu eu ligar o rádio bem no momento que comentavam sobre os mísseis e foguetes. Então coloquei o CD com as musiquinhas do volume 1 do Suzuki.

Kevin O Julios
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Liga não Camargoer, o pessoal aqui já negativou até comentario desejando Feliz natal e ano novo no fim do ano. Eu nao compreendo mais nada.

Victor F.
Victor F.
Reply to  Kevin O Julios
4 meses atrás

De fato. Acho até que esse sistema de positivar e negativar comentários só serve mesmo para gerar discórdia, chateação e mais comentários (como esse que escrevo). Na minha humilde opinião, o melhor para todos nós seria desativar em toda a trilogia.

Pedro
Pedro
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Camrgoer pegou ar. Relaxa.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Só pela choradeira já vão as negativadas em cada post seu.

Camargoer
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
4 meses atrás

Olá Rodrigo. É uma verdade bíblica, “diga-me quem te negativas e eu direi que tu és”.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Pena que não da para negativar mais.

Camargoer
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
4 meses atrás

Caro Rodrigo. Acho que ainda é possível escrever um comentário explicando aquilo que você discorda ou para colocar um dado desconsiderado ou apontar um erro conceitual. Acho que até um comentário bem-humorado também costuma ser permitido. “gambate”.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Já voltou…até testei no seu comentário acima.

Camargoer
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
4 meses atrás

Olá Rodrigo, acredito que ainda seja mais adequado, divertido e educado argumentar os pontos relevantes que você concorda ou discorda no comentário de algum colega do que dar ou não “joinha”. De qualquer modo, a metáfora bíblica continua valida

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

eu acho mais legal negativar e ainda mais agora q eu vi que tem gente que fica doída…

Camargoer
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
4 meses atrás

Olá Rodrigo. Talvez você possa achar divertido “positivar” algum colega que seja um pouco masoquista. Esse pessoal deve adorar ser negativado.

Entusiasta Militar
Entusiasta Militar
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Camargoer

Nao esquenta com esses foristas de fim-de-semana, eles negativam ate perguntas …

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Entusiasta Militar
4 meses atrás

Haha tiraram

Camargoer
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Oi Space. Fizemo que fomo e vortemus, oi nósqui traveis.

Space jockey
Space jockey
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

KKKKK vortou

nonato
nonato
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Você pediu, acabaram com as negativcoes.

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Olá Camargoer, interessante que o presidente não prestigiou o evento que é de muita importância. O mesmo estava em compromisso com “sertanejos no planalto”, dai vemos a importância que é dado as nossas forças, até entendo que na inauguração da base antártica C. Ferraz, havia agenda com viagens a Índia. Uma coisa tenho certeza, as únicas pessoas que se importam com a defesa somos nós aqui do blog, o resto brinca de defesa e não está nem ai.

Abraço.

Camargoer
Reply to  OSEIAS
4 meses atrás

Olá OSEIAS (caixa alta), uma base que ficou fechar dede o acidente em 2012 podia esperar duas ou três semanas para receber uma visita ilustre para cortar a fita vermelha (ahhhh, a fita vermelha…. entendi).

francisco
francisco
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

O Brasil precisa muito de sistemas de defesa anti-aérea. O ideal S-400, mas isso jamais acontecerá pois os USA não permitem. Nem o Pantsir foi permitido o Brasil adquirir.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Camargoer, eu não sei se percebeu, mas eu não tenho mais comentado no ForTe faz algum tempo. Faz bem à saúde, infelizmente. Assim como no dia-a-dia, eu fico longe de brigas de torcidas.

Camargoer
Reply to  Leandro Costa
4 meses atrás

Oi Leandro. Pois e. Eu também gosto do PN. Achei curioso que quarta feira a noire, quando liguei o rádio do carro estavam transmitindo exatamente essa reportagem. Quando vi aqui, achei que o pessoal ia ter a chance de elogiar o programa de rádio do governo…. nem isso.

nonato
nonato
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Você pediu acabaram com as negativações.

Camargoer
Reply to  nonato
4 meses atrás

Olá Nonato. Essa decisão é exclusiva dos Editores. Bons tempos aqueles da “porta da esperança” nos quais a gente pedia e era atendido.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Como diz aquele ditado: “No good deed goes unpunished…”

Bueno
Bueno
4 meses atrás

Fiquei na expectativa de ver um lançamento do MTC 300 – afinal de contas, já é 2020 🙂

Carlos
Carlos
Reply to  Bueno
4 meses atrás

Falta uma versão do ASTROS 2020 , Calçada de ESTEIRAS (LAGARTAS) .
O BRASIL tem muitas estradas de Terra Batida .
No caso dessas Estradas,, quando Chove e na AMAZÔNIA BRASILEIRA ia ser de Ótimo proveito.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Carlos
4 meses atrás

Vai atirar em quê na Amazônia, nas árvores? Coitadas…

Milton Ferreira
Milton Ferreira
4 meses atrás

Qual o organograma desta unidade? Quantos grupos e baterias?

Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  Milton Ferreira
4 meses atrás

2 Grupos de Mísseis e Foguetes, contando com 3 baterias cada.

DaGuerra
DaGuerra
4 meses atrás

Muito boa medida. Adestramento garantido em campo de instrução gigante. Só fica fora de foco aqueles sujeitos ali fantasiados. Não dá pra livrar desse ranço?

Filipe Prestes
Filipe Prestes
4 meses atrás

2020 já chegou e eu não vi um Astros lançando o MTC-300 ainda 🤭

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Filipe Prestes
4 meses atrás

Já foram feitos vários lançamentos do AV-MTC 300 de testes, tem poucas fotos e nenhum video(divulgado), é uma pena a falta de vídeos, mas o que se conta é que é uma arma muito estratégica para o EB e não querem muita divulgação, a previsão de conclusão é 2023, tá no plano estratégico do exército 20-23.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Sinceramente, considero isto uma estratégia falha no que tange o lado comercial. Fizeram isto com o a-darter. Não são tecnologia inovadoras ou ultra-secretas. A alimentação deste mistério é desnecessário.
Precisamos fomentar o crescimento industrial do segmento militar. E propaganda é a alma de qualquer negócio.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Acredito que a ironia do colega seja porque em cronogramas anteriores, o AV- MTC 300 já deveria estar operacional faz tempo.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Rafael Oliveira
4 meses atrás

se se referiu a mim, na verdade o coment não foi ironico.

Gabriel
Gabriel
4 meses atrás

Mesmo ainda longe do ideal, não existe nenhum país da América Latina com projetos/programas bélicos com mínimas condições de se comparar com o que se faz no Brasil. Apenas para citar alguns: Gripen/KC 390/Prosub/Tamandaré/Astros2020/Guarani. Com a reestruturação que já está ocorrendo nas Forças Armadas, para diminuir a % do orçamento comprometida com salários e pensões e com a provavel diminuição no contingenciamento de recursos do orçamento, será possivelmente possível ampliar ainda mais o investimento nestes e outros programas. Infelizmente nem tudo ocorre na velocidade ideal por questões políticas e culturais. Mas acredito que as Forças Armadas estão no caminho certo.

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Quero estar vivo pra ver essa dita reestruturação do contingente. Não adianta cortar daqui ou dali se não mexer nos quadros inchados das três forças e sendo sincero não imagino que presidente algum tenha coragem de faze-lo.

Kommander
Kommander
Reply to  Filipe Prestes
4 meses atrás

Presidente no Brasil só se garante no cargo com apoio das FA, por isso ngm mexe!

Bosco
Bosco
Reply to  Kommander
4 meses atrás

Olha que ele tem o apoio da população também.

Émerson Gabriel
Émerson Gabriel
Reply to  Bosco
4 meses atrás

Você está certo Bosco, mas o Kommander também está.

João Moro
João Moro
Reply to  Émerson Gabriel
4 meses atrás

Émerson Gabriel, se levar em conta as frases dos comentários, só pode haver um certo. Um disse que o PRE “SÓ se garante no cargo com apoio das FA”. O outro diz que o PRE tem o apoio da população. Se o último comentário está certo (e realmente está), o comentário do Kommander necessariamente está errado. O que você pode alegar é que o PRE só se garante no cargo com as FAs e a população.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  João Moro
4 meses atrás

Caro João Moro o Bosco terminou sua frase com “também”.
Ou seja, o Presidente conta com apoio das FFAA e de parcela da população. O comentário do Bosco complementa e não anula o do Kommander. Pena, mas sua análise não procede.

João Moro
João Moro
Reply to  Farroupilha
4 meses atrás

Farroupilha, o Bosco falou isso sim mas a conclusão do Émerson Gabriel é que está errada. Semanticamente.

Émerson Gabriel
Émerson Gabriel
Reply to  João Moro
4 meses atrás

João, no caso , o presidente tem a sua aprovação, mas também tem apoio das forças armadas, é isso rs

Camargoer
Reply to  Bosco
4 meses atrás

Bosco, rigorosamente 30% da população com mais de 16 anos reprova as ideias de Bolsonaro (classificados como opositores heavy) e apenas 12% o apoiam incondicionalmente, o chão núcleo duro. A maioria dos apoiadores de Bolsonaro são homens com média de idade acima da média dos eleitores, sendo 1/3 com mais de 60 anos. Segundo Ibope, 34% reprovam o governo e 31% aprovavam. Eu tenho uma leitura que aponta um problema para a oposição hoje mas um problema para o governo no futuro. Contudo, e preciso lembrar que os dados são uma coisa, interpretações são outras.

Salim
Salim
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Resumo, falta opção, menos pior dos péssimos. Falta investimento educação resulta nisto. Brasil rico, população pobre e NR de pobres aumentando. Nada no horizonte para resolver.
Sistema Astros parabéns Avibras e brasileiros, projeto e construção nosso gerando tecnologia e empregos ( provavelmente exportação com alto valor agregado ao invés comodites ).

Camargoer
Reply to  Salim
4 meses atrás

Caro Salim. O óbvio seria investir em saúde e educação pública, mas são dois campos econômicos muito lucrativos. A degradação desses dois serviços garante negócios de bilhões de reais.

HAMES
HAMES
Reply to  Camargoer
3 meses atrás

Degradação esta que vem á 25 anos!! O Brasil está no caminho certo, colégios militares sendo criados, aumento de +de 12% para os professores da rede básica… oque não dá é fazer milagre! A Coreia do Sul saiu da ignorância educacional após 20 anos… hoje é potência. Tenhamos um pouco de fé!

Camargoer
Reply to  HAMES
3 meses atrás

Olá Hames. Quando avaliamos os resultados do PISA, os países melhor colocados tem em comum uma educação civil, pública, construtivista, uma alta taxa de pais com nível superior, ensino infantil amplo e professores com pós-graduação. O conceito de colégio militar tem sido mal interpretado. O bom desempenho dos alunos está relacionado a um processo de seleção dos candidatos, similar aos que ocorre nas escolas técnicas. As escolas que empregam um processo de seleção para o ingresso dos alunos terão um desempenho relacionado ao tipo de aluno selecionado. Ao colocar os melhores alunos nas melhores escolas e os piores nas piores… Read more »

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Salim
4 meses atrás

Seu Salim, a economia tá melhorando, desemprego caindo.

Camargoer
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Ola Space. Eu preferia que você estivesse certo, mas é normal que ocorra uma redução da taxa de desocupação em no fim do ano, mas geralmente retorna aos níveis de setembro agora. Estou esperando esse dado para ter certeza que a flutuação não seja sazonal. Outro dado estatístico que me preocupa é a taxa trimestral do PIB. Um período de recuperação econômica mostra uma parábola, mas os 3 ou 4 últimos trimestres mostram uma retá em torno de 1% (os dois dados podem ser consultados na página do IBGE). Fiz uma pesquisa sobre o consumo de cimento no Brasil (dados… Read more »

Salim
Salim
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Infelizmente moro no Brasil real, especificamente em SP. A realidade esta bem pior do que o noticiado, esta entrando em um ciclo de queda que nunca vi antes, espero que VC esteja certo e eu errado.

Camargoer
Reply to  Salim
4 meses atrás

Olá Salim. Eu temo que a questão econômica hoje esteja além da questão ideológica, ou da simples disputa liberalismo x trabalhismo (nem vou tão longe de colocar socialismo ou comunismo). De tempos em tempo há uma recessão capitalista para ajustar as expectativas com a realidade. Geralmente, entre 3 a 5 anos a economia retorna ao ponto de ruptura e retoma dali (afinal existiram investimentos ou alguns investimentos foram retardados, há o mercado consumidor e as cadeias de produção ainda estão organizadas. O atual momento já ultrapassou 5 anos e tempo que não haverá sinal de recuperação em 2020. Após 7… Read more »

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

O Ibope deixou de ser referência há muito tempo, segundo ele o Bolsonaro nem teria chegado ao segundo turno.

Camargoer
Reply to  Diego Tarses Cardoso
4 meses atrás

Caro Diego. Pesquisa tem um erro estatístico intrínseco, alguma coisa entre 2 e. 3%. Esse valor não pode ser calculado por que as pesquisas são sorteadas por extratos. Para calcular o erro as pessoas entrevistadas aleatoriamente. Isso posto, ainda assim pesquisas ainda são o melhor indicativo de uma opinião geral. Quase sempre, cada um vive imerso em seu grupo o que dá uma falsa sensação de maioria (todos os pais das amiguinhas da minha filha tem doutorado).. O melhor modo de analisar pesquisas são por tendências ao invés de números exatos.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Camargo. Eu não posso me dar ao luxo de deixar levar pelo que pensa opinião pública. Principalmente porque ela é facilmente manipulada pela mídia e classe artística. Tenho uma responsabilidade com pessoas que dependem do resultado do meu trabalho para receber seu salário no fim do mês. Por isto, minha pesquisa é feita baseado em números técnicos e analise permanente de resultados de mudanças na economia. Atualmente, ingerência de uma empresa durante 3 meses é suficiente para garantir seu fechamento em 12. O Partido Trabalhista e o demais pseudo-comunistas tiveram sua chance e, se tivessem ficado mais um mandato, teriam… Read more »

Camargoer
Reply to  MMerlin
4 meses atrás

Olá MM. Acho que poucos funcionários públicos ignoram que os salários são pagos com recursos obtidos de impostos. Também pode ser um equívoco achar que todos os servidores têm a mesma opinião política (é bem heterogêneo). Pesquisa de opinião é um dado concreto, assim como PIB e consumo de cimento. Esses dados (melhor, a série histórica desses dados estatísticos) servem para ajudar a tomar decisões. Também é preciso colocar que criticar uma ação do governo é diferente de questionar sua legitimidade. Pesquisas também servem para corrigir rumo. Algo que funcionava bem antes, pode começar apresentar fadiga e requerer atenção ou… Read more »

Salim
Salim
Reply to  MMerlin
4 meses atrás

Números reais, nosso PIB per capta esta caindo e caiu muito de 2014 para CA, resultado da imcoPTencia, porem no ritmo que estamos e o projetado para próximos anos mais o crescimento demográfico em torno de 2℅ teremos uma década para voltar a 2014. O êxodo de pessoas com estudo de bom padrão e empresários que poderiam fazer a diferença e enorme por esta percepção.

Wellington Rossi Kramer
Wellington Rossi Kramer
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Caro Camargoer, segundo o Ibope o presidente seria o Caggad.

Camargoer
Reply to  Wellington Rossi Kramer
4 meses atrás

Olá Wellington. As eleições de 2018 foram estranhas. A primeira delas foi a ausência do candidato que venceu a eleição em todos os debates. Quem acompanhou as entrevistas dos candidatos ao longo de 2018 talvez concordem comigo sobre a dificuldade de Bolsonaro de se expressar nessas situações. A outra coisa estranha foi a desorganização das candidaturas da esquerda. O fato do Lula ter sido registrado como candidato tirou o foco de Haddad e Ciro, os dois candidatos com mais experiência. Como digo, fatos são fatos. A gente erra mesmo na hora de interpretar. Eu acho que 2022 será bem diferente… Read more »

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Haddad foi o pior prefeito que São Paulo viu. Perto dele Pita e Erundina remiram seus pecados. Em 2018 Bolsonaro (que não caiu de paraquedas, era deputado ácido (oposicionista da esquerda) a tempos) simplesmente não teve oposição, indo ou nos debates. E tudo leva a crer que o mesmo se repetirá em 2022… Dória meteu os pés pelas mãos ao sair da Prefeitura de São Paulo no meio do mandato, muitos não se esqueceram, Ciro representa a velha política que o Brasil não quer mais. No mais, o que se percebe (claramente) é a tentativa de enquadramento tanto de Bolsonaro… Read more »

Camargoer
Reply to  Farroupilha
4 meses atrás

Olá Farrouplilha. As Capitais e cidades de segurança nacional tinham os prefeitos nomeados durante o regime milit, apelidados de prefeitos bionicos. Acho que o último prefeito nomeado foi Mário Covas durante o mandato do Franco Montoro como governador. O primeiro prefeito eleito após a redemocratização foi Jânio Quadros (um bom candidato a pior prefeito). O estrago foi tão grande que a Erundina, mulher e petista foi eleita. Acho que em seguida Paulo Maluf foi eleito e em seguida Pitta (secretário do Maluf e esse sim um dos piores prefeitos de São Paulo). Novamente, elegeram uma mulher petista (Marta) que ainda… Read more »

Salim
Salim
Reply to  Wellington Rossi Kramer
4 meses atrás

Pelo menos desta aberração administrativa estamos livre, em SP nem para prefeito foi reeleito.

João Moro
João Moro
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Camargoer, se realmente a pesquisa do IBOPE revela a verdade, sim os mais jovem desaprovam mais porém, acredito que não haverá dificuldades para ele (PRE) por causa disso, pois ele terá este mandato e possivelmente outro, o que dará 8 anos e certamente em oito anos não fará mudanças significativas na perspectiva da população, mesmo tendo mais jovens entrando.

Camargoer
Reply to  João Moro
4 meses atrás

Olá João. Acho difícil fazer uma análise mais profunda sem conhecer com mais detalhe qual o comportamento de cada grupo. Por exemplo, o pessoal mais novo da uma grande importância aos temas ambientais. Outro problema poderá ser a expectativa de emprego e renda do pessoal mais novo. A crise no MEC está se tornando o apagão desse governo. FHC teve o racionamento. Lula o caos-aereo. Acho que a crise sobre o ensino superior irá frustrar uma parcela estratégica da classe média que tinha o acesso a universidade pública ou ao FIES como um direito conquistado. Acho cedo para uma análise… Read more »

João Moro
João Moro
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Camargoer, Certamente meu comentário não é aprofundado o suficiente mas a ideia é que o PRE atual, mantidas essas perspectivas e fatores abordados, não terá ESSES problema para reeleger-se. Sim há uma maior preocupação com o meio ambiente entre jovens porém outras faixas etária os tem também. A diferença está no modo como devem ser preservadas e os reais impactos da humanidade no meio ambiente. Uns acham que podem casar desenvolvimento econômico e sustentabilidade ambiental, outros acham que não. Certamente o emprego entre os mais jovens também é um fator importante. Com relação ao MEC, não vejo crise nem apagão,… Read more »

Camargoer
Reply to  João Moro
4 meses atrás

Olá João. Tem um cientista lírico fluminense que faz uma abordagem muito boa das eleições para o executivo. Ele diz que seria mais adequado pensar que o mandato seria de 8 anos, com um teste na metade do mandato, após 4 anos. O candidato a reeleição sempre tem uma vantagem porque e conhecido por 100% dos eleitores e sua imagem está sempre em destaque no noticiários. O candidato a reeleição tem a vantagem de mostrar o que está fazendo, ao contrário dos outros que estão apresentando ideias. Contudo, ele classifica as eleições em dois grupos. Continuidade e Mudança. Se um… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Bolsonaro é café com leite….como Itamar foi, ou o que Bolsonaro deveria ser… Dificilmente teria reeleição, mas o que sustenta e o sustentará sua reeleição é a exata resistência da velha política, corrupção, mandrakaria das midias oficiais, radicalismos ideologicos, etc…. É o maluco no local certo na hora certa, longe de ser exemplo, mas o cara necessário…quem faz o Bolsonaro é a oposição que o Brasil já não quer mais. Votei nele por esta visão, não gostaria de votar novamente, mas farei se estas mudanças ainda encontrarem tantas sabotagens e resistencias…e principalmente, estes mesmos caras espertinhos ai….

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Camargoer, o apoio dele tá nuns 35% feito por esses institutos que diziam que ele perderia e o Haddad seria eleito.

Camargoer
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Olá Joquei. São dois números diferentes. Um é a aprovação do governo (bom e ótimo, que deve estar mesmo por volta de 35% ou 38%… mais ou menos 1/3 para simplificar). O outro número é o apoio ás ideias do presidentes. Eventualmente alguém pode dizer que discorda das ideias do Bolsonaro sobre política externa ou na política ambiental mas concorda com o as ações do governo na economia, etc. O núcleo-duro é aquele que apoia incondicionalmente as afirmações do presidente. Isso deve ficar entre 10 e 20%. ão números diferentes e que devem ser vistos fora da escala eleitoral. Sobre… Read more »

Kommander
Kommander
Reply to  Bosco
4 meses atrás

Sim, mestre Bosco. Tem o apoio dos robôs virtuais dele.

Bosco
Bosco
Reply to  Kommander
4 meses atrás

Eu sou um dos 57 milhões de robôs virtuais dele.

Carlos
Carlos
Reply to  Bosco
4 meses atrás

Sou Robô do MITO Também 👍👍👍👍😅 😅😅😅👍😅👍

HAMES
HAMES
Reply to  Bosco
3 meses atrás

Idem!

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Kommander
4 meses atrás

Não deve ser fácil controlar milhões de robôs…

Kommander
Kommander
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Pra quem tem dinheiro e a máquina do governo, é bem fácil mesmo.

Felipe Batista
Felipe Batista
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Extremamente fácil, no passado recente eram controlados com mortadela, num passado mais distante com a promessa de um calçado ou algo do tipo… Sempre existirá massa de manobra e sempre existiram espertos para controlá-lá, não importa que governo seja.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Bosco
4 meses atrás

E a economia tem que andar bem.

Hélio
Hélio
Reply to  Bosco
3 meses atrás

População quem? O que vejo é o contrário oposto, a população apoia é as FA e o Moro, somente.

Camargoer
Reply to  Hélio
3 meses atrás

Caro Helio. Acho necessário um certo cuidado para não assumir a sua percepção pessoal com a descrição estatística. Geralmente, convivemos com pessoas que tem mais ou menos as mesmas opiniões e valores. Isso induz a uma falsa sensação de maioria ou minoria. Por isso é necessário usar as pesquisas de opinião. Os dados mostram um apoio ao Moro mas que não pode ser confundido com apoio ao governo. A aprovação do governo também não pode ser confundida com apoio pessoal ao presidente. Talvez sua opinião igual á da maioria ou da minoria. Isso é irrelevante estatisticamente.

Émerson Gabriel
Émerson Gabriel
Reply to  Filipe Prestes
4 meses atrás

A mexida no contingente será pequena, diminuição de 10% até 2030, que não ajuda muito.

Gabriel
Gabriel
Reply to  Filipe Prestes
4 meses atrás

O efetivo particularmente do EB está “aquém” das necessidades de um país do tamanho do Brasil (continental). Basta somar os efetivos dos exércitos da Europa Ocidental para ter uma comparação (ou EUA, China, Rússia).

Porém o efetivo está diminuindo 1% ao ano e a quantidade de militares temporários irá aumentar e dos militares de carreira diminuir.

Os objetivos justamente são diminuir os gastos ligados à seguridade social, com a consequência de sobrar mais recursos para investimentos no aprimoramento da operacionalidade.

Camargoer
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Olá Gabriel. As forças armadas brasileiras têm um nível razoável de investimento. tenho a impressão que o problema e o custeio, pagar as coisas do dia a dia. Acho que o EB tem um efetivo muito grande. E melhor um exército pequeno e bem treinado. Uma força de entre 100 e 150 mil bem treinada pode ser mais eficaz ao Brasil que contar com o desempenho do pessoal do TG, por exemplo.

Émerson Gabriel
Émerson Gabriel
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Comparar o efetivo do EB com EUA, China é demais né. Eu sei que o Brasil é um território enorme, mas nosso PIB não é, os gastos dos EUA e China são muito, mas muito maiores. Não adianta ter muita gente se não tem equipamento. É o mesmo que ter um efetivo policial gigante sem viaturas e helicópteros

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Émerson Gabriel
4 meses atrás

Quem dera que os policiais voltassem a realmente fazer patrulhamento a pé. Que retorna-se a presença deles em nossas ruas.
Viaturas e helicópteros ajudam mas muito pouco no policiamento ostensivo.
A meu ver a segurança enfraquece quando a polícia se afasta da população. E ainda fica cheia de gastos milionários.

Camargoer
Reply to  Farroupilha
4 meses atrás

Olá Farroupilha. Essa é uma ótima discussão. Tem um relativo de uma CPI que avaliou várias polícias do mundo, e as melhores eram polícias civis, unificadas, que faziam o patrulhamento ostensivo uniformizado e comunitário. A conclusão recomendava a desmitatizacao das polícias, unificação e priorizar o modelo comunitário em substituição ao modelo de enfrentamento das PM

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

A melhor polícia é a privada, como era no início antes de virar braço armado do leviatã. Quando faz merda troca por outra e todo mundo fica feliz.

Camargoer
Reply to  Defensor da liberdade
4 meses atrás

Caro D.F. Acho que não. Nem nos EUA existe polícias privadas (lembrei do mundo cyberpunk do Robocop). Uma polícia privada irá oferecer um serviço que será remunera, o que abre espaço para “pacotes preferencias” de segurança (entre outros problemas). A sua eficiência é mensurada pelo lucro da empresa. Uma polícia pública e comunitária é avaliada pelo atendimento e pelo resultado social (prevenção da criminalidade pela ação ostensiva, altas taxas de resolução de crimes, apoio ás demandas sociais, etc). Sendo pragmático, as melhores polícias do mundo são públicas, comunitárias e não-militarizadas.

Camargoer
Reply to  Farroupilha
4 meses atrás

Caro Farroupilha. Tenho uma visão bem pragmática sobre o aparato policial brasileiro. 1) ele fracassou (a criminalidade esta sempre aumentando). 2) ao longo dos anos, o modelo foi aprofundado e intensificado sem reverter o problema da violência urbana. 3) como o modelo fracassou, é um erro insistir nele. 4) ao invés de inventar um modelo, é mais eficiente copiar um modelo de sucesso e faze sucessivas adaptações à realidade brasileira. Estou curioso em saber onde esse raciocínio pode estar equivocado.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Meu nobre, contra fatos não há argumentos. Um policial comunitário conhece pelo nome os moradores e o que fazem e deixam de fazer. Seus relatórios de rotina não são frutos de ponderações mas de observações in loco. O que possibilita ao Comandante saber exatamente o que se passa em sua área e ter apoio da comunidade em maiores informações quando preciso. O modelo brasileiro atual não passa em nenhuma avaliação de eficiência. – Pois é Camargoer… Precisamos o quanto antes reformular totalmente nossas Polícias Civis e Militares, pois do jeito que estão simplesmente não nos tem servido. – Sinto dizer… Read more »

Camargoer
Reply to  Farroupilha
3 meses atrás

Olá Farroupilha. Acho que a discussão é por essa direção. Acho que é consenso que a política de segurança pública no Brasil fracassou. Caso a segurança pública fosse boa (nem digo excelente) seria o caso de aprimorar o modelo. Contudo, ela é péssima. Nesse caso o mais simples é tentar algo que funciona em outro lugar (se der certo, ótimo, se der errado, não muda nada).

Camargoer
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Olá Gabriel. Acho que o problema foi a depressão que começou em 2015;e ainda não foi superada. As condições políticas estão favoráveis aos programas militares de destaque desde o gov. Lula. Também discordo que existam questões culturais brasileiras que prejudicam o desenvolvimento de programas tecnológicos ambiciosos. Gostaria até de ouvir os colegas sobre quais seriam essas características culturais . Aliás alguns Vegas que estudaram a cultura do EB no período entre guerras tem uma descrição bem crítica do alto comando.

Émerson Gabriel
Émerson Gabriel
4 meses atrás

Parabéns ao exército. Eu só não entendo porque a sede em Goiás ao invés de colocar em alguma região de fronteira. PS: Eu sei que podem ser desdobrados, mas como exemplo para fronteira norte levaria tempo

Camargoer
Reply to  Émerson Gabriel
4 meses atrás

Olá Gabriel. Talvez porque está no meio do Brasil, e como o Astros pode ser transportado no KC390, então ele pode ser deslocado de um dia para outro para qualquer lugar que tenha uma pista adequada. O fato da densidade populacional em GO ser menos que a do S e SE também aumenta a segurança e tudo mais. Mas e apenas pslpite.

Kommander
Kommander
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Na verdade tá em Goiás pq fica perto de Brasília, os políticos precisam de segurança kkk

MMerlin
MMerlin
Reply to  Kommander
4 meses atrás

Brasilia é considerado o centro geográfico do país. Émerson, colocar qualquer sistema de foguetes e misseis em região fronteiriça pode indicar hostilidade e normalmente é evitada.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Quanto mais ao centro do Brasil mais distante fica de mísseis de cruzeiro e da aviação inimiga, Brasilia e Formosa ficam a 900 Km da praia mais próxima e 1200 Km da fronteira mais próxima. Sendo que os carrier groups geralmente atacam a mil Km da costa, é quase impossível da aviação naval atingir.

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Exato.

É por essa questão defensiva de estar mais distante de qualquer ameaça somada à questão da possibilidade de mais rápido desdobramento para qualquer ponto do país, conforme falou o amigo Camargoer.
Mas isso não só pelo KC-390, mas por centralidade logística mesmo de acesso tanto aéreo, quanto terrestre. O KC-390 é um vetor já pensado para melhor apoiar este desdobramento.

Da mesma forma, existem razões perfeitamente racionais para a Marinha de Guerra estar concentrada no Rio de Janeiro. Mas isso aí vai gerar grandes polêmicas de cunho regional.

Abraços.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  GFC_RJ
4 meses atrás

GFC_RJ – Exato, quando se coloca uma unidade estratégica ao centro do país ela diminui a distancia das extremidades que porveRenato B.ntura precisem de apoio. Renato B.- O clima seco acredito que tambem ajuda, pois preserva itens de muita tecnologia.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Outra fator é o espaço, imagino que, em extensão, é um dos maiores campos de instrução do exército. O Astros foi muito testado por lá.

Émerson Gabriel
Émerson Gabriel
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Camargoer, o que disse faz todo o sentido e me fez pensar melhor, tem o KC-390 mesmo para poder levar onde precisar de forma rápida.

Camargoer
Reply to  Émerson Gabriel
4 meses atrás

Olá Guilherme. Acho que seria a mesma lógica de colocar a brigada de paraquedistas em Anápolis acho que eles conseguiriam deslocar os paraquedistas no mesmo dia para qualquer ponto do Brasil. Talvez os direitos devam avaliar a possibilidade de usarem a FAB para um deslocamento rápido nesse formato.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Dizem que já é certa a ida da Brigada Pqdt pra Anápolis, demorou.

Camargoer
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Olá Space. Acho que a mudança está decida há vários anos. Em algum momento a brigada vai mesmo para Anápolis. É uma operação cara e complexa que provavelmente será feita parte por parte ao longo de alguns anos.

Gabriel
Gabriel
Reply to  Émerson Gabriel
4 meses atrás

Quando o EB comprou as primeiras Baterias de Astros II elas estavam dispersas em 5 locais diferentes. Entre outros objetivos, a centralização em Formosa facilitou a instrução, a manutenção e a operação dos equipamentos. Outro fato levado em consideração foi a proximidade do campo de instrução/tiro. O alcance dos foguetes são de 9km a 90km (sem considerar o de exercício), assim é necessário um campo de instrução com uma área relativamente grande. Em um outro momento que se idealizou o Forte Santa Bárbara, que centralizou na mesma área 2 Grupos de foguetes/mísseis, Centro de Instrução, etc…

João Moro
João Moro
Reply to  Émerson Gabriel
4 meses atrás

Émerson Gabriel, acredito que ficou em Goiás por alguns motivos. Cito dois: 1 – em Goiás está mais perto dos locais de manutenção e facilidade de logísticas de materiais e peças, além do preço da logística. 2 – Goiás é o centro do Brasil. Se precisar desdobrar nos pontos mais distantes do país, o tempo será praticamente o mesmo.

Camargoer
Reply to  João Moro
4 meses atrás

Caro João. A Avivras fica em S.Jose Campos, bem longe de GO. Concordo com a posição geográfica equidistante.

Caio
Caio
4 meses atrás

O programa astro é sem dúvida um motivo para orgulho.

Nunes-Neto
Nunes-Neto
4 meses atrás

Eu acho que fica no centro oeste por precisar de uma grande área de exercício e testes, para os lançamentos, na região norte a mata é muito densa, as outras regiões temos uma densidade de cidades maiores, no centro oeste essa densidade é menor e o cerrado é um ambiente melhor para deslocamento dos veiculos e visualização dos disparos.

Luiz Floriano Alves
Luiz Floriano Alves
Reply to  Nunes-Neto
4 meses atrás

O que iremos adquirir para dispor dos sistemas mais modernos do mundo? Será material Americano ou Russo? A França, desde Napoleão se destaca na artilharia. Devem ter coisa muito avançada.

FERNANDO
FERNANDO
4 meses atrás

Falta uma versão do ASTROS 2020 , Calçada de ESTEIRAS (LAGARTAS) .
O BRASIL tem muitas estradas de Terra Batida .
No caso dessas Estradas,, quando Chove e na AMAZÔNIA BRASILEIRA ia ser de Ótimo proveito.

Se não me engano, os ingleses tem uma versão.
Não me lembro o nome.
Mas, é uma ótima idéia.

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  FERNANDO
4 meses atrás

Poderiam aproveitar a plataforma/chassi dos M-108 pra isso(ao menos usar um pra testar a idéia).

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Tomcat4.0
4 meses atrás

Também não entendo essa aparente falta de interesse do EB em plataformas sobre esteiras, tudo o que se vê é sobre rodas. Talvez seja pelo parque nacional ter grande facilidade com esse tipo de veículo.

paulop
paulop
Reply to  FERNANDO
4 meses atrás

A princípio o fato do Astros ser sobre rodas faz com que ele seja mais móvel, considerando que será aerotransportavel. Talvez uma versão sobre esteiras dificulte essa aeromobilidade.
Abraço

Carlos
Carlos
Reply to  paulop
4 meses atrás

Boa tarde paulop , no caso de guerra vão enfrentar estradas de Terra Batida e as rodovias esburacadas , nesse caso as Esteiras levam muito vantagem .
Sabe aquela devagar e sempre é assim que funciona .
Mas somente parte da Frota ,ok
Inté +

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Carlos
4 meses atrás

O sistema Astros é estratégico e não de ação tática.
Ele não é para ficar se posicionando em lugares péssimos, justamente o alcance de suas armas assim o permitem.

Ex: Na WWII os alemães possuíam 2 grandes canhões sobre trilhos (Schwerer Gustav e Dora) pois eles não precisavam ir a toda parte.

Desnecessário esteiras neste caso dos Astros. Além de custos e manutenção se complicarem.

Allan Lemos
Allan Lemos
4 meses atrás

Eu só acho que algumas unidades do Astros 2020 deveriam ficar baseadas permanentemente na Amazônia.É uma das regiões mais estratégicas do país e ter essa artilharia lá,preferencialmente equipada com os MTC-300 aumentaria o nosso poder de dissuasão exponencialmente.Além de diminuir o tempo de resposta para praticamente zero frente a alguma ameaça.Agora deixar toda a artilharia principal concentrada em um único ponto é extremamente perigoso por motivos óbvios.Não temos defesa antiaérea,um bombardeiro bem executado por ali e o EB fica praticamente sem garras e sem dentes.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Allan Lemos
4 meses atrás

E quem além de uma grande potencia teria alcance pra bombardear Anápolis/Formosa/ Brasilia ?? Colocando o Astros em Manaus fica no alcance do SU-30 venezuelano.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Primeiro, você acha que um possível inimigo do Brasil seria apenas algum vizinho sulamericano?Nossos inimigos são justamente as grandes potências,quem ameaçou a nossa Amazônia de forma velada,por mais surpreendente que pareça,foi o Macron,não o Maduro.É justamente contra o países do hemisfério norte que nos deveriamos esperar uma possível guerra. Segundo.Também deveriamos ter defesa antiaérea de médio e longo alcançe na Amazônia para proteger ativos de grande valor estratégico. Terceiro.Se a gente for seguir a sua lógica,então não poderiamos usar os Astros contra a Venezuela já que eles ficariam ao alcance dos SU-30,nem contra o Chile pois eles ficariam ao alcance… Read more »

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Allan Lemos
4 meses atrás

Em caso de guerra declarada, uma das primeiras ações seria a de espalhar os Astros fora desse alvo… Base concentradora de Formosa, que para tempos de paz é ótima.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Farroupilha
4 meses atrás

Farroupilha – Sim, se o inimigo viesse de Carrier Groups o ideal seria mover estes equipamentos mais para o interior ainda, o certo seria já estar prevista uma rota em caso de necessidade. Mas mesmo assim não deve ser fácil para uma missão de ataque voar uns mil Km terra adentro em um território inimigo, pois imagino que na volta seria,teoricamente, mais fácil interceptá-los, desde que se tenha AA…(isso num cenário de superioridade aérea já estabelecida) sei lá, é assunto complexo. Por conta destes cenários, o mais lógico é a defesa anti-aérea de longo alcance ficar situada em Brasília.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Infelizmente não se pode ficar falando certas coisas aqui.
Na guerra vale tudo, ás vezes quem vence é o mais astuto e nem sempre o mais forte.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Mover esses equipamentos para o interior com que propósito?Facilitar o passeio do inimigo para dentro do nosso território?A artilharia não existe para servir de enfeite amigo.Em caso de ataque os Astros deveriam proteger a Capital e empurrar as tropas inimigas para o litoral.Os Astros inclusive poderiam ser usados para impedir que navios anfíbios se aproximassem da costa,mas ainda não temos essa capacidade.
Se você não sabe,existe uma coisa chamada fábrica,o Astros é um produto nacional,em caso de guerra,eles seriam produzidos aos milhares.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Farroupilha
4 meses atrás

E você vai mesmo esperar uma declaração formal de guerra?Isso não existe mais hoje em dia.Simplesmente fariam um bombardeiro com aviões furtivos F-35 e destruiriam nossos principais ativos.Não teriamos tempo para ação nenhuma.Sim,a Base de Formosa é excelente,mas como eu disse,só acho perigoso deixar todos os Astros concentrados lá.Deveria haver pelo menos umas 15 unidades lançadoras na Amazônia na minha opinião.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Allan Lemos
4 meses atrás

Você pode dizer ao comando do EB que eles estão errados, o Forte Santa barbara foi inaugurado essa semana, o Mourão tava, diga pra eles que estão errados e que devemos espalhar as baterias (16 veículos Tatra + apoios), algumas no Norte.

Felipe
Felipe
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Só de lançadores são 38 veículos não 16

Space jockey
Space jockey
Reply to  Felipe
4 meses atrás

A bateria acho que são 16 vtrs mano… se não me engano são três baterias por grupo.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Allan Lemos
4 meses atrás

Allan vc fez uma perfeita afirmação sobre quem são nossos reais inimigos, vivo batendo nesta tecla aqui na internet. Mas no mais, tenha certeza que nossos militares são bobos só em parte, e que muita coisa não pode ser declarada. Quanto ao nosso atual equipamento é osso, pois nossa classe politica só tem olhos para seus currais eleitorais. As FFAA contam inclusive (mesmo que alguns não entendam) com número de tropas para compensar a falta de material. Num território vastíssimo como o nosso ter tropas é tão, ou até mais, relevante que a última bolacha do pacote em termos de… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Allan Lemos
4 meses atrás

E na Amazônia você colocaria os Astros onde? Em qual cidade ou estado?

SN-10 Álvaro Alberto
SN-10 Álvaro Alberto
4 meses atrás

Agora pensamos bem, é o melhor lugar , isso todos concordam . Ninguém consegue chegar lá com a aviação naval e forças terrestre, ok concordamos . Então como seria um ataque lá? Para mim só tem duas opções que me vem à mente no momento … Mísseis de todas as classes Cruzeiro/Balísticos etc.. e Ataque com bombardeiros estratégicos . Aí pensamos como sempre , a fraqueza é a falta de artilharia antiaérea medio/longo alcance e altitude . Com isso , já podemos vislumbrar possivelmente aonde será posicionadas algumas das futuras baterias, Exército Brasileiro colocaria uma ou mais de médio alcance… Read more »

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  SN-10 Álvaro Alberto
4 meses atrás

Em caso de guerra declarada, uma das primeiras ações seria a de espalhar os Astros fora desse alvo.

Bardini
Bardini
4 meses atrás

Pra mim, o EB deveria cortar boa parte da sua força SL e ter apenas duas Brigadas Pesadas, bem estruturadas e com meios SL. Uma no Sul e outra no Centro Oeste, com sede em Formosa. Já passou da hora de tirar meios do Sul e levar para o centro do país, onde existe mais espaço.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Concordamos.

E o resto mecaniza. No lugar dos RCB uma OM com organização similar (2 esquadrões de cavalaria + 2 companhias de fuzileiros) porém com um 8×8 de canhão 105 ou 120mm no lugar dos CC SL e o Guarani VBTP no lugar dos M113.

Ou melhor, transforma tudo em batalhões de armas combinadas como esse…

Flanker
Flanker
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Qual espaço? E para que? Treinamento de tiro real? Para os M-109 em distância máxima e para alguns foguetes do Astros, o CIBSB, vulgo Saicã, tem espaço de sobra.

marcos poorman
marcos poorman
4 meses atrás

Não falta a bateria um carro tipo Pantsir ou análogo ocidental para proteger a área?
Pensando no futuro, seria viável desenvolver um carro “mãe” com drones para varredura e/ou área impacto?
Quais as medidas defensivas consideradas pelo EB?

Bosco
Bosco
Reply to  marcos poorman
4 meses atrás

Marcos,
A própria bateria pode prover sua defesa na forma das ponto 50 e talvez de mísseis Igla. Além de táticas como o lançamento de fumígenos e a retirada de posição rapidamente para evitar a contra-bateria.

Ersn
Ersn
4 meses atrás

Uma dúvida, o Brasil vai utilizar munição cluster no novo míssil cruzeiro ,seria uma vantagem tática enorme esse tipo de munição em combate sendo utizado pelos nossos MRLS.

nonato
nonato
4 meses atrás

Não poderiam ir agilizando um míssil de 80, 100 km de alcance?
Se bem que a diferença de um para o outro é mais o comprimento pra levar mais combustível.
O sistema de guiamento não deve ser muito diferente.
Falo isso porque se os foguetes astros já têm um alcance de 70 km, seria só colocar o guiamento no foguete existente, em vez de criar um novo.

Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  nonato
4 meses atrás

O ss80 já atingiu 90km de distância.

Bosco
Bosco
Reply to  Eduardo Oliveira
4 meses atrás

Eduardo, O problema é que sem um sistema de guia o CEP de um foguete com 90 km de alcance é muito grande. Ele é praticamente inútil. Acima de 50 km , mesmo dentro do conceito de foguetes de saturação, com lançamento de grande quantidade de foguetes com ogivas de dispersoras de granadas, onde a quantidade compensa a falta de precisão, eu já acho inviável não ter sistema de orientação. Os foguetes maiores do Astros como os SS-60 e 80 eu não os considero muito eficientes quando lançados contra alvos nos alcances máximos. Deviam ser guiados. *Acho estranha a adoção… Read more »

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Bosco
4 meses atrás

Bosco,
Eu vi um especialista(não se pode falar o nome aqui) numa live dizendo que o SS80 e 60 raramente foram usados, e que se sair, esse guiado de 45Km vai ser muito caro, não se sabe se compensa. Na minha opinião melhor focar no Matador, parece que a partir de abril começam a sair mais notícias do mesmo.

Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Não procede essa informação. Todo ano nos PAB tem muito tiro de ss60 ss80

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Eduardo Oliveira
4 meses atrás

Que bom então. Só que no EB eu nunca ví ”muito tiro” de nada.

Eduardo Oliveira
Eduardo Oliveira
Reply to  Space Jockey
4 meses atrás

Mas vc é militar, nobre? Lembrando que nem todo exercicio ou adestramento sai em rede social. Agora imagina, todo ano vc tem o Pab de cada bateria e um do grupo todo atirando. Vc tem 6 baterias. É muito tiro, lhe garanto kkk

nonato
nonato
Reply to  nonato
4 meses atrás

Falo de míssil e não de foguetes.
Não existem mísseis de curto alcance, tipo antitanque. Por que não pode haver mísseis brasileiros com 30, 50, 80, 100 km de alcance?
Inclusive para uso em helicópteros e aviões.
Em vez de disparar 30 foguetes, 5 mísseis não poderiam ser mais eficazes?

Diego
Diego
4 meses atrás

“empregando os mais modernos sistemas de ‘defesa’ existentes no mundo.” Alguém me explica pq dessa última frase estar na matéria. Qual sistema de defesa que temos é um dos mais modernos do mundo?? Não temos artilharia anti aérea (defesa). O que temos são os astros(ataque). Alguem vai falar -Ah mas os atros servem pra defesa também. Uma ova, o Brasil é extenso as tropas inimigas vindo de todos os cantos é como acertar agulha no palheiro com essa artilharia, e se os inimigos conquistarem cidades, esquece o astros. No caso da frase, a palavra defesa deveria ser substituída por ataque… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Diego
4 meses atrás

Diego,
“Defesa” no texto está no seu sentido amplo, significando “relativo a assuntos militares”. No sentido restrito, defesa é a ação que impõe barreiras a uma agressão (ataque), incluindo aí o contra-ataque.

Bosco
Bosco
Reply to  Diego
4 meses atrás

Os eufemismos são comuns no meio militar e político. As armas de um país, inclusive os misseis de ataque nuclear, são armas de defesa.
A retórica do Trump ou do Putin, mesmo quando invadem outros países, é sempre rebuscada e em nome da democracia, da justiça, da liberdade etc. Assim também eram as retóricas de Hitler, Napoleão, Átila, Alexandre, Gengis Khan e por aí vai.

Diego
Diego
Reply to  Bosco
4 meses atrás

Obrigado pelo esclarecimento Bosco, mas que fica estranho usar ‘defesa’ sem ter fica, e nos acomoda achando que temos armas de defesa. Precisamos de artilharia anti aérea pra ontem de ontem. Parece muito desleixo do exército, tem muitos paisecos que tem AA e nós não. Vamos bater nesse tecla.

rdx
rdx
4 meses atrás

Decisão acertada…mas ainda falta mudar muita coisa. Para começar o EB deveria desativar todos os M101 e M114 e enxugar os GAC. Aliás, a única utilidade do M101 foi mostrada no evento: arma cerimonial.

Sobre a cavalaria, eu penso que a espinha dorsal deveria ser constituída pela família Guarani (8×8 e 6×6)…e concentrada nas regiões sul e centro-oeste. Algumas unidades do sul deveriam ser desativadas….e grande parte dos Leopard 1 e M113 poderia ser substituída pelo Guarani 8×8 (Centauro e Freccia). Uma grande unidade localizada no RS poderia absorver todos os blindados SL remanescentes.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
4 meses atrás

Dois grupos de lançamentos de mísseis e foguetes não é pouco? Deveria ter um grupo em cada região de fronteira, além deste em Formosa!

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Fabio Araujo
4 meses atrás

É uma brincadeira cara a defesa Fábio Araujo…

Eu penso como você,mas a realidade é foda e não é fácil.

Pense no custo de uma bateria Astros 2020,viaturas de lançamento,comando e controle,meteorológica,remuniciadoras entre outras coisas mais.

Um comando de artilharia tem quantas baterias Astros 2020? Dois,três,quatro?

Agora pense em mais três,quatro ou cinco comando de artilharia para se construir perto da fronteira,é muito dinheiro…

Tutu
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
4 meses atrás

Cada grupo tem três baterias.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Tutu
4 meses atrás

Obrigado Tutu!

nonato
nonato
4 meses atrás

Não entendi muito bem.
Houve mudança na sede do batalhão (estou usando esse termo genérico) do Sul para Formosa?
Apenas mudança de sede?
Porque há um tom de melhoria e avanço, mas que parece não estar explicado, não parece corresponder a realidade.

XFF
XFF
4 meses atrás

OFF Topic…..
Arábia Saudita sofre uma grande derrota militar ontem no Iêmen. Mais de 100 blindados foram capturados pelos Houtis. Foram centenas de mortos e prisioneiros presos. Vários Obuseiros modernos de fabricação dos EUA foram capturados.
Tem mais de 40 minutos de vídeo de combates no youtube, mostrando todos os equipamentos e blindados capturados.
È só procurar no youtube por :HOUTHIS DO IÊMEN DERROTAM ARÁBIA SAUDITA NA BATALHA DE MARIB.

Rodrigo
Rodrigo
4 meses atrás

Pergunta boba, quantos astros nós temos?
O alcance que temos é de quanto km?
Linda a primeira foto da reportagem

Space jockey
Space jockey
Reply to  Rodrigo
4 meses atrás

EB tem cento e poucas viaturas. O CFN tem mais algumas.

juscelino
juscelino
4 meses atrás

Que fotos horríveis, até parece que o Forte foi atacado pelos Apaches.

Space Jockey
Space Jockey
3 meses atrás

Tem matérias dando conta de que o MTC-300 Matador serrá concluído em dezembro, e as entregas começam em 2021. Tbm andaram dizendo que ja vão começar mais ensaios este mês.